Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

ovos no forno sobre molho mexicano, um pequeno almoço com apenas 137 calorias

Se há coisa que me faz acordar bem-disposta é a perspetiva de comer ovos ao pequeno-almoço. Adoro, como sempre que posso, não tanto quanto gostaria, porque só ao fim-de-semana é que temos mais tempo para fazer com calma.

Mas esta receita, do blog Feasting not Fasting, demora no máximo 15 minutos a fazer, por isso, acho que vou fazer já, neste momento, agora! E quer saber a melhor notícia de todas? Só tem 137 calorias, isto, claro, se conseguir resistir ao pão. Molhar o pão nesta maravilha é de facto uma tentação irresistível.

Esta receita é facílima (são 3 minutos a preparar e 12 no forno) mas tem um ligeiro travo (“trave” como diz um dos nossos minimisteriosos) a picante.

Só precisa de molho mexicano (como este, por exemplo), ovos, queijo ralado (pode ser parmesão ou cheddar), sal e pimenta, spray de cozinha ou azeite e coentros picados.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

1 (3).jpg

 

 

5 alimentos que afinal não são assim tão saudáveis

O meu mundo vai desabar. Estou à beira de uma apoplexia. Uma pessoa já não sabe o que fazer nem para onde se virar. Mudamos (ou tentamos mudar) a alimentação porque somos bombardeados com a palavra “saudável” em todo o lado. Deve ser a palavra mais usada em marketing hoje em dia. Estamos nós profundamente convencidos de que estamos a comer coisas hiper saudáveis e, afinal, não é bem assim.

Daily Mail divulgou um estudo feito pela plataforma LiveLighter em parceria com várias entidades de saúde australianas, como o Cancer Council Victoria e a Heart Foundation e os resultados são surpreendentes. Participaram mais de mil adultos entre os 18 e os 64 anos e mais de 130 nutricionistas. Foi-lhes pedido para identificar 57 bebidas e comidas como mais “saudáveis” e “menos saudáveis”. E prepare-se para o choque:

 

Bolos sem Glúten

20517631_Ez0r9.jpeg

Toda a gente sabe que os bolos são deliciosos mas não fazem bem a ninguém. 44% das pessoas interrogadas neste estudo estavam convencidas de que os bolos sem glúten eram uma boa alternativa. Eu estaria incluída nessa percentagem…mas, parece que estamos todos enganados: 94% dos peritos em nutrição afirmaram que não eram saudáveis. São, claro, a opção ideal para celíacos mas, não tenhamos ilusões, afinal não são tudo aquilo que imaginámos.

 

 

como fazer as panquecas de banana com menos ingredientes do mundo

Parece a cabeça do Vale e Azevedo: esta receita é um autêntico deserto de ingredientes. Depois de várias experiências a fazer panquecas de banana, eis que chegamos à receita mais minimalista do planeta. A ideia é do fantástico site The Kitchn e resume-se ao mais básico que pode encontrar: bananas e ovos. Neste caso, para fazer 8 panquecas pequenas só precisa de 1 banana grande e dois ovos.

panquecas (1).jpg

 

demora menos de 10 minutos a fazer e fica tão cremoso como uma mousse: é um divinal húmus de abacate!

– Ela, acabei de descobrir uma receita espectacular no blog Cooking Classy: húmus de abacate! Como é que eu nunca me lembrei disto antes???

– Húmus de abacate?! Mas qual é a diferença entre isso e guacamole???

Está a ver o que eu sofro em casa cada vez que a minha querida Mulher Mistério decide perorar sobre culinária?! Como é que é possível comparar um cremoso húmus feito com grão, abacate e um exótico molho tahini com um consistente guacamole, feito com cebola, tomate e coentros, em que ainda se sentem alguns pedaços de abacate por esmagar?

Não tem nada a ver, minha doce e prezada Mulher Mistério! É o mesmo que comparar uma omelete com um pão de ló só porque os dois levam ovos.

Esta receita consegue entrar directamente para a lista dos húmus mais cremosos e aveludados de sempre porque o abacate batido dá-lhe uma irresistível suavidade que mais parece uma mousse. Depois, demora menos de dez minutos a preparar. E fica divinal com uns chips de batata doce no forno a acompanhar. Que mais é que podíamos querer para uma sexta-feira à noite?

avocado.jpg

 

 

5 jantares saudáveis para fazer só com 5 ingredientes

É quase o número perfeito. É a quantidade de dedos de uma mão, de dias de trabalho numa semana, de pessoas dentro de um táxi, de neurónios no cérebro do Donald Trump. O cinco é o único número que tem a quantidade de letras correspondente ao número que representa. Mas, mais importante de tudo, é o número que vem a seguir ao quatro. E antes do seis.

É por tudo isto que hoje tenho aqui 5 receitas com apenas 5 ingredientes para resolver o nosso jantar. Com cinco ingredientes, conseguimos fazer uma receita fácil e prática, rápida e simples, deliciosa e maravilhosa. Se calhar, também conseguiríamos fazer com seis ingredientes, mas não seria a mesma coisa.

 

Noodles de courgette com camarão

courgette.jpg

É uma moda que entrou por esta casa como a Hilda Furacão (tenho de parar com estas referências a novelas dos anos 90 senão ainda começam a pensar que sou velho). Os noodles de courgette agradam a toda a gente nesta família – além de não engordarem, são deliciosos. Para fazer esta fantástica receita do blog Just a Taste, só vai precisar de camarão descascado, alho picado, vinho branco, sumo de limão espremido no momento e duas courgettes.

Depois, é cortar as courgettes em noodles com um espiralizador e saltear os camarões com o alho e um fio de azeite. Coloque os camarões de parte, mantendo o molho na frigideira. Acrescente o vinho branco e sumo de limão e aqueça enquanto raspa o fundo da frigideira para soltar todos os sabores. Finalmente, coza lá os noodles de courgette durante dois minutos e junte tudo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

 

 

vídeo: o almoço mais fácil e saudável para levar para o trabalho

 

quinoa.jpg

Cá em casa vivemos quatro crianças, dois adultos e uma marmita. É assim. Há já uns anos que a nossa querida Marmita Mistério se juntou à família e nos acompanha quase todos os dias para o trabalho. Só ainda não divide o quarto connosco porque não calhou, mas há-de lá chegar. 

A minha prezada Mulher Mistério não dispensa o seu almocinho saudável preparado em casa – especialmente quando está de dieta – e eu também já me habituei a esta moda – especialmente desde que percebi que posso fazer receitas deliciosas, práticas e rápidas que não custam nada a preparar.

Hoje vou levar esta fabulosa salada de quinoa com tomatinhos cherry, bolas de mozzarella e umas folhas de manjericão fresco. Para temperar, usei azeite virgem extra e um fantástico vinagre de tomate da Oliveira da Serra que realça maravilhosamente o sabor dos tomatinhos cherry e combina na perfeição com o manjericão. Eu nunca tinha experimentado este vinagre mas, depois de a Oliveira da Serra nos ter lançado este desafio para fazer uma receita com ele, já conquistou um lugar na nossa despensa ao lado da Marmita Mistério.

 

O almoço ideal para levar para o trabalho: salada de quinoa, t...

É a receita perfeita para quem quer recuperar dos excessos do Verão: uma maravilhosa quinoa soltinha com tomate cherry, mozzarela e vinagre de tomate Oliveira da Serra. Um almoço frio ideal para levar para o trabalho. Receita completa aqui: https://goo.gl/SRAC4c #quinoa #dieta #video #casalmisterio

Publicado por Casal Mistério em Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

 

Além disso, a quinoa vermelha ficou bem solta e suculenta e enche mas não engorda, o que deixa a minha querida Mulher Mistério com um sorriso mais branco do que o Artur Albarran. 

 

o ranking dos 10 alimentos mais saudáveis para usar na salada

vegetables-752153_960_720.jpg

Está de dieta? Então, esta lista é para si.

Não está de dieta? Então, esta lista também é para si.

Pode encarar este texto tal como os norte-coreanos encaram as mensagens de Ano Novo de Kim Jong-un: é para ler e agradecer. E porquê? Porque se trata de uma lista essencial para quem quer comer de forma saudável. A CDC americana – o Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças – tem um estudo onde analisa a densidade nutricional de 47 frutas e vegetais que consumimos habitualmente.

Traduzindo para uma linguagem um bocadinho menos Francisco Georgiana, fez uma lista onde classifica os alimentos numa escala de 0 a 100. Os que estão mais perto de 100 são aqueles que têm uma maior quantidade de 17 diferentes nutrientes essenciais para a nossa saúde: do potássio ao cálcio, passando pelas vitaminas A, C ou K. Se quiser ver a lista completa, pode clicar aqui. Se preferir ver quais são os 10 mais bem classificados, é só dar uma olhadela em baixo.

 

 

salmão com molho de limão e manjericão, o jantar saudável mais prático de sempre

Demora menos de meia hora a fazer, não suja tachos, panelas nem sequer um pirex.

Além de ser facílima de preparar, esta receita do blog Evolving Table é tudo o que a Família Mistério precisa neste momento, depois de umas férias marcadas pelos excessos do costume. Não tem glúten nem açúcar, tem poucos hidratos e é super saudável.

Tem apenas 265 calorias por pessoa, não é maravilhoso? E demora 5 minutos a preparar e 20 no forno.

Só precisa de 6 lombos de salmão, manteiga derretida, um dente de alho esmagado, manjericão fresco picado, sumo de um limão, sal, pimenta e 6 fatias de limão. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

Lemon-Basil-Salmon-3.jpg

 

 

sabia que a princesa diana não comia hidratos de carbono e evitava carne vermelha?

Faz hoje 20 anos que a princesa Diana morreu. É impressionante como o tempo voa (primeiro sinal de que estou a ficar velha, esta é uma típica conversa da minha avó). O mundo inteiro ficou em choque com a notícia de que Lady Di tinha morrido num trágico acidente de carro no túnel da Ponte de l’Alma enquanto fugia de um grupo de paparazzi que a perseguia de moto.

Com ela morreu também o namorado, o milionário egípcio Dodi Al Fayed, herdeiro do Harrod’s, e o motorista, o francês Henri Paul.

00-lede-what-princes-diana-ate.jpg

Quando há acontecimentos que nos chocam ou nos marcam de alguma maneira, tornam-se uma espécie de referências temporais. Lembro-me perfeitamente onde estava no dia em que a princesa Diana morreu, tal como me lembro como se fosse hoje o que estava fazer quando o primeiro avião se despenhou contra as Torres Gémeas naquele fatídico 11 de setembro.

Enfim, eu gostava da princesa Diana e, tal como o resto do mundo, comovi-me com a trágica morte dela. Era bonita, elegante, parecia uma ótima mãe e viveu um casamento de fachada. Coitada, não foi feliz e talvez por isso e por ter morrido tão nova tornou-se uma mártir.

Vinte anos depois, Diana ainda é alvo de reportagens e de artigos de fundo. Tudo já foi dito e explorado mas… há um aspeto que para nós é fundamental: O que comia a Princesa do Povo? Couratos, minis, tremoços, caracóis? Claro que não. Diana preocupava-se com a linha e seguia uma dieta sem hidratos e evitava a carne vermelha. Comia frango cozido (coitada!) e pimentos recheados.

 

 

brownies de chocolate com recheio de framboesa, uma receita vegan, sem glúten e… sem culpas!

Amanhã é o primeiro dia do resto da minha vida. Eu sei que todos os anos digo isto mas desta vez  vai ter mesmo de ser. Não, não vou entrar em dieta rigorosa. Já desisti. Já percebi que não consigo. Tenho zero força de vontade. Por isso, vou reeducar a minha alimentação. Vou começar a comer de forma saudável. Desta vez é sério. Por isso, hoje vou começar a treinar para o que vai ser a minha nova vida daqui para a frente. E vou pedir ao meu querido Marido Mistério para me fazer esta maravilha do blog Frankie’s Feast para ir petiscando hoje ao longo do dia.

É saudável, não tem leite nem açúcar, não tem ovo, é vegan e sem glúten e é inacreditavelmente fácil de fazer.

Só precisa, para a base, de amêndoas, cacau, coco desidratado, óleo de coco derretido e tâmaras ensopadas. Para o recheio de framboesa, precisa de framboesas congeladas ou frescas, cajus ensopados durante pelo menos 6 horas, coco desidratado, xarope de ácer e sementes de chia. Para a camada de cima, vai precisar de manteiga de coco ou óleo de coco, cacau em pó e xarope de ácer.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 12 brownies médios, espreite aqui a receita original.   

rawchocraspberryslice-6.jpg

 

salmão com molho de lima e xarope de ácer, um jantar irresistível e infalível

Não há coisa que me dê mais alegria do que me sentar à mesa à frente de um prato com um aspeto tal que até faz pena estragar à primeira garfada. Provavelmente como mais com os olhos do que com a boca. Não. Infelizmente não é verdade. A balança tem sido muito clara e direta nos últimos tempos comigo. Dura até. Uma pessoa até se sente ofendida com tamanha crueldade. Como definitivamente com a boca, os números e o espelho não enganam.

Bom, voltando à receita que vou pedir ao meu querido Marido Mistério para fazer hoje ao jantar: este salmão consegue ser doce e ligeiramente picante ao mesmo tempo e tem a acompanhar um incrível arroz preto com manga e edamame.

Faça esta receita sem glúten do blog Ambitious Kitchen em 30 minutos para um jantar especial e vai ver o sucesso que vai ter. Só precisa de lombos de salmão frescos, xarope de ácer, uma lima espremida, piripíri, alho picado, óleo de coco, arroz preto, uma manga cortada em pedaços, edamame cozido e descascado, sal, coentros e cebolinho, e ainda uma abacate cortado às fatias.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

Monique-Chili-Maple-Lime-Salmon-Bowls-2.jpg

 

 

salada de melancia, meloa, melão, queijo feta e lima, um snack light ou um ótimo almoço para levar para a praia

Esta salada do blog Vegeterian Ventures demora 10 minutos a fazer e um a comer porque é simplesmente deliciosa e viciante. Com este calor, tudo o que apetece são pratos leves e fáceis porque não sei porquê - mas durante estes meses de verão - dá-me “uma espécie de inconseguimento no corpo”, como dizia um amigo meu, e de facto não me apetece fazer nada. Vá lá que é só durante o verão. Menos mal. 

Esta maravilha só tem 5 ingredientes e é uma receita que se aproxima da perfeição. Só precisa de melancia, meloa cantaloupe e melão cortados às fatias, queijo feita esmagado, raspas e sumo de uma lima. Depois, tenha à mão hortelã e sementes de sésamo tostadas para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

MelonSalad-2-of-2-683x1024@2x.jpg

 

 

smoothie de morango com pudim de chia e molho de chocolate, um pequeno-almoço saudável que parece uma sobremesa

Não sei se gosto mais do nome deste pequeno-almoço do que do propriamente dito. Todo este título remete-me para um pequeno-almoço saudável, o que me agrada muito. Mas o que é mais espetacular é que esta receita do blog This Rawsome Vegan Life é mesmo saudável, light, vegan e incrivelmente deliciosa. Não tem açúcar, farinhas, lactose, enfim, é uma espécie de 3 em 1.

Tem um pudim de chia e, para fazê-lo, vai precisar de leite de avelã e sementes de chia. Tem um smoothie cujos ingredientes são leite de avelã, uma banana, manga congelada e morangos. E tem ainda, um molho de chocolate que vai fazer com cacau em pó, xarope de ácer e água.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

IMG_4539.jpg

 

 

peito de peru assado com alho e ervas aromáticas, uma receita tão simples que não precisa de fazer quase nada

Os senhores do talho aqui perto da Mansão Mistério têm uma incrível fé em mim e mostram-me sempre nacos de carne de todas as variedades e feitios com a melhor das intenções, antevendo mil iguarias que eu não vou fazer.

Com o meu fraco poder de argumentação sobre o ponto de fritura a que aquele bife do lombo ficará perfeito ou o tempo de assadura para fazer rosbife, certo é que lá vou comprando porque sei que o meu querido Marido Mistério saberá o que fazer. Só que hoje consegui surpreendê-lo. Trouxe-lhe um peito de peru inteiro. Estão a ver aquele naco de onde se cortam os bifes de peru? Comprei-o na sua forma original porque os senhores do talho me garantiram que fica ótimo no forno. Cá estou. Eu, o peito gigante (será por isso que os perus são tão cheios de si?) já com uma receita infalível que encontrei no inspirador site Flavor The Moments.

Para um peito tão grande, surpreendi-me logo com o pouco que é preciso para fazer a receita: dentes de alho picados, tomilho, alecrim, folhas de salva, sal, pimenta e azeite. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

simple-herb-garlic-roasted-turkey-breast3-flavorthemoments.com_-500x722 (1).jpg

 

taça de açaí com frutos vermelhos sem açúcar, a nova obsessão saudável dos nossos filhos mistério

Depois do abacate, chegou a vez do açaí. A culpa é do nosso mini-misterioso com talento para chef. Começou por se viciar em abacate. Dia sim dia sim, fazia abacate ao pequeno-almoço. Agora chegou a vez do açaí. Desde que descobriu os benefícios para a saúde deste fruto brasileiro ficou fã. É incrível a preocupação que os miúdos têm hoje com a alimentação. São de facto uma geração muito mais bem informada. Quando eu era miúda, nem questionava o que me punham no prato e a minha querida mãezinha enchia-me de empadão, almôndegas e salsichas sem dó nem piedade. Eu nem tugia nem mugia.

Mas ainda bem que os nossos filhos se preocupam com a alimentação. O açaí é ótimo porque é rico em proteínas, fibras, lípidos e é uma excelente fonte de vitaminas. Além de ter também fósforo, ferro e cálcio, por isso, é antioxidante, anti-inflamatório, previne o cancro e o envelhecimento, ajuda a perder peso e a controlar os níveis de colesterol. É praticamente um remédio!

Por tudo isto, temos um verdadeiro carregamento de polpa de açaí congelada cá em casa o que me levou a pesquisar desesperadamente receitas diferentes. E foi assim que descobri esta delícia no blog Kirbie Cravings e foi o nosso pequeno-almoço esta manhã.

Só precisámos de polpa de açaí congelada sem açúcar, uma banana, leite de coco ou de amêndoa, outra fruta qualquer congelada, como mirtilos e manga. Para os toppings, usámos fruta fresca (mirtilos e framboesas), granola, coco ralado e amêndoas laminadas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.       

E3765E2E-AE63-437A-A452-B81D7B14BCE3.jpeg