Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

papas de aveia com frutos vermelhos no forno, um pequeno-almoço que dura uma semana

Esta é daquelas receitas que nunca falham cá em casa. Os miúdos adoram, eu amo e o meu querido Marido Mistério também não lhe resiste. É saudável, é deliciosa e tira-lhe a fome durante a manhã toda. O ideal é fazer um tabuleiro gigante que lhe dure a semana inteira. Assim, de manhã, é só acordar, cortar uma fatia e aquecer no micro-ondas ou não, e já está. A receita é do ótimo blog Apple of My Eye e é tão fácil de fazer que até eu arrisco a vestir o avental. Vamos a isto!

Só preciso de flocos de aveia, fermento, canela, sal, açúcar mascavado, leite magro, ovos, extrato de baunilha, mel, manteiga derretida, frutos vermelhos congelados e nozes pecan.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

DSC_2143.jpg

 

 

mini tacos de panquecas com iogurte grego, o brunch ideal para o verão

Confesse lá, há melhor coisa do que sentar-se ao sol, num dia como este, a saborear um brunch delicioso? Bom, talvez sentar-se à frente do telemóvel para posar para Instagram a contar notas de euro. Mas isso é mais um programa para o Renato Sanches porque cá em casa só nos deliciamos mesmo com comida. E esta fabulosa invenção do site The Kitchn vai ser a minha alegria de hoje: em vez de me refastelar à mesa, fechado em casa, à frente de um prato de comida, vou preparar um brunch familiar para comer à mão enquanto apanho uns raiozinhos de sol.

A ideia é preparar umas mini-panquecas recheadas com iogurte grego e frutos vermelhos que enrolo e posso comer em qualquer lado. Para fazer esta maravilha, só vou precisar de ovos, leite, açúcar, extracto de baunilha, farinha, fermento e sal. Para o recheio, vou usar iogurte grego, morangos, mirtilos e mel. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

799fac03ab120b217ebeb2ae8f3fc5199d5cf75b.jpeg

 

é vegan, sem glúten e é um crumble imbatível: este fim de semana vou arrasar!

Este fim de semana temos um almoço de família, com direito a tios, primos, apêndices, periquitos, etc. Cada um ficou de levar uma coisa e a mim, não sei porquê, cabe-me sempre a sobremesa. Será alguma indireta só porque eu como uma fatia ou outra a mais do que os outros? Nãaaaooo, não pode ser. Deve ser por causa dos dotes culinários do meu querido Marido Mistério, cuja fama já ultrapassou Badajoz.

Só que hoje em dia, não é fácil encontrar uma receita consensual, porque uns não comem glúten, outros são intolerantes à lactose, alguns são vegan, enfim, é uma tarefa hercúlea. Mas o fantástico blog Minimalist Baker nunca me falha e desta vez salvou-me com esta incrível receita vegan e sem glúten de crumble de frutos vermelhos. É facílima de fazer, não tem açúcar e é tão crocante que já estou cheia de fome.

O meu querido Marido Mistério só vai precisar (sim, é óbvio que é Ele que vai fazer porque eu não arrisco a fazer um fracasso para ser gozada por certos e determinados membros da família), dizia eu que Ele vai precisar de uma mistura de frutos vermelhos (morangos, framboesas e mirtilos), xarope de ácer, farinha sem glúten ou amido de milho, sumo de limão, farinha de amêndoa, coco ralado, nozes pecan picadas, açúcar de coco, flor de sal e óleo de coco.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 a 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

AMAZING-Grain-Free-Berry-Crisp-10-ing-naturally-sw

 

muesli tão saudável, tão saudável, mas tão saudável que emagrece só de olhar

Não tem nozes, não tem grão, não tem glúten e o leite não tem lactose. Basicamente parece aquela casa do Vinicius de Moraes, muito engraçada, porque não tinha teto, não tinha nada. Mas o mais espetacular é que tem um ar apetitoso apesar de não ter nada! Este pequeno-almoço que descobri no blog Hello Glow demora cinco minutos a fazer e é o melhor detox para começar o dia de forma saudável.

Só precisa de uma mistura de sementes (cânhamo, chia, girassol e abóbora), uma mistura de frutos secos (alperce, arandos e maçã), flocos de coco, frutos vermelhos frescos (morangos, mirtilos e framboesas), uma banana cortada à rodelas e leite de coco ou de amêndoa.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

953a47ffcabe408e4d806352559eb8c2.jpg

 

 

gelado vegan de banana e frutos vermelhos só com 5 ingredientes para dar as boas vindas ao bom tempo

Que maravilha de fim-de-semana! Que sol delicioso! A primavera chegou uns dias antes mas infelizmente os nossos queridos Filhos Mistério passaram os últimos dias a marrar. Paciência, também têm 3 meses de férias e nós não! Mas para lhes animar a tarde, decidi pedir ao meu querido Marido Mistério para lhes fazer uma surpresa (já que de manhã foram eles que o surpreenderam com um brunch especial de Dia do Pai).

Por isso, decidi procurar uma receita saudável mas, sobretudo, fácil porque achei uma maldade pô-lo a trabalhar no Dia do Pai. O espetacular blog A Couple Cooks salvou-me a tarde, com esta fantástica receita de um gelado lindo e vegan!

Ele só precisou de bananas maduras, descascadas e cortadas às rodelas, frutos vermelhos congelados, leite de coco ou um iogurte natural, xarope de ácer e sumo de limão (estes dois últimos são opcionais). Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

Banana-Berry-Vegan-Ice-Cream-003.jpg

 

 

pudim de chia com frutos vermelhos, uma receita irritantemente saudável mas surpreendentemente deliciosa

Hoje deu-me para usar advérbios de modo a torto e a direito. Será que ainda se chamam advérbios de modo? Corro o risco de ser gozada pelos meus queridos Filhos Mistério, que me corrigem o tempo todo com expressões como “modificador apositivo”, “sujeito nulo expletivo” ou “complemento oblíquo”. Cada vez que digo “ah, isso é um complemento circunstancial de lugar”, oiço uma gargalhada de troça e um revirar de olhos que dá logo direito a uma hora de castigo sem telemóvel. Que nervos. Mas voltando ao meu pequeno-almoço incrivelmente espetacular e maravilhosamente delicioso que descobri no blog The Home Made Haus, vale mesmo a pena fazer. Porquê? Porque é fácil, é barato e… não dá milhões mas também não engorda!

Só precisa de uma lata de leite de coco, frutos vermelhos (frescos ou congelados), sementes de chia, canela e uma pitada de sal. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

1454452504358.jpg

 

 

taça de smoothie de frutos vermelhos, uma receita vegan e sem glúten para começar bem o fim-de-semana

Não pensem que lá porque é sábado eu vou desgraçar-me toda! Não! Continuo super empolgada na minha dieta (apesar de ontem ter comido uma queijada de Sintra e anteontem um brioche misto tostado, mas isso agora não interessa nada). De manhã, faço sempre dieta. O meu problema é que acordo motivada mas, depois, à medida que as horas passam, a motivação vai desaparecendo, a fome vai crescendo e as tentações vão aparecendo… Mas hoje, por enquanto, estou focada e esta receita do blog Super Golden Bakes vai ser o meu pequeno-almoço.

Só demora 5 minutos a fazer e resume-se nos meus 3 adjetivos preferidos: fácil, deliciosa e saudável (porque é vegan e não tem glúten).

Só preciso de frutos vermelhos congelados, leite de coco, flocos de aveia sem glúten, geleia de agave, manteiga de amêndoa e sementes de chia. Para os toppings, vou precisar de sementes (abóbora, girassol e linhaça), nozes ou outros frutos secos, framboesas frescas e bagas de goji picadas. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

Berry_smoothie_bowl_1.jpg

 

 

crumble de romã e frutos vermelhos, um doce facílimo e delicioso para este natal

Confesso que quando descobri esta receita no blog How Sweet It Is achei que tinha enlouquecido. O título original usava o termo "cobbler" e eu assumo aqui, sem qualquer pudor, a minha ignorância. Não fazia a mais pequena ideia do que era um "cobbler". Claro que o senhor-com-a-mania-que-sabe-tudo que é o meu querido Marido Mistério sacou da sua bagagem intelectual/gastronómica e elucidou-me: “É uma sobremesa de origem anglo-saxónica, na qual se prepara uma massa simples que é assada com frutos suculentos”. Ainda Ele nem tinha começado a frase, já estava eu a revirar os olhos. OK. Na prática, deduzi, é uma espécie de crumble. E crumble será! E este é um cobbler/crumble (whatever!) delicioso.

Só precisa de frutos vermelhos congelados, açúcar, romãs, farinha, fermento, sal, manteiga sem sal, uma vagem de baunilha sem sementes, leitelho, extrato de baunilha, amêndoas laminadas, açúcar em pó e gelado ou chantilly para servir.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

pomegranate-cobbler-I-howsweeteats.com-7.jpg

 

 

gelado de limão com crumble de frutos vermelhos, uma sobremesa deliciosa, saudável e sem lactose

Cada vez que descubro uma sobremesa com um aspeto divinal e, ainda por cima, saudável, sinto-me como o Donald Trump a olhar para o espelho a pentear o seu capachinho: cheia de mim própria, com a auto-estima ao rubro, pronta para enfrentar o mundo e até eventualmente uma cozinha. Sim, porque quando a vontade é muita até eu consigo fazer uma receita como esta, do Baked The Blog. É pura e simplesmente deliciosa.

Só preciso, para o gelado, de ovos, leite de coco, extrato de baunilha, geleia de agave, uma colher de sopa de amido de milho dissolvido em uma ou duas colheres de água, e raspas de um limão.

Para o crumble, vou precisar de frutos vermelhos bem maduros, aveia, amêndoas laminadas, farinha, óleo de coco, açúcar mascavado, sal, extrato de baunilha e raspas de meio limão.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

image.jpeg

 

como fazer uma compota de frutos vermelhos sem açúcar em apenas 20 minutos

Qualquer coisa que ostenta o nome "minimalista" para mim já é suficiente. Não preciso de saber mais nada. O Verão transforma-me no Garfield da cozinha. Calor, sol, praia... não dá para passar horas na cozinha. Por isso é que nas últimas semanas me tornei um leitor compulsivo do blog Minimalist Baker. Tudo aqui é simples e rápido de fazer. E a maioria é saudável. A minha última descoberta foi esta deliciosa compota de morangos e cerejas. Primeiro ponto a favor: só leva três ingredientes. Segundo ponto: não leva açúcar. Terceiro ponto: demora 20 minutos a preparar. Resultado final: Garfield, 3 - Trabalho, 0.

Simple-Compote-2-ingredients-15-minutes-so-fresh-a

 

iogurte com frutos vermelhos, pistácios e mel para começar o dia da melhor maneira

O meu querido Marido Mistério anda à beira de um ataque de nervos. Como se não bastasse o empate de ontem frente à Islândia e as minhas intermináveis dietas, a nossa filha adolescente aderiu à moda dos iogurtes saudáveis. Só que tal mãe, tal filha… e também ela faz umas dietas digamos assim… peculiares. Por isso, quando hoje de manhã cheguei à cozinha, estava ela toda contente a fazer esta receita do blog The Bojon Gourmet. E, em boa hora, cheguei porque troquei alguns dos ingredientes mais calóricos da receita original.

Só precisa de uma mistura de frutos vermelhos (amoras, mirtilos, framboesas e morangos), mel e vinagre balsâmico, natas (dispensei, claro!), iogurte grego natural, extrato de baunilha, açúcar (eu optei por mel, mas também pode usar stevia) e para decorar: pólen de abelha e pistácios picados (ou outros frutos secos da sua preferência). Se quiser saber a quantidade certa de cada ingrediente, para 3 a 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

image.jpeg

 

sangria gelada ou granizado de sangria? escolha o nome que eu faço em apenas 5 minutos!

Estou doida para chegar a casa e celebrar a chegada do fim-de-semana com a pompa que o acontecimento merece! Ainda por cima, tenho há séculos no congelador um saco de frutos vermelhos congelados que, por várias vezes, me levou a questionar porque raio teria comprado aquilo. Encontrei a resposta nesta fantástica receita do incrível blog gimme some oven. A autora da receita original chama-lhe "frozen sangria", que traduzida à letra, significa sangria gelada, mas eu prefiro apelidá-la de "granizado de sangria". Depois de passar o verão a comprar granizados com as cores mais incríveis para os miúdos, eis que agora chegou a minha vez de beber um granizado mas... com muito estilo. Esta receita é tão fácil e rápida que demora apenas cinco minutos a fazer. Não acredita? Então veja!