Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

5 deliciosos e facílimos almoços para levar para a praia (e que não são sanduíches)

Está um homem sozinho a trabalhar em Lisboa, enquanto o resto do país está estendido nas praias do Algarve (e também, de pé, nas filas para os restaurantes...), e o que é que ele faz? Reza para que comece a chover e o trabalho em Lisboa custe menos? Lança um mau olhado a toda a gente que está de férias? Não, este pobre homem é generoso e benemérito e, por isso, lança-se numa incansável busca pelas melhores e mais saudáveis receitas de almoços para os felizardos veraneantes poderem levar para a praia e usufruir ainda mais das suas férias.

Escusado será dizer que, caso ainda não tenha percebido, ele (o generoso e benemérito) sou eu próprio que, além de falar de mim mesmo na terceira pessoa, como fazia o Jardel, estou aqui à frente do computador a trabalhar para si, feliz veraneante.

Não está cansado da velha e calórica sanduíche? Não está farto de comer sempre o mesmo na praia enquanto contribui para insuflar essa pobre barriga? Calculei. É por isso que hoje tenho aqui 5 deliciosas receitas de almoços frios para levar na lancheira – e que não são sanduíches. Vai ver como, depois de provar isto, não vai querer outra coisa.

 

Salada de camarão com aipo e cebolinho

Old-Bay-Shrimp-Salad-1-1

Esta deliciosa receita do blog Once Upon a Chef é mais rápida do que a própria sombra. Tudo o que tem de fazer é cozer o camarão e descascá-lo. Depois, preparar um molho misturando numa taça maionese, molho inglês, vinagre, paprika, pimenta preta, pimenta vermelha, flor de sal e mais especiarias ao seu gosto (a receita original utiliza a mistura de especiarias Old Bay, mas eu nunca a encontrei à venda em Portugal). 

Junte o camarão com o molho e com aipo cortado em pedaços e cebolinho picado. Misture bem e guarde na lancheira. Vai ver como o seu almoço vai ser diferente. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite a receita original aqui.

 

 

tostas de queijo de cabra com framboesas, um surpreendente almoço de verão

Há filmes que são um murro no estômago. Sabe aquela sensação de sairmos da sala de cinema e parecer que ainda ficamos por lá durante dias e dias? Aconteceu-me isso esta semana! Se ainda não viu, não perca o Dunkirk, de Christopher Nolan, uma história tão simples e tão bem contada que me deixou esmagada.

Tudo isto foi um pretexto (eu sei, a ligação não é brilhante mas a uma segunda-feira de manhã em que o país está todo de férias menos eu, é o que se arranja) para falar de... framboesas esmagadas! Eu avisei que não era brilhante. Mas esta receita do blog Wry Toast é tudo o que eu preciso para animar a minha segunda-feira e o meu estômago que ainda não recuperou do filme do Nolan. E já agora também é uma ótima ideia para os 99,999% de portugueses que estão de férias e sem imaginação e, por isso, precisam de uma sugestão de uma sanduíche original para levar para a praia.

Só vou precisar de framboesas (a receita original é com amoras, mas eu vou trocar), mirtilos, extrato de baunilha, açúcar, água, amido de milho (tipo Maizena), pão alentejano cortado às fatias, queijo de cabra e folhas de hortelã.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para cerca de 8 tostas, espreite aqui a receita original.

Blackberry-Toasts-Overhead-3-700x1054

 

o almoço para a praia mais fácil do mundo: uma sopa fria de iogurte grego e pepino que nem precisa de cozinhar

Eu sei que este não é um post consensual. Nem toda a gente gosta de sopas frias mas confesso que eu adoro! Gaspachos, vichyssoises, sopa de meloa, enfim, todas. E quando descobri esta receita no blog da Sonja Dahlgren, fiquei em êxtase. Não só porque dá um ótimo almoço para a praia como também porque é tão fácil de fazer que nem precisa de acender o fogão.

Ainda por cima, não engorda. Mas não se assuste com a lista de ingredientes: é grande, mas depois é facílimo.

Vai precisar de pepinos descascados e cortados em pedaços, nozes, alho (sem a parte do meio) e cebola picados, folhas de hortelã picadas, endro picado, piripíri, estragão, feijão branco cozinhado, iogurte grego (ou kefir), azeite, caldo de legumes ou de galinha, sumo de meio limão, vinagre balsâmico branco, sal e pimenta.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

transferir

 

7 maneiras de transformar uma tosta crocante num almoço de cinco minutos para este verão

17196d3ef124b75139b9b3aa406915bfd4648a5a.jpeg

Enquanto os portugueses estão de férias no Algarve e os turistas estrangeiros estão a pagar 120 euros por um bacalhau com natas no restaurante Made in Correeiros, eu estou aqui ao computador a trabalhar para si. Já viu como o mundo é injusto? Podia estar refastelado na areia, com uma lancheira e um garrafão de vinho tinto, mas não, estou aqui à procura de almoços fáceis, rápidos, frescos e saudáveis para as suas férias de Verão.

E hoje tenho uma selecção de tostas crocantes com os mais espectaculares toppings, feita pelo fabuloso site The Kitchn. É claro que pode sempre substituir a tosta por uma sanduíche, transformar os toppings em recheios e levar para o seu almoço de praia. Mas como a minha querida e dietética Mulher Mistério gosta tanto de pão como o Ronaldo gosta do fisco espanhol, eu vou optar por umas tostas integrais. Depois é só escolher o que quer colocar por cima. Veja em baixo as nossas 7 combinações preferidas e aqui as 10 receitas completas feitas pelo The Kitchn.

 

a salada de atum mais rápida e saudável do planeta (para levar para a praia)

Esqueça a maionese, esqueça a batata, esqueça tudo o que existe de minimamente calórico nas rendondezas. A tirania imposta pela pequena cópia de Mussolini que se passeia cá por casa de engordómetro em punho não me deixou outra alternativa que não fosse procurar uma deliciosa e extra-light salada de atum para levar para a praia neste Verão. E a minha vida foi iluminada por um raio de luz quando ontem descobri esta fantástica receita do sempre magnífico site The Kitchn.

É uma salada de atum mas também é uma salada grega, o que quer dizer que é uma deliciosa e original salada grega de atum. E, ainda por cima, não engorda e enche bem porque o pepino está carregado de água.

Tudo o que precisa é de atum em lata escorrido (veja aqui se deve comprar atum em óleo ou natural), tomatinhos cherry cortados ao meio, pepinos descascados e cortados em cubos, azeitonas, orégãos e salsa. Eu ainda vou acrescentar uns cubinhos de queijo feta apesar de não constarem da receita original. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte aqui a receita original.

0e7995af83e663e4f71db4506240bde8ed97aeb6.jpeg

 

o almoço mais fresco e rápido para um dia de calor na praia

Entrámos naquela fase do ano em que parece que a Amareleja se mudou para Lisboa. E para o Porto. E para o resto do país. Temperaturas de 40 graus podem ser um sonho para quem está na praia, mas são um pesadelo para quem está a trabalhar. E eu estou naquela época em que vou alternando entre os dois estados de espírito: ontem sofri à secretária, hoje vingo-me no mar. 

É por tudo isto que ando louco e desesperado à procura de receitas leves, fáceis e frescas para o almoço. E hoje descobri uma fantástica receita que, tanto dá para levar para o escritório como para a praia. Além disso, é fácil de fazer e come-se fria (ou gelada), o que nestes dias é uma bênção. A invenção é do fantástico site The Kitchn e mistura uma deliciosa manteiga de amendoim com uma fabulosa fruta.

Tudo o que vou precisar é de wraps/tortillas, manteiga de amendoim natural (nada de açúcares adicionados), granola (de preferência, caseira como esta aqui), banana (ou outra fruta de que goste mais) e um fio de mel. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

1c9d70e3347824b3bdbbb86590bd1c43f3a3eef1.jpeg

 

o almoço perfeito para o verão: batata doce com salada de atum e queijo derretido

Estou de boca escancarada desde que vi, há uns minutos, esta absoluta maravilha à minha frente. Ainda não consegui fazer mais nada que não fosse correr para o computador e começar a escrever para lhe mostrar rapidamente este fenómeno da natureza. Juntar batata doce, salada e atum e queijo derretido, tudo no mesmo prato, é o mesmo que comprar-me um voo directo para o paraíso. 

Acho que não vou aguentar nem mais um minuto. Vou fazer hoje esta ideia incrível do blog Lexi's Clean Kitchen. E vou fazer já. Antes de mais nada, é correr furiosamente para o supermercado para comprar batata doce, atum em lata conservado em azeite, cebola roxa picada, aipo picado, maionese, sumo de limão espremido no momento, salsa e paprika. Para o topping, vou precisar de tomate, abacate e queijo cheddar. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Tuna-Melts7-683x1024.jpg

 

salada de camarão com abacate, um almoço fácil e saudável para quem não quer ter trabalho na cozinha

É o fundo do poço. Estou completamente ultrapassado nesta Mansão Mistério. Ontem, o meu querido Mini-Misterioso com pretensões a Mini-Chef resolveu fazer o almoço. E, quando tudo fazia prever uns ovos estrelados... ou um hambúrguer... ou uma massa com atum... eis que vem isto para a mesa.

20170429_153901 2.jpg

Assim mesmo. Preparado com todo o requinte de um verdadeiro Ratatouille. Do alto dos seus 14 anos, ele inventou sozinho esta fabulosa salada de camarão com abacate. Como eu tinha ido à praça de manhã comprar abacate e um tomate cherry delicioso – ainda não há o meu preferido que é o tomate cherry cor-de-laranja, mas este não era nada mau –, ele resolveu aproveitar um saco de camarão que estava no congelador para fazer esta delícia. 

Mais grave ainda: em vez de cozer o camarão, cozinhou-o ao vapor no cesto do nosso robô de cozinha, o que lhe deu uma textura e uma frescura únicas. É inacreditável, mas acho que criei um monstro – da cozinha, claro.

 

salada de ovo e abacate só com 5 ingredientes, o almoço perfeito para este fim-de-semana

Fim-de-semana alargado sem ovos é como o Kim Jong-un sem risca ao meio. Eu, pelo menos, recuso-me a admitir essa hipótese ultrajante. E então, depois de ter encontrado esta incrível receita, que consegue juntar um fantástico ovo cozido picado com um cremoso abacate esmagado, tudo na mesma salada, não admito qualquer outra hipótese para o nosso almoço de amanhã.

A receita é do indispensável blog Cooking LSL e é tão fácil de fazer que até me deixa arrepiado. Tudo o que vou precisar é de ovos cozidos (veja aqui como fazer um ovo cozido perfeito), abacate, cebola roxa, sumo de limão ou de lima e pão integral (que as dietas Dela não permitem mais). Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

avocado-egg-salad-sandwich-4-1.jpg

 

como fazer os ovos cozidos perfeitos

Captura de ecrã 2017-04-27, às 12.46.51.jpg

Mal chega o calor, os ovos cozidos inundam a Mansão Mistério ao mesmo ritmo a que os prédios em obras inundam o centro de Lisboa. Temos de reconhecer que há poucos alimentos mais práticos e mais frescos. E, ainda por cima, podem ser comidos em qualquer lado e alimentam facilmente uma família durante uma tarde inteira.

A minha querida Mulher Mistério leva-os para o almoço no escritório dia-sim-dia-não e os Mini Misteriosos não concebem um almoço na praia sem ovos cozidos. Se não fossem tão calóricos e não fizessem disparar o meu colesterol à velocidade a que dispara a dívida pública portuguesa, acho que seria capaz de comer ovos cozidos todos os dias.

Mas, antes de qualquer outra consideração, é preciso saber fazer uns ovos cozidos decentes. Um ovo cozido não tem de ser sinónimo de clara plastificada e gema farinhenta. Eu, por exemplo, gosto da clara tipo gelatina e da gema quase líquida. Já a minha querida Mulher Mistério prefere a clara bem firme e a gema cremosa. E tudo isto é controlável se seguir estas dicas fáceis e fabulosas do Tasty que são a minha Bíblia no momento em que entro na cozinha.

 

 

o lanche perfeito para levar para a praia: espetadinhas de melancia e meloa caprese

São as temperaturas a subir e a comida a reduzir. Para um fim-de-semana de calor como este, só mesmo um lanche light e fresco para a praia. Não se aguenta pão, massas e saladas muito pesadas. Para mim, chega fruta, queijo fresco e uma fatia de carne fria. E por isso é que esta fabulosa e ultra-simples receita do blog What's Gaby Cooking caiu no meu colo como a Fiona caiu no colo do Shrek. Ainda por cima, é para ser preparada em mini-espetadas, o que é provavelmente a melhor maneira de servir comida em pleno areal.

Tudo o que vai precisar é de meloa, meloa cantaloupe, melancia, bolinhas de mozzarella, presunto fininho e manjericão. Para temperar, use flor de sal e pimenta preta moída no momento. Se gostar, um molho vinagrete de manjericão também fica óptimo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente e para aprender a fazer o molho vinagrete, veja a receita completa aqui.

WGC-Melon-Caprese-Skewers-3-copy.jpg

 

 

2 almoços irresistíveis e saudáveis com abacate para levar para a praia

Sou uma acérrima defensora da "Teoria das Compensações". Nunca ouviu falar? É possível, porque acabei de a inventar. É muito simples: se vou comer um ingrediente saudável, automaticamente posso compensar com um alimento menos saudável.

Vejamos o abacate: excelente, nutritivo, super light, idolatrado por todos os nutricionistas. Se vou almoçar um abacate posso compensar com uma fatia de pão... ou de bagel. OK. Não é uma teoria puramente científica mas o futuro e a experiência hão-de dar-me razão. E nada como começar a testar a minha teoria, precisamente com duas receitas de abacate: uma com pão integral e outra com um... bagel.

 

Tosta de Bagel com Abacate, Queijo Creme e Endro

image.jpeg

 

bruschetta de morango, blue cheese e ricotta, a minha fast diet de verão

A minhas dietas são claramente sui generis, eu sei. Mas quando descubro uma receita que tem pão escuro em vez de pão claro, fruta em vez de bacon, e queijo em vez de batatas fritas, acho logo que estou perante o prato mais saudável do mundo. Por isso, apresento-vos esta tentação mais ou menos light que descobri no fantástico blog Reluctant Entertainer.

OK, talvez mais menos do que mais, mas, de qualquer maneira, é melhor do que um hambúrguer do MacDonald's ou qualquer outra obra do demo da fast food. É a fast diet a levar a melhor sobre a fast food.

 

tostas de queijo de cabra com rabanetes, um almoço saudável e prático para levar para a praia

Chegou o dia que tanto temi. Adiei, adiei. Tentei arranjar desculpas, mas este fim-de-semana não tive hipóteses. Fui mesmo para a praia. De burka, mas fui. Ele e os miúdos estavam irredutíveis. Não consegui mesmo fugir. E agora? E agora, lá teve de ser. Mas pior do que ter de enfrentar o chamado teste da areia, foi ter de pensar no almoço que levámos para a praia. Previa-se um domingo de autêntico terror até que fui salva pelo blog Sassy Kitchen onde descobri esta apetitosa e saudável receita. 

transferir.jpeg

 

carpaccio de tomate com burrata e framboesas: uma receita espetacular e light (viva a dieta!)

Ainda na minha obsessão desenfreada de fechar a boca até ao verão (que entretanto já começou, socorro!), descobri uma receita simples e rápida que tem apenas 175 calorias, ideal para a minha fast diet para atingir o meu objetivo: enfiar-me num biquíni sem me transformar num ponto de referência (do género "Estás a ver aquela senhora avantajda ali ao fundo? O nosso chapéu-de-sol está à direita").

E a receita que encontrei e que me fez ganhar o dia é um extraordinário carpaccio de tomate, com burrata e framboesas. Só o aspeto já nos alimenta a alma e é um ótimo jantar: saudável e muito fácil de se fazer. A receita tem a assinatura de Jamie Oliver.

1188_6_1403087382_lrg.jpg