Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

peitos de frango recheados com espargos e queijo, o jantar perfeito contra o mau humor de segunda-feira

É oficial: um estudo científico divulgado esta semana provou que a segunda-feira é o pior dia da semana. Eu acho que não precisava desta investigação, da Universidade do Vermont, nos Estados Unidos, que se deu ao trabalho de analisar 50 milhões de tweets por cada dia da semana, para chegar à mesma conclusão que toda a gente já chegou há décadas: as segundas-feiras são um dia de mau humor. Péssimo humor! Terrível humor!

Segundo os resultados desta análise das mensagens enviadas por toda a gente através do Twitter, o humor está no fundo do poço à segunda-feira. Depois, vai crescendo lentamente à medida que a semana avança até atingir o seu pico ao sábado. Ao domingo, cai ligeiramente e à segunda há uma hecatombe que nos atira para o nível de estado de espírito do José Sócrates cada vez que vê um polícia à frente.

E é exactamente para melhorar o meu habitual humor de segunda-feira que hoje guardei para o jantar uma receita fácil, deliciosa e cheia de queijo derretido a escorrer, do delicioso blog I Wash, You Dry.

Trata-se de uns fantásticos peitos de frango recheados com espargos e queijo que só levam seis simples ingredientes. Além dos peitos de frango, dos espargos e do queijo, vou precisar de paprika, raspas de limão e alho em pó (só por não precisar de cortar o alho, já estou a pressentir o humor de terça a chegar). Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Asparagus-Stuffed-Chicken-7-copy.jpg

 

salmão crocante com chips de batata doce para fazer em menos de 20 minutos no forno

Vamos lá ver se nos entendemos: por esta altura do ano já devíamos estar a tirar os cachecóis da naftalina e os edredons do fundo do baú. Já devíamos estar a comer estufados, guisados e castanhas assadas para nos aquecer do frio. Já devíamos estar a sonhar com o Pai Natal e a queixar-nos que o Verão nunca mais chega.

Não é suposto andarmos de T-shirt na rua, às dez da noite, em pleno Outubro. Não é suposto vermos a Assunção Cristas a desfilar vestidos com kiwis estampados nem o Fernando Medina a destilar suor na noite eleitoral. O mundo está louco e é preciso agir urgentemente.

Pela minha parte, faço o que me compete: vou preparar um jantar fácil, leve e veranil para combater o calor. E para isso recorri ao sempre útil site The Kitchn onde encontrei um espectacular salmão crocante com uns fantásticos chips de batata doce. E nem sequer precisa de sujar nada. Tudo se vai passar em cima de uma folha de papel vegetal que depois segue directamente para o lixo.

Para fazer esta maravilha, só vou precisar de lombos de salmão, sumo de limão espremido no momento, alho picado, salsa picada, espargos e batata doce (a receita original é com batata vermelha, mas eu sou um fiel militante da batata doce). Para saber as quantidades certa de cada ingrediente, consulte a receita completa aqui.

salmao.jpeg

 

 

massa folhada com espargos, presunto e parmesão, uma receita fácil e irresistível só com 5 ingredientes

Há receitas assim, que nos conquistam ao primeiro olhar. Alguém resiste a esta maravilha? Já me estou a imaginar a dar uma trinca nesta delícia, e ficar com aquela sensação - não de absorção - mas de que só vou parar quando acabar com o tabuleiro todo. Descobri esta maravilha num site polaco, o Kwestia Smaku, (sim, sou poliglota, não, estou a brincar: ainda não sei falar polaco mas tenho um excelente dicionário em casa) e não vou descansar enquanto não pedir ao meu querido Marido Mistério para fazer. Ou melhor, esta receita é tão fácil que vou ter um ataque de loucura e, desta vez, vou eu vestir o avental. Sem medos.

Só preciso de 150 g de massa folhada com uma espessura de cerca de 2 mm, 12 espargos verdes, fatias finas de presunto e queijo parmesão ralado.

szparagi_w_ciescie_francuskim_01_0.jpg

 

 

o petisco mais original deste verão: espargos crocantes com parmesão para fazer no forno

Uma das coisas que mais me custa quando estou de dieta (que é basicamente sempre) é chegar a casa e não poder petiscar, ao lado do meu querido Marido Mistério, umas amêndoas, uns pistácios, umas batatas fritas, uma mini, enfim, pequenos prazeres da vida a que infelizmente só alguns privilegiados (aquela espécie de gente que abomino porque come, come mas não engorda, ou aqueles que invejo profundamente porque comem, engordam e se estão absolutamente nas tintas) têm acesso.

Sabendo deste meu desgosto, o meu querido Marido Mistério (que é um anjo na terra) decidiu surpreender-me ontem ao fim da tarde com esta deliciosa receita do blog Damn Delicious: uma alternativa saudável às calóricas batatas fritas.

Ele só precisou de pão ralado panko, queijo parmesão ralado, sal e pimenta preta moída, espargos, farinha e dois ovos batidos.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

IMG_2791edit.jpg

 

camarão e espargos no forno com manteiga de alho: quem disse que segunda-feira é um dia de neura?

É. É um dia de neura, não há como negá-lo. Mas podemos melhorá-lo substancialmente. Como? Com a perspetiva de um ótimo jantar para nos animar. E, de preferência, fácil porque ninguém merece estar mais de meia hora numa cozinha a uma segunda-feira. Sim, esta deliciosa receita do blog Carlsbad Cravings demora 10 minutos a preparar e 12 no forno.

Só precisa de espargos verdes médios com as pontas cortadas, azeite, alho, sal, pimenta, camarão descascado, paprika, priripíri, salsa, sumo de limão e manteiga.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

Roasted-Lemon-Butter-Garlic-Shrimp-4.jpg

 

 

camarão com lima e mel, um jantar fácil e leve para fazer em dez minutos

Antes de qualquer outra coisa, um detalhe fundamental para responder à pergunta que a minha querida Mulher Mistério ainda não sabe que me vai fazer logo à noite: este jantar divinal tem apenas 266 calorias. Eu podia arredondar para as 250 para ser ainda mais persuasivo, mas acho que o rigor é importante. Duzentas e sessenta e seis calorias é o que têm duas imperiais e meia – e isso é coisa que Ela bebe com algum à-vontade, mesmo em plena dieta.

Por isso, hoje não vou hesitar um segundo antes de entrar na cozinha para fazer esta maravilhosa receita, do site Buzzfeed, que combina na perfeição a acidez da lima com o doce do mel. Tudo o que vou precisar é de meio quilo de camarão grande, alho picado, mel, uma lima, espargos verdes fininhos e cortados ao meio e um pimento. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

sub-buzz-29844-1491949103-17 3.jpg

 

tosta de pão alentejano com espargos grelhados e ovo escalfado, o nosso brunch deste domingo

Domingo é dia da Família. Dia do Senhor. Dia de Brunch. Dia da Asneira na minha Dieta. Para ser sincera, ontem também foi o Dia da Asneira na minha Dieta. Por isso, hoje vou só fazer meia asneira, vou pecar um bocadinho e depois penitencio-me à noite. Tenho muita pena mas eu não consigo resistir a um bom pão alentejano. E o meu querido Marido Mistério, em vez de me ajudar nesta minha luta sem fim, chega-me a casa ontem com o melhor pão alentejano que já provei na minha vida. Começo a achar que Ele me quer engordar só para ninguém olhar para mim. Será? Ou será que me quer tentar como Jesus Cristo no deserto? Se for o caso, tenho uma má notícia para Ele: não nasci para Messias e infelizmente cedo logo à primeira tentação… Por isso, vou aproveitar este maravilhoso pão alentejano que Ele sadicamente trouxe para casa para fazer esta receita deliciosa do Jamie Oliver para o brunch: tosta com espargos grelhados e ovo escalfado (que não engordam!), por isso a única asneira desta receita é mesmo o pão!

Vou precisar de pão alentejano cortado às fatias, azeite extra-virgem, espargos selvagens, paprika, ovos, queijo parmesão e folhas de hortelã frescas. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

c1549ebdf0813c026d5eb6d35e4328e8.jpg

 

ovos quentes com “soldadinhos” de espargos, o brunch perfeito para fazer em casa este fim-de-semana

É sexta-feira! Yeaah! Amanhã é dia sem despertador! Yeaahh! E invariavelmente é dia de brunch cá em casa. Tão bom. Já aqui contei que os ovos quentes são quase um ritual na Mansão Mistério ao fim-de-semana. Ele adora fazê-los no ponto e os miúdos já os fazem sem a supervisão Dele.

Eu? Eu só como, claro. Mas o meu querido Marido Mistério, que é irritantemente magro, costuma acompanhar estes ovos (super saudáveis, diga-se) com uns palitos de pão torrado a que chama soldadinhos (mais uma tradição inglesa que Ele garante que “alegadamente” herdou da família – não sei se já partilhei aqui mas Ele acha que ainda é parente do Churchill).

O que para aqui interessa é que soldadinhos de pão torrado são incompatíveis com a minha eterna dieta. Por isso, amanhã, vou fazer esta receita do blog Clever Carrot, que substitui o malfadado pão por uns espargos enrolados em algo… potencialmente calórico, eu sei. Mas é tão bom… Só vou precisar de espargos, presunto, salame, ovos, azeite, sal e pimenta. Veja a receita original e as quantidades certas destes ingredientes para 4 pessoas.

IMG_0545_2new1.jpg

 

o meu almoço de hoje: salada de burrata, presunto, tomate e espargos assados

Já deu para perceber a minha obsessão por burrata e espargos? Cada vez que descubro uma receita nova que inclua estes dois ingredientes, levanto as mãos aos céus. A burrata é pura e simplesmente uma dádiva divina. Os espargos são pura e simplesmente viciantes. Por isso, vou já pedir ao meu querido Marido Mistério para ir para a cozinha e fazer esta deliciosa salada. Cada um no seu devido lugar: eu vou ao supermercado, ele vai para a cozinha. Ah e tal, isso não é normal. Quem disse que somos um casal normal?

 

 

espargos com molho de parmesão, uma entrada tão fácil que parece mentira

Ora aqui está uma ótima e facílima entrada para um jantar de cerimónia ou (porque não?) para a sua consoada. Gosta de espargos? Eu adoro! Comemos imenso cá em casa e os miúdos deliciam-se! São tão fáceis de fazer que muitas vezes substitui a "famigerada" sopa ao jantar. Esta receita do blog l'exquisit é deliciosa e requintada. Por isso, vou testar com os miúdos e, se for um sucesso, faço no próximo jantar cá em casa. Só preciso de espargos, azeite e flor de sal. E para o molho de parmesão, vou precisar do queijo parmesão, pois claro, 1 gema de ovo, vinagre, mel, caldo de legumes, mostarda Dijon, óleo de girassol e sal. Se quiser saber as doses certas dos ingredientes para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

4e3fdfb6dd8bde164b8e528979e3936f.jpg

 

 

um jantar perfeito para um domingo de outono: bruschetta de espargos, brie e presunto crocante

Acho estes dias um bocadinho esquizofrénicos: de dia está um sol maravilhoso, à noite só apetece é ficar por casa e acender a lareira. E isso é o pior que há para quem quer fazer dieta. Está uma pessoa embrulhada em mantas em casa e o que é que faz? Vai ao frigorífico e inventa uma desculpa para começar a dieta amanhã. E essa desculpa encontrei-a neste delicioso site Heather Christo com esta tentadora receita que me fez esquecer a malfadada dieta mais uma vez. Ainda por cima é facílima de fazer. Até uma iletrada na cozinha como eu consegue. Querem ver?

 

taça de salmão e arroz selvagem com molho tailandês, uma quase-salada de outono para um almoço saudável

Não é uma salada mas podia ser, porque é tão verde e cor-de-rosa que é quase, quase uma salada. Saudável é com certeza. E também é saborosa e original, porque o molho é inspirado nos típicos sabores tailandeses, como a lima, o molho de peixe e o chili, a hortelã e os coentros, o que significa que esta receita, do blog Little Sugar Snaps, é ligeiramente picante e deliciosamente surpreendente. 

Thai-Salmon-Rice-Lunch-Bowls-5-of-5.jpg

 

 

qual a melhor maneira de começar a sua semana? com uma receita deliciosa que não suja nenhum prato – zero!

É segunda-feira, aquele dia que devia ser abolido do calendário, o início do inferno, o princípio do suplício, o começo do sofrimento, o arranque da angústia, o primeiro dia daquela parte horripilante da sua semana, o sinónimo mais frustrante de "trabalho". É aquele momento em que olha para a frente e só vê mais quatro dias intensivos a acordar cedo, sair tarde, aturar o chefe, ignorar os colegas e dar cabeçadas no monitor cada vez que o computador bloqueia. Está infeliz? Eu também. E para agravar as coisas, vou contar-lhe uma novidade: 99,999999999% dos restaurantes do país estão fechados. Até nisso a segunda-feira é um dia para esquecer. Ou não. Porque há sempre uma boa solução para uma segunda-feira de sofrimento: chegar a casa, abrir uma garrafa de Maritávora branco (o de 2011 custa cerca de 8 euros) e fazer um delicioso jantar que não suja louça nenhuma.

Ouviu bem? Nenhuma. Nem tachos, nem panelas, nem pratos... A receita milagrosa é do fantástico blog Cooking Classy.

salmon-and-asparagus-in-foil8-srgb..jpg

 

 

tarte folhada de espargos com queijo gruyere, um acompanhamento vegetariano para o seu almoço de páscoa

Mais uma receita para a Páscoa? Mais uma receita para a Páscoa. Ela não se cansa de me lembrar constantemente que eu sei ser "persistente" (na verdade, Ela usa mais os adjectivos "chato", "maçador" e "azucrinante", mas em público eu prefiro apenas "persistente"). É simples: recuso-me terminantemente a ver toda a gente à minha volta a fazer as mesmas receitas de Páscoa todos os anos. É bom manter aquelas receitas emblemáticas: o cabrito ou o borrego, o folar, as amêndoas, os ovos. Mas depois convém introduzir algumas novidades, senão vamos sentar-nos à mesa no domingo como se estivéssemos em 1979 – com as calças à boca de sino e as patilhas até ao maxilar.

E é por isso que aqui estou eu, vosso amigo e salvador, para partilhar esta deliciosa receita de folhado de espargos com queijo Gruyere. A receita é da incomparável, da inigualável, da ímpar Martha Stewart e dá um excelente acompanhamento ou até um prato principal vegetariano. E, ainda por cima, é a coisa mais fácil do mundo de fazer.

02edf08_e_vert.jpg

Ingredientes 

  • 1 folha de massa folhada
  • 2 chávenas de queijo Gruyere ralado
  • 700 gramas de espargos frescos
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Sal
  • Pimenta 

 

 

salada de quinoa com morangos e espargos, um almoço light para se preparar para o verão

Estamos na Primavera, o calor aumenta, as roupas diminuem e é preciso encontrar soluções urgentes para manter a linha. Eu sei, ouço todos os dias essa penosa conversa. Desde o dia 21 de Março que se tornou praticamente impossível comprar um alimento cá para casa que não fosse verde – e não, Ela não é adepta do Sporting...

Foi por isso que dediquei os meus últimos dias a pesquisar as melhores receitas de saladas que existem na Internet. E foi quando já me tinha convencido de que era impossível fazer alguma coisa diferente que descobri esta maravilhosa receita do blog Oh She Glows. Além de ser feita com essa preciosidade da natureza que é a quinoa, pode ser servida quente ou fria, o que é ideal para estas semanas em que saímos de casa com 40 graus à sombra e voltamos enrolados num cachecol. 

 

Ingredientes

Para a salada

  • 1 chávena de quinoa crua
  • 1 alho francês cortado às rodelas
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 molho de espargos (sem os últimos dois centímetros do pé e cortados aos pedaços)
  • 1 chávena de morangos cortados aos bocados
  • 3/4 de chávena de ervilhas
  • 1 chávena de salsa fresca picada
  • Raspas de limão

Para o molho

  • 3 colheres de sopa de azeite extra virgem
  • 3 colheres de sopa de sumo de limão espremido
  • 1/2 colher de sopa de xarope de ácer
  • Flor de sal
  • Pimenta moída no momento

springsaladvegan-3637.jpg