Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

novidade, novidade! acabou de abrir o martinhal chiado family suites no centro de lisboa

Martinhal Chiado_1-bedroom Premium Deluxe (2).jpg

É giro, é novo e é uma grande ideia! O recém-inaugurado Martinhal Chiado Family Suites auto-intitula-se “o primeiro hotel de luxo para famílias no centro de uma cidade, em todo o mundo”. E, de facto, é raríssimo encontrar hotéis “children friendly” nos centros das capitais mais cosmopolitas.

 

alecrim ao chiado, um refúgio discreto para namorar no bairro da moda em lisboa

12235012_793779807398372_5793559447531228107_n.jpg

Imagine um prédio antigo, totalmente restaurado, com um imponente hall de pedra com tetos em arcos, cujas escadas o levam a uma pequena secretária de madeira. Chegou à receção do Alecrim ao Chiado, que abriu portas em outubro do ano passado.

A sensação que tive quando entrámos é que estávamos a invadir a casa de família de alguém de provecta idade. À entrada, por exemplo, um sofá castanho de veludo, já bastante usado, está de frente a duas poltronas de pele e a uma lareira restaurada em tons de azul velho, situada sob uma cabeça empalhada de um animal cuja identidade a minha parca cultura zoológica não conseguiu identificar.

 

já fomos à novíssima esplanada no chiado, ideal para um almoço leve de verão

13680791_1824430401109299_2201483273091035823_n.jp

Apesar do calor abrasador dos últimos dias, não resistimos a ir espreitar o recentíssimo Topo Chiado. E temos de assumir com toda a frontalidade: ficámos absolutamente rendidos aos magníficos 1500 metros quadrados de terraços com uma vista deslumbrante: com o castelo de São Jorge em frente, o elevador de Santa Justa à direita e a Sé e a Graça ao fundo, é, sem sombra de dúvidas, uma das melhores vistas de Lisboa.

IMG_8492 (1).jpg

 

 

mais uma novidade em lisboa: o eleven abriu um novo gastrobar no chiado

mercy-hotel-galleryco-working_space_06.jpg

Não sei se este meu frágil coração de sensível cidadão gastronómico aguenta tantas emoções num dia só. Depois da abertura do novíssimo terraço no Chiado (e que pode conhecer aqui), dos mesmos donos do Topo, no Martim Moniz, eis que nos chega mais uma novidade em Lisboa para aconchegar este estômago carente de boas notícias: o restaurante Eleven abriu um novo gastrobar em plena Rua da Misericórdia, onde funciona o bar de cocktails Double9, no Hotel Mercy (não está a ver qual é? Clique aqui).

 

 

e que tal dormir no quarto onde viveu fernando pessoa? (sim, pode alugar no airbnb!)

image.jpeg

Não acredita? Pois olhe que é possível… Pode alugar o quarto onde Fernando Pessoa viveu no Largo do Carmo através do Airbnb. Nem precisa de comprar os óculos, o chapéu ou máquina de escrever iguais aos do poeta. Está lá tudo… e livros, claro. Muitos livros. Por isso, tem todo o material que precisa para encarnar a personagem e sentir-se um escritor por uma noite ou duas ou três ou… as que lhe apetecer.

 

 

novidade! novidade! abriu o sandeman chiado, um bar com cocktails de vinho do porto e comida do chef do cantina 32

Captura de ecrã 2016-06-03, às 16.41.11.png

Estou com palpitações. O meu batimento cardíaco acelerou, os olhos esbugalharam-se e a minha boca transformou-se nas cataratas do Niagara. Não estou assim por causa da nova carta por pontos que tanto agitou o país, estou assim por causa da nova carta de cocktails que vai agitar o Chiado.

O The Sandeman Chiado abriu esta semana e é um bar especializado em Vinho do Porto. E que também tem petiscos. E comida mais a sério. E uma carta feita pelo chef Luís Américo, o responsável pelo sucesso do Cantina 32, no Porto, e por aquele que é um dos melhores e mais originais cheesecakes que estas papilas gustativas já experimentaram (e que pode conhecer mais detalhadamente aqui).

 

 

este é um dos espaços mais incríveis para almoçar em lisboa: nós já lá fomos e contamos tudo sobre o palácio chiado

LF_PALACIOCHIADOINT-97.jpg

À primeira vista, a chegada ao novo Palácio Chiado, em Lisboa, pode parecer a chegada à porta da discoteca Kremlin em 1988. Não por causa da fila à espera de entrar, mas por causa dos dois porteiros com ar de treinadores de halterofilismo que o recebem de fato preto nos ombros e cartão de consumo na mão. Ao lado, uma simpática relações públicas tenta aligeirar um pouco o ambiente Homens da Segurança que se vive aqui. Mas, depois de perceber que ninguém o vai revistar com um detector de metais à porta, pode respirar fundo. No lado de dentro, o Palácio Chiado é um dos mais criativos e surpreendentes projectos gastronómicos do país. 

 

quer uma óptima sugestão de pequeno-almoço para o fim-de-semana? os deliciosos croissants caramelizados da tartine, no chiado

11390471_829214273840408_3827761156538231121_n.jpg

Há coisas difíceis de perceber: como é que uma pastelaria que faz uns croissants que conseguem entrar directamente para uma finalíssima da doçaria nacional, taco-a-taco, com os do Careca, no Restelo, decide escolher o nome de Tartine? Vamos lá esclarecer um ponto: uma tartine é uma fatia de pão tostado com bons ingredientes por cima, um croissant é um tratado de prazer, um manifesto de bom gosto, uma convenção de satisfação. Especialmente se forem como estes.

 

está aberta a discussão: será que provei os melhores pastéis de nata de lisboa? (o melhor é voltar lá para confirmar...)

10363336_666293130124728_8559188593685118034_n.jpg

Um preto de cabeleira loira?! Um branco de carapinha?! Uma manteigaria que não faz manteiga?! Não venho aqui, a esta hora da manhã, para falar do saudoso restaurador Olex que tantos cabelos ressuscitou por esse país fora. Estou aqui para falar da manteigaria que não faz manteiga. Mas, em compensação, faz alguns dos melhores pastéis de nata que esta placa dentária já mastigou.

 

novidade! novidade! abriram dois novos restaurantes de dois óptimos chefs em lisboa

Captura de ecrã 2015-10-26, às 11.02.23.png

Temos boas notícias! Pode tirar essa cara de segunda-feira porque vêm aí excelentes notícias. Não, Portugal ainda não tem Governo. Mas Lisboa tem dois novos restaurantes – de dois dos melhores chefs portugueses. E comer um óptimo jantar é quase tão importante como acabar com uma crise política. 

 

 

apresento-lhes o melhor bolo de chocolate do mundo (e do planeta kepler 452b também)

74703_369729643064574_435173286_n.jpg

Mal acabei de ver esse suicídio colectivo da administração da Control que foi aquele vídeo com adolescentes a simularem sexo anal no Nos Alive, senti uma necessidade súbita de libertar energia. E percebi que, perante um vídeo de tamanho bom gosto, só tinha duas hipóteses: ou me inscrevia na Academia de Kickboxing da Maia para um curso intensivo de dois meses ou me enfiava na Landeau, no Chiado.

 

 

um restaurante perfeito para o verão: comida leve, saudável e biológica na mercearia do chiado

11151045_768029719962683_2228033186753487822_n.jpg

Preciso da sua ajuda para tentar perceber a última conversa profunda que tive com a minha querida Mulher Mistério. Foi sobre comida, claro, e ocorreu no último sábado – de 1998. Não, estou a exagerar, foi há umas semanas. A minha prezada Ela chegou a casa e, com um ar grave, anunciou:

– Descobri o restaurante ideal para ti.

– Qual?

– A Mercearia, no Chiado.

– E será que posso saber porque é que é o restaurante ideal para mim?

– Porque tem produtos como cogumelos reishi, proteína de cânhamo ou açúcar de coco...

– E porque é que isso é ideal para mim?

– Porque são alimentos que aumentam a longevidade!

– Não estou a perceber...

– Não te sentes velho?

– Não.

– Mas nós sentimos-te. Se calhar um cogumelozinho reishi ajudava...

Na verdade, acho que já não preciso da sua ajuda para perceber esta conversa – penso que é suficientemente clara. A verdade é que, qual velho precoce, lá fui a correr até à Mercearia, o fantástico restaurante de comida saudável do Chiado, em Lisboa. E não me arrependo: já me sinto 11 anos e quatro meses mais novo do que a minha querida Mulher Mistério, o que nem está muito longe da realidade.

 

 

há uma linha que separa o dia da noite no equador bar e bistrot…

10295264_723385867704088_4630163955057769949_o.jpg... E nós fomos de dia. O que foi uma pena. O restaurante tem todos os ingredientes para ser um sucesso e estava vazio. Tem uma excelente localização, no coração do Chiado, uma decoração original, com paredes forradas com postais antigos, e uma ementa apetecível, com sabores do mundo. Apesar de tudo isto, tinha apenas uma mesa ocupada: a nossa.

920109_550412631668080_1498831658_o.jpgO ambiente

O Equador é daqueles restaurantes que vistos da rua, apetece entrar, e não dececiona. Tem o charme de um bistrot num espaço em que o passado foi preservado, como os azulejos que enchem metade das paredes ou o chão com mosaicos antigos. Uma das paredes laterais está totalmente forrada com postais antigos, comprados na feira da Ladra.

467300_549979545044722_1650144343_o.jpg

1271521_695716283804380_168791383_o.jpg

Outra parece um imenso quadro de ardósia onde já esteve a ementa, nesse dia tinha um texto corrido, e no meio da ardósia, um curioso espelho pintado. As mesas são sóbrias, de madeira escura, tal como as cadeiras, sendo que estas não são muito confortáveis. Por aqui ficámos, porque o segundo andar nem sequer estava aberto nesse dia.

10710379_791462904229717_52961281494260085_o.jpg

A ementa

A ideia é servir sabores do mundo. E, de facto, o menu inclui pratos norte-americanos (como o t-bone e o bom e velho hambúrguer), tailandeses (como o Tom Yam Kung, um caldo ácido-picante com camarão, cogumelos, tomate cherry e coentros), portugueses (como a coxa de pato estaladiça com molho agridoce, a tranche de salmão e o prego de atum), indonésios (como o Nasi Goreng, um arroz salteado com legumes e ovo estrelado).

10515319_803534116355929_3436432365950922312_o.jpg

Só que, pelo menos ao almoço, o mundo reduz-se a isto. A escolha não é muita. Fomos com um amigo nosso que optou pela coxa de pato (€14,40). E escolheu bem porque gostou imenso.

10379796_807780452597962_2429570764923065774_o.jpg

Já Ele pediu a tranche de salmão assado “beurre blanc” de limão (€14,40), acompanhado com legumes salteados e batata sautée (com cebola e ervas) e… não adorou. Achou o salmão seco e os acompanhamentos pouco surpreendentes. Eu tive mais sorte, porque pedi o prego de atum (€9,90), que não era mais do que um delicioso e bem feito lombo de atum em bolo do caco com maionese de wasabi. Vinha acompanhado de batatas fritas que eram simplesmente razoáveis. Como era dia se semana e estávamos cheios de pressa, não houve tempo para sobremesas.

fotografia 3.JPG

1799969_690342601008415_675953872_o.jpg

O serviço

Quando entrámos não vimos vivalma. Tivemos de falar alto uns com os outros para aparecer alguém para nos receber. Fomos simpaticamente atendidos por uma única funcionária que, com muita pena dela, nos explicou que não havia hambúrgueres e que o chef não tinha feito o prato do dia… Por isso, se a oferta já não era muita, ficou substancialmente reduzida.

10329927_725135337529141_8026665221305883338_o.jpg

10661705_792351570807517_525317457337064609_o.jpg

Pelo que percebi, à noite o conceito é outro, e o Equador é mais bar e tapas, e deve abrir o segundo piso. Por isso, presumo, que seja bem mais animado. Por isso, fica a promessa de um regresso, desta vez, à noite, para uma experiência que espero sinceramente que seja totalmente diferente.

1272827_602700009772675_1225877338_o.jpgO bom

O prego de atum

O mau

A tranche de salmão

O péssimo

O restaurante vazio

 

Boas viagens gastronómicas,

Ela

depois do brunch aos domingos, a quinoa criou agora o slunch

 

É já a partir de dezembro que a Quinoa inaugura um novo conceito no seu espaço do Chiado: o slunch, uma mistura de supper com lunch. A ideia é aproveitar os fins de tarde, depois de sair do trabalho e antes de chegar a casa. E com estes três menus, quando chegar a casa, já não vai precisar de fazer o jantar.

Chá das 5.jpg

Chá das 5

Um chá à escolha, um scone com compota e manteiga, uma fatia de salame caseiro e uma mini bolinha de água com queijo, fiambre e alface, por €5,50.

Para picar.jpg

Para picar

Um copo de vinho tinto ou branco, uma variada seleção de queijos, acompanhados com pão simples e tostado, azeitonas e nozes, por €9,10.

O ajantarado.jpg

O Ajantarado

Um sumo do dia, um cappuccino, um copo de iogurte natural com fruta e granola caseira, um mini hambúrguer, sopa do dia e um copinho de sobremesa do dia, por €11,60.

 

Estes três menus são servidos todos os dias (exceto ao domingo e 2ª feira) e disponíveis à hora que lhe apetecer. A mim, já me apetecia o menu “para picar”.

E a si?

 

Bom fim de tarde,

Ela

 

fotos: Paula Bollinger

novidade! novidade! o liquid abriu um novo espaço detox no largo do carmo

10689702_10152443180234163_3785300555825236091_n.j

Se, como eu, adora bifes com batatas fritas e ovo a cavalo, cheesecakes de todos os sabores, tartes e quiches, chamuças e croquetes, pizzas e hambúrgueres, vinho branco e vinho tinto, e tudo o que engorda, este post não é para si. Mas se, também como eu, vive obcecado com dietas, este post é a sua cara.