Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

brownies de ferrero rocher e nutella para fazer em apenas 15 minutos

O que eu mais gosto no Natal é da harmonia familiar. Não propriamente da paz e harmonia de uma família feliz à mesa, mas mais da paz e harmonia de um casal na cozinha. O Natal é a única época do ano em que eu tenho alguma paz na escolha dos ingredientes. Se quero fazer um bolo com açúcar, ninguém olha para mim de lado; se quero encher uma mousse com Nutella, ninguém lança um suspiro de culpa; se quero fazer uma sobremesa calórica, ninguém me estraçalha em modo Extreminador Implacável. Resumindo, a minha querida Mulher Mistério está zen.

E antes que Ela acorde desta hibernação natalícia, vou é fazer estes fabulosos borownies de Nutella e Ferrero Rocher do fantástico site australiano Taste. Não sei bem porquê, mas sempre que o Natal chega há um Ambrósio que desce sobre mim e se torna obcecado por Ferrero Rocher. No ano passado, fiz um bolo deslumbrante; este ano, vou fazer estes brownies facílimos.

Tudo o que vou precisar é de Nutella, bombons Ferrero Rocher, ovos, farinha, açúcar mascavado, chocolate preto e cacau em pó. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

ferrero-rocher-brownies-125948-1.jpg

 

como fazer o melhor e mais fácil tiramisú para este natal

Acho que engordei cinco quilos nos últimos dois dias só por causa da quantidade de receitas de bolos maravilhosos que vi na Internet. Esta costuma ser a época mais sensível do Natal, quando eu dou tudo por tudo para tentar arrasar o resto da família no almoço em casa da minha sogra. O Ricardo Araújo Pereira compete com o cunhado através das iluminações de Natal, eu compito com a sogra através dos doces. E com a cunhada. E com a tia. E com a prima.

Como os dotes culinários da minha querida Sogra Mistério se resumem a uma mousse de chocolate Alsa (ao menos podia ser Royal...), eu levo sempre dois doces para impressionar. E como também preciso de impressionar no Natal do pai, da mãe e no brunch de dia 25 que temos cá em casa, não sobra muito tempo para invenções. Os doces têm de ter um aspecto deslumbrante, um sabor delicioso e uma simplicidade desconcertante.

Feitas as contas, entre os bolos fornecidos para todos os lados da família, não me sobra muito mais de meia hora para cada receita. Por isso, foi com profunda alegria que descobri este facílimo tiramisú do Jamie Oliver. Além de tão espampanante como a Lili Caneças em noite de réveillon, consegue ser mais rápida do que o Carlos Moedas em hora de discurso.

tiramisu (1).jpg

 

 

vídeo: como fazer os brownies de chocolate mais cremosos para o seu natal

IMG_6062edit.jpg

São as duas grandes dúvidas na vida de qualquer ser humano. Até aos 10 anos, não sabemos bem se o Pai Natal existe mesmo; a partir dos 10, sonhamos descobrir como se fazem aqueles brownies de chocolate com o interior cremoso, quase em jeito de mousse.

Grande parte da minha vida adulta foi uma cruzada em busca da receita perfeita. Aquela receita que deixa o exterior com uma fina capa de bolo e o interior com um irresistível creme de chocolate. Aquela consistência que se desfaz a cada toque do garfo e que quase derrete dentro da boca.

Pois bem, é para desfazer esse grande mistério da vida adulta que estou aqui hoje. Encare este post como um presente directamente da Lapónia para a sua mesa de Natal. E tudo o que precisa de fazer é ver um tentador vídeo de 59 segundos.

 

 

 

como fazer o bolo de chocolate mais cremoso do mundo para celebrar connosco a vitória nos blogs do ano

Hoje só podia aparecer aqui com uma receita destas. Menos de 24 horas depois de termos ganho o prémio de Melhor Blog do Ano, na categoria de culinária, pela segunda vez consecutiva, e pouco mais de 24 horas antes de lançarmos o nosso segundo livro, estamos num estado de excitação em que parecemos o José Castelo Branco à frente de um casaco de plumas.

Hoje não há cá dietas ou hesitações. Hoje é dia de festa. E em dias de festa quem é que quer ouvir a palavra "light"? Eu não, seguramente! Se quiser falar hoje comigo, pode usar palavras como "bolo", "chocolate", "cremoso", "derretido", "doce" e afins. E foi de todo esse contagiante vocabulário que me lembrei quando olhei para esta fabulosa receita do fantástico blog Sally's Baking Addiction. Trata-se de uns fantásticos mini-bolos de chocolate com o interior derretido. Mal espeta a faca na superfície, o interior espalha-se pelo prato como se fosse um incrível vulcão de chocolate.

Parece-me a melhor receita para fazermos todos esta noite e comemorarmos com os nossos queridos leitores este fantástico prémio. Para fazer esta maravilha só vai precisar de chocolate semi-amargo, manteiga sem sal, farinha, açúcar de confeiteiro, sal e ovos. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

chocolate-molten-lava-cakes-600x900.jpg

 

 

guia de emergência para o seu natal

Está desesperado e ainda não sabe como é que vai surpreender a sua família e arrasar a sua sogra este Natal? Não se preocupe: chegou o Casal Mistério para o salvar!

Este é um post S.O.S. com todas as dicas, receitas e truques de última hora para preparar a melhor consoada de sempre.

Comecemos pelos aperitivos: por que não inovar e fazer um fantástico húmus de beterraba para abrir as hostilidades? Com umas tostinhas, é um vício ainda por cima saudável (veja aqui)! Mas há mais...

19120567_h0WiD.jpeg

 

 

um delicioso bolo de chocolate vegan, sem glúten e sem lactose para este natal?! só podia ser uma receita do jamie oliver

Um Natal sem uma receita do Jamie Oliver é como o Jerónimo de Sousa sem um ditado popular. Já faz parte da mobília. E por isso é que hoje apareço aqui acompanhado por este divinal bolo de chocolate vegan, sem glúten e sem lactose. Cá em casa, estou a ser altamente pressionado pela minha querida Mulher Mistério para fazer um bolo saudável para o Natal. Sim, o meu único momento de liberdade calórica do ano está em risco. Aqueles dois dias em que eu podia comer à vontade troncos de Natal de Nutella (veja aqui), cheesecakes com leite condensado (dê uma vista de olhos aqui), bolos de chocolate recheados com mousse (não vai resistir a ver a receita aqui)... Está tudo em risco. Por isso, resolvi precaver-me: se, mais uma vez, demonstrar que não passo de um pau mandado nas mãos Dela, pelo menos que tenha uma solução de recurso saudável mas deliciosa.

A receita é do fantástico Jamie Oliver e leva margarina vegan, farinha sem glúten, açúcar amarelo, extracto de baunilha, iogurte de soja, fermento sem glúten, goma xantana (um aditivo natural que ajuda a dar consistência ao bolo), cacau em pó, leite de arroz e framboesas frescas. Para fazer a cobertura, vai precisar de açúcar de confeiteiro, chocolate sem leite e mais cacau em pó, margarina vegan e iogurte de soja. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

20136889_DjtuM2.jpg

 

como fazer o cheesecake mais fácil e delicioso para o seu natal

Está desesperado? Ou desesperada? O Natal está aí a chegar e não sabe bem que bolo é que há-de fazer? Quer deixar a família de queixo caído no chão e poça de baba à frente e não sabe o que cozinhar? Pois bem, meus caros e ilustres concidadãos natalícios, é nestes momentos que falta um cheesecake delicioso e facílimo de fazer. Daqueles que nos deixam a tremer os joelhos só de o ver passar à distância.

Na semana passada, recebemos um desafio da Philadelphia, a marca de queijo creme que usamos sempre em casa. Convidaram-nos a experimentar fazer uma fantástica receita de cheesecake. Como nós não somos de recusar um bolo a rir-se para nós, juntámos a Família Mistério para fazer esta tentação no fim-de-semana. E o resultado é de cair para o lado.

cheesecake.jpg

 

donuts de oreo, o presente que fará qualquer criança feliz este natal

E se, em vez de deixar durante a noite para o Pai Natal as bolachinhas e o copo de leite do costume, fizer uns deliciosos donuts de Oreo? Confesse lá, na noite da consoada, o velhinho das barbas brancas merece, não acha? Aliás, todos nós merecemos. É uma espécie de recompensa pelo esforço e pela azáfama dos últimos dias. E as crianças vão delirar, porque o Pai Natal não vai conseguir comer tudo e a manhã de Natal vai ser ainda mais divertida e alegre (e calórica, é certo, mas nesta época não se pensa em dietas). Esta incrível receita que descobri no blog Broma Bakery só demora 30 minutos a fazer. Tem é de ter em casa uma forma para donuts…

Só precisa, para a massa dos donuts, de farinha, cacau em pó, açúcar mascavado, bicarbonato de sódio, fermento, sal, um ovo, leite, óleo vegetal, vinagre de vinho branco, extrato de baunilha e Oreo raladas. Para a cobertura, tem de comprar queijo creme, leite, açúcar em pó e voltar a usar o extrato de baunilha e mais Oreo raladas. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 a 9 donuts, espreite aqui a receita original.

OreoDonuts-2-683x1024.jpg

 

 

e se em vez de uma mousse de chocolate fizer uma deliciosa mousse de abóbora sem açúcar para este natal?

Domingo é dia de experiências na cozinha. Especialmente se for um domingo de Sporting-Benfica. Assim, eu enfio-me na cozinha, Ela enfia-se na sala e não há cá discussões. Quando estivermos juntos, será só para comer. Por isso, espero que o ambiente seja relativamente tranquilo. E hoje encontrei, no fantástico blog Broma Bakery, a receita ideal para mediar conflitos futebolísticos familiares: uma fabulosa, cremosa, deliciosa (e outras coisas acabadas em "osa") mousse de abóbora com crème fraïche, gengibre e xarope de ácer, o que afasta de nós essa tentação do demo que é o açúcar. 

Tudo o que vou precisar é de natas para bater com 30% a 40% de gordura, crème fraîche, extracto de baunilha (se gostar, coloque cerca de meia colher de chá), puré de abóbora, xarope de ácer, canela em pó, gengibre fresco ralado, noz moscada, cravinho, flor de sal e bolachas de gengibre. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Pumpkin-Mousse-5.jpg

 

por fora é um bolo de chocolate maravilhoso, por dentro é uma mousse cremosa e irresistível: tem mesmo de ver este vídeo!

Bolo Cremoso 4.jpg

Só há uma coisa melhor do que um bolo de chocolate: é um bolo de chocolate (calma, o meu poder de repetição ainda não chegou tão longe...) que é cremoso por dentro. Eu explico: por fora é um bolo de chocolate maravilhoso, por dentro é uma mousse cremosa e irresistível. Já está a ver do que é que estou a falar? Calculei. Só que esta fantástica sobremesa de Natal tem mais uma incomparável vantagem: além da tal mousse cremosa por dentro, ainda leva uma mistura irresistível de frutos vermelhos.

Quando a colher rebenta a capa firme do bolo, sai lá de dentro um creme aveludado que me deixa a babar durante três dias seguidos. Esta fantástica receita de Natal que colocou toda a Família Mistério em transe foi-nos sugerida pela Chef Express, a marca de robôs de cozinha do Pingo Doce, que nos lançou o desafio para a experimentarmos em casa. 

Tudo o que precisa – além da Chef Express, claro – é de seis simples ingredientes. Mas se não está com paciência para me continuar a ler, o melhor é aprender a fazer a receita neste vídeo de apenas 50 segundos.

 

 

o melhor bolo-rei de lisboa, com mais de mil votos, é...

12118864_981100825280436_4416191807490528109_n.jpg

Vamos dizer isto com muito cuidado para não trasnformarmos o nosso bolo-rei numa nova Miss Colômbia: o vencedor é... a Confeitaria Nacional. Depois de uma semana de votação, a pastelaria de Lisboa ganhou a eleição do Casal Mistério com quase 70% dos votos dos leitores, contra 31,9% da Garrett, no Estoril.

Os dois finalistas foram encontrados através de uma prova-cega de cinco bolos-reis realizada pelo júri mais exigente do país: José Avillez, o único chef português com duas estrelas Michelin; e a Marta, que, como quase todas as crianças de 10 anos, odeia bolo-rei.