Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

e que tal uma massa feita só numa panela para começar a semana descansado?

Não há cá panelas para cozer a massa nem frigideiras para preparar o molho. À segunda-feira, preciso desesperadamente de um jantar fácil, rápido e que não suje muita loiça. Por isso é que hoje vou fazer esta milagrosa receita do blog Damn Delicious: uma massa de salsichas feita só numa panela.

Tudo o que vou precisar é de penne, salsicha toscana (pode substituir por alheira, outro tipo de salsicha ou um resto de carne que tenha em casa), alho picado, piripíri a gosto, um frasco de tomate triturado, parmesão ralado, natas e mozzarella. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte aqui a receita original.

IMG_2938edit.jpg

 

a nova técnica para escorrer a massa que está a deixar toda a gente em êxtase

sub-buzz-22914-1466797507-1.jpg

Confesso que é um dos momentos stressantes da minha vida na cozinha: aquele instante em que a massa está no ponto certo e em que é preciso pegar na panela cheia de água apenas com uma mão (como somos uma família numerosa chega a pesar mais de dois quilos), pegar com a outra mão no passador (que não dá para pousar porque, com o fundo redondo, não se aguenta em pé) e tentar virar a panela lentamente para dentro do passador sem nos queimarmos com a água a ferver nem enchermos o lava-loiças de esparguete.

Tudo isto, claro, tem de ser feito rapidamente porque cada segundo a mais com a massa mergulhada na água a ferver é um spaghetti mais empapado e menos al dente. Invariavelmente, acabo a pedir energicamente a algum dos Mini-Misteriosos que me acuda e agarre no passador enquanto eu despejo a panela com as duas mãos.

Pois bem, agora, em mais um daqueles movimentos que está a deixar a Internet em euforia, descobri uma nova dica que promete facilitar definitivamente a minha vida. E, se em vez de deitar a massa para o passador, encaixar o passador na panela? A dica foi publicada primeiro no Facebook e, nesta segunda-feira, no Twitter. Só nesta última rede social já tinha tido mais de 26 mil partilhas em menos de 48 horas. O sucesso foi tão grande que a ideia já foi referida em vários sites internacionais.

 

 

5 jantares saudáveis para fazer só com 5 ingredientes

É quase o número perfeito. É a quantidade de dedos de uma mão, de dias de trabalho numa semana, de pessoas dentro de um táxi, de neurónios no cérebro do Donald Trump. O cinco é o único número que tem a quantidade de letras correspondente ao número que representa. Mas, mais importante de tudo, é o número que vem a seguir ao quatro. E antes do seis.

É por tudo isto que hoje tenho aqui 5 receitas com apenas 5 ingredientes para resolver o nosso jantar. Com cinco ingredientes, conseguimos fazer uma receita fácil e prática, rápida e simples, deliciosa e maravilhosa. Se calhar, também conseguiríamos fazer com seis ingredientes, mas não seria a mesma coisa.

 

Noodles de courgette com camarão

courgette.jpg

É uma moda que entrou por esta casa como a Hilda Furacão (tenho de parar com estas referências a novelas dos anos 90 senão ainda começam a pensar que sou velho). Os noodles de courgette agradam a toda a gente nesta família – além de não engordarem, são deliciosos. Para fazer esta fantástica receita do blog Just a Taste, só vai precisar de camarão descascado, alho picado, vinho branco, sumo de limão espremido no momento e duas courgettes.

Depois, é cortar as courgettes em noodles com um espiralizador e saltear os camarões com o alho e um fio de azeite. Coloque os camarões de parte, mantendo o molho na frigideira. Acrescente o vinho branco e sumo de limão e aqueça enquanto raspa o fundo da frigideira para soltar todos os sabores. Finalmente, coza lá os noodles de courgette durante dois minutos e junte tudo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

 

 

como transformar uma salada de atum numa refeição que o alimenta durante o dia inteiro

Ao olhar para esta fabulosa salada de atum com macarrão, sinto-me como um membro do Governo a olhar para um bilhete de avião oferecido pela Huawei: é uma tentação forte demais para mim. Eu sei que o macarrão engorda, eu sei que a maionese é calórica – mas não consigo resistir quando vejo este prato à minha frente.

Especialmente porque costumo ficar com fome se almoçar só uma salada de atum, mas, neste caso, a massa vai transformar esta salada num almoço para o dia todo. Além disso, a receita do New York Times é fácil de fazer e deve ser comida fria, o que, no Verão, é tudo aquilo com que um homem sonha. E, quando um homem sonha, a receita pula e avança.

Tudo o que vou precisar para fazer esta maravilha é de massa de cotovelinhos, atum em lata, aipo cortado às fatias, queijo cheddar em cubos, cebolinho picado, picles de pepinos laminados e maionese. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

22COOKING-TUNAMACARONISALAD1-articleLarge.jpg

 

3 jantares frescos e light para fazer em menos de 20 minutos

Cada vez que vejo receitas tão fáceis e saudáveis como estas, começo a sentir-me num estado de euforia incontrolável: o meu coração palpita, as minhas mãos tremem e até a minha voz adquire aquele tom beto-entusiasmado da rapariga da gravação sobre o exame de Português. Todo eu me transformo num verdadeiro Ljubomir Stanisic da cozinha caseira.

A grande vantagem destas receitas é que conseguem juntar uma verdadeira poupança calórica (que acalma a minha querida Mulher Mistério) a uma tresloucada rapidez na cozinha (o que me tranquiliza a mim, o eterno escravo do lar nesta temível Mansão Mistério). E, ainda por cima, são pratos frescos, o que é uma bênção para os dias de calor. Mas o melhor é pegar na colher de pau porque isto vai começar.

 

Salada de Vieiras com Courgettes e Espargos Laminados

13520700643_1d8bd40dc9_o.jpg

 

 

spaghetti integral com molho de cogumelos, um jantar delicioso para fazer em 20 minutos

Desde que uma amiga me disse que o truque para uma dieta eficaz é nunca, em momento algum, misturar hidratos com proteínas, eu pensei cá para mim:

– Ah, então posso comer massa com cogumelos, por exemplo!

Erro. Fui investigar e descobri que os cogumelos afinal têm proteínas. Paciência. Estava cheia de desejos de fazer esta massa do ótimo blog Pinch of Yum para o jantar e vou fazer à mesma. Só que como num prato de sobremesa. Talvez resulte. Ou talvez não.

Enfim, quando digo que eu vou fazer é obviamente uma força de expressão. Eu vou sugerir delicadamente ao meu querido Marido Mistério que esta seria uma excelente receita para o jantar.

Ele só vai precisar de massa integral (pode ser spaghetti ou linguine, por exemplo), manteiga, alho, cogumelos frescos fatiados, farinha ou farinha integral, ervas de provence, leite, sal e pimenta, azeite, água (também pode usar caldo de legumes ou leite) e salsa fresca.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

mushroom-spaghetti-3-600x975.jpg

 

 

massa de courgette e molho de abacate, um jantar tão light que emagrece só de olhar

OK. Esta receita do espetacular blog Pinch of Yum pode ser saudável ou super saudável. O que é que prefere? As duas? Está bem, então, eu explico-lhe as duas. A diferença basicamente está (como diria o anúncio) na massa. Pode optar por fazer a receita com esparguete integral ou não usá-lo pura e simplesmente e fazer só com a courgette espiralizada. Fica ótima na mesma mas não garanto que duas horas depois o seu estômago não esteja a dar horas. Mas para quem está de dieta é a receita ideal.

Só precisa de tomates cherry encarnados e amarelos, courgette espiralizada, esparguete integral e parmesão. Para o molho de abacate, precisa do propriamente dito, azeite, sal, salsa, cebolinho, alho, sumo de um limão e pimenta. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

Zucchini-Spaghetti-6-600x900.jpg

 

a massa preferida na mansão mistério: noodles de arroz ultra fininhos sem glúten, com frango e chalota crocante

Tenho uma confissão a fazer. Ainda não é desta que vou desvendar a identidade da minha querida e ilustre Mulher Mistério, mas preparo-me solenemente para fazer uma revelação ainda mais grave: estou a ficar viciado em massa de arroz vermicelli. Mais do que viciado, estou a ficar verdadeiramente obcecado.

Está a ver aquela massa fininha, branca, leve e macia que quase se perde na boca? Aquela massa divinal que a minha querida Mulher Mistério aspirou no restaurante do Henrique Sá Pessoa, no Mercado da Ribeira, em Lisboa, a acompanhar um tataki de salmão? É essa mesmo. E, ainda por cima, é das coisas mais fáceis de fazer: só precisa de despejar água a ferver por cima e esperar uns cinco minutos. E não tem glúten. Nem gordura.

Hoje, vou aproveitar uma fantástica receita do site Bon Appétit para fazer uns fabulosos noodles de arroz vermicelli para o jantar. Tudo o que vou precisar é dos noodles de arroz vermicelli (que consegue encontrar, por exemplo, no El Corte Inglés), peitos de frango (de preferência, ainda com osso e pele), uma chalota grande, óleo vegetal, um pimento jalapeño picado (se gostar de picante), alho picado, sumo de lima espremido no momento, molho de peixe sem glúten, açúcar mascavado, nabo e rabanetes laminados muito fininhos e manjericão. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

efb426b849df2cd1cc2717a5615ccca0.jpg

 

2 almoços rápidos, fáceis e saudáveis para levar num frasco para o trabalho

Não há nada mais prático do que um frasco para levar o almoço para o trabalho. É prático para uma sopa, é bom para uma massa e é dos poucos recipientes onde consegue colocar uma salada com tempero, sem que este dê cabo dos verdes. Mas antes que eu caia na tentação de voltar a usar uma palavra tão bem apessoada como "recipiente", é melhor passar rapidamente ao que interessa. 

Depois do fim-de-semana de loucura calórica da minha querida Mulher Mistério, a segunda-feira voltou a ser um dia de rigorosa dieta. E por isso eu fui incumbido de descobrir receitas fáceis, práticas e saudáveis para que a senhora, minha mulher, possa voltar à alimentação saudável. Especialmente quando está no trabalho, com um McDonald's de um lado e um Pizza Hut do outro. E para mim almoço saudável é sinónimo de almoço num frasco.

Desde que descobri aqui essa fabulosa técnica para levar uma salada com tempero, separada por camadas, para o trabalho, que me tornei um fanático dos almoços num frasco. E estes são dois exemplos dessa maravilha: trata-se de duas receitas deliciosas de massa light feita no momento. Leva para o trabalho todos os ingredientes dentro de um frasco e, na hora do almoço, só tem de deitar água quente lá para dentro. Depois, é comer à vontade.

 

Noodles de Abóbora com Caril de Ovo Cozido

CurriedEggNoodlePot1.jpg

A massa desta receita do site Goop é feita de abóbora butternut. Na véspera, corte a abóbora em massa fininha com um espiralizador (veja aqui). Depois, coloque os noodles dentro de um frasco com leite de coco gordo, caril em pó, um dente de alho picado fininho, pimenta caiena, sumo de gengibre feito a partir de gengibre fresco esmagado, molho tamari ou molho de soja, coentros, cebolinho picado, um ovo cozido dividido em quatro, espinafres baby e um gomo de lima no topo. Feche o frasco e vá para o trabalho, guardando-o sempre no frigorífico. 

À hora do almoço, retire a lima de dentro do frasco, ferva água num fervedor, espere um minuto e deite-a lá para dentro, enchendo sem chegar ao topo para não entornar. Mexa bem, volte a tapar o frasco e deixe assentar durante cinco minutos. Agora é só dar mais uma mexidela, espremer a lima lá para dentro e deliciar-se. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

 

massa com queijo e abacate numa caneca em 5 minutos: o jantar ideal para uma noite no sofá em frente à televisão

Esta receita do ótimo blog Kirbie Cravings é o chamado guilty pleasure. É impróprio para a minha dieta mas é uma excelente ideia para aqueles dias em que chega a casa de rastos e só quer jantar qualquer coisa esparramado no sofá a devorar séries da Netflix. Também é um excelente jantar para despachar as crianças e tentar pô-las na cama mais cedo (infelizmente, os horários da Mansão Mistério estão cada vez mais descontrolados).

Só precisa de comprar massa de cotovelinhos, queijo cheddar branco ralado, um abacate maduro, sal e pimenta. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para uma caneca, espreite aqui a receita original.

avocado-macaroni-cheese-mug-40a.jpg

 

spaghetti com burrata e redução de balsâmico, seja muito bem vinda senhora segunda-feira!

Está sem imaginação e sem paciência para ir para a cozinha? Então somos dois. O que me vale é a minha obsessão por massa. Como adoro e compro sempre doses industriais cá para casa, tenho sempre à mão pacotes e pacotes de spaghetti, cotovelinhos, fusilli, entre outras inúmeras variedades da famosa pasta italiana. O desafio está em surpreender a minha querida prole mistério que se queixa amargamente de comer massa dia sim dia não. Dizem que estão fartos de massa de manhã, à tarde e à noite, o que é manifestamente um exagero, porque não costumo dar-lhes massa ao pequeno-almoço (se bem que numa salada fria, num brunch, sabe sempre bem!).

Enfim, mas hoje é segunda-feira, não há tempo para inventar muita coisa, mas tenho um ingrediente secreto que é uma unanimidade entre a Família Mistério e vai transformar a "massa do costume" na "massa-mais-deliciosa-de-sempre!" Estou a falar da infalível burrata que consegue o milagre de transformar uma tromba no mais maravilhoso dos sorrisos na cara de qualquer dos elementos da nossa equipa de futsal.

A receita é da imbatível Donna Hay. Só vou precisar de azeite extra-virgem, alho cortado muito fininho, piri-piri, spaghetti, redução de balsâmico, burrata, manjericão baby, sal e pimenta preta.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

IMG_2449.JPG

 

 

massa com espinafres e parmesão, para transformar os nossos filhos em potenciais popeyes

Nada como um bom prato de massa para encher os miúdos e dar-lhes força e energia para estudarem para os testes. Se os jogadores de futebol comem massa antes dos jogos, nós damos massa à nossa equipa de futsal. E já agora com espinafres. Se refilarem mostro-lhes os desenhos animados do Popeye. Esta receita do blog Naturally Ella é facílima de fazer e deliciosamente saudável…

Só preciso de manteiga, alho, tomilho ou alecrim, espinafres baby, esparguete (se optar por integral, melhor ainda!) e parmesão ralado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 3 a 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

IMG_0500-450x675.jpg

 

 

tem de ver este vídeo com o prato favorito dos filhos mistério: salsichas cabeludas

Captura de ecrã 2016-10-18, às 15.34.17 (1).jp

É aquilo a que se pode chamar a mais pura e desavergonhada exploração infantil. Depois de termos tido um Filho Mistério a fazer aqui uma crítica sobre o novíssimo café só de cereais, o Pop Cereal, em Lisboa, agora temos outro orgulhoso descendente da linhagem Mistério a preparar a sua receita favorita. Em vídeo e tudo.

Trata-se de umas surpreendentes salsichas cabeludas. Como é que é? Isso mesmo que acabou de ouvir: são umas simples salsichas com esparguete (coisa de que qualquer criança gosta). Mas estas têm uma apresentação irresistível. Os fios de massa saem de dentro da salsicha, como se esta fosse uma cabeça de um boneco. E o melhor de tudo? É que este prato é facílimo de fazer. Tão fácil que são os próprios Filhos Mistério que o preparam cá em casa.

E se tem dúvidas de que seja assim tão simples, então veja lá este vídeo que ensina a fazer esta maravilha em apenas 30 segundos.

 

 

o jantar mais fácil da semana: massa numa única frigideira para fazer em apenas 9 minutos

Confesse lá: tudo o que precisa num dia de semana é de um jantar assim. Rápido, fácil e em que só suja uma frigideira. Quer saber da melhor notícia? Nem precisa de esperar para ferver água antes. Faz tudo ao mesmo tempo: a massa e o molho. A receita é da imbatível Martha Stewart e vai ser o jantar dos miúdos hoje à noite.

Só preciso de uma embalagem de linguine, tomates cherry cortados ao meio, uma cebola cortada fininha, alho também cortado fininho, flocos de pimenta vermelha, manjericão, azeite extra virgem, sal, pimenta preta e água. Para decorar, é bom ter também à mão queijo parmesão ralado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

d97d9405-b431-4740-ba2c-2ee139ce4341--2014-0624_ge

 

il matriciano, un ristorante italiano dove non si parla portoghese*

"Prima si sente, dopo si mangia". Pode estar descansado que não vou escrever este texto todo em italiano. É só o lema deste simpático restaurante italiano que nos faz sentir que fomos almoçar ali a Roma e entretanto voltámos.

Chegámos e rapidamente percebemos que nenhum dos empregados fala uma única palavra de português. Não deixa de ter um certo charme mas convenhamos que, se não fosse a minha brilhante linguagem gestual, ainda lá estava a pedir o número de contribuinte na fatura. Mas já lá vamos. Vamos começar pelo princípio…

12087192_830414190420752_1731586265579235998_o.jpg