Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o cocktail de gin mais exótico que descobrimos para começar outra dura semana de labuta

Nada melhor do que começar uma semana de vento, frio e – pior do que tudo – trabalho com um cocktail diferente. E este Thandai é capaz de ser até diferente demais. Bebida típica da Índia e do Paquistão, a receita original mistura leite com frutos secos, sementes variadas e umas folhinhas de cannabis que fazem esquecer os dramas habituais de qualquer segunda-feira até no esconso mais remoto do planeta. Mas, como nós ainda não estamos na Índia nem no Paquistão, resolvemos trocar as folhinhas de cannabis por um pouco de gin Hendricks. Não é tão eficaz a fazer esquecer, mas é mais útil a evitar outro tipo de problemas. A adaptação é da revista Saveur.

7-recipes-thandai-friday-cocktail-800x1200 (1).jpg

 

 

viúvo recria dia do seu casamento com a filha de 3 anos para que ela nunca se esqueça da mãe

Preparem os lenços. Eu já encharquei dois e estou a agarrar no terceiro enquanto escrevo este texto. Esta é a história de amor de Ben e Ali que tinha tudo para dar certo mas, infelizmente, teve um final trágico. Em 2011, Ali morreu, vítima de um cancro no pulmão, dois anos depois do seu casamento com Ben, deixando-o de rastos e com uma filha, Olivia, ainda bebé. Tinha 31 anos. Passaram-se dois anos e Ben decidiu mudar de casa com a filha, mas antes, quis fazer uma homenagem a Ali para que ela nunca fosse esquecida. Pediu a Melanie, sua cunhada (que é fotógrafa profissional e que fez a reportagem fotográfica do casamento de Ben e Ali), que os fotografasse recriando os momentos mais especiais daquele dia tão feliz. O resultado foi este:

Quando Ben e Ali se casaram em 2009, tinham acabado de comprar esta casa. Por isso escolheram-na, ainda vazia, como cenário para as fotos do casamento. Pai e filha imitaram as poses dos noivos com a ajuda de Melanie, com a casa novamente vazia. E desta forma Ben recordou com Olivia os momentos felizes que passou com Ali naquela mesma casa, no dia do casamento dos dois. Ainda hoje, pai e filha brincam e conversam com um pequeno anjo de cristal, ao qual a pequena Olivia trata carinhosamente por “mãe”. Ben diz que vê Ali todos os dias através dos olhos da filha e garante: “Esta não é uma história de dor, perda e mágoa. Esta é uma história de amor”. Se quiser saber mais sobre este amor eterno, espreite o blog de Ben.

 

Boa quarta-feira,

Ela 

 

4 sugestões para jantar no sábado à luz de velas (durante a hora do planeta)

Não, não estamos a falar daquela velazinha pseudo-romântica em cima da mesa com o piano em fundo a tocar o Don't Cry For Me Argentina. Estamos a falar da Hora do Planeta, a iniciativa internacional que já é celebrada por mais de 50 milhões de pessoas em 154 diferentes países e territórios do Mundo. Em Portugal, há 80 concelhos envolvidos e vários restaurantes e hotéis que neste sábado vão desligar as luzes entre as 20h30 e as 21h30. Conheça quatro sugestões para celebrar o momento.

 

A sugestão confortável

Arola, Quinta da Penha Longa

O Arola é um dos melhores restaurantes da grande Lisboa. Com uma vista magnífica para os jardins da Penha Longa e uma decoração sóbria e clean, tem uma óptima ementa. No sábado, não vão ter um menu único. Mantêm a carta habitual do restaurante, mas prepararam um cocktail especial para oferecer aos clientes à chegada. As luzes serão reduzidas ao mínimo e o restaurante estará todo decorado com velas.

A seguir ao jantar, poderá dar um passeio pelos jardins da quinta e ver as estrelas no céu sem as luzes de Lisboa. Na recepção da Penha Longa, estará ainda desenhado um gigante 60 (o símbolo do movimento, que representa a duração em minutos da Hora do Planeta) feito apenas com velas.

 

A sugestão conservadora

Palácio de Seteais, Sintra

O Hotel Tivoli Seteais é outro sítio magnífico para ver as estrelas. Durante a Hora do Planeta, o hotel reduzirá as luzes ao mínimo e estará decorado essencialmente com velas. Para o jantar de sábado, terá um menu especial para comemorar a iniciativa. Trio de queijadas de entrada (requeijão, compota de abóbora e doce), peixes e mariscos sobre espuma de batata doce como prato principal e uma sobremesa. Tudo por 45 euros por pessoa. Uma sugestão cara para quem não dispensa mesmo a vista incrível do palácio e dos jardins. Se preferir algo mais barato, os Tivolis de Vilamoura e do Parque das Nações, em Lisboa, estão a sortear a oferta de um jantar para duas pessoas no sábado. Basta ir aqui até sexta-feira e concorrer.

 

A sugestão radical 

Onyria, Cascais

O restaurante do Hotel Onyria, no meio do pinhal da Quinta da Marinha, em Cascais, também reduzirá as luzes, também estará decorado com velas e também terá um menu especial para comemorar a Hora do Planeta. Mas a poupança de energia é só na luz. A seguir ao jantar, haverá música com DJ e muitos watts consumidos. O jantar custa 35 euros e dará direito a um cocktail (cerveja premium Onyria, sumo de abacaxi com pepino e hortelã, sangria e snacks: folhados de linguiça e paté de farinheira com pão caseiro e cubinhos de queijo do Pico) e a um jantar: tempuras de feijão verde, pastéis de bacalhau, mini bruschettas de legumes; canoa de Abacaxi com camarão, alfaces e molho rosa; peito de galinha recheado com espinafres e sultanas, arroz de açafrão, courgette e cenoura salteadas; e para acabar um buffet de doces e frutas. Está ainda incluído o vinho – branco e tinto S de Sol –, cerveja Onyria, águas, refrigerantes e um digestivo por pessoa: whisky novo, vinho do Porto ou licor Beirão (quem é que se lembra de licor Beirão?!).

 

A sugestão para o lanche

Soundwich, Parque da Cidade, Porto

Aqui não tem luz de velas, não tem poupança de energia, mas tem o Parque da Cidade – e isso vale por tudo o resto. Em vez de estar à espera pelo jantar, vá até ao Soundwich durante o dia e aproveite a vista, o parque e a natureza com as óptimas sanduíches, saladas e carpaccios dos melhores chefs do Porto. Da sanduíche de perú crocante com molho de parmesão do chef António José Vieira à de rosbife de vitela com molho tonato do chef Rui Paula, vai ver que não se arrepende. E à noite, durante a Hora do Planeta, pode ir passear para a praia do Aterro, em Leça, e ver o mar. Se estiver com muita fome, pare no L'Kodac e coma qualquer coisa.

 

 

Uma boa hora do planeta para si, onde quer que esteja,

Ele

férias numa cabana

Chegados a esta fase da nossa já intensa relação, sinto-me obrigado a revelar um segredo que me deixa ligeiramente constrangido: Ela é fã do José Cid. Então? Não reage? Aceitou bem a confissão? Se é assim, vou revelar outro segredo que me deixa bastante mais constrangido: eu também. Sim (vou tentar dizer a frase toda seguida como nas terapias de grupo), eu também sou fã do José Cid.

Ok, já está, agora não há nada a fazer. Só mais uma pequeníssima confissão: adoro a música "Na Cabana Junto à Praia". Eu sei que isto não é bom, mas, por favor, perdoem-me, é mais forte do que eu. É inevitável. Mal a música começa a tocar, eu começo a cantar. E sei a letra toda!

Ultrapassada esta fase de confissões (percebem agora porque é que temos de nos manter anónimos?), queria mostrar-lhes um site maravilhoso que descobri (especialmente para os fãs do José Cid) e que é uma compilação de fotografias maravilhosas de cabanas em todo o Mundo. Chama-se CabinPorn e não tem nada a ver com pornografia. São só fotos de cabanas e pequenas legendas. Uma óptima inspiração para quem está agora a marcar as férias de Verão – e gosta de paz e sossego. Ou para quem quer construir um refúgio de fim-de-semana.

 

Os exteriores...

 

...e os interiores

Um abraço para o José Cid, onde quer que ele esteja,

Ele

o soutien à prova de um copo a mais

É daquelas que sai à noite, bebe uns copos e fica a achar graça ao primeiro cromo que se estica para si e lhe manda umas graças? É daquelas que se apaixona por quem gosta de si? É daquelas que tem muito amor para dar? O Casal Mistério descobriu a solução para os seus problemas: um soutien que vai rapidamente transformar-se no seu melhor amigo, no confidente que sabe todos os seus segredos, e o único que lhe revela se você encontrou ou não o verdadeiro amor. Um soutien revolucionário que sabe o que as mulheres sentem de verdade... porque não pode ser desapertado sem estar apaixonada. A ideia é simples: quando estamos caidinhas por alguém, o nosso ritmo cardíaco dá o alerta. Por isso, o soutien tem um chip que avalia as batidas do coração e quando dispara para os níveis "in love for sure" aciona o fecho através de uma aplicação no telemóvel, via bluetooth, et voilá, abre-se como por magia. É nesse instante que você percebe: "Estou apaixonada!". Não acredita? Nós também não. Mas vale a penar ver - nem que seja só para se divertir:  










Por Ela

A engenhoca que ele adoraria ter na cozinha

Ben Krasnow é um grande cromo e bem que podia ser o meu marido, a pessoa mais perfeccionista que eu conheço na cozinha (só na cozinha, já a arrumar a casa, são outros quinhentos!!!). Este programador informático pensou, pensou e decidiu inventar uma engenhoca com o único objetivo: fazer o biscoito perfeito. Senhoras e senhores, apresento-vos a The Cookie Perfection Machine: uma espécie de carrocel, ligado a um computador, que vai distribuindo os vários ingredientes à vez, testando a dose de cada um em cada biscoito, até atingir a perfeição. Confuso? Ora veja:

 

Por Ela