Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

luz houses, um refúgio de sonho e de tranquilidade em fátima

14115549_1766424490312448_2439631159045544745_o.jp

Quando descobri o site deste espetacular hotel, deu-me uma repentina e imensa vontade de ir acender uma velinha a Fátima. E quando percebi que as Luz Houses tinham várias suites e estúdios dei graças a Deus e incluí toda a família nesta peregrinação. E ainda bem! Situado a 500 metros do Santuário de Fátima, este hotel é um refúgio de sonho em terra de milagres.

 

as 11 praias com a água mais transparente do mundo

Cá em casa as depressões pós-férias são tratadas imediatamente com marcações pré-férias. Não há nada como sair de uma praia paradisíaca e começar logo a ver fotografias de outra praia paradisíaca. E essa é a dolorosa missão da minha querida Mulher Mistério. Mal arrumou o último par de meias da mala das férias, pegou no computador. E os dias têm sido dedicados a uma incessante busca pelo próximo destino.

Para já, recebi no meu email um ultimato com a lista que Ela preparou das praias com a água mais transparente do mundo – os sítios onde gostaria de ir. Primeiro avaliou as sugestões da Condé Nast Traveler, do Bloglovin e da Thrillist. Depois juntou a selecção feita pelo site Daily News Dig. A seguir ainda ponderou as escolhas dos leitores do mesmo site. E, no fim, escolheu as suas praias favoritas onde quer ir nas próximas férias. Eu limito-me a concordar com tudo. Por mim, já estava na fila do check in.

 

To Sua Ocean Trench, Samoa

Sua-Trench-Samoa.jpg

Este é o meu sítio preferido de todos. Para aqui ia já amanhã – e nem precisava de comprar um bilhete de regresso. Trata-se de uma piscina natural que fica dentro de um buraco com 30 metros de profundidade. Para lá chegar, é preciso descer uma escada gigantesca que foi ali colocada. É ou não é deslumbrante? A Samoa fica no Pacífico, entre o Havai e a Nova Zelândia.

 

os 16 melhores lugares do mundo para assistir ao pôr do sol

Há uma verdade indiscutível. Até o Gru, o mal-disposto adora um bonito pôr do sol. Ninguém resiste. Há qualquer coisa de único neste fenómeno que acontece diariamente. Por isso, as redes sociais estão inundadas de fotografias do sol a cair na linha do horizonte. Mas há sítios e sítios para ver esse momento espectacular. O blog Hand Luggage Only fez uma seleção extraordinária dos melhores spots do planeta para assistir ao pôr do sol. Venha comigo e embarque nesta deliciosa volta ao mundo em tons escarlate.

Santorini, Grécia. Esta ilha idílica sobre o mar Egeu tem alguns dos spots mais extraordinários para assistir ao mais impressionante pôr do sol da Grécia, se não mesmo da Europa.

 

casa das laranjas, o hotel de charme onde consegue dormir por €85 no porto (e mais umas sugestões deliciosas para comer na cidade)

48987601.jpg.1024x0.jpg

Se gosta de ir para fora e sentir-se em casa, vai adorar a Casa das Laranjas, no Porto, um palacete antigo, de esquina, em tons de verde água e lindamente recuperado no meio das pequenas ruelas nas traseiras do Passeio Alegre, a dois minutos a pé do Largo da Igreja de São João Baptista. Só a cor da fachada já é um convite para entrar.

 

dois riades em marrocos para passar pelo menos mil e uma noites (estou mesmo a precisar!)

riad-el-fenn_00000122.jpg

Meu querido Marido Mistério, preciso urgentemente de férias. Estou podre, acabada, uma desgraça. Como não sou exigente e bem sei que não somos ricos, escolhi dois hotéis, acessíveis e relativamente perto. O destino escolhido é Marrocos (mesmo aqui ao lado, não refiles) e consegui selecionar dois riades cujos preços rondam os 150/200 euros por noite (amorosa, não sou?). Por isso, deixo aqui uma pequena descrição de cada um, para te poupar tempo, porque sei que também andas cheio de trabalho. É só escolheres e fazeres-me uma surpresa. O que achas?

 

quer ter um dia dos namorados inesquecível? então esqueça o jantarinho do costume, o grande programa está aqui

216.jpg

– ‘Tou? Boa tarde. Queria fazer uma reserva… para o quarto Kingston.

– Para esse quarto só tenho a partir da uma e meia da manhã.

– Mas vai estar ocupado até aí?

– Sim.

– E tem tempo para limpar?

– Claro que sim. A limpeza demora duas horas.

– E a piscina também é limpa?

– Claro, por isso é que precisamos sempre de duas horas antes de libertar o quarto. A piscina tem de ser aspirada e limpa.

 

jantar à luz das velas e do luar de santorini

Prometo que é o último post sobre a Grécia. Até já enjoa. Tanta beleza natural, tanto romantismo e tanto pôr do sol. Mas é impossível não partilhar o nosso jantar no restaurante do hotel. Marcámos logo no primeiro dia, porque os lugares são limitados: o restaurante Katikies é um terraço ao ar livre com apenas quatro mesas e uma vista deslumbrante.

Chegámos ainda com as cores de fogo do fim de tarde porque nos avisaram que era a altura mais bonita do dia. Com um rácio de quatro empregados para quatro mesas, o serviço é irrepreensível. Sempre presentes mas nunca a mais. Ao mínimo olhar ou levantar de cabeça, aparecia alguém, discreto e atencioso, sabe-se lá de onde, sempre de sorriso.

O espaço é indescritível. Parece que estamos suspensos sobre o mar, apenas nós, as estrelas, a lua e as velas meticulosamente acesas sobre as mesas, impecavelmente decoradas com pratas, copos de cristal, toalha ou chemins e guardanapos de linho. Mais do que um jantar, é uma experiência inesquecível.

Começámos com uma flûte de champanhe. Nunca demorei tanto tempo a beber um copo. Não queria que o tempo passasse, queria aproveitar cada minuto daquele cenário. Queria fazer rewind a cada momento. Eternizar todo este programa. A ementa era um misto sofisticado de cozinha grega e mediterrânea. Não resisti a pedir um foie-gras de entrada (ai que desgraça... Já vos disse que estava de dieta?). Seguiu-se um-prato-de-peixe-cujo-nome-era-tão-grande-e-sofisticado-que-não-consegui-decorar mas que se resume numa palavra: divinal. A sobremesa parecia uma obra de arte de chocolate, nata, avelã, caramelo e sei lá mais o quê. Já essa desapareceu em três garfadas.

Verdade seja dita, por mais que quisesse estender o jantar, não fosse a ótima conversa (modéstia a parte, tenho sempre assunto e Ele é um ótimo ouvinte), teria sido uma tarefa árdua. Porque com a eficácia do serviço e o tamanho reduzido dos pratos (já se sabe, esta coisa da nouvelle cuisine é sempre inversamente proporcional ao seu sabor) teríamos jantado numa hora. Agora com este cenário, o excelente vinho branco que Ele escolheu e a deliciosa companhia (as estrelas, a lua e o mar, claro!), o jantar prolongou-se noite fora. E por algumas horas, esquecemo-nos que amanhã regressamos a Lisboa.

 

Bom fim de semana,

Ela