Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

e que tal uma sangria de cidra para brindar a este delicioso fim de semana de verão?

Tenho de confessar uma coisa: desde que o meu Filho Mistério mais velho chegou a casa com uma garrafa de Somersby vazia debaixo do braço (irra, que raio de moda!) que eu me tenho dedicado a investigar os malefícios da cidra para a saúde dos adolescentes. Agora preciso de confessar um bocadinho mais: quanto mais investigo, mais fico encantado com a bebida (espero que ele não leia este post...).

E foi durante uma das minhas expedições internáuticas anti-cidra que descobri esta maravilhosa receita do blog How Sweet It Is: sangria de cidra. Agora estou pacientemente à espera de um fim-de-semana em que ele não esteja em casa para a poder experimentar tranquilamente sem ouvir aquele embaraçoso: 

- Mas então a cidra não era péssima?...

Enquanto, não tenho esse momento de paz, resolvi partilhar a receita convosco. Vejam lá se não é maravilhosamente simples?

 

 

os melhores crepes estão neste restaurante (ao pequeno-almoço, ao almoço, ao lanche ou ao jantar)

970546_1422903364603555_2003943416_n.jpg

Na semana passada, ouvi na rádio o mais genial anúncio da História recente da democracia portuguesa:

"Depois de um Verão bem passado, o que espera para fazer as suas limpezas de Outono com a nova Depuralina Detox"?

Quem?! Eu?! Limpezas de Outono?! Oh, minha nossa Senhora Aparecida! Para quem não percebeu, devo explicar que Depuralina Detox não é um detergente para lavar o chão da cozinha nem um novo spray para limpar o pó das estantes. As "limpezas de Outono" são... são... são... ao seu corpo. E não, não estamos a falar de um novo sabonete.

Seja como for, mal ouvi esta peregrina ideia do maravilhoso mundo da publicidade, pensei que estava na hora de experimentar um restaurante diferente para fazer uma "limpeza de Outono" à cabeça. Virei o volante, numa guinada à la Steve McQueen no filme Bullitt, e acelerei até à Praça da Ribeira, em Lisboa. Enquanto a multidão se dirigia para o mercado, eu segui tranquilamente para o La Crêperie da Ribeira.