Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o salame de chocolate que (quase) me fez derramar uma lágrima de alegria

Ontem foi Dia da Asneira na minha dieta e Dia da Felicidade Suprema na Mansão Mistério. Os nossos filhos passaram a semana toda a massacrar-me a pedir para fazer salame de chocolate. Eu lá lhes fiz a surpresa de comprar os ingredientes e o meu querido Marido Mistério fez o obséquio de lhes fazer o tão ansiado salame para o lanche. Não há palavras para o brilho de felicidade nos olhos deles. Como eu os percebo: acho que até eu derramei uma lágrima de alegria por devorar sem culpas uma fatia deste espetacular salame de chocolate que descobri no blog Pretty Simple Sweet.

Só precisei de comprar bolachas digestivas ou wafers de baunilha, avelãs tostadas e partidas, chocolate preto, manteiga sem sal, leite, brandy ou rum (opcional) e açúcar em pó. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para fazer dois rolos, espreite aqui a receita original.

ChocolateSalami_01.jpg

 

 

fudge de chocolate com menta, uma receita vegan para fazer em cinco minutos

É véspera de Natal, está a confirmar se tem tudo pronto e de repente lembra-se de que um dos seus familiares é vegan e não tem sobremesa para ele? Não se preocupe! Estou aqui para o ajudar! Esta espetacular receita do blog Gourmande in the Kitchen demora apenas 5 minutos a fazer. A sério. Depois tem de manter no frigorífico durante duas horas, mas essa parte já não dá trabalho nenhum.

Só precisa de um bom chocolate preto, partido em pedaços, uma lata de leite condensado de coco, uma pitada de sal, gotas de cacau e óleo essencial de hortelã-pimenta. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

Easy-5-Minute-Peppermint-Hot-Cocoa-Fudge-Vegan-on-

 

crumble de romã e frutos vermelhos, um doce facílimo e delicioso para este natal

Confesso que quando descobri esta receita no blog How Sweet It Is achei que tinha enlouquecido. O título original usava o termo "cobbler" e eu assumo aqui, sem qualquer pudor, a minha ignorância. Não fazia a mais pequena ideia do que era um "cobbler". Claro que o senhor-com-a-mania-que-sabe-tudo que é o meu querido Marido Mistério sacou da sua bagagem intelectual/gastronómica e elucidou-me: “É uma sobremesa de origem anglo-saxónica, na qual se prepara uma massa simples que é assada com frutos suculentos”. Ainda Ele nem tinha começado a frase, já estava eu a revirar os olhos. OK. Na prática, deduzi, é uma espécie de crumble. E crumble será! E este é um cobbler/crumble (whatever!) delicioso.

Só precisa de frutos vermelhos congelados, açúcar, romãs, farinha, fermento, sal, manteiga sem sal, uma vagem de baunilha sem sementes, leitelho, extrato de baunilha, amêndoas laminadas, açúcar em pó e gelado ou chantilly para servir.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

pomegranate-cobbler-I-howsweeteats.com-7.jpg

 

 

os 5 melhores bolos de 2016

Chegou o momento mais solene do ano: o balanço de 2016. Antes que o Expresso publique as suas 32 páginas broadsheet com o balanço do ano sector a sector, da pecuária à energia geotérmica, nós falamos ao coração dos portugueses. Melhor, falamos directamente ao estômago. Este é o balanço da balança de 2016: são os 5 mais deliciosos, deslumbrantes e calóricos bolos que provámos este ano. 

Mas primeiro vamos aos critérios. De fora, deixámos os vencedores de 2015 (e que pode ver aqui) porque não somos adeptos de muitas repetições. Depois, recorremos ao mais rigoroso e exigente painel de jurados existente neste país: os nossos filhos. Eu e a minha querida e ilustre Mulher Mistério fizemos uma primeira selecção de finalistas. E os mini-misteriosos tiraram as teimas.

Agora, vá lá buscar o babete, porque isto promete.

 

1º Bolo de Bolacha com Espuma de Leite Condensado e Ovos Moles de Aveiro

Canastra do Fidalgo - Bolo de Bolacha.jpg

Quase bastava escrever o título para conquistar o prémio de melhor bolo do ano. Este divinal bolo de bolacha é feito com camadas de Bolacha Maria mergulhadas em café e alternadas com inigualáveis camadas de uma levíssima espuma de leite condensado e outra suave espuma de café. No final, o topo é salpicado com bolachas crocantes esmagadas e com um fio de ovos moles de Aveiro.

Acho que não vale a pena dizer mais nada, pois não? Apenas que este Rolls Royce da doçaria nacional é uma criação do restaurante Canastra do Fidalgo, na Costa Nova, em Ílhavo (conheça aqui), e que a receita completa está nessa verdadeira pérola da literatura internacional que é o primeiro livro do Casal Mistério. É verdade: com um livro nosso na mão pode ter um bolo destes na goela.

 

omelete com amêndoas laminadas e doce de framboesa, uma receita deliciosamente original

Confesso que nunca me tinha ocorrido juntar na mesma receita ovos e doce, mas, de facto, porque não? Quando eu era miúda, a minha avó fazia-me muitas vezes, para o pequeno-almoço, ovos mexidos com açúcar, que eu devorava com um prazer que dava gosto ver. Por isso, nem sei como é que nunca me ocorreu antes uma receita com esta do blog Lily. Pode ser um delicioso brunch ou um ótimo almoço e, claro, também sabe muito bem ao jantar.

Basta ter em casa: 3 ovos, 3 colheres de sopa de leite ou natas, manteiga, 2 chávenas de framboesas congeladas, amêndoas laminadas torradas e açúcar de confeiteiro.

vadelmamunakas_suvisurlevif.jpg

 

 

bolo de chocolate sem farinha para celebrar o meu dia da asneira

Há duas grandes vantagens nos bolos sem farinha: primeiro engordam menos; segundo, derretem na nossa boca como se fossem trufas. E esta receita do blog Something Swanky é tudo isto e ao mesmo tempo deliciosa e fácil de fazer. Tão fácil que vou tentar fazer sozinha longe dos olhares críticos da minha querida Família Mistério. Já cheguei a um ponto em que, cada vez que toco numa batata frita, arregalam-me o olho, se dou uma trinca numa bolacha, sou recriminada, se como um quadrado de chocolate, reviram-me os olhos, se tento abrir um pacote de pipocas, sou humilhada em praça pública. Sim, não pense que a minha vida é fácil… por isso, hoje, vai ser o meu Dia da Asneira e antes que todos acordem, vou enfiar-me na cozinha e preparar esta maravilha só para mim (bem, talvez partilhe uma fatia ou outra com a nossa equipa de futsal…)

Só vou precisar de pepitas de chocolate semi-doces, manteiga, açúcar, sal, extrato de baunilha, ovos, cacau em pó e, para a cobertura de chocolate, mais pepitas de chocolate e manteiga.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original. 

DSC_4752.jpg

 

 

panquecas holandesas: quem sabe o que são estas maravilhas feitas no forno?

Parece um post d’ Ele mas olhe que não. Sou eu, a Ela, que vos escreve, porque não resisti a partilhar aqui esta incrível receita do blog In My Red Kitchen. Mas sou obrigada a concordar com o meu querido Marido Mistério que um bocadinho de cultura gastronómica não mata ninguém. As chamadas panquecas “Dutch Baby” surgiram pela primeira vez, na primeira metade do século XX, num café familiar de um senhor chamado Victor Manca, em Seattle, nos EUA.

Na verdade, estas panquecas são de origem alemã e o seu nome terá sido uma interpretação de uma das filhas de Victor que em vez de “deutsch” terá dito “dutch”. E terão sido precisamente aqui que nasceram as “dutch babies”, umas fantásticas panquecas feitas no forno e muito leves e fofinhas. Depois deste pequeno momento José Hermano Saraiva, passo a explicar a receita.

Só precisa de ovos, leite, farinha, extrato de baunilha, sal e manteiga. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

Perfect-Dutch-baby-pancake-2-inmyredkitchen.jpg

 

 

panquecas de ricotta, uma receita de inspiração russa, para fazer este fim-de-semana

Como infelizmente não sei escrever russo, peço-lhe que leia este post em voz alta com pronúncia de… russo. Leia comigo: “Esta receita inspirou-se nas tradicionais syrniki”, mas imagine que é o Valdimir Putin a dar ordens, naquele tom autoritário que, ao mesmo tempo, parece que se está sempre a engasgar. Pronto. Era isto. Não tenho mais nada de interessante para partilhar consigo hoje.

(…)

Estou a brincar! Esta receita, do blog Let the Baking Begin, é de facto inspirada nas deliciosas syrniki, é facílima de fazer e é uma excelente ideia para este fim-de-semana.

Só precisa de queijo ricotta, um ovo, açúcar, farinha, fermento, extrato de baunilha e azeite.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para cerca de 25 panquecas, espreite aqui a receita original.

RicottaPancakesMoistcheesecakelikepancakesthatwill

 

 

 

vídeo: mousse de chocolate saudável e sem açúcar para aprender a fazer em 30 segundos

mousse1.jpg

Se ainda não está convencido de que o livro do Casal Mistério é o presente mais delicioso para oferecer neste Natal, então temos aqui a última prova que faltava. Só lhe vamos dizer três palavras: mousse de chocolate. E só lhe vamos dar três ingredientes: cacau, banana e manteiga de amêndoa. O resultado é uma das mais fáceis, saudáveis e deliciosas sobremesas que vai provar.

Esta maravilhosa mousse de chocolate e banana é uma das receitas que fazem parte do capítulo 13 pratos estranhamente saudáveis, do novíssimo livro As Escolhas do Casal Mistério, que saiu ontem para as livrarias.

Captura de ecrã 2016-11-26, às 17.07.36.png

Está lá esta mousse divinal, mas estão lá também uns brownies de batata doce sem glúten nem açúcar, uma Nutella vegan sem açúcar refinado, uns palitos de batata doce com queijo no forno ou uma massa de camarão com zero hidratos de carbono. E estas são apenas algumas receitas deste capítulo.

Nas outras secções, encontra 10 receitas feitas numa caneca, 11 sobremesas só com três ingredientes e os melhores pratos e petiscos que provámos em restaurantes por todo o país.

Mas hoje o dia é dedicado a esta inacreditável mousse de chocolate ultra-cremosa e hiper-saudável. E para aprender a fazê-la só precisa de ver este vídeo de 30 segundos. 

 

 

 

bolo de cenoura e amêndoa sem farinha: quem disse que as sobremesas saudáveis não são deliciosas?

Ele fala-me de hambúrgueres com jatos de queijo a espalharem-se pelo céu, eu dou-lhe bolos sem farinha. Eu sei, sou persistente. E não vou desistir. De vez em quando, até posso cair em tentação. Mas não desisto. Hei-de morrer magra e feliz. Ainda não descobri bem como, mas vou conseguir. Serei certamente a mais magra do cemitério!

E hoje tenho o primeiro passo para dar: um maravilhoso bolo de cenoura e amêndoa – coisa que é capaz de me fazer correr uma nano-maratona só para a poder comer. Mas esta receita do The New York Times ainda tem outra enorme vantagem: em vez da calórica farinha, leva a saudável cenoura finamente ralada. Ok, também leva um bocadinho de açúcar – ou dois bocadinhos... Mas ninguém é perfeito: nem um simples bolo.

Para se redimir dos atentados calóricos que tem feito nos últimos dias, o meu querido e amado Marido Mistério vai ter de me cozinhar este bolo com todo o amor e carinho. E só vai precisar de amêndoas torradas sem sal, açúcar mascavado, fermento, sal, canela em pó, noz-moscada em pó, raspas de limão, ovos, açúcar biológico, extrato de baunilha e cenouras raladas fininhas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

11recipehealth-articleLarge-v2.jpg

 

 

crumble de frutos vermelhos, uma surpresa para o meu querido marido mistério

Ontem passei o dia a ouvir queixas e recriminações. Que eu não faço nada na cozinha, que é tudo Ele, tudo Ele, que estou a escravizá-lo, que nunca lhe faço surpresas, uma canseira! O meu querido Marido Mistério tanto me massacrou que quase me convenceu que eventualmente posso não ser a melhor e mais perfeita fada do lar. Hoje, para provar o quanto Ele está enganado e para o encher de remorsos resolvi preparar esta sobremesa de surpresa com a preciosa ajuda do nosso mini-misterioso com talento para a cozinha. Eu comprei os ingredientes e os meus queridos filhos mistério ajudaram-me a fazer este delicioso crumble que descobri no blog Flourishing Foodie.

Só precisei de lhes comprar manteiga, mirtilos, framboesas, morangos, farinha, açúcar mascavado, sal, flocos de aveia, manteiga sem sal derretida e gelado de baunilha. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

IMG_7940-1.jpg

 

 

este é um dos bolos mais famosos nos estados unidos, o melhor é descobrir aqui porquê

Eu sei, são 8h da manhã, está frio lá fora e a semana de trabalho ainda só tem 48 curtas horas de vida. Temos tudo para estar profundamente deprimidos, mas felizmente está aqui este seu maduro amigo para ajudar a transformar uma trriste e pesada carantonha num leve e feliz sorriso. E porquê? Porque há sempre um lado positivo em todas as más notícias.

Não acredita? Então, veja lá esta história. Em 1930, um pasteleiro alemão, desterrado no Estado americano do Missouri, resolveu fazer um bolo de café. O problema é que, com o seu jeitinho de Ela Mistério, colocou manteiga a mais na massa do bolo. Quando o tirou do forno, o resultado era um bolo molhado e pegajoso. Qualquer pessimista teria deitado o bolo directo para o lixo, o pasteleiro colocou-o à venda. Passados alguns minutos, o bolo tinha desaparecido. Mais de 80 anos depois, a receita é uma das mais famosas da pastelaria americana.

De facto, o bolo podia estar pegajoso, mas também estava fininho, molhadinho e com um irresistivelzinho sabor a manteiga. Tão irresistivelzinho que eu acho que o vou fazer hoje. A melhor receita que encontrei foi no fantástico blog The Domestic Rebel. Tudo o que vou precisar é de uma embalagem de preparado para bolo, manteiga, ovos, queijo creme, extracto de baunilha e açúcar de confeiteiro. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

5820e7a2150000d804532399.jpeg

 

pára tudo! este é o vídeo mais curto de sempre: mousse de nutella para aprender a fazer em 18 segundos

Captura de ecrã 2016-11-13, às 23.58.19.png

Entra directamente para o Livro Guinness dos Recordes do Casal Mistério como o vídeo mais rápido, mais curto e mais fácil que já publicámos. Tem apenas 18 segundos e ensina a fazer uma mousse de Nutella. E o que é uma mousse de Nutella, pergunta V. Exa.. Já perguntou? Óptimo. Então aqui vai: uma mousse de Nutella é uma mousse de chocolate, só que, em vez de chocolate, leva Nutella. 

Esta speedy receita foi feita por um dos nossos mini-misteriosos absolutamente fanáticos por Nutella e é só mesmo para quem adora aquele creme de chocolate e avelãs. Mas o melhor é ver o vídeo e decidir por si. Como é tão fácil de fazer, não tem nada a perder.

 

 

mousse de chocolate e castanhas, a melhor maneira de comemorar o são martinho

Cá em casa o Dia de São Martinho comemora-se com a dignidade que a data merece. E como este ano não dá para vestir o fato-de-banho e ir até à praia, resolvi fazer todo um dia dedicado às castanhas. Além de castanhas assadas, vou fazer uma sopa de castanhas (veja aqui), um prato com castanhas e uma sobremesa de castanhas.

E é essa sobremesa que me traz hoje aqui ao seu encontro virtual. A receita é do fantástico site Epicurious e trata-se de uma deliciosa e ultra-fácil mousse de chocolate – e castanhas, claro. Para fazer esta maravilha, só vou precisar de castanhas cozidas, leite gordo, açúcar, extracto de baunilha, flor de sal, chocolate semi-amargo com pelo menos 70% de cacau, brandy e natas batidas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita completa aqui.

EPI_120315_CHOCOLATEMOUSSE_169.jpg

 

 

tarte de chocolate e coco sem açúcar nem farinha, o nosso remédio anti-trump

Depois do exótico resultado eleitoral de ontem, o único antídoto contra a loucura que se está a espalhar por todo o mundo é afogar as mágoas numa deliciosa tarte de chocolate sem farinha nem açúcar. E para isso, a melhor solução é esta fantástica receita do blog de Jacquelyn Clark. Apesar de ser um blog de design de interiores, ali consegue encontrar fantásticas receitas – todas com óptimo aspecto, claro.

Para fazer estas tartes e enterrar a cabeça num verdadeiro paraíso de chocolate, só vai precisar de coco ralado, farinha de amêndoa, óleo de coco, sal e xarope de ácer para a base. Para o recheio, separe leite de coco, chocolate semi-doce partido em pedaços e extracto de baunilha. Finalmente, vai precisar de amêndoas e mais coco ralado para o topping. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

coconut-chocolate-tarts_2-480x722.jpg