Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a sopa que todas as crianças vão adorar: sopa de chocolate com menta (para servir quente, claro)

Temos de admitir: estamos perante a maior revolução que a História da gastronomia já conheceu. Juntar na mesma receita as palavras sopa e chocolate é como juntar na mesma sala o Papa Francisco e os Irmãos Metralha. É a contradição mais absoluta de sabores, a inversão mais incrível de expectativas, a reunião mais absurda de opostos. A sopa é aquilo que me fez fugir da cozinha durante toda a minha infância, o chocolate é o que me faz voltar a ela a qualquer hora do dia ou da noite. 

É, por isso, com uma boca de espanto do tamanho da gruta de Mira de Aire que me apresento hoje aqui, à frente desta receita de sopa de chocolate com menta do fantástico blog Love and Olive Oil. E quando digo sopa, digo um caldo quente tradicional, não essas modernices que chamam sopa a qualquer leite creme.

ChocolateSoup-HeroH.jpg

 

 

tarte de meloa e iogurte grego com base de granola e açúcar de menta por cima, uma sobremesa deliciosa e saudável

Hoje é dia de festa nesta nossa pequena casa misteriosa. A minha querida e mui prendada Mulher Mistério mergulhou de chapão numa dieta detox durante três longos dias. E o que é que isso quer dizer? Que não está o dia inteiro a azucrinar-nos aos cinco com aquilo que vamos fazer para o jantar. Agora Ela tem o seu pequeno plano, passa o dia a passear-se para a frente e para trás com um tabuleiro cheio de sumos e – maravilha suprema – não pode comer nada que esteja fora do seu plano detox.

E porque é que hoje é o nosso Dia da Independência? Porque finalmente podemos tratar do nosso jantar sem ter de Lhe perguntar antes se isto engorda ou se aquilo tem calorias a mais. E por isso decidi caprichar com esta divinal receita do blog 10th Kitchen. E até nem é nenhuma desgraça calórica...

cantaloupe-tart-13.jpg

 

 

os truques para fazer um chá de menta marroquino perfeito (o meu novo ritual pós-dieta)

E o resultado da minha dieta foi… o previsível. Nós somos o que nós comemos. Não tenho uma dúvida. Fosse eu esquisita, como muito boa gente que conheço, e era magra e estupenda. Mas não. Adoro comer e de tudo. Também não pensem que sou um batoque. Não. Podia era ser mais magra. Como diz o meu querido e adorável Ele, “mas não eras a mesma coisa”. Ele gosta tanto de cozinhar e de comer que prefere mil vezes uma mulher com uns quilos a mais do que uma chata que não come nada em casa. Estes 15 dias de dieta foram um suplício tanto para mim como para Ele. E compensou? Sim, perdi 2 kg. Não é mau, mas podia ter perdido muito mais se não tivesse cedido às inúmeras tentações que me apareceram pela frente.

O problema é que já não tenho 20 anos. Nessa altura, conseguia emagrecer 4 kg numa semana. Mas a verdade é que não fechei totalmente a boca. Dois quilos é melhor do que zero, certo? Por isso vou voltar a comer mas com alguns truques para me ir tirando a fome. Vou encher-me de chá durante o dia: não engorda, diminui o apetite, é diurético e é ótimo. E vou começar à grande e à marroquina: com o típico chá de menta. Se pensa que é só ferver água e atirar lá para dentro um saquinho de chá, está redondamente enganado. Esta receita do fantástico blog Honestly Yum tem todo um ritual e vários truques, por isso, é que é tão boa.

moroccan_mint__tea__3_1.jpg