Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer uns peitos de frango com arroz e salada e só sujar um pirex: a receita ideal para uma segunda-feira à noite

Ponha a tocar a Marcha Fúnebre. Hoje é segunda-feira e ainda faltam 100 longas horas de espera até ao fim-de-semana (isto se tiver a sorte de sair na sexta às cinco da tarde). É verdade: estou com o humor do João Galamba quando olha para alguém de fato e gravata. E, por isso, preciso de um jantar tão rápido como o Usain Bolt e tão fácil como as concorrentes do Love on Top.

Esta estrondosa receita do blog Bev Cooks consegue ser tudo isso e ainda saudável e perfeita para uma família numerosa como a nossa. São uns peitos de frango acompanhados com uma salada grega e um fantástico arroz jasmim. Mas a grande novidade é que é tudo feito e servido dentro de um simples e solitário pirex. Ao mesmo tempo. Sem panelas para mexer nem temperaturas para controlar. Liga o forno, põe a travessa lá dentro e pode ir à sua vida. 45 minutos depois, o jantar está na mesa.

Para fazer esta tentação, só precisa dos habituais peitos de frango (que estão para os jantares de segunda-feira assim como o Marques Mendes está para as noites de domingo), arroz jasmim, caldo de galinha, tomilho, orégãos, cebola em pó, alho em pó (peço desculpa, mas à segunda-feira à noite não há tempo para cortar alho e cebola), queijo feta, tomatinhos cherry cortados ao meio, pepino em cubos, azeitonas, salsa e um limão para espremer. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

greek2-2.jpg

 

como fazer os peitos de frango mais fáceis e suculentos do planeta

Qual é para si o grande problema de fazer peitos de frango para o jantar? Para mim, é o risco de os secar – que é quase tão elevado como as taxas de juro da dívida pública portuguesa. Como os peitos de frango vêm sem pele, é muito fácil acabar com uma carne seca e desenxabida. A não ser, claro, que opte por recheá-los com queijo como fizemos nesta receita aqui. Ou que os regue com outro qualquer molho anti-dietas.

Pois bem, esse risco está prestes a desaparecer, graças a esta facílima e dietética receita do fabuloso site The Kitchn. O jornal Huffington Post chamou-lhe o método infalível para fazer os peitos de frango perfeitos. E porquê? Porque, ao usar esta técnica, quase está a cozinhar os peitos de frango ao vapor. O segredo está em cobri-los com uma folha de papel vegetal untada com um bocadinho de manteiga (vá lá, só um bocadinho... nem tudo pode ser 100% magro) e depois colocá-los no forno. O papel vegetal vai manter todos os sucos da carne intactos, impedindo-a de secar. E a manteiga (é mesmo só um bocadinho...) vai entranhar-se na carne deixando-a ultra-saborosa. 

Melhor de tudo? Esta receita é a coisa mais fácil de fazer.

59d2c4179766829107ad3a868439b74547c70946.jpeg

 

 

peitos de frango estaladiços com corn flakes no forno, o jantar ideal para o regresso às aulas das crianças

O ambiente culinário nesta casa anda de cortar à faca. Entre blog, trabalho, regresso de férias, contagem decrescente para o início das aulas e empregadas domésticas que não duram mais de 24 horas (a última mandou um sms a avisar que "não dava" para continuar, como se estivesse a acabar o seu último namoro de Verão), confesso que não tem sobrado muito tempo para grandes cozinhados.

E foi por isso com um enorme sorriso à Manuela Moura Guedes que encontrei esta fabulosa receita do blog Damn Delicious. E porque é que é fabulosa, pergunta muito pertinentemente Vossa Senhoria. Porque peitos de frango é aquilo que nunca falta em qualquer casa portuguesa. Porque, os corn flakes criam uma crosta estaladiça à volta do frango. E porque esta receita é facílima de fazer até para alguém como a minha querida Mulher Mistério.

Baked-Popcorn-ChickenIMG_0555edit.jpg

 

palitos de abóbora-menina no forno (quem precisa de batatas fritas?)

Não sei porque é que há toda esta polémica a propósito da proibição por parte das autoridades francesas do uso de burkini. Pessoalmente, acho uma ótima ideia. Acho mesmo que vou aderir à moda e assim desisto de vez da minha dieta... Era espetacular!

OK, não era assim tão espetacular porque deve ser um calor infernal debaixo daquilo e, além disso, adoro apanhar sol. Por isso, vou voltar à minha dieta (que interrompi por uns breves 10 minutos) e convencer o meu querido Marido Mistério a fazer estas batatas fritas a fingir.

Como adoro batatas fritas mas, infelizmente, estão totalmente proibidas em qualquer dieta, a solução é fazer substitutos saudáveis, como estas que encontrei no ótimo blog Feed Me Phoebe.

Ele só precisa de uma abóbora-menina, descascada, sem sementes e cortada aos palitos, azeite, sal, sálvia picada e mais algumas folhas para decorar. Para o molho, só precisa de uns filetes de anchova, maionese e sumo de limão fresco.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

image.jpeg

 

 

a receita ideal para começar a sua semana em beleza: salada caprese no forno? like, like!

De facto, há pessoas com muita imaginação. Pessoas com um talento para inventarem coisas simples e maravilhosas que me fazem feliz. E o que é que me faz feliz? Receitas boas e originais, pois claro! Como esta que encontrei no blog diane abroad e tornou a minha segunda-feira um dia menos angustiante dada a proximidade assustadora de mais uma semana. Basicamente é uma salada caprese só que o tomate é verde e panado no forno. Não acredita? Então, espreite.

dsc_3568.jpg

 

 

tem queijo, fiambre e vai ao forno... é um pequeno-almoço irresistível e surpreendente

Domingo de manhã é um excelente pretexto para inovar e surpreender na cozinha. Na Mansão Mistério, somos ferrenhos adeptos do brunch: os miúdos adoram e eu gosto mais ainda porque já não tenho que inventar um almoço para Ele cozinhar. Por isso, o brunch é quase obrigatório ao domingo cá em casa. Funciona sempre assim: eu pesquiso, Ele cozinha. E desta vez encontrei uma receita à medida de todos nós: esta incrível lasanha de queijo e fiambre do ótimo blog Foodie Crush. O ideal é deixar tudo preparado de véspera e no dia seguinte só tem de pôr no forno e fazer feliz toda uma família. Eu, claro, só vou comer um quadradinho... (Maldita dieta!)

Ele vai precisar de fatias de pão branco, fiambre, queijo ralado, ovos, leite, mostarda em pó e salsa. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 a 10 pessoas, espreite aqui a receita original.

FoodieCrush-Ham-Casserole-012.jpg

 

 

mini-panquecas holandesas no forno, a receita ideal para um brunch em dias de preguiça

Porquê fazer uma panqueca uma a uma quando se pode fazer todas ao mesmo tempo? Porquê fritar uma panqueca em manteiga quando se pode fazer no forno? Porquê bater a massa de uma panqueca à mão quando se pode fazê-lo num liquidificador? Porquê fazer tantas perguntas seguidas? Porque sou um bocado chato, eu admito... Mas a verdade é que, desde que descobri esta fantástica receita do maravilhoso blog Seasons & Suppers, a minha relação com o mundo da panqueca mudou radicalmente.

A culpa é das deliciosas e super-práticas mini-panquecas holandesas. Feitas no forno e com a massa batida num liquidificador, crescem mais e são mais leves do que as panquecas tradicionais. Além disso, estão todas prontas ao mesmo tempo, o que evita aquela coisa desagradável de ter a primeira panqueca gelada quando a última está pronta.

image.jpeg

 

 

tarte de queijo e ovo, eu não mereço sofrer desta maneira, mas não faz mal: hoje é o meu (nosso) dia!

Das duas uma: ou desisto de escrever este blog ou desisto da minha dieta. Isto está a tornar-se uma tortura. Uma alma tenta fechar a boca, está empenhada a ficar com um corpinho Victoria's Secret até ao verão, e quase que consegue, quando se depara com esta incrível receita do blog Give Recipe. Como diria o grande Diácono Remédios: "Não havia necessidade!".
Mas como sou super generosa, vou fazer o incrível sacrifício de partilhar esta tentação consigo e, já agora, vou pedir ao meu querido Marido Mistério para a fazer e celebrarmos assim condignamente o Dia Internacional da Mulher. Se bem que este dia celebra-se todos os dias cá em casa: Ele na cozinha e eu a dar apoio moral.
Ora bem: Ele vai precisar de farinha, levedura instantânea, azeite e água morna para a massa da base. Para o recheio, só precisa de ter à mão queijo feta (ou outro queijo de que goste mais, eu sou fácil de agradar: gosto de todos), salsa e cebolinho picado, ovos e pimentos vermelhos tostados e cortados sobre o comprido. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes para 4 tartes individuais, espreite aqui a receita original.

Cheese-Tart-with-Egg1.jpg

 

a melhor receita de frango do mundo (também é um óptimo jantar para quem está de dieta)

O site The Kitchn disse que era a melhor receita de frango de sempre. O Food52 disse que era nada menos do que genial. Eu não digo nada, limito-me a comer. E a deliciar-me com mais uma espectacular criação de Jamie Oliver. Além de delicioso e revolucionário, este frango é light e facílimo de fazer. E estes são os dois únicos argumentos necessários para conquistar a simpatia da minha querida Mulher Mistério, essa novíssima Dalai Lama das dietas de 2016.

A grande revolução está na técnica de cozinhar o frango. Em vez de o atirar para dentro do forno sem complacências, vai assá-lo mergulhado em meio litro de leite. E o ácido láctico provocado pelo leite coalhado tornará a carne tão tenrinha como uma bochecha do Mário Soares. Para mais, é ideal para comer durante a ditadura dietética que foi instituída cá em casa: cada dose tem apenas 444 calorias, o equivalente a 22% daquilo que devia ingerir por dia. 

Agora, o melhor é parar com a conversa e passar à acção. 

476261cd-92e7-4275-a66a-78d23c8fc054--16066190087_

 

 

o segredo para fazer um salmão no forno sem o deixar secar

É um dos grandes dramas da humanidade gastronómica. Quem nunca deixou uma posta de salmão secar no forno que fale agora ou se cale para sempre.

Então?

Estranhamente não ouço ninguém a vociferar por aí. Pois é, até os maiores e mais respeitados chefs Michelin hão-de ter deixado secar um qualquer salmão por essa vida fora. E é por isso que eu estou aqui. Para partilhar a técnica que nunca o vai deixar com um peixe seco e desenxabido na boca. A dica e a receita são do fantástico site Food52.

39eaca2e-d8bf-4e4d-9cf8-0354d93d9f11--2015-0728_sl

  

 

a sobremesa mais bonita de sempre

Minhas senhoras e meus senhores, o Júri Mistério reuniu-se e acabou de eleger a Miss Sobremesa de 2015. É miss não só por ser bonita mas também por ser light e saudável (e as misses têm de ser magras e esqueléticas).

Parece uma flor, mas é uma maçã com massa folhada e doce de alperce. É ou não é uma das sobremesas mais deslumbrantes que esses olhinhos larocas já viram? E sabe qual é a grande notícia por trás da grande sobremesa? É que esta sugestão não é fácil de fazer – é facílima!

A receita é do fantástico blog Cooking With Manuela e tudo o que leva é massa folhada, maçã, limão e compota de alperce. Pode ainda salpicar por cima com canela e açúcar de confeiteiro, se gostar e se não estiver de dieta. Mas o melhor é ver as quantidades certas dos ingredientes e as fotografias passo a passo aqui.

2015-03-13 140 p.jpg

 

 

confit de tomate, uma receita deliciosa e fácil para começar a semana da melhor maneira

Bom dia alegria! Estou super bem-disposta! Nem parece que é segunda-feira. E sabem porquê? Porque ontem fizemos aqui em casa esta incrível receita do blog Honestly Yum e ficou ma-ra-vi-lho-sa! O meu querido Marido Mistério tinha comprado no mercado um exagero de tomates cherry e eu, que detesto desperdícios, dei-lhe um arraso.

- Não estás bom da cabeça! Tanto tomate? Isto vai estragar-se!

Mas Ele é um homem de sorte. Estava eu muito bem a navegar na Internet e deparo-me com esta incrível receita que resolveu todos os nossos problemas. Vá lá! Os Deuses da Cozinha conspiraram a favor dele. Para se redimir da loucura que cometeu, ligou o forno e salvou a nossa tarde. Tomates cherry só com sal grosso já são uma delícia, então assados no forno ficam tão doces que praticamente atingem a divindade. Só precisa de tomates cherry, azeite, alecrim, tomilho, alho, sal e pimenta. Se quiser ver as quantidades certas, espreite aqui a receita original.

olivari.olive_.oil_.tomato.confit.recipe.13.1.jpg

 

 

bacalhau assado no forno com limão, alho e ervas aromáticas, uma receita deliciosa para fazer em apenas 20 minutos

Há lá coisa mais portuguesa do que bacalhau (além do pastel de nata, do vinho do Porto, e pouco mais)? Eu adoro, de todas as maneiras: espiritual, gratinado no forno, à brás, com natas, com broa, à lagareiro, em forma de pastel, como quiserem. Por isso, quando descubro receitas diferentes, como esta do blog baker by nature, que, ainda por cima, demora apenas 20 minutos a preparar, fico tão ou mais feliz do que a Joana Amaral Dias quando vê uma máquina fotográfica.

IMG_8821-2-683x1024.jpg

 

 

6 receitas fáceis que não sujam tachos nem panelas

Qual é a pior parte de cozinhar? Além de cortar cebola e alho, claro...

Lavar as panelas e os tachos, tarefa que infelizmente me cabe quase sempre a mim. Ele cozinha, eu lavo. É a história da minha vida. Ai, e tal, “que sorte, o teu marido cozinha lindamente”, dizem as minhas amigas. Mas não sabem o caos em que fica a cozinha cada vez que o meu querido Marido Mistério se aproxima do fogão. O que se segue é quase trabalho escravo. Por isso, em vésperas do Dia Internacional da Mulher, disse basta aos tachos e panelas por lavar e arranjei, ao mesmo tempo, com a preciosa ajuda do Buzz Feed, a solução para os meus problemas: 6 receitas no forno que só sujam um único tabuleiro ou travessa. É o meu presente para ti, meu querido Marido Mistério, para celebrarmos em paz e harmonia o Dia Internacional da Mulher.

 

1. Salmão Wasabi, com Acelga Chinesa, Couve e Shiitake 

enhanced-buzz-22839-1357767748-3.jpg

Pelo nome parece difícil mas não pode ser mais fácil: o segredo desta receita está na maionese de wasabi que deve preparar antes (maionese, wasabi, gengibre, alho). Depois é só temperar os legumes com azeite, alho e gengibre, o salmão com sal e pimenta e espalhar tudo muito bem num tabuleiro de ir ao forno. Espere 15 minutos e já está. Se quiser saber mais detalhes, espreite o fantástico site onde encontrei esta receita: o maravilhoso Bon Appétit.

 

 

7 receitas de fritos que afinal não são fritos (são feitos no forno)

São os novos fritos. E eu sou a fã número 1. Pensem comigo: se não é frito, não engorda, se não engorda, é light, se é light, pode ser incluído na minha eterna dieta. Verdade ou mentira? Meia verdade e meia mentira, é um facto. Mas qualquer coisa é melhor do que fritos, não é? Por isso, aqui fica uma lista de sete maravilhas culinárias que normalmente nos deixam com uns quilos a mais e muitos remorsos na consciência, mas cozinhadas de uma forma bem mais saudável: no forno.

 

1. Churros da Feira em sua Casa

Que delícia! Acabaram as angústias: os churros são oficialmente saudáveis! Espreite a receita aqui.