Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

gin com limão e alecrim para as férias: ontem cheguei a casa e...

...Encontrei isto a boiar na nossa nanopiscina.

Há algum tempo que tivemos de tomar uma decisão importante na nossa vida: visto que temos uma prole do tamanho de uma equipa de futsal, ou íamos para o hotel onde a selecção nacional de futebol faz os estágios – e que já está habituado a arrastões de gente que varrem os outros hóspedes da piscina – ou alugávamos uma casa. Como ainda não temos o orçamento para férias nem os benefícios fiscais da Federação Portuguesa de Futebol (apesar de sermos uma instituição de comprovado interesse público), optámos pela casa. Assim, nós poupamos e a equipa de futsal fica mais feliz – pode levar amigos.

Esta semana, somos oito cérebros enfiados numa pequena quinta perto de Tavira, com um tanque de rega a fazer de piscina. Sempre que chegamos da praia, a equipa de futsal mais os suplentes que vieram connosco quase conseguem esvaziar toda a água do tanque em guerras de "molha, molha" e outras inteligências do género. 

Mas ontem, eles ficaram até mais tarde na praia e, quando eu me aproximei da nossa nanopiscina para aproveitar o sol de fim de tarde, encontrei esta surpresa: um gin tónico Bombay Sapphire com alecrim e limão cuidadosamente preparado por Ela. 

Atendendo à dificuldade de conseguir águas tónicas muito sofisticadas por aqui, a receita foi simples – mas igualmente fantástica. Ela descobriu alecrim plantado no jardim, arrancou um raminho, cortou uma rodela de limão e colocou tudo num copo cheio de gelo. Depois juntou o gin e uma garrafa de água tónica Nordic. O resultado é este: simples e maravilhoso.

Quando a equipa de futsal chegou a casa, depois de uma longa caminhada a pé, ainda veio a tempo de ver o fantástico pôr-do-sol. Mas já não viu nem uma gota de gin.

 

Ingredientes 

- Gin Bombay Sapphire

- Tónica Nordic

- 1 ramo de alecrim

- 1 rodela de limão

- Muito gelo

 

Boas surpresas de férias, onde quer que elas estejam,

Ele

gin bombay sapphire com coentros, zimbro e limão

É de mim ou hoje vi uns raios de sol no céu? Não tenho bem a certeza se foi mesmo assim, porque a última vez que os vi já foi há tantos meses que tenho medo de me ter esquecido da sensação que se sente. De qualquer forma, mesmo com a dúvida no ar (em vez de nuvens no ar), acho que não deixa de ser motivo para comemorações. E comemorações cá em casa são com um copo de gin.

Na falta dos ingredientes para seguir a receita oficial de um Bombay Sapphire, segui a receita improvisada. E não ficou nada mal.

Primeiro refresquei o copo com umas pedras de gelo a girar. Depois deitei um raminho de coentros, uma tira de casca de limão e quatro bagas de zimbro, ligeiramente espremidas para libertarem os aromas. Com a colher torcida, misturei tudo com um cálice de gin Bombay Sapphire. A seguir, deitei uma garrafa de tónica Fever Tree Indian Light através da colher torcida, para não perder o gás, coloquei mais umas pedras de gelo e mexi duas ou três vezes.

Há meses que estava a hesitar misturar coentros no gin, porque me parecia demasiado exótico. Mas, com um pouco de sol, o exotismo nunca é demais. E não foi.


Ingredientes

- 1 cálice de gin Bombay Sapphire

- 1 garrafa de tónica Fever Tree Indian Light

- 1 raminho de coentros

- 1 tira de casca de limão

- 4 bagas de zimbro

 

Um bom dia de sol para si, onde quer que esteja,

Ele

gin bombay sapphire com laranja, lima, anis e cardamomo

 

Ingredientes 

  • 1 cálice de gin Bombay Sapphire
  • 1tónica Fever Tree Mediterranean
  • 2 tiras de casca de laranja
  • 2 tiras de casca de lima
  • 3 bagas de cardamomo
  • 1 flor de anis estrelado

 

- Anis?! Isso é o licor que a minha avó bebia!

- Não comece já a queixar-se do anis no gin. Nós estamos a falar de anis estrelado. Trata-se de uma flor seca, com um aroma muito leve que quase não se sente.

- Então, se não se sente, porque é que põem no gin?

- Pare lá de ser embirrento, homem (só os homens é que conseguem ser assim tão chatos). O anis vai libertar um aroma ligeiríssimo que se vai misturar com a lima e a laranja, formando um sabor exótico, perfeito para este gin.

- Mas se nem se vai sentir para que é que o usam?

- Vai sentir mais no olfacto do que no paladar. Por isso, se estiver mesmo irritado com o anis neste gin, coloque-o no início, mexa e depois tire-o antes de começar a beber.

image.jpeg

- E este gin não tem mais nada de jeito para lá do anis?

- Você é mesmo chato! Sossegue um bocadinho e leia. Primeiro refresca o copo com o gelo. Depois, deita duas finas cascas de laranja e outras duas de lima, cortadas com um descascador de vegetais. Posto isto, coloca três bagas de cardamomo e uma flor de anis estrelado.

- Lá vem o anis...

- ...cale-se lá um minuto. Despeja um cálice de gin Bombay Sapphire e mistura para absorver os aromas. Depois despeja uma garrafa de Fever Tree Mediterranean através da colher torcida para não perder o gás. Mistura mais uma ou duas vezes e está pronto a servir.

- Então e o anis?!

- Irra que o homem é insuportável. Deixe o anis em paz. Se fica mais descansado, tire-o antes de beber ou então sirva-o à sua mulher que este gin é mais floral, feminino e para pessoas sensíveis - o que definitivamente não é o seu caso. Mas faça-me um favor: procure evitar abrir a boca enquanto estiver com Ela, ou a relação vai acabar mal.

 

Umas boas últimas horas de fim-de-semana, de preferência sem domingueiros a maçá-los,

Ele