Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o melhor bolo de praia deste verão: a fabulosa bola de berlim de alfarroba

20160719_123028-cópia 2.jpg

É uma das grandes invenções do Universo. A alfarroba está para mim tal como o arroz está para os chineses. Se tudo levasse alfarroba, o mundo seria um lugar melhor. Eu poderia ser feliz a comer spaghetti de alfarroba, risotto de alfarroba, bolo-rei de alfarroba, arroz doce de alfarroba. Mas isso é ainda um sonho. A realidade, por enquanto, é a mais recente criação da doçaria algarvia: a bola de Berlim de alfarroba.

Em vez da esquálida e desinteressante farinha de trigo, esta maravilhosa bola de Berlim leva uma discreta e delicada farinha de alfarroba. No meio, tem um equilibrado e suave creme de pasteleiro. E por cima leva uma finíssima camada de açúcar quase em pó. Esta combinação resulta na promoção da bola de Berlim à Liga dos Campeões dos bolos de praia. Primeiro, porque a alfarroba lhe dá um toque levemente amargo e aveludado que faz lembrar o cacau. Depois, porque a bola de Berlim fica menos gordurosa e enjoativa. E finalmente porque se torna bastante mais saudável.

 

 

o restaurante com os petiscos mais surpreendentes do porto (como a flor eléctrica que lhe deixa a boca dormente e provoca uma explosão de sabores)

12049625_1713463788884158_1108327523691820493_n.jp

Não sei bem porquê, mas depois de ver o Éder aniquilar as esperanças francesas, num gélido Stade de France, no domingo, achei que o Cruel era o melhor restaurante para se jantar esta semana.

Este novo restaurante da baixa do Porto, aberto há menos de um ano, é um sítio fantástico para comemorar com os amigos um feito futebolístico histórico. Não só por causa do magnífico nome (que, ainda por cima, se escreve da mesma forma em português e em francês), nem sequer por ter uma ementa perfeita para dividir uns petiscos deliciosos, nem ainda por ter o mesmo chef do fantástico Cantina 32 (pode conhecer aqui o melhor cheesecake da cidade), mas, acima de tudo, por causa da flor eléctrica.

E é aqui que temos de fazer uma pequena pausa: a flor eléctrica dá pelo nome de Sichuan e merece ser apresentada a todo e qualquer ser humano que goste de comer. Trata-se de uma flor comestível que, ao ser trincada, provoca uma dormência na boca, dando a sensação de quase paralesia. O que acontece é que ao provar os alimentos, depois de mastigar esta flor, os sabores vão explodir na sua boca, alterando radicalmente o paladar. A sensação é única e absolutamente imperdível. Mas, antes de continuarmos nesta senda restaurante-candomblé, convém falar um bocadinho do espaço.

 

eu não sei se alguém devia ler esta notícia, não sei mesmo...

...pelo menos a minha querida e empenhada Mulher Mistério devia parar já e mudar imediatamente para o blog da Teresa Guilherme. Ou do Gustavo Santos. Ou da Bernardina (graças a Deus, acho que ainda não tem blog...). Para o bem da sua rigorosíssima dieta, é bom não ver o que me preparo para mostrar a seguir. 

Sem nome.tiff

É a revolução no mundo dos gelados. É o golpe de Estado no mundo dos doces. É a loucura no mundo das sobremesas. Os cones de gelado feitos de bolacha têm os dias contados. A nova moda são os cones feitos de donut. Pior ainda: são forrados com Nutella.

 

 

bolas de berlim com doce de leite: os bolos preferidos das crianças estão nesta pastelaria (e de alguns adultos também...)

cascais-4.jpg

Pergunta prévia: tem mais de 18 anos? Então este texto não é para si. Quer dizer, até aos 30 ainda o pode ler assim meio a correr, desde que a seguir vá fazer a maratona de Nova Iorque para abater calorias. Se tiver mais de 30, não vale a pena perder-se por aqui. E porquê? Porque hoje vamos falar dos doces preferidos da nossa pequena equipa de futsal, os quatro Mini-Misteriosos cujos olhos saltam das órbitas cada vez que se cruzam com as bolas de Berlim de doce de leite da Sacolinha.

Mas antes vamos ao...

 

onde é que vale a pena almoçar na feira do livro de lisboa

Captura de ecrã 2015-05-29, às 18.49.37.png

Pois é... já estou a ver, por esses olhinhos desconfiados à frente do computador, o que está a passar-se dentro dessa cabecinha de Einstein:

- Mas este engraçadinho ensandeceu?! Almoçar na Feira do Livro?! Qualquer pai de família que se preze vai à Feira do Livro comprar livros, não vai para se empanturrar de comida.