Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

novidade! novidade! vai abrir um novo restaurante com os melhores tártaros de lisboa

20170118_140312.jpg

Primeiro, vamos lá esclarecer essa dúvida que lhe atormenta a cabeça desde que leu este título sensacionalista aqui em cima: como é que este maduro sabe que estes são os melhores tártaros se o restaurante ainda não abriu? Boa pergunta. Ainda bem que se lembrou de a fazer porque eu estava mesmo a pensar nisso agora. Na verdade, os tártaros já existem, o espaço é que vai ser novo.

Estou a falar da Tartar-ia, esse paraíso da comida saudável, fresca, requintada, biológica e semi-Michelin de Lisboa. O restaurante, idealizado pelos responsáveis do Vila Joya (Dieter Koschina incluído), já existe no Mercado da Ribeira, em Lisboa, com uma ementa de magníficos tártaros que me deixa de boca escancarada cada vez que passo lá à porta. Agora os proprietários anunciaram, na sua página de Facebook, que vão abrir um novo espaço em Lisboa. Ainda não se sabe onde será, como será ou quando será. Sabe-se apenas que o local já está escolhido, que os preparativos estão a andar e que a ementa vai assentar em deliciosos e criativos tártaros preparados por alguns dos melhores chefs que o mundo já conheceu.

O conceito do espaço no Mercado da Ribeira é um verdadeiro santuário de quem gosta de comer bem e de forma leve. E enquanto o novo espaço não abre, o melhor é ficarmo-nos pelo que já existe para ir abrindo o apetite.

 

novidade! novidade! o chef kiko abre um novo restaurante no mercado da ribeira

17310112_1831192483798853_3531574508948642980_o.jp

O homem não pára. Depois do Talho, depois da Cevicheria, depois do Asiático e depois de ter protagonizado um duelo de sobremesas com uma avó para este vosso Casal Mistério (veja aqui), Kiko Martins abre um novo restaurante, a 15 de Março, no Mercado da Ribeira, em Lisboa.

Chama-se O Surf & Turf (eu sei, o artigo definido não joga muito bem, mas é o que se arranja) e vai ter uma zona com lugares exclusivos, o que, no Mercado da Ribeira, é cada vez mais um bem tão essencial quanto a água no deserto do Atacama. O restaurante fica no corredor lateral do mercado e terá um espaço próprio, com lugares sentados ao balcão, e uma esplanada exclusiva para o exterior, bem longe da confusão da zona central.

15442137_1043967195730836_3540679498297487476_n.jp

 

 

novidade! novidade! os melhores éclairs de lisboa chegaram ao mercado da ribeira e eu não sei como vou resistir a esta tentação

Está uma pessoa de dieta e tem de dar uma notícia destas. Isto é que é amor pelos nossos leitores… Lembra-se de lhe termos contado aqui a nossa deliciosa experiência no L’Éclair na Avenida Duque D’Ávila, em Lisboa? Pois é… o sucesso tem sido tal que agora já se expandiu para o Mercado da Ribeira.

13198384_1107853385940239_3899136482731096260_o.jp

 

o novo pap'açorda: é aqui que come a melhor mousse de chocolate e alguns dos melhores petiscos típicos portugueses

842896_508517802522615_79791724_o.jpg

Quando chega ao novo Pap'Açorda, no Mercado da Ribeira, em Lisboa, a primeira coisa que encontra é uma enorme parede e dois vidros, sem qualquer porta de entrada. A segunda é o ex-secretário de Estado das Obras Públicas de José Sócrates, Paulo Campos. Eu sei que tudo isto pode ser pretexto para não entrar, mas faça um esforço: aqui comem-se alguns dos melhores petiscos portugueses, como a açorda de gambas, a canja de rabo de boi, os carapauzinhos marinados ou a divinal mousse de chocolate.

Mas antes, vamos às dicas. Para evitar a figura pouco recomendável da minha querida Mulher Mistério a tentar empurrar um enorme vidro como se fosse uma porta misteriosa, dirija-se à área central da entrada: aquilo que parece uma parede preta é, no fundo, uma gigantesca porta giratória.

Para evitar ex-governantes, dirija-se ao bar e peça um gin tónico. Pelo caminho, repare no fantástico espaço do novo Pap'Açorda.

 

sugestões para o fim de semana de vento: onde comer nos mercados de lisboa e do porto

17745484_jZrBV.jpeg

Está vento, andam kitesurfs a voar pelas praias e árvores a passear pelas ruas. Digamos que não vai ser propriamente a altura ideal para se ir banhar nas águas salgadas do Atlântico. A não ser que queira levar o fato de mergulho. E o pára-vento. E as asas também para o caso de o pára-vento não chegar. Lamento ter de ser eu a dar-lhe esta triste notícia, mas 49 Km/h de vento na Caparica não é propriamente agradável. Este vai ser um fim-de-semana de ciclone, não um fim-de-semana de praia.

Mas pode ser também um fim-de-semana de mercado. E é por isso que estamos aqui. Para o guiar pelos recantos mais recônditos de dois mercados ideais para dias de tufão.

 

 

os melhores bolos do planeta estão aqui (sem exageros, claro!)

10690065_946106352083075_7477516672013051098_n.jpg

Hoje estou especialmente bem disposto. Em primeiro lugar, porque decidi adoptar o penteado à século XVIII do coordenador do programa eleitoral do PS – gosto daqueles caracóis laterais ao estilo Wolfgang Amadeus Mozart que aumentam a boa disposição de qualquer pessoa. Depois, porque acordei a sonhar com a sobremesa que comi, no outro dia, no Nós É Mais Bolos, no Mercado da Ribeira, em Lisboa – e isso cola um sorriso gigante na boca de qualquer ser humano.

Bom, para ser rigoroso e sincero é melhor não lhe chamar sobremesa. Talvez seja mais adequado usar a expressão "sobremesas". Não uma, não duas, mas três sobremesas. Eu sei, estamos a entrar no campo do distúrbio alimentar, mas sempre estava acompanhado da minha querida Mulher Mistério, que fez a delicadeza de dividir este banquete calórico comigo.

 

 

fui experimentar os pratos light do henrique sá pessoa no mercado da ribeira... e adorei!

Ponto prévio: jantar no Mercado da Ribeira pode ser uma experiência, ao mesmo tempo, surreal e divertida desde que se entre no espírito. Se gosta de um bom desafio, tipo “jogo das cadeiras” ou “quem vai ao ar perde o lugar”, este é o sítio ideal para si. Nós fomos cedo e sem pressas, durante a semana, e mesmo assim, encontrar dois lugares juntos numa mesa não foi tarefa fácil. Começámos por nos separar. Ele quis experimentar o Chicken All Round, o novo espaço do estrelado Miguel Laffan; eu não resisti aos apelos da ementa do restaurante do chef Henrique Sá Pessoa. E para variar, ganhei esta batalha em todas as frentes. Ele já relatou aqui a sua experiência, bem diferente da minha...

527584_498716946843272_992396958_n.jpg

 

 

novidade! novidade! abriu um restaurante de frangos de um chef michelin no mercado da ribeira (e nós não gostámos)

20150423_Chicken_All_Around_JS-7884 (1).jpg

- Boa noite. Como é que é este frango ML Style?

- Hmmm... Sei que tem vários ingredientes.

- Pois, isso eu desconfio que possa ser verdade.

- E sei que um dos ingredientes é espargos. É que há muita gente que não gosta... Mas o melhor é perguntar à minha colega ali.

Esta minha conversa não foi com o segurança do Mercado da Ribeira, em Lisboa. Nem com o responsável da manutenção. Foi mesmo com uma empregada do novíssimo Chicken All Around, o último restaurante do chef Miguel Laffan, o próprio do "ML". Dirigi-me diligentemente até à "minha colega ali" e repeti a pergunta.

A senhora olhou de forma atrapalhada para um conjunto de folhas à sua frente. Começou a virá-las freneticamente. Depois procurou no verso. E acabou por se virar para uma terceira colega, que estava atrás de si, a perguntar. E foi esta heróica senhora que conseguiu finalmente esclarecer esta minha dúvida hiperbólica. O frango ML Style é igual a um cachorro, mas com salsicha de frango.

 

 

os deliciosos caranguejos de casca mole da marisqueira azul no mercado da ribeira

marisqueiraazul-geral.jpg

Comer um caranguejo inteiro, com casca, patas e tudo, pode não ser um acto de masoquismo para a laringe. Especialmente se estivermos a falar dos maravilhosos caranguejos de casca mole da Marisqueira Azul, no Mercado da Ribeira, em Lisboa. E foi isso que descobri este fim-de-semana quando aterrei à porta da esplanada liberto da tirania da dieta caseira durante duas horas.

 

 

as primeiras fotos do novíssimo mercado da ribeira

Para quem, como eu, estava cheio de curiosidade de ver em primeira mão o recém-inaugurado Mercado da Ribeira, aqui estão as primeiras imagens que a Time Out disponibilizou na página oficial do Facebook deste novo projeto que, diga-se, tem tudo para ser um sucesso: boa onda, ótimos restaurantes, excelentes chefs e animação pela noite fora. A decoração é parecida com a do Mercado de Campo D´Ourique, mas mais moderna, bem mais arejada, e com muito mais mesas e cadeiras, já que o espaço é bem maior. Para já, deixo-vos as imagens. Fica a promessa de uma Crítica Mistério num post perto de si.

Bons petiscos,

Ela

 

Créditos: Arlindo Camacho

 

mercado da ribeira abre amanhã ao público

Acabadinhos de aterrar mas sempre em cima do acontecimento: O novo Mercado da Ribeira reabre ao público já amanhã, com um conceito totalmente inovador. E nós estamos lá caídos. O projeto de revitalização do espaço, idealizado e concretizado pela revista Time Out (que ganhou o concurso público lançado pela câmara há mais de três anos), vai ter 30 espaços de restauração e bebidas e cerca de 750 lugares sentados (500 de área coberta e 250 de esplanada). O Mercado de Campo d´Ourique que se cuide. Para já, ainda antes da inauguração, 1-0 para o Mercado da Ribeira só pelos lugares sentados.

A ousada e original Time Out decidiu transformar-se num espaço e, por isso, João Cepeda, o diretor da versão lisboeta da publicação, chama ao novo Mercado da Ribeira a primeira revista para ler, comer e beber. Garante que é “o primeiro projeto editorial a três dimensões do mundo”. Com um investimento de cinco milhões de euros, tem como objetivo a fusão da atividade tradicional do mercado com projetos gastronómicos, culturais, de comércio e lazer. E deverá criar mais de 300 postos de trabalho diretos.

Uma das estrelas maiores da nova praça de restauração é Dieter Koschina: o chef do Vila Joya, recentemente considerado o 22º melhor restaurante do mundo, estreia-se em Lisboa com o Tartar-ia. Especializado em tártaros, salgados e doces, vai ter criações com salmão, vaca, porco, bacalhau fresco ou mesmo só com produtos vegetarianos.

Além disso conte com espaços dos chefs Alexandre Silva, Miguel Castro e Silva, Henrique Sá Pessoa, Marlene Vieira ou Vítor Claro; representações de restaurantes como o Sea Me, O Prego da Peixaria, Café de São Bento ou Honorato; os chocolates da Arcádia, as conservas da Conserveira de Lisboa, os gelados do Santini, as propostas da Garrafeira Nacional e de João Portugal Ramos, as artes da Vista Alegre ou, entre outros, bares da Super Bock, da Sumol e Compal ou da Delta. Tudo isto está à sua espera a partir de amanhã (18 de maio) a partir do meio-dia. O horário é de domingo a quarta das 10h à meia-noite; de quinta a sábado das 10h às duas da manhã.

Encontramo-nos lá amanhã?

Bom fim de semana,

Ela