Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sim, é um homem a fazer equilibrismo por cima das ondas gigantes da nazaré!

slackline-in-nazare.jpg

Confesso que estou absolutamente esmagado com esta incrível fotografia tirada pelo André Bernardo e publicada no site da Red Bull. Trata-se de um alemão, de 26 anos, que decidiu atravessar a distância entre dois penhascos na Nazaré. Acha incrível? Então ouça o resto: a travessia foi feita em pé, a fazer equilibrismo, por cima das gigantescas ondas da região.

Além das fotografias, há um vídeo do feito incrível, onde se vê Joshua Leupolz a ser projectado depois de ser atingido pelas ondas colossais.

 

 

O cabo sobre o qual ele andou foi colocado a 15 metros de altura e tinha uma distância de 30 metros. Ao site da Red Bull, o atleta do Karlsruhe explica como foi toda a experiência: "Em dias com ondas pequenas, é muito fácil. Mas, com ondas como estas que se vêem no vídeo, torna-se difícil sequer ficar parado em cima do cabo. Estamos à espera que, a qualquer momento, uma onda nos possa atingir".

É claro que Leupolz ia preso com outro cabo de segurança. E foi isso que o salvou nas quedas.

O desafio foi planeado com a ajuda da equipa da Western Riders, especializada em slacklining. E foi bem sucedido. O atleta alemão adiantou ao site da Red Bull que conseguiu atravessar três vezes. E falou de todas as dificuldades: "Quando estamos lá em cima, não se consegue ver mais nada para lá de branco. Algumas ondas criam um splash depois de atingirem as rochas. E a água projecta-nos a nós e ao cabo. Perdemos a orientação e o equilíbrio".

Eu tremo só de ver o vídeo, por isso não me apanhavam ali em cima nem com o mar chão. Nazaré para mim é mais para ir comer uma mariscada ao Aki-D'el-Mar.

 

Uma óptima onda para si onde quer que a Nazaré esteja,

Ele

 

foto: andré bernardo / red bull

 

4 comentários

Comentar post