Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

limonada de framboesas: como fazer uma irresistível bebida para a praia em menos de 5 minutos

A minha querida Mulher Mistério tem a mesma relação com a dieta que o Basílio Horta tem com o dinheiro. Enquanto o presidente da Câmara de Sintra se esquece de declarar 5,6 milhões de euros ao Tribunal Constitucional, a poderosa chefona desta família esquece-se de declarar 5.600 calorias à sua nutricionista. No entanto, Ela parece bastante mais preocupada do que os políticos portugueses no que diz respeito aos seus esquecimentos. E, por isso, instituiu a Lei Marcial pró-dieta nesta casa.

A partir de agora, e até 31 de Agosto, não entram mais alimentos calóricos na cozinha. É uma espécie de campanha eleitoral pró-dieta. E eu estou encarregado de encontrar receitas deliciosas e light para toda a família. 

O que vale é que estamos no Verão e receitas light até sabem bem. Para este fim-de-semana, vou preparar esta fabulosa limonada de framboesas para levarmos para a praia. A receita é do blog Like Mother Like Daughter e é facílima de preparar.

Tudo o que vou precisar é de framboesas, sumo de limão espremido no momento, água e açúcar. Açúcar??? É verdade, ninguém é perfeito: a receita original leva açúcar, mas eu vou substituí-lo por stevia ou outro adoçante natural. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

raspberry-lemonade-8

 

a bebida que vai animar as suas tardes de verão: limonada de vodka e hortelã

Encontrei esta receita como sugestão para festas de verão de adultos (ah, ah, o que o histórico das nossas pesquisas no computador pode dizer sobre nós…) no insuspeito blog de cozinha Honey and Lime mas, atenção, não preciso de um pretexto de uma festa para passar o jarro de vidro ao meu querido Marido Mistério. Já está nas mãos dele. Somos dois, somos adultos e a vida na Mansão Mistério é uma festa, por isso, temos toda a legitimidade para nos deliciarmos a beber esta limonada fresca de vodka e hortelã, que eu desconfio que Ele vai transformar numa limonada de gin e hortelã.

Para se juntar a esta festa, precisa de 2 medidas de vodka (ou gin), 4 medidas de limonada, hortelã, morangos, limas e gelo. Para saber mais sobre as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui

Summer-alcoholic-drinks-mint-vodka-lemonade.jpg

 

limonada de chá verde com cubos de gelo de hortelã, a bebida detox que me vai salvar este verão

Nada como uma bebida original, fresca e saudável para me afastar dos maus caminhos. Do caminho da perdição e da desgraça como uma sangria ou um copo de vinho branco (ou dois ou três). Do caminho da bela da mini com uns caracóis e uns tremoços, enfim, de todos os caminhos que inevitavelmente percorro e que me desviam deste calvário que é a minha dieta.

Esta espetacular receita do blog Playful Cooking é ideal para fazer agora, durante o verão, e ir bebendo ao longo do dia. Pode tomar logo de manhã, ao pequeno-almoço, ou em vez da habitual sangria enquanto se delicia com o pôr do sol. Não se esqueça de que o chá verde é um dos melhores aliados de qualquer dieta, tal como uma limonada (sem açúcar, claro!). Por isso, esta receita é basicamente um dois em um.

Só precisa de folhas de hortelã frescas, gengibre e água para os cubos de hortelã. Para a limonada propriamente dita, precisa de limões, saquinhos de chá verde, água, mel, mais folhas de hortelã frescas e algumas rodelas de limão.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

IMG_1262-683x1024.jpg

 

 

limonada de morangos com um ingrediente secreto que vai animar o seu fim de tarde

É de surpresas destas que é feito o meu dia! Quando tudo fazia prever uma tímida e discreta limonada para refrescar este fim de tarde de calor, eis que o sempre surpreendente site The Kitchn se lembra de inventar esta espécie de iate do Ronaldo sem agentes do fisco lá dentro. Na verdade, o que está lá dentro são 35 cl de rum que vão transformar uma simples limonada num irresistível cocktail de Verão (pode estar tranquilo, os 35 cl são para seis pessoas).

Tudo o que precisa é de sumo de limão, morangos maduros e cortados em pedaços, rum e gelo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

4c43fbed5e1fcfceb9130997c4df537482a190cd.jpeg

 

limonada de mirtilos e hortelã... ou, se preferir, caipiroska de mirtilos e hortelã... ou, porque não, gin com mirtilos e hortelã

Novidade! Novidade! A minha querida Mulher Mistério perdeu exatamente, concretamente, precisamente... 1 kg. Ela está tão feliz que decidi preparar-lhe uma surpresa: uma maravilhosa limonada de mirtilos com hortelã, que descobri no fantástico Joy the Baker, seguramente um dos melhores blogs de comida e bebida que existem. Esta receita vem no The Lemonade Cookbook (que pode comprar aqui) e é maravilhosamente simples.

 

 

limonada brasileira com leite condensado, a bebida ideal para brindar ao fim dos jogos olímpicos

No Europeu de futebol, tivemos motivos para brindar ao resultado final; nos Jogos Olímpicos, temos motivos para brindar apenas ao final. Depois do oásis de vitórias que foi a medalha de bronze de Telma Monteiro, achei por bem preparar uma bebida especial para celebrar o encerramento dos Jogos. E, como é evidente, tinha de ser uma bebida brasileira. Ainda ponderei seriamente preparar uma caipirinha, mas os quatro misteriosos menores de idade que fazem a delicadeza de partilhar a casa connosco organizaram um motim a exigir uma bebida sem álcool. E eu tive de ceder à força da maioria.

O resultado foi esta surpreendente limonada brasileira do fantástico blog Apple of My Eye. E agora a pergunta difícil: mas o que é que distingue a limonada brasileira da limonada portuguesa? Os limões comprados em Copacabana, em vez do Mercado da Ribeira? Não senhor. Em primeiro lugar, a limonada brasileira é feita com limas no lugar de limões. E depois leva doce de leite (ou leite condensado), o que a torna mais doce e cremosa.

Brazilian-Lemonade-1-1.jpg

 

limonada de maçã e pepino, o meu lanche detox inspirado no livro da martha stewart

Hoje estou a sentir-me inspirada. “Faça um reset à sua saúde, um detox ao seu corpo e sinta-se no seu melhor”, resume bem o livro de cozinha Clean Slate, da Martha Stewart, que descobri graças ao blog Pure Ella, e que poderá vir a ser a minha próxima bíblia por uns tempos. As receitas dão prioridade aos legumes sem ser uma dieta vegan. Pode comer-se ovos e peixe, por exemplo, porque a ideia é limpar o organismo, ter uma alimentação saudável e emagrecer (espero eu!).

Por isso, vou começar pelo básico. Uma limonada detox super simples para iniciar o meu processo de limpeza (estou tão zen, adoro estes novos conceitos que agora fazem parte do meu dicionário!). Se eu deixasse fotografar o interior do meu organismo, só mesmo de esfregona e aspirador… com tanta porcaria que eu ingeri nos últimos meses, vão ser precisos vários sumos destes para me limpar o corpo e a alma.

Pure-Ella-Clean-Slate-Martha-Stewart-Apple-Cucumbe

 

5 deliciosas maneiras de tornar a sua limonada numa espectacular bebida de verão

Juntar simplesmente sumo de limão com água, açúcar e gelo num jarro está tão ultrapassado como a cara da Meg Ryan. A limonada é uma deliciosa bebida de Verão e não há um fim-de-semana que passe nesta casa sem que se beba um jarro de limonada. Mas... tem sempre de haver um mas... ou misturamos frutos silvestres, ou gengibre ou até um bocadinho de gin ou de whisky (quando as crianças estão longe, claro). 

Estas são as nossas cinco receitas favoritas de limonada.

 

Limonada com Mel de Manjericão e Gin ou Whisky

Whiskey-Lemonade-FoodieCrush-014.jpg

Primeiro, vamos às bebidas para adultos. Se pode beber uma limonada com um cheirinho de gin, porque é que há-de beber só água com limão? Esta fantástica receita do site Foodie Crush é com whisky, mas eu gosto de misturar com gin. Comece por fazer um xarope de mel e manjericão: junte água e mel numa panela. Quando levantar fervura, reduza o lume para o mínimo, acrescente um molho de manjericão e deixe ferver durante cerca de 15 minutos, até ter reduzido para metade. Quando tiver arrefecido, junte num jarro o sumo de limão, água com gás, gin ou whisky, gelo e uma colher de chá deste xarope por cada pessoa. Acrescente umas rodelas de limão e umas folhas de manjericão e já está. Veja a receita completa e as quantidades certas de cada ingrediente aqui

 

vai uma limonada de gengibre para resistir ao mau tempo?

Com que então estávamos convencidos de que era Primavera, hã? Se 15 graus de temperatura máxima em Lisboa e 13 no Porto forem Primavera para si, então está com sorte. Se preferir calor e céu sem nuvens, temos pena, interrompemos a Primavera por uns instantes e retomamos a emissão dentro de momentos.

É para agradar a toda a gente (quem está feliz com este tempo e quem não está) que falo desta magnífica limonada de gengibre, descoberta no fabuloso (já que não posso elogiar o tempo, gasto todos os adjectivos aqui) blog Love and Olive Oil. É fresca para os poucos minutos de sol e picante para tratar a sinusite causada pela chuva e pelas nuvens. Além de tudo, é fácil de fazer, o que agrada a toda a gente.

Eu, que nem sou grande fã de gengibre (o responsável pela parte picante da limonada), adorei.

 

limonada grelhada, a nova bebida do verão (com um pouco de gin, claro!)

Este arrisca-se a ser o fim-de-semana mais ácido do ano. Não, não estou a falar do Jesus-Benfica de domingo. Estou a falar de acidez verdadeira, espremida e ligeiramente açucarada. Estou a falar de limonada. E não é uma limonada qualquer: é uma limonada grelhada. A esta hora já está Pedro Passos Coelho com os seus últimos 20 cabelos em pé. Limonada grelhada?! Isso mesmo que acabou de ouvir através desses olhos que a terra há-de comer: limonada grelhada. E como é que se faz essa maravilha da natureza que se arrisca a transformar na bebida deste Verão? Através desta extraordinária dica do meu blog de cabeceira, o fantástico Food Hacks.

make-grilled-lemonade-ultimate-summer-drink.w654.j

 

 

que tal um chá gelado com gelo de limão para acabar em grande este fim-de-semana de calor?

Sou um perigoso militante anti-iced tea. Está a ver o movimento anti-caracóis? Eu vou fundar o movimento anti-iced tea. Contra a vontade da minha prole misteriosa (absolutamente fanática por iced tea), vou marchar pela avenida da Liberdade contra o açúcar, os edulcorantes, os antioxidantes e todas as outras coisas acabadas em "ante". Mas antes da marcha, vou conquistar os meus queridos filhos mistério com chás gelados feitos em casa. E para começar este movimento aqui ficam duas deliciosas receitas para este fim-de-semana de calor.

 

Chá Gelado com Gelo de Limão

image.jpg

Gelo de limão? Gelo de limão! Leu bem. E ainda vai saber melhor. A receita é do divinal Cherished Bliss. Comece por colocar uma chávena de açúcar e outra de água numa panela e leve a lume brando até dissolver completamente o açúcar. Junte num jarro este xarope com uma chávena de sumo de limão espremido. Misture com uma colher. Deixe assentar uns segundos e adicione três a quatro chávenas de água gelada. Coloque no frigorífico enquanto pica umas folhas de hortelã e as divide pelas couvettes de gelo. Depois deita o sumo cuidadosamente por cima e leva ao congelador.

Feito o gelo, coloque duas chávenas de água a ferver. Desligue o lume, junte cinco sacos de chá preto e deixe assentar uns minutos. Retire o chá, leve ao frigorífico e, quando estiver gelado, junte os cubos de gelo e sirva. Se gostar do chá mais doce, adicione um pouco de açúcar mascavado ou geleia de agave.

 

 

o quiosque do banana café: um almoço de férias durante o trabalho

Ainda não estamos de férias, não é? Nós estaremos em breve. Mas, por enquanto, tenho de me contentar com uma simulação permanente: cada oportunidade que tenho ao longo dos meus dias de escritório, ar condicionado e cabeçadas no computador, aproveito para transformar num pseudo-momento-de-férias. E as minhas horas de almoço são sempre momentos desses: não há empregados de laço a servir, não há mesas com toalha para sentar, não há música clássica de fundo para ouvir.

Ao almoço, quero sentir-me como se estivesse de fato-de-banho e de havaianas nos pés. Quero sentir-me na praia ainda com o corpo cheio de sal e o cabelo tão despenteado como o Vasco Palmeirim. Quero um almoço de Verão – e isso, graças a Deus e à nova geração de empresários da restauração, é possível em Lisboa. Nem sequer precisa de três horas de almoço à antiga para ir até às Docas ou às praias da linha. Basta ter 45 minutos de almoço para ir até à Avenida da Liberdade.

O ambiente 

É uma das poucas vantagens de não estar o calor de Verão que é costume nesta altura do ano: ainda é agradável sentar-se numa esplanada, mesmo vestido de fato, gravata e um colarinho a esganar-lhe o pescoço. E nisso os quiosques da avenida da Liberdade são imbatíveis: estão no centro da cidade e até têm árvores e verde à volta. As cadeiras são básicas, as mesas são banais mas o sítio é simpático e despretensioso.

 

O serviço 

Aqui vai buscar a sua comida ao quiosque. Mas, se for preciso preparar alguma coisa que demore mais, eles entregam-lhe os pratos na mesa. Por isso, não há muito para avaliar. O contacto com os empregados é mínimo e o serviço também não é muito elaborado. Cumpre o que tem de cumprir para um quiosque no centro de Lisboa. 

A ementa 

A limonada

Saladas, tostas, quiches e sumos: é um restaurante de Verão que procura e é um restaurante de Verão que tem. Eu escolhi uma maravilhosa limonada sem açúcar, em homenagem à minha querida Mulher Mistério Sempre em Dieta. E, surpresa, não precisei de acrescentar nada – nem sequer adoçante. Apesar de não ser doce, a limonada também não é demasiado ácida. Além do sumo de limão e de um pouco de água, leva hortelã, o que a torna especial e surpreendente. Vale mesmo a pena experimentar e arriscar não juntar açúcar.

As saladas

Para acompanhar, pedi uma salada de maçã, nozes e queijo feta. Por cima, optei por um molho vinagrete que mais parece um molho de iogurte. A conjugação do doce da maçã com o salgado do queijo feta joga muitíssimo bem. E no molho vinagrete tem uma mistura semelhante entre o ácido do vinagre e a suavidade do creme. As nozes são um detalhe que completa a salada.

As quiches

E, como estava com fome, pedi uma quiche pequena de queijo fresco e espinafres. Vem com uma massa meio folhada e ainda morna. É óptima para comer com a salada. Se preferir, pode optar por uma empada – mas isso não experimentei.

Cheguei ao fim satisfeito e até dispensei a sobremesa. Não fiquei com fome. Agora é continuar a contagem descrescente até às férias.

 

O bom 

A quiche e a salada

O mau 

As cadeiras e as mesas

O óptimo 

A limonada com hortelã

 

Um bom almoço para si onde quer que a esplanada mais próxima esteja,

Ele

ambrósio, apetece-me algo... XI

Com este calor e em permanente dieta, que tal uma limonada estupidamente gelada com um detalhe que faz toda a diferença: com umas folhas de manjericão?

Se quiser saber todos os detalhes desta receita, clique aqui.

Bom fim de tarde,

Ela