Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o que vão jantar as estrelas de hollywood depois da cerimónia dos óscares

Hoje é noite de óscares e não vou revelar os meus favoritos para não dar pistas à nossa família e amigos sobre a nossa identidade. Mas posso tentar adivinhar quem vai levar a estatuteta mais cobiçada de Hollywood para casa: Emma Stone, Casey Affleck, Viola Davies e Mahersahla Ali são as minhas apostas e La La Land vai “varrer” a noite. Não, juro que não sou o Lauro António, mas adoro cinema e conseguimos, apesar da nossa vida caótica, ver quase todos os filmes nomeados.

LaLa-Land.jpg

 

 

o que as estrelas de hollywood jantaram na cerimónia dos globos de ouro

b-t-golden-globes-2016-red-carpet.png

A passadeira vermelha foi estendida, os vestidos provados, os penteados ensaiados e as jóias escolhidas. Tudo foi preparado ao detalhe no Hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, para a 73.ª edição dos Globos de Ouro, que normalmente são uma espécie de antevisão dos Óscares. É a única cerimónia que premeia TV e cinema, por isso é também aquela que junta mais estrelas de Hollywood por metro quadrado. E onde se juntam todos? À mesa, pois claro. E o que jantaram Jennifer Lawrence, Cate Blanchett, Leonardo di Caprio, Eddie Redmayne e Wagner Moura? Um menu chiquérrimo com influências asiáticas, preparado para os 1300 convidados, com meses de antecedência, pelo chef do Hotel Beverly Hilton, Troy N. Thompson, que inclui sobremesas do chef pasteleiro Thomas Henzi.

 

abriu o restaurante de sonho de todos os homens deste mundo: a hamburgueria da guerra das estrelas!

11401086_116792021988578_6505361714454397127_n.jpg

Tenho de confessar: este post foi escrito à revelia da minha querida Mulher Mistério. Tal como qualquer outro casal moderno, nesta casa eu não estou autorizado a fazer nada sem aprovação superior da minha estimada Ela. É a vida. Mas, neste caso, foi a única forma de levar até si esta espectacular novidade do mundo desenvolvido, culto, inteligente e cinéfilo: abriu uma hamburgueria totalmente inspirada na saga da Guerra das Estrelas.

 

 

os melhores cartazes para o mundial

Se Paulo Portas fez um relógio com a contagem decrescente para a saída da troika do País, eu coloquei cá em casa um relógio com o countdown para o início do Mundial. Nestes dias, têm de me desculpar mas haverá mais bola do que é costume. Às vezes com um gin tónico e uns petiscos a acompanhar, outras vezes pura. Como acontece hoje.

Esta ideia maravilhosa dos designers italianos Edoardo Santamato e Benedetto Papi, que Ela descobriu através do Mashable, merece um post só para si. É a adaptação de alguns dos cartazes mais famosos da história do cinema às selecções que participam no mundial de futebol. Portugal teve direito a um magnífico trabalho por cima do poster de Pulp Fiction. Mas também há os cartazes do ET, do Rei Leão ou do 007. É ver e deliciar-se. 

Estados Unidos, ET 

 

 

Itália, 300

 

 

Brasil, Kill Bill

 

 

Japão, Godzilla

 

 

Inglaterra, 007 Skyfall

 

 

Gana, Rei Leão

 

 

Espanha, Rambo

 

 

Argentina, Laranja Mecânica

 

Um bom Mundial para si, onde quer que esteja,

Ele

 

yummi real food, óptimas tostas com pão verdadeiro para fugir do carnaval

Hoje é Carnaval, ontem foram os Óscares... Basicamente, há dois rumos a tomar na sua vida: mascarar-se de Manuel Luís Goucha e ir desfilar no Carnaval da Mealhada ou enfiar-se num cinema, às escuras, para não ser confundido com um suíço por estar vestido de forma normal. Não é uma decisão evidente, pois não? Eu ainda tentei encontrar um fato e gravata de lantejoulas e uns óculos roxos, mas não descobri nada que me servisse. Por isso, contrariado, optei pelo cinema. E, como todos nós sabemos, não é possível ir ao cinema sem jantar qualquer coisa no shopping. E é aí que o Casal Mistério entra com a última descoberta de fast food saudável. Chama-se Yummi e já existe há um ano, mas, para nós, estava perdida no Oeiras Parque.

A marca nasceu numa micro-loja na Calçada do Combro, em Lisboa, e servia tostas, tartines e sanduíches para comprar e comer enquanto andava pela rua. No ano passado, mudou-se para o Oeiras Parque mas manteve o essencial - e isso é...

 

...A comida

Aqui o pão é especial, os alimentos são frescos e os pormenores são cuidados.

As tostas

As tartines desapareceram com a mudança, mas as tostas são de pão alentejano e têm sempre alguma coisa que marca a diferença: Rosbife com mostarda de Dijon e salada de alface e rúcula temperada com azeite de trufa e vinagre balsâmico; Mozarella e tomate fresco com molho de tomate seco; Salmão fumado com espinafres e cebola salteados e queijo creme; Frango com chutney de manga, salsa e manteiga de alho; Beringela com cogumelos, queijo mozarella e molho pesto; ou uma simples tosta mista, com queijo, fiambre e azeite de orégãos. É difícil escolher, mas eu não hesitei: sempre que na mesma frase estão as palavras azeite e trufa, eu abro a boca. O pão das tostas é óptimo: macio e escuro, estaladiço e bem torrado. O rosbife é bom: fininho, fresco e muito mal passado. E a mostarda é fantástica: picante, saborosa e óptima para desentupir o nariz em dias de frio. Só o azeite de trufas é que passa tão despercebido como um chinês a andar de bicicleta em Pequim. Foi pena, mas foi bom.

 

Os pratos e as sanduíches

Se não quiser tostas, tem duas alternativas: comida no prato - o rosbife (que Ela pediu e que perde um bom bocado em relação à tosta), um hambúrguer com tomate fresco e molho de pepino, ou o salmão fumado e um prato vegetariano que vêm ambos acompanhados com couscous; e sanduíches - são as mesmas opções das tostas, mas em pão de chapata, o que não me pareceu tão entusiasmante.

 

Os acompanhamentos

Primeiro quer as boas ou as más notícias? Pareceu-me ouvi-lo dizer "as más, venham elas!", não foi? Então, aqui vão. A minha extremosa Mulher Mistério entusiasmou-se com um apetitoso arroz de alho a fumegar na fotografia "meramente ilustrativa", claro está. Mas o entusiamo durou dois minutos. Foi o tempo de colocar a primeira garfada na boca e perceber que os bagos estavam colados em pequenos blocos de arroz requentado. Eu entusiasmei-me com a salada de alfaces temperada com vinagrete de limão (também pode ser com vinagrete de amora) e sementes de sésamo. Realmente o vinagrete é interessante e as sementes de sésamo surpreendentes, mas as alfaces, que davam o nome à salada, estavam meio plastificadas e a mistura não se salvou. O que vale é que tínhamos pedido mais alguma coisa: Ela uma deliciosa sopa de beterraba sem batata (cremosa e saborosa, mas em copo descartável) e eu umas óptimas batatas fritas cortadas às rodelas com casca e orégãos (muitíssimo estaladiças mas com um nadinha de óleo a mais).

 

O serviço

Simpático, atencioso, rápido e prestável. Mesmo quando eu pedi para acrescentar um ingrediente ao prato (é melhor não revelar qual para não ser descoberto), o empregado não hesitou um segundo e juntou sem cobrar.

 

O ambiente

A zona de restauração do Oeiras Parque é confusa, cheia de gente, em espaço totalmente aberto (sem os recantos, por exemplo, do Colombo) e com os carrinhos dos tabuleiros sujos por todo o lado. Resumindo: não é um sítio simpático. Mas tem um óptimo cinema, com pouca gente e cadeiras muito confortáveis.

 

A conta

Por toda a refeição, com duas Coca-colas como bebidas, devíamos ter pago €18,40. Pagámos €19,40: o empregado enganou-se e cobrou uma Coca-cola a mais. De qualquer maneira, vale a pena. E assim não tem de se mascarar.

O óptimo

A tosta de rosbife com mostarda de Dijon

O bom

As batatas fritas com casca e orégãos

O péssimo

O arroz de alho

 

Um bom ex-feriado para si, onde quer que esteja,

Ele