Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

já conhece a uber das bolas de berlim? veja aqui como funciona a aplicação que faz entregas de bolos na praia

19511251_324423204665290_8669240648464462544_n.png

É a grande novidade deste Verão: chama-se As Bolinhas e é uma aplicação portuguesa através da qual pode fazer a sua encomenda de Bolas de Berlim enquanto está refastelado na praia, sem ter de mandar as crianças a correr desenfreadamente para conseguirem garantir bolas para toda a família.

A app está disponível apenas para Android e só foi lançada neste fim-de-semana, mas logo no primeiro dia teve centenas de downloads. O problema é que, tal como qualquer novidade acabadinha de lançar, ainda está longe de funcionar na perfeição. Por isso, resolvemos testar As Bolinhas e ver todos os detalhes.

 

prepare-se que as novidades são das boas: vem aí um fim de semana com brunches a 10 euros em todo o país!

16299038_1371799776183817_5665764656842637214_n.jp

São notícias destas que eu gosto de dar! Está preparado? E preparada? Então, vamos a isso. Abra lá a agenda e tome nota: nos dias 6 e 7 de Maio, que fazem o favor de ser dias de fim-de-semana – ou seja, dias de pouco trabalho e de muita comida – vai poder tomar um belo brunch por apenas 10 euros.

Já estou a ver esses olhinhos a brilharem de felicidade. E a pergunta a sair: e onde é que será esse brunch? Bem lembrado – e melhor perguntado. Vai ser num dos 29 espaços que já aderiram à iniciativa, em Lisboa, Porto, Braga, Cascais, Guimarães, Torres Vedras, Viana do Castelo ou Algarve. No fundo, é uma espécie de Restaurant Week. Primeiro, inscreve-se no evento, depois marca mesa num dos restaurantes que aderiram à iniciativa e, finalmente, aparece no dia para se alambazar com um belo de um brunch por 10 euros.

 

 

medo: tenho a treinadora do biggest loser no meu telemóvel!

“Mexe-me esse corpo flácido, seu saco de carne”

 

Com tantas receitas do marido mistério e tanto restaurante para avaliar, decidi que tenho de me controlar para não me tornar uma potencial concorrente ao Biggest Loser. Já que sou desprovida de força de vontade, arranjei um aliado de peso: a novíssima e sádica aplicação Carrot Fit, criada com um único e exclusivo objetivo e passo a citar: “ transformar a sua carcaça flácida num espécime da raça humana classe A”. Tradução: transformar a minha vida num inferno. A descrição da aplicação vai mais longe: ela fará o que for preciso – incluindo ameaçar, inspirar, ridicularizar, humilhar ou até chantagear – para atingir o seu objetivo. E termina desta forma assustadora: “Perderá peso ou… outra coisa.”

Mesmo assim não me deixei intimidar: fiz download da aplicação na Apple Store. Custa 1,79€. Depois revelei (a medo, é certo) o meu peso atual (…) e sentei-me bem sentadinha no sofá à espera que os insultos comecem. Uma boa notícia: se emagrecer, também serei recompensada. Enfim… o mais assustador é o aviso final em letras garrafais:
WARNING – se engordar em vez de emagrecer, a Carrot vai ficar zangada. E quando a Carrot se zanga, ela pode ser muito má. E quando a Carrot é má, há 74,9 % de hipótese de o pôr a chorar!

Quem quer experimentar comigo?

Ela