Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

semifrio de tagliatelle, burrata, nozes e molho pesto

Há o semifrio de morango, de ananás ou de caramelo. E, a partir de hoje, passa a haver também o semifrio de burrata. Com uma diferença: não é um doce. E outra diferença: é uma pasta. E mais 500 diferenças que não vamos estar aqui agora a enumerar. Mas então por que santa alminha é que uma pasta se há-de chamar semifrio, meus senhores? Como diria o meu filho mais novo, porque é quente e também é frio, DAAAAAA!

Ultrapassado o momento infatilóide da semana, vamos ao que interessa: a burrata. E como isto já é conversa de adultos, temos um bocadinho de alta cultura (que é o mesmo que dizer um bocadinho de Wikipedia). Burrata em italiano quer dizer amanteigado. E de onde vem este nome, perguntam-me os meus amigos.

Então, estou à espera da pergunta...

Vem da forma como alguns produtores fazem este queijo: com uma carapaça exterior de mozzarella e um recheio interior de manteiga. No entanto, a maioria das burratas vendidas em Portugal são feitas com mozzarella por fora e uma mistura de mozzarella e natas por dentro.

Antes de me mandarem calar e de me banirem da Internet por me ter tornado no José Hermano Saraiva da cozinha, deixem-me só dizer-lhes uma coisa: a burrata é o melhor queijo para se comer no Verão (desde que não o deixe ao calor para se estragar): é fresco e leve. E é por isso que estamos aqui hoje com este semifrio de tagliatelle e burrata: para ficar com uma receita de massa para os dias mais quentes.

Comece por cozer o tagliatelle al dente em água e sal. Depois de pronta, passe a massa por água fria para não continuar a cozer. A seguir junte-lhe o molho pesto, o tomate cherry cortado em quatro, as nozes e a burrata e misture tudo. Coloque sal e pimenta a gosto e já está. A massa morna com a burrata e o tomate frio fazem um óptimo contraste e formam um prato perfeito para um almoço de sol.

 

Ingredientes 

- Tagliatelle

- Burrata

- Nozes

- Tomate cherry

- Molho pesto fresco Giovanni Rana (à venda no Continente)

- Sal 

- Pimenta

 

Boas e mais tardes de calor para si, onde quer que esteja,

Ele

3 comentários

Comentar post