Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

quinta m, o hotel de charme onde os quartos são tendas de luxo com o teto em vidro

12963875_1046616828720029_7101772487485558509_n.jp

Prepare-se para entrar num mundo à parte, de uma paz e tranquilidade únicas. Nem eu, que sou uma otimista por natureza, estava à espera de me deixar deslumbrar pelos pequenos detalhes da Quinta M, perto da Golegã, Santarém. 

Quando aqui chegámos, deparámo-nos com um portão de ferro pintado de verde-água que se abriu no segundo em que parámos o carro, com o GPS a repetir em loop: “Chegou ao seu destino!”. Foi quando descobrimos todo um mundo encantado, quase infantil, com pormenores e pequenos detalhes que são o espelho da forma como os proprietários recebem os hóspedes: com uma enorme simpatia e requinte.

 

10 razões que fazem do porto o melhor destino europeu de 2017 (agora não se esqueça de votar)

the-yeatman-outdoor-pool_13830048404f1555c260593.j

Já ganhou em 2012 e 2014, e prepara-se para arrasar mais uma vez. A cidade do Porto está nomeada, pela terceira vez, para o prémio Melhor Destino Europeu. É, aliás, a única cidade portuguesa a integrar o leque de 20 finalistas este ano.

Há milhares de razões que fazem do Porto uma das cidades mais deslumbrantes do mundo. Mas só para começo de conversa dou-lhe aqui 10 razões que nos fazem voltar lá sempre que podemos. 10 motivos que, por si só, já justificavam a vitória no Porto nesta votação. Agora, se ainda por cima, juntar todos os outros, então não consigo perceber porque é que não ganhámos já.

 

roteiro para conhecer portugal de copo de vinho na mão

20121216174016_FPNPHQ5QH9PJ86DE380N.jpg

No meio da crise política no Parlamento, da crise desportiva no Benfica e da crise capilar de Cristina Ferreira, só nos resta uma alternativa: pegar no copo de vinho e partir. Não precisa de apanhar a primeira nave espacial para Marte, basta apanhar o primeiro barco para o Douro. Ou o primeiro comboio para o Alentejo (espere, parece que a crise acabou com quase todas as linhas férreas no Sul). Mas o meio de transporte não é o mais importante. Aqui o decisivo é escolher os melhores hotéis que produzem os melhores vinhos. E marcar umas férias para descansar e provar.

 

roteiro para umas férias tranquilas na barragem do alqueva no alentejo

Grande Lago de Alqueva junto ao ancoradouro de Mon

Há algum sítio no Mundo onde consiga nadar durante uma tarde inteira sem ver ninguém à sua volta? Há, pois. E não precisa de fazer uma viagem de 15 horas de avião, com quatro escalas e três trocas de aeroporto? Não, senhor (e senhora, já agora...) Este verdadeiro paraíso na Terra (já pareço um anúncio a uma agência de viagens de Barcarena) chama-se Alqueva e fica numa das regiões mais bonitas do Alentejo. Longe das confusões, das enchentes e das turbas de turistas. Longe das excursões, dos Club Med e das criancinhas aos gritos enquanto dão dolorosos chapões na piscina. Aqui há animais, planícies, barragem e o melhor céu do mundo para ver as estrelas – ah, também há um veleiro e isso faz toda a diferença. Mas, como dizia o esquartejador, vamos por partes.