Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

paraíso escondido, o turismo rural que ainda queremos descobrir na costa alentejana

19030555_932870886852833_5060625089078796726_n.jpg

O que eu gosto de descobrir hotéis assim: simples, despretensiosos, bem decorados e confortáveis. E melhor ainda: bem localizados! Não vou descansar enquanto não passar aqui uns dias. Não passa deste verão, ou deste outono, ok, não passa deste ano. Situado entre as praias da costa alentejana e a serra de Monchique, este Paraíso Escondido passou rapidamente para o topo da minha wish list. Adoro o conceito e sobretudo a sua história, que nasceu de um sonho de um casal (estas histórias só me inspiram a fazer o mesmo! Quando é que largamos tudo e abrimos o nosso próprio turismo rural, meu querido Marido Mistério?)

19113579_933597726780149_8123934984583003653_n.jpg

 

douro suites, o paraíso existe e é neste novo hotel de charme mesmo em cima do rio

17760009_424457741266585_8870014779614329713_n.jpg

Não, não estou a exagerar. O Douro Suites é provavelmente um dos mais discretos e surpreendentes hotéis em que já estivemos. E é literalmente em cima do Rio Douro.

Não se pode sequer chamar um hotel tal é a hospitalidade, o charme e o ambiente caseiro e familiar que se vive e respira por aqui.

Depois de sairmos da autoestrada ainda percorremos 28 km de curvas e contracurvas até uma pequena localidade chamada Pala (como as batatas fritas mas sem a repetição), em Baião.

Antes de chegarmos ao nosso destino, ainda passámos por um hotel de luxo com 72 quartos, o Douro Royal Valley, mas respirámos de alívio quando percebemos que o nosso pequeno paraíso estava escondido ali, mesmo ao virar da esquina, que é como quem diz ao virar da curva do Rio Douro.

17553540_422813281431031_7124161783654415816_n.jpg

 

 

10 lugares incríveis e pouco conhecidos na europa (e há 2 que apostamos que conhece)

A Europa é muito mais do que Londres, Paris e Roma. As grandes cidades são lindas mas há sítios que nos ficam na memória para sempre. Bruges, por exemplo, é maravilhoso. Já lá fui duas vezes! E queria voltar para mostrar à nossa prole mistério. Mas há muitos mais. Que o diga o site The Culture Trip que decidiu procurar os lugares mais bonitos mas também os menos conhecidos do velho continente e elegeu 19 sítios imperdíveis. Eu escolhi 10! Claro que há dois em Portugal e já estivemos em outros dois deles, além obviamente dos destinos cá da terrinha!

 

Hvar, Croácia 

shutterstock_258338417.jpg

Este é um dos destinos em que já estivemos e é absolutamente deslumbrante. Imagine uma fusão das cores do azuis turquesa do Adriático com uma herança cultural e histórica única. A cidade cresceu durante a Idade Média e foi um importante porto durante a República de Veneza. O porto de Hvar é palco de um autêntico desfile de barcos e iates de luxo que mais parece a Semana de Moda em Paris. No verão, difícil é escolher as inúmeras festas em barcos e bares de praia exclusivos como o Hula Hula e o Carpe Diem, onde a animação é garantida.

 

roteiro para passar 3 dias inesquecíveis em madrid

gran via.jpg

Adoro ir a Madrid. A cidade tem muita pinta, as lojas têm outro salero, respira-se cultura, anda-se imenso a pé, tem tudo. Menos uma coisa: mar. E isso para mim é fatal. Não sei se conseguiria viver na capital espanhola mas passava lá, se pudesse, pelo menos, um fim de semana por mês.

Além do óbvio roteiro cultural como os museus, os palácios e as exposições para explorar, o que mais gosto de Madrid é o contraste de tribos que se encontra, por exemplo, quando se vai do bairro da Chueca para o bairro de Salamanca. É mais ou menos como passar do Bairro Alto para a Avenida da Liberdade, só que em bom. Em muito melhor. Nós já lá estivemos várias vezes com e sem crianças e aqui ficam as nossas sugestões para 3 dias inesquecíveis em Madrid.

 

 

roteiro de sonho na comporta, um dos 25 melhores destinos do mundo segundo o new york times

comporta café.jpeg

Quando o New York Times – essa bíblia do jornalismo de referência – decreta, nós fazemos uma vénia. E desta vez, sou obrigada a concordar em género, número e grau com esta escolha. Todos os anos, o jornal norte-americano elege os destinos a conhecer e, dos 52 locais, a “nossa” Comporta está num honroso 25º lugar.

O New York Times chama-lhe “O anti-Algarve, a uma hora de Lisboa”. Explica que ao, contrário da região mais turística do país, a hippie-chic Comporta, uma antiga aldeia de pescadores, é uma reserva natural protegida, deliberadamente pouco desenvolvida mas repleta de europeus de topo. O jornal refere-se obviamente aos já habitués Christian Louboutin, Philip Starck e à família real do Mónaco, entre outros.

 

 

gin de ruibarbo... de quê? ah, ruibarbo. santa ignorância a minha!

Confesso que foi a cor que me fascinou. Quando vi este gin pela primeira vez, disse logo: "Tenho de fazer isto". Ok, admito, antes disse: "Tenho de beber isto". Só depois caí em mim e percebi que, à falta de um Ambrósio cá em casa, tinha de o fazer primeiro. Ou melhor, tinha de aprender a fazer primeiro. Pesquisei, pesquisei, pesquisei e encontrei a receita no blog The Boys Club. E foi aqui que me dei conta da minha ignorância: nunca tinha ouvido falar de ruibarbo. Claro que Ele, o mestre da culinária, estava farto de saber o que era: "Nunca viste? Parece um alho francês, só que os talos são cor-de-rosa!". Ahhh! Não faço ideia. Depois de muito me ofender, resolvi o assunto com um: "Então vai comprar porque preciso disso para fazer um gin." Palavra mágica. Deu meia volta e lá voltou Ele com um molho de ruibarbo. Depois recompensei-o com esta maravilha de receita.

rhubarb-3-straight-on-600x855.jpg

 

 

um refúgio de sonho junto a uma das melhores praias do algarve

13909355_10153828306236724_2029845055542509882_o.j

Abriu as portas em 2008 como um pequeno hotel rural com 7 quartos, agora já tem 9 quartos e 4 apartamentos, um hamam, uma sala para ioga e uma sala para refeições. A Companhia das Culturas é hoje um ecoturismo sustentável e orgânico rodeado por 40 hectares de pinheiro manso, cortiça e alfarroba, damasco e figo, azeite e laranja e ainda uma horta ecológica. O paraíso para quem gosta de campo e não vive sem mar.

 

destino de charme: moinhos de ovil, o segredo mais bem guardado do douro

2.jpg

Há surpresas assim. Coisas que aparecem na nossa vida absolutamente por acaso. Quando uma amiga minha me falou nos Moinhos de Ovil, primeiro estranhei… depois pesquisei. E que descoberta! Há lá melhor coisa do mundo do que um colchão, umas almofadas, um copo de vinho e um livro à beira-rio?

 

quinta m, o hotel de charme onde os quartos são tendas de luxo com o teto em vidro

12963875_1046616828720029_7101772487485558509_n.jp

Prepare-se para entrar num mundo à parte, de uma paz e tranquilidade únicas. Nem eu, que sou uma otimista por natureza, estava à espera de me deixar deslumbrar pelos pequenos detalhes da Quinta M, perto da Golegã, Santarém. 

Quando aqui chegámos, deparámo-nos com um portão de ferro pintado de verde-água que se abriu no segundo em que parámos o carro, com o GPS a repetir em loop: “Chegou ao seu destino!”. Foi quando descobrimos todo um mundo encantado, quase infantil, com pormenores e pequenos detalhes que são o espelho da forma como os proprietários recebem os hóspedes: com uma enorme simpatia e requinte.

 

as 10 vistas mais espetaculares do mundo

Eu sei que sou uma privilegiada e já tive a sorte de viajar para muitos países. Mas o mundo é tão grande e há tanto para conhecer! Espreite esta lista do site Bright Side, por exemplo: destas  vistas de cortar a respiração, só conheço uma. E cada uma é mais espetacular do que a outra.

Há, de facto, sítios incríveis por esse mundo fora e estes vão, seguramente, deixá-lo de boca aberta. O site escolheu 15 mas estes 10 são os meus preferidos. E não hei de partir desta para melhor sem conhecer cada um destes lugares, ouviste meu querido Marido Mistério? Nem que seja aos 90 anos…

 

Onde o Deserto se encontra com o Oceano, Namíbia 

290205-wzEhaak-1000-ea54f2adfb-1480946984.jpg

É provavelmente uma das imagens mais impressionantes desta lista. O deserto do Namibe que começa no sul de Angola, percorre toda a Namíbia e termina na África do Sul, tem umas das mais altas e impressionantes dunas de areia do mundo, e quando se encontram com Oceano Atlântico, criam esta paisagem mágica.

 

 

os 10 melhores hotéis que vão abrir em 2017

Eis a lista que faltava. A lista fundamental. A lista que todos os anos preparo na eventualidade de ganhar o Euromilhões. Imaginemos que é este ano. Porque não? Tudo é possível! Uma pessoa pode sonhar ou não? O espetacular site Travel Plus Style elaborou uma lista de 70 hotéis e mais alguns. Mas eu não sou tão ambiciosa e, mesmo se ganhar o Euromilhões, contento-me com estes dez. Se não ganhar, meu querido Marido Mistério, podes escolher um para irmos este ano.

Six-Senses-Krabey-Island.jpg

 

 

roteiro para passar 3 dias de sonho em barcelona

Nós somos apaixonados por Barcelona. Sempre que podemos, vamos até lá passar dois ou três dias. Já fomos a dois, num fim-de-semana romântico, e também com os nossos Filhos Mistério que ficaram encantados com a cidade. A dois, fomos de avião; em família, fomos de carro, claro, que o orçamento não dá para tudo! Os miúdos adoraram passear pelas ruas do Bairro Gótico, da Cidade Velha, deliciaram-se na Boqueria, ficaram fãs de Gaudí e elas, sobretudo, perderam-se nas compras no Passeig de Gràcia.

É uma viagem irresistível para o Carnaval ou para a Páscoa. E estes são os sítios onde tem mesmo de ir se passar três dias em Barcelona: onde dormir, onde comer e o que visitar, sem falta, na cidade.

barcelona-rutas-turisticas-alternativas.jpg

 

um fantástico dia de natal para as nossas pessoas preferidas (os nossos queridos leitores, claro!)

5c4d8542ddde999ec5a1b9f2b0732cad.jpg

a1dde0724947b9f5a936b675785c605e.jpg

d48bacc8264e2539684c0276fa63be61.jpg

Um beijinho de toda a Família Mistério!

 

fotos: pinterest

 

 

 

feliz natal aos melhores leitores do mundo... alimentem-se bem e bebam melhor ainda!

bb2bf17f05b7f0667ab0af7396a8a098.jpg

Aqui estamos nós de malas feitas prontos para celebrar o Natal, a época preferida da Família Mistério. Este fim-de-semana vai ser passado de casa em casa, com os presentes a tiracolo, com muita alegria, comida e bebida à mistura! Por isso, não vos vamos maçar com os posts gigantes d'Ele nem com as loucuras habituais d'Ela. Vamos só desejar a todos os nossos queridos leitores um Natal feliz e uma mesa farta!

 

 

panquecas holandesas: quem sabe o que são estas maravilhas feitas no forno?

Parece um post d’ Ele mas olhe que não. Sou eu, a Ela, que vos escreve, porque não resisti a partilhar aqui esta incrível receita do blog In My Red Kitchen. Mas sou obrigada a concordar com o meu querido Marido Mistério que um bocadinho de cultura gastronómica não mata ninguém. As chamadas panquecas “Dutch Baby” surgiram pela primeira vez, na primeira metade do século XX, num café familiar de um senhor chamado Victor Manca, em Seattle, nos EUA.

Na verdade, estas panquecas são de origem alemã e o seu nome terá sido uma interpretação de uma das filhas de Victor que em vez de “deutsch” terá dito “dutch”. E terão sido precisamente aqui que nasceram as “dutch babies”, umas fantásticas panquecas feitas no forno e muito leves e fofinhas. Depois deste pequeno momento José Hermano Saraiva, passo a explicar a receita.

Só precisa de ovos, leite, farinha, extrato de baunilha, sal e manteiga. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

Perfect-Dutch-baby-pancake-2-inmyredkitchen.jpg