Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o melhor presente de dia do pai está aqui: 2 noites para 4 pessoas no vitória stone hotel em évora

10389130_299004080267313_4409268722962943922_n.jpg

Calma, meu querido Marido Mistério, este é o melhor presente de Dia do Pai do ano, mas ainda não é o teu (que está quase, quase, quase a chegar...). Este é o fantástico presente que temos para dar aos nossos ainda mais fantásticos leitores – os maravilhosos pais que lêem o blog ou os também maravilhosos filhos que querem dar um presente especial ao seu pai.

Durante uma semana, convidámos os leitores a concorrerem para ganharem um fim-de-semana em família no espetacular Vitória Stone Hotel, em Évora. No total, recebemos mais de 3.500 participações. Pais, filhos, primos, tios – toda a gente quis ir passar um fim-de-semana de sonho com o Casal Mistério.

 

 

o presente ideal para o dia do pai: temos para oferecer duas noites grátis para 4 pessoas no vitória stone hotel em évora

Vitoria_Stone_Hotel-Piscina-0021.jpg

O Dia do Pai aproxima-se perigosamente e não faz ideia do que é que vai dar? Não se preocupe, este casal seu amigo está aqui para ajudar! Juntámo-nos ao fantástico Vitória Stone Hotel, em Évora, para lhe oferecer, não uma mas duas noites de sonho num dos espaços mais encantadores daquela que é a minha cidade preferida no Alentejo.

 

ecork, o hotel feito de cortiça no meio do alentejo

Quando a originalidade se cruza com a simplicidade, isso é impulse (estou a brincar! Bateu-me uma nostalgia anos 80, já passou...). OK, isso é maravilhoso. E quando se promove uma das melhores matérias-primas nacionais, é extraordinário. Por isso, estou cheia de vontade de ir passar um fim de semana ao Ecork Hotel em Évora: o primeiro hotel do mundo totalmente revestido a cortiça.

 

OK, já cumpri a minha missão de informar. De enaltecer os produtos nacionais e os projetos política e ecologicamente corretos. Isto já está a parecer o jornal Expresso. Agora, vamos à sinceridade: adoro o hotel. É novo (abriu no ano passado), giro e original. Situa-se no Alentejo, uma das minhas regiões preferidas, e é novo (já tinha dito que era novo?). E eu também adoro novidades. Só falta mesmo experimentar, não é, meu querido Marido Mistério?

Inspirado nas aldeias medievais alentejanas, constituídas quase sempre por um castelo ou um enorme edifício principal, cercado por várias casinhas brancas, o projeto transportou o conceito para o século XXI. O edifício principal, que alberga o restaurante, o ginásio, o spa, as salas de reuniões e a piscina interior, com um enorme pátio central, é todo forrado a cortiça (sabia que a cortiça é um produto natural, um isolador térmico e acústico e é reciclável? Agora pareço o presidente da Quercus, medo!). O andar de cima tem paredes mas não tem teto, e é aqui que se situa o bar, a piscina exterior e o deck onde pode preguiçar com vista para a paisagem alentejana (já me estou a imaginar ali!).


As “casinhas brancas” são 56 suites independentes com uma área de cerca de 70m2 cada, rodeadas por sobreiros, azinheiras e oliveiras centenárias. Cada uma tem quarto, sala de estar, casa de banho e um pátio privativo, algumas têm uma kitchenette, todas têm os extras e luxos dignos de um bom 4 estrelas (wifi grátis, ar condicionado, mini-bar, dois ecrãs leds, banheira, roupões, chinelos, etc). Quero!

Original, moderno, contemporâneo e inserido em plena planície alentejana, este eco-hotel a cinco minutos do centro de Évora e à distância de uma hora de carro de Lisboa, é o refúgio ideal para uns dias de descanso em família. Isto se a sua família for civilizada. Pensando bem, não sei se tenho coragem de levar a nossa equipa de futsal para este paraíso. Não sei porquê, mas tenho um feeling de que somos nós a entrar, e o resto dos hóspedes a fugir. Porque será que as pessoas têm tendência a fugir de família numerosas?

Boa Páscoa,

Ela

 

 

 

imani country house, uma segunda casa a dez minutos do centro de évora

Gosta do Alentejo? Gosta do campo? Do José Pedro Vasconcelos? E de pequenos-almoços servidos até ao meio-dia? Então vai adorar o Imani Country House. O sonho do ator e apresentador e da mulher, Mariana Roxo, tornado realidade a 10 minutos do centro de Évora. Aqui não nos sentimos num hotel, sentimo-nos em casa. Pela forma simpática e familiar com que nos recebem, pela liberdade com que andamos pela casa, porque, deixando-nos à vontade, estão sempre presentes e sim, o José Pedro Vasconcelos tem tanta graça na cozinha a preparar-nos o jantar como sentado no estúdio do 5 para a meia-noite. Faz questão de tratar os hóspedes pelo nome e não pode ser mais prestável. Talvez seja ligeiramente mais sério a trabalhar no seu hotel do que em frente às câmaras. Mas é compreensível: investiu a sua vida neste projeto. Durante vários anos afastou-se da televisão e dedicou todo o seu tempo a este hotel, que repito, é muito mais do que isso.

A casa

É uma casa de campo simples, agradável, cosy e cheia de bom gosto. As peças de decoração recuperadas em feiras e antiquários, como bicicletas, rádios antigos, violinos e máquinas de costura, dão uma graça especial às cinco suites e aos dois quartos. As salamandras aquecem o ambiente clean das suites e do edifício principal. Os quartos são espaçosos, as camas são enormes e muito confortáveis e os móveis são vintage. E em cada quarto há todas as comodidades da era moderna: ar condicionado, mini-bar gourmet, wireless net, rádio, ipod deck, tv, dvd e telefone.

O jardim

O melhor do jardim é o alpendre: com um bar e uma enorme mesa onde se pode fazer as refeições durante o verão,  tem uma rede que é um dos ex libris do hotel e um convite à preguiça mesmo nos dias bonitos de inverno. Os jardins são verdadeiros labirintos de tranquilidade. Têm cantos e recantos com lagos e piscinas onde podemos descansar ou simplesmente ler um livro. Já para não falar da piscina principal, junto à receção, ideal para um mergulho no final do dia, depois de um passeio pelo centro histórico de Évora. 

O jantar

Aos sábados é o próprio José Pedro (ao fim de uma hora já estávamos íntimos) a preparar o jantar. Que na realidade é bom, mas não se pode dizer que seja genial. Vê-se que o ator gosta e tem prazer em cozinhar mas chamar-lhe chef é manifestamente um exagero. Verdade seja dita, também não tem pretensões nenhumas e vem da cozinha com o prato que acabou de nos preparar com o maior orgulho e cheio de modéstia. De tal forma, que fica à espera de ouvir a nossa opinião… e claro, que dizemos em coro: “fantástico, ótimo, excelente”, mesmo que só nos apeteça dizer: “porreiro, pá!”

Depois do jantar, nestas noites de chuva e frio, a mesa de bilhar junto à salamandra chama por nós. Com a música de fundo de um ipod, e um copo de vinho na mão, não há melhor forma de acabar a noite, antes de mergulharmos nuns edredons de sonho de onde não vamos querer sair. Bendito horário do pequeno-almoço!

O ótimo

A decoração, o ambiente, o alpendre e a simpatia dos anfitriões

O bom

Os jantares do José Pedro Vasconcelos

O mau

Não há mau e muito menos péssimo

 

Um ótimo fim de semana,

Ela

 

fotos: imany country house