Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

húmus de feijão branco com alcachofras e pinhões, o meu presente de natal para as tias mistério

O húmus está para a minha vida assim como o incenso estava para a vida do Belchior. Eu sei... quem ofereceu incenso foi o Gaspar... mas eu também não gosto de fazer o húmus tradicional, por isso vejo-me mais como o Belchior que queria mesmo era ter oferecido incenso e teve de dar ouro. Mas o melhor é parar com as analogias natalícias e passar às realidades culinárias.

Este ano, eu vou distribuir frascos de húmus por toda a Família Mistério. Em vez de dar o habitual par de meias às tias, aos tios e aos primos mistério, vou disseminar frascos de húmus por toda a família. Adoro comer húmus como entrada. Adoro espalhar húmus por cima de tostas fininhas. Adoro mergulhar chips de batata doce em húmus. E adoro ainda mais variar as receitas. Foi por isso que fiquei encantado com esta maravilhosa criação do blog Heartbeet Kitchen: um húmus de feijão branco com alcachofras e pinhões. Quem é que resiste a esta delícia? Ainda por cima, é mais fácil de fazer do que descobrir um novo administrador da Caixa Geral de Depósitos a cada mês que passa.

Para fazer esta maravilha, só vou precisar de feijão branco de lata, alho sem a parte do meio, molho tahini, azeite, um pouco da água de conserva retirada da lata de feijão, sumo de limão espremido, flor de sal e pimenta preta moída no momento. Para o topping, tenho de ter de salsa, pinhões tostados, especiarias a gosto e corações de alcachofras. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

white-bean-hummus-3.jpg

 

como fazer o húmus mais cremoso e delicioso do mundo

Pare! Antes de começar a barafustar contra este género de títulos definitivos e ligeiramente irritantes (eu sei, admito...), deixe-me explicar: a revista Bon Appétit – que está para o mundo da culinária assim como o Dicionário da Etiqueta, da Paula Bobone, está para o mundo do Cláudio Ramos – elegeu esta como a melhor receita de 2015. E não é só. O conceituado site Food52 diz que a receita é simplesmente genial. E os críticos gastronómicos não se cansam de elogiar a textura tipo creme de pasteleiro, a leveza tipo nuvem e o sabor tipo viciante.

Perante todos estes tipos, não tive outra alternativa senão apresentar-me aqui hoje, com um baraço ao pescoço, para assumir que, de facto, tive de fazer este título. A receita é maravilhosa e é do genial chef israelita Michael Solomonov, responsável pelo não menos genial restaurante Zahav, em Filadélfia, nos Estados Unidos. Mas vamos deixar-nos de conversas e passar à acção.

2bfe2611-fa25-468d-b6ed-98660626b832--2016-0223_za

 

uma sobremesa light para o jantar do dia do pai: húmus de mousse de chocolate

Tenho uma confissão a fazer. E não pensem que é uma graçola qualquer. O assunto é sério. Não sei o que é que se passa comigo. Ando estranho. E esta noite aconteceu o inevitável: sonhei com o Júlio Isidro

Acha grave? Então prepare-se porque isto não acaba aqui. Quando estava a tomar o meu duche matinal (hoje foi dia de banho!), comecei inopinadamente a cantar o Umbadá. E acabei enrolado na toalha a dançar o É o Bicho. Por isso, antes que acabe a escrever este post no sotaque espanhol do Vasco Lourinho, tenho de fazer qualquer coisa urgente para liquidar esta crise de meia idade que se abateu sobre mim neste Dia do Pai. Preciso de um doce para me sentir jovem de novo a pedalar uma bicicleta enquanto assobio o Verão Azul.

O problema é que sempre que eu pronuncio a palavra doce nesta casa arregalam-se sobre mim dois gigantescos olhos verdes a quererem saltar das órbitas de raiva. É Ela. Essa Senhora agrilhoou-me a esse inferno que dá pelo nome de dieta. NÃO AGUENTO MAIS! Quero voltar a comer bolos com a mesma voracidade com que o Alf devorava gatos!

E foi no meio desta profunda depressão, originada pelo regresso do grande Júlio Isidro à televisão, que encontrei esta sobremesa do Popsugar: um húmus de mousse de chocolate ideal para o jantar da vasta Família Mistério que vamos ter esta noite cá em casa para comemorar o dia dos pais mais misteriosos do planeta. E ainda tem uma vantagem acrescida: como esta receita só tem 100 calorias e 5 gramas de açúcar por dose, penso que estará enquadrada nos rigorosos padrões de exigência da minha tirana Mulher Mistério.

560d00a05110f713_chocolate-hummus.jpg.xxxlarge_2x

Ingredientes

  • 1/4 de chávena de amêndoas cruas sem sal
  • 5 tâmaras sem caroço
  • 425 g de grão de bico de lata lavado
  • 1/4 de chávena de cacau amargo
  • 2 colheres de chá de xarope de ácer
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha
  • 1/4 de colher de chá de canela em pó
  • 1/2 chávena de leite de soja com baunilha

 

Coloque as amêndoas num triturador ou na Bimby e ligue no máximo até se transformarem numa manteiga (deve demorar cerca de 5 minutos, dependendo do tipo de triturador que usar). Despeje o resto dos ingredientes e bata tudo até ficar com uma mousse aveludada. Sirva com uns palitos de fruta para ir molhando enquanto enumera todos os elogios que o seu pai tanto merece (no meu caso, são bastantes).

Há sobremesa mais deliciosa para um pai que quer voltar aos anos 80? E ainda por cima light, saudável, dietética, vegan e qualquer outra característica obrigatória de que Ela se lembre à última hora...

 

É Umbadá para todos os pais deste mundo onde quer que eles estejam (especialmente para o Tio Julião),

Ele

 

receita e foto: popsugar