Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

queijo derretido com figos caramelizados e nozes crocantes, um jantar de sonho para fazer em 15 minutos

O queijo vai derreter no forno e misturar-se lentamente com o sumo dos figos caramelizados pelo calor. Ao provar esta pequena maravilha da natureza, vai sentir essa mistura deslumbrante do salgado do Camembert com o doce da fruta. Por cima, tem umas fantásticas nozes crocantes que contrastam na perfeição com a cremosidade de tudo o resto.

Este parágrafo aqui de cima podia ser a descrição de uma natureza-morta de Cézanne, mas não: é o resultado de uma receita do blog A Cozy Kitchen. Eu encaro-a quase como uma obra de arte e, se pudesse, até a comia sentado num museu. Mas, como a época dos figos está quase a acabar, acho que a vou comer hoje mesmo, aqui em casa, enquanto posso.

Tudo o que vou precisar para fazer este jantar perfeito de sábado à noite é de um queijo Camembert ou um Brie pequeno, nozes picadas, pistácios picados, figos cortados em quatro, tomilho fresco e mel. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

MeltyBakedBrieFigsWalnutsHoney-9.jpg

 

 

iogurte grego com mel e granola de tandoori, o brunch mais exótico de sempre para digerir a noite dos óscares

Colocar especiarias picantes num iogurte de pequeno-almoço é quase o mesmo do que ter uma música do Serafim Saudade a abrir o La La Land. Eu sei, pode parecer estranho, mas acredite que vai ser divertido. E como eu sou um homem de loucuras (especialmente depois de ficar acordado até às 5h da manhã para ver o nome do vencedor do Óscar de melhor filme ter sido trocado), estou disposto a experimentar esta arrojada receita, que encontrei no site Pure Now, para o pequeno-almoço de hoje.

A receita é do concorrente do Top Chef Richard Blais e tudo o que precisa é de iogurte grego, especiarias tandoori masala, mel, granola, fruta fresca (morangos, kiwi, banana ou o que preferir), fruta congelada (a combinação que lhe apetecer), manjericão e hortelã. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

GreekYogurt549x305.jpg

 

 

chips de batata doce com caril, nozes caramelizadas e blue cheese, um aperitivo delicioso para o jantar de natal

Não resisto. Isto é demais para mim. Batata doce já seria delicioso. Chips de batata doce seria magnífico. Agora chips de batata doce com uma mistura de caril, gengibre, queijo blue cheese e nozes caramelizadas em mel é o petisco com que eu sonhava em silêncio desde que tomei o meu primeiro biberão. Ainda por cima, esta divinal receita do blog Half Baked Harvest arrisca-se a entrar directamente para o top dos petiscos mais fáceis de fazer do planeta.

Tudo o que vou precisar é de batata doce cortada às rodelas com menos de meio centímetro de espessura, óleo de coco derretido, pasta de caril vermelho tailandês, caril em pó, cominhos, gengibre ralado, piripíri, flor de sal, pimenta preta moída no momento, nozes, mel, arandos secos, queijo blue cheese desfeito em pedaços e folhas de sálvia. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Curried-Sweet-Potato-Rounds-with-Honeyed-Walnuts-C

 

 

batata doce no forno com uvas, mel e queijo de cabra, o brunch mais original dos últimos tempos

A grande vantagem da batata doce é que é um todo-o-terreno da cozinha. Tanto fica deliciosa ao almoço, ao pequeno-almoço ou ao jantar. Tanto pode ser comida sozinha ou a acompanhar. Tanto resulta em panquecas, em batidos ou inteira. E tanto pode ser roxa, amarela, cor-de-laranja ou esbranquiçada.

Seja de que maneira for, é sempre uma maravilha de nos fazer perder a cabeça. Então a minha querida Mulher Mistério tem suores frios só de passar ao lado de uma banca com batata doce. E é exactamente por causa desta sua paixão semi-bígama que eu hoje vou fazer esta pequena preciosidade ao pequeno-almoço. A receita é do fabuloso blog How Sweet it Is e junta à batata doce umas irresistíveis uvas assadas no forno.

Tudo o que vai precisar é de batata doce, uvas pretas sem grainhas, óleo de canola (a receita original sugere óleo de grainhas de uvas, mas canola também fica óptimo), flor de sal, pimenta, queijo de cabra, mel, canela em pó e noz moscada. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

rgsp-1-3.jpg

 

tostas de tahini, maçã, mel e tomilho, um pequeno-almoço original e... tão bom!

Tahini. Não, tagine. Não, não é tagine, é tahini. Ah! não é gralha? Não, não, é tahini mesmo. Sim, esta conversa de surdos aconteceu entre mim e mim própria. Assumo a minha ignorância, nunca tinha ouvido falar em tal coisa até descobrir esta delícia aqui. Pois bem, tahini é uma pasta de sementes de sésamo. Pode fazer-se em casa (se quiser aprender deixo a receita no fim do post) ou comprar nos supermercados indianos, no Martim Moniz, em Lisboa. Para mim, sementes de sésamo, maçãs e tomilho são sinónimo de dieta rigorosa.

Ok, esta receita do fantástico blog Tasty Yummies tem pão e mel, mas o pão pode ser escuro e o mel pode ser pouco, por isso, esta é uma ótima ideia para incluir na minha eterna dieta, ou não?

Tudo o que vou precisar é de pão torrado (escuro para mim, o que preferir para si), maçã cortada em fatias fininhas, tahini, mel, raminhos de tomilho fresco e flor de sal. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

15126890497_a30c036770_c.jpg

 

 

queijo brie no forno com nozes caramelizadas e framboesas, uma sobremesa absolutamente irresistível e original

Sobremesa? Agora assim, de repente, fiquei na dúvida. Porque não um aperitivo? Ou mesmo uma entrada? Bom, e se eu acabasse este diálogo esquizofrénico comigo mesma? Esta maravilha que descobri no blog Homemade Hooplah pode ser o que vossa excelência quiser. Até mesmo um delicioso brunch. Sim, é verdade, não se pode dizer que seja uma receita muuuito amiga da dieta, mas, bolas, é domingo, Dia do Senhor e das Facadinhas nas Dietas.

E eu vou fazer o pleno: vou fazer esta receita e depois vou rezar para não engordar.

Só preciso de nozes, açúcar, manteiga sem sal derretida, um queijo Brie, açúcar mascavado, mel, vinagre balsâmico e framboesas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Raspberry-and-Walnut-Baked-Brie-3-600x900.jpg

 

 

banana frita com mel, canela e coco (não, ainda não me desgracei esta semana!)

Não, está enganado, não é para mim. OK. Vou só provar uma, uuuummmma, só para ver se está boa. Nada mais. É para o lanche dos nossos filhos que já começaram a fazer sessões de estudo. Bem sei que são umas sessões de estudo light, com snapchats e instagrams à mistura, mas também não vou entrar já a matar. Pelo menos, já se sentam à secretária, o que é um passo importante. Quando começarem os testes, lá terei de confiscar os telemóveis mas, por enquanto, vou fingindo que não vejo.

Para alegrar as já animadas “sessões de estudo”, vou fazer-lhes esta maravilha, que descobri no blog Rachel Schultz, que não é propriamente light mas os ingredientes até são, de certa forma, naturalmente saudáveis: para uma pessoa, precisa de uma banana cortada às rodelas, uma colher de sopa de mel, canela, e óleo de coco.

DSC_00101.jpg

 

cocktail de vodka, figos, limão e mel para celebrar este fim de semana que ainda não acabou!

Hoje estamos em clima de festa cá em casa. Sabe porquê? Porque amanhã ainda é fim-de-semana! Está calor! E é verão! Pequenos grandes detalhes que nos fazem felizes! Tão bom! Que maravilha! E quando estamos felizes, o que se faz na Mansão Mistério? Brinda-se, pois claro! E hoje decidimos brindar com B grande: Ele vai fazer este cocktail delicioso e original cujo principal ingrediente é nada mais nada menos do que a nossa fruta preferida: figos. A receita é do blog My Diary of Us e é pura e simplesmente genial, porque ainda leva um xarope de mel e alecrim.

fig+and+lemon+cocktail.jpg

 

 

salada de batata doce, lima e mel: a receita ideal para esquecer os excessos do fim de semana

A minha relação com a minha querida Mulher Mistério é baseada em respeito: eu respeito-a a ela – e Ela respeita isso. Por isso, quando Ela aparece em casa com uma receita nova, esta nossa relação de respeito obriga-me a ir para a cozinha fazer um respeitoso prato para a refeição seguinte. Especialmente se a receita for light. E mais especialmente ainda se for uma salada deliciosa como esta – ideal para levar para o trabalho ou para a praia e feita com batata doce, um alimento maravilhoso para a dieta de Verão. A receita original é do extraordinário blog Pinch of Yum, de longe um dos meus blogs de cozinha preferidos.

Roasted-Sweet-Potato-Salad-Bite.jpeg

 

figos caramelizados com iogurte grego, pistácios e mel: a minha desgraça ao pequeno-almoço (parte mil e uma)

Já aqui partilhei a minha paixão assolapada por figos. Já falei tantas vezes desta minha loucura que estive em sério risco de ser desmascarada. No outro dia, uma amiga minha de infância ligou-me, excitadíssima:

- Não acredito que tu és a Ela do Casal Mistério?

- Eu? Que disparate! Porquê?

- Porque és a única pessoa que conheço que gosta de figos dessa maneira.

- Olha, pelos vistos, somos duas.

E disfarcei a conversa. O que vale é que cada vez que falamos, temos tanto assunto, tanto tema para debater (não, infelizmente não é nem o Brexit nem o Donald Trump, são seguramente temas tão ou mais interessantes), que rapidamente passei para o seguinte. Mas o que é facto é que não fui apanhada por um… figo. Peço desculpa pelo péssimo trocadilho, mas não resisti, tal como, infelizmente para a minha dieta, não vou conseguir resistir a esta maravilha que descobri no site da inigualável Martha Stewart.

image.jpeg

 

creme de mel e lavanda, uma sobremesa absurdamente fácil

Os nossos filhos adoram mel. Comem à colherada, no leite, nas torradas, enfim, de todas as maneiras e feitios. Por isso, o meu querido Marido Mistério, cada vez que vai à praça, traz doses industriais de mel artesanal. Quando descobri esta receita do blog The Adventure Bite decidi fazer uma surpresa à nossa prole e preparar esta receita tão fácil que nem vou precisar da ajuda do pseudo chef cá de casa. Faz-se em 10 minutos e só preciso de natas, mel, sumo de limão, sumo de meia lima e uns raminhos de lavanda. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes, para 6 a 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

lavender-honey-possets.jpg

 

bolinhas de uvas com queijo de cabra e avelãs, um aperitivo original e irresistível

O que fazer quando temos uma filha adolescente a quem pergunto se sabe quem é (apontando para uma fotografia de Agustina Bessa-Luís) e ela diz-me:

- Sei perfeitamente, mãe. É a Agatha Christie.

- Não, sua ignara, é a Agustina Bessa-Luís.

- Ah, claro. A Cristina Bessa-Luís. Sei perfeitamente.

Além de iletrada, é surda. Irra. Resposta à pergunta retórica no início deste texto: Vou para a cozinha afogar as mágoas num copo de vinho branco. E foi ao primeiro gole que tive uma epifania. Lembrei-me de fazer um aperitivo fantástico e original que descobri há uns tempos no blog Eat Well 101: bolinhas de uvas com queijo de cabra e avelãs. São irresistíveis e viciantes. Só preciso de uvas pretas e brancas (de preferência sem grainhas), queijo de cabra, avelãs e pistácios sem casca e mel. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes, espreite aqui a receita original.

last-minute-appetizer-recipes.jpg

 

umas tostas deliciosas para dar as boas-vindas ao fim-de-semana: abacate, pera, queijo gorgonzola e nozes

Sabem porque é que a minha dieta é e será eterna para todo o sempre? Porque eu adooooro pão. Não vivo sem pão. E não conheço ninguém, nenhuma alma, que consiga emagrecer a comer pão. Claro que existem aqueles seres enervantes que comem tudo e não engordam, mas dessa gente não reza a história.

Por isso, quando descobri no fantástico blog How Sweet Eats estas maravilhosas tostas com abacate, queijo gorgonzola e nozes, pensei: não penses, come. E Ele faz. No fundo, é uma dupla invencível: Ele cozinha, eu como.

avocado-toast-I-howsweeteats_com-4.jpg

 

novidade! novidade! abriu uma loja pop up de doces turcos no oeiras parque e nas amoreiras

IMG_6078 (1).jpg

Há dois tipos de pessoas: aqueles que gostam muito de doces e aqueles que gostam de doces muito doces? Eu encaixo-me mais no primeiro grupo, Ela encaixa-se mais nos dois grupos. E foi exactamente Nela que eu pensei quando vi a nova loja pop up do Oeiras Parque, a Apple Times (também há outra nas Amoreiras). Este verdadeiro Éden do açúcar é uma loja só de doces turcos: os famosos turkish delights (as tradicionais gomas cobertas de açúcar de confeiteiro e com sabor a água de rosas e limão), as frutas cristalizadas (de que nem eu nem Ela somos grandes fãs) e as maravilhosas baklavas (feitas com frutos secos e mel).

É aqui que convém fazer uma pausa. Se não gosta de doces muito doces, o melhor é dar meia volta e dedicar o seu tempo disponível a ler o Avante! ou outro jornal do regime. Se gosta, estamos aqui nós de braços abertos para o receber com um sorriso de Joker na cara.

 

 

bola de queijo com figos secos, mel e amêndoas torradas, um aperitivo fácil e surpreendente para o seu natal

Entrámos oficialmente em modo pré-natal. Não, não pense que Ela engravidou. Ou que eu me vesti de Pai Natal e Ela se mascarou de rena. Não fomos tão longe nesta habitual loucura que deixa os filhos mistério em pânico cada vez que abrimos a boca à frente dos seus amigos adolescentes. Mas ontem montámos o nosso eucalipto de Natal na sala (inspirado pela melhor Mixórdia de Temáticas de sempre, tive de arranjar a árvore de Natal maior do mercado para impressionar o meu cunhado…). E, quando montamos a árvore, a balança é que paga.

A partir de agora, estamos 100% focados em receitas para o Natal – de aperitivos a sobremesas, passando por cocktails ou variações de bacalhau, tudo vale. OK, de vez em quando podemos abrir uma excepção para falar da Páscoa ou do Carnaval… Mas hoje a sugestão é mesmo para o Natal: um aperitivo fácil e delicioso para abrir as hostilidades na consoada. A receita é do sempre fundamental site The Kitchn e tem apenas cinco ingredientes: blue cheese, queijo creme, figos secos, mel e amêndoas torradas cortadas.

THapps-9.JPG