Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a cafetaria do el corte inglés, o caldo verde empapado e a empregada a enfiar a mão dentro do sumo

ElCorteIngles_01.jpg

O serviço 

A empregada aproximou-se com um enorme alguidar cheio de sumo nas mãos, num esforço quase sobrehumano. Ao chegar ao lado daquelas máquinas de sumo que estão constantemente em rotação, começou a entornar cuidadosamente o líquido para dentro do recipiente.

Até aqui, tudo estaria bem se, de repente, um dos acessórios da máquina não tivesse caído para dentro do sumo. E a senhora não tivesse pousado o alguidar no balcão, arregaçado a manga e introduzido a sua delicada mão dentro do sumo para retirar o acessório. A seguir limpou a mão e fechou a tampa da máquina como se nada fosse. Para ela, o sumo estava pronto para ser bebido pelos clientes.

Este episódio dantesco foi só o pináculo de uma refeição para esquecer. Carregados de sacos de presentes, resolvemos sentar-nos os dois ao balcão da cafetaria do El Corte Inglés para comer qualquer coisa rápida ao almoço. Falha. Erro. Drama.

Além de termos ficado mais próximos desta cena, comemos. E isso nem sempre é bom.

Captura de ecrã 2014-12-13, às 16.24.34.png

A ementa 

Eu pedi um caldo verde com chouriço e broa de milho que vinha com um óptimo aspecto na fotografia da ementa. Comecei a salivar de prazer e já estava quase de babete ao pescoço quando me chegou à frente um prato de sopa empapada com batata a mais e chouriço a menos. Além de estar muito próxima da argamassa, a sopa trazia duas rodelas de chouriço com a consistência típica de uma pastilha elástica Super Gorila. Virei-me para a broa num gesto de desespero típico de um náufrago que vê ao lado a última bóia salva-vidas, mas... nova desilusão: a broa era tão enfartante que eu mais parecia a réplica de Cavaco Silva a comer uma fatia de bolo-rei. A seguir pedi um presunto com mozarela e pesto que veio acompanhado com grissini e pão banalíssimos.

Ela preferiu uma salada de frango com amêndoas, nozes, alface, maçã e molho de iogurte magro. Estava francamente melhor do que o caldo verde, mas ainda hoje Ela continua à procura das nozes, das quais não encontrou quaisquer vestígios.

Captura de ecrã 2014-12-13, às 16.24.22.png

O ambiente

Ao entrar aqui senti-me a chegar a Badajoz nos anos 80, quando ficava maravilhado com umas escadas rolantes ou um saco cheio de caramelos. O problema é que o mundo mudou e a cafetaria do El Corte Inglés parou. Tanto no estilo das cadeiras, como nas ementas plastificadas e com fotografias.

Não percebo como é que é possível ter lado a lado dois espaços tão diferentes como o Cinco Jotas Gourmet e a Cafetaria. É a mesma coisa que comparar Montecarlo com Pyongyang. O problema é que, desta vez, nós almoçámos em Pyongyang.

995.jpg

O bom 

Perdão, importa-se de repetir?

O mau 

O caldo verde

O péssimo 

A mão da empregada dentro do sumo

 

A minha solidariedade para com as pessoas que beberam aquele sumo, onde quer que elas estejam,

Ele

 

fotos: cinco jotas gourmet, zomato, el corte inglés

a ilusão dos cheques mágicos do el corte inglès

Ia eu todo lampeiro para o El Corte Inglès, convencido que era mais esperto do que o resto do Mundo e que ia aproveitar essa grande promoção dos cheques mágicos, quando cheguei à caixa para pagar. Para mim, não havia dúvidas. Tinha lido as letras gordas do anúncio e isso chegava-me: "Tudo o que comprar devolvemos-lhe em cheques mágicos de €10 para as suas próximas compras". Como é que é, o valor total da minhas compras? Mas isso é maravilhoso! É mais barato do que o Minipreço!

- Ela, leva também papel higiénico que isto compensa! E detergentes. E Coca-colas. E arroz. E água. E vinho. E tudo o que encontrares e que está à venda muito mais barato no Lidl. 50% de desconto compensa mesmo!

E foi com este entusiasmo inteligente que chegámos com dois carrinhos apinhados à caixa. Passámos tudo, pagámos e recebemos 200 euros em cheques mágicos. Uma maravilha! Até que a menina nos perguntou, só por desfastio, se conhecíamos o regulamento.

- O regulamento?! Claro que sim. Da próxima vez, posso usar os cheques para pagar as minhas compras. Isto é maravilhoso! Nem percebo como é que o supermercado não está mais cheio. Isto anda tudo a dormir...

- Sim, sim, pode usar um cheque de 10 euros por cada 50 euros de compras. Mas, atenção, que só pode descontar um cheque por cada talão de compra. Se gastar 300 euros e pagar de uma vez, só pode descontar um cheque.

- Como é que é?!?!?!?!?! 10 euros por cada 50?!?!?!?!?!?!?!? Então para chegar aos 200 eu tenho de gastar mil euros?!?!?!?!?!?!?!?! E ir 20 vezes ao El Corte Inglès?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!? 

E foi neste momento que percebi o grandessíssimo quadrúpede que sou. E as deliciosas pessoas que são os senhores da publicidade do El Corte Inglès.

Isto passou-se.

E, esta semana, tive de voltar ao El Corte Inglès só para comprar uns queijos e uns gelados Santini e, já agora, levei os cheques mágicos que estavam perdidos lá em casa. Quando cheguei – agora, sim, um homem prevenido – perguntei se podia descontar os cheques em todas as compras. 

- Não, pedimos desculpa, mas não aceitamos em compras no Club Del Gourmet. Nem no Espaço Saúde. Nem na área da restauração.

[Muito obrigado por terem avisado tudo isso devidamente nas letras minúsculas que eu não li no rodapé do anúncio.]

Fui fazer as minhas compras e, por sorte, os gelados do Santini estavam à venda fora do Club del Gourmet, numas arcas ao pé das águas do Luso. Quando fui pagar, nova surpresa.

- Pedimos desculpa, mas os gelados do Santini são do Club del Gourmet, não pode usar os cheques mágicos para pagá-los.

[Já não me bastava a irritação com a constante repetição do "El" Corte e do "Del" Gourmet e ainda tinha de levar com isto!]

- Mas os gelados estão fora da área gourmet. Como pode ver, estão fora.

- Não, mas ali é tudo gourmet.

- Mas a placa a dizer gourmet só está mais à frente. E os gelados estão ao lado das águas do Luso. As águas do Luso também são gourmet?

- As águas não, mas os gelados são.

- Deixe estar, fique com os cheques mágicos para si.

E foi aqui que percebi o nome: Mágicos – transformam uma promoção numa ilusão.

 

Um abraço para os meus 200 euros, onde quer que eles estejam,

Ele