Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

pudim de chia e abóbora com frutos secos e mirtilos, para celebrar a chegada da chuva e da minha dieta

As folhas de outono já começaram a cair, os primeiros pingos de chuva também já deram um ar de sua graça, as barragens vão finalmente começar a encher e eu vou outra vez recomeçar a minha dieta. A vida é assim. Feita de ciclos. E hoje acordei assim, poética.

Não, ainda não enlouqueci, só acordei motivada para recomeçar a minha dieta. É sempre assim. Depois do fim-de-semana ou de um feriado, lá fecho a boca outra vez. Até quando? Até conseguir resistir às tentações que me rodeiam ou até ao fim-de-semana seguinte. É por tudo isto que não emagreço nem um grama. Enfim, mas não sou uma desistente. Sou uma lutadora e a minha luta não precisa de ser um martírio. Posso perfeitamente começar o dia de forma saudável deliciando-me com esta maravilha que descobri no blog The Awesome Green.

Demora 20 minutos a fazer e sabe mesmo a outono.

Só preciso de sementes de chia, leite de coco ou de amêndoa, abóbora assada, mel, uma banana, nozes e avelãs tostadas, sementes de girassol e mirtilos frescos.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 3 pessoas, espreite aqui a receita original.

2 (2).jpg

 

 

pudim de chia feito de trêeeees maneeeeeeiras diferentes

Quando eu era miúda, ia muitas vezes com o meu pai a um restaurante em Lisboa. O proprietário era um senhor — que na época já me parecia muito velhinho, mas o mais provável era ter praticamente a minha idade atual — que não nos dava a lista para a mão, porque adorava recitar a ementa. É das minhas memórias de infância, a forma como ele entoava, quase cantarolava: “Temos linguado, claaaaro, feito de quatro maneeeeeeeiras diferentes: meunière…” e lá continuava a recitar a descrição dos pratos com um orgulho quase ternurento. Lembrei-me dele quando encontrei esta genial receita do imprescindível blog Half Baked Harvest: pudim de chia feito de três “maneeeeeiras diferentes”. E decidi que este fim-de-semana ia experimentar pelo menos uma das três formas de fazer o pudim de chia.

1. A primeira vai ser esta tentação com figos e avelãs. Só preciso de leite (a autora da receita usou leite de coco), sementes de chia, extrato de baunilha, manteiga, xarope de ácer, nozes tostadas e figos frescos ou secos. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para uma pessoa, espreite aqui a receita original.

1.png

 

pudim de chia, abacate e spirulina (spiru o quê? definitivamente sou uma nova mulher)

Bom dia alegria! Estou tão orgulhosa de mim! Estou uma mulher nova. Abandonei o meu passado negro de torradas carregadas de manteiga com leite ao pequeno-almoço para me dedicar a receitas saudáveis e detox mas nem por isso menos deliciosas. Já estou viciada em iogurte natural com granola, e hoje vou fazer esta pequena maravilha vegan recheada de proteínas e antioxidantes do incrível blog the awesome green. Até tem spirulina! Sabem o que é? Eu não sabia. Confesso a minha ignorância. Mas a nova Ela foi investigar. É uma microalga muito rica em proteínas que praticamente faz bem a tudo. Há lá melhor forma de começar o dia?

Berry-Spirulin-Chia-Pudding.jpg