Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

queijo derretido com figos caramelizados e nozes crocantes, um jantar de sonho para fazer em 15 minutos

O queijo vai derreter no forno e misturar-se lentamente com o sumo dos figos caramelizados pelo calor. Ao provar esta pequena maravilha da natureza, vai sentir essa mistura deslumbrante do salgado do Camembert com o doce da fruta. Por cima, tem umas fantásticas nozes crocantes que contrastam na perfeição com a cremosidade de tudo o resto.

Este parágrafo aqui de cima podia ser a descrição de uma natureza-morta de Cézanne, mas não: é o resultado de uma receita do blog A Cozy Kitchen. Eu encaro-a quase como uma obra de arte e, se pudesse, até a comia sentado num museu. Mas, como a época dos figos está quase a acabar, acho que a vou comer hoje mesmo, aqui em casa, enquanto posso.

Tudo o que vou precisar para fazer este jantar perfeito de sábado à noite é de um queijo Camembert ou um Brie pequeno, nozes picadas, pistácios picados, figos cortados em quatro, tomilho fresco e mel. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

MeltyBakedBrieFigsWalnutsHoney-9.jpg

 

 

porquê fazer um bolo complicado quando pode fazer este delicioso bolo de noz só com 3 ingredientes?

Se espera uma resposta da minha parte, tenho de lhe confessar que não sei. Este fabuloso bolo, adaptado pelo site Food52, consegue ser leve, delicioso e húmido por dentro. Pode parecer até que o interior fica mal cozinhado, mas vai ver como é delicioso. Além disso, não leva farinha, o que reduz o engordómetro em cerca de 50%.

É claro que fica menos consistente, que se desfaz com mais facilidade e que é preciso ter cuidado a tirá-lo da forma, mas ninguém disse que a vida era fácil. Para mais, eu gosto de bolos mais leves, húmidos e soltos.

Tudo o que precisa para fazer esta maravilhosa receita, típica do Sul de Itália, é de nozes, açúcar e ovos. Se gostar, também pode acrescentar as raspas de um limão. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

9756333e-aff3-4227-a054-f123d51ae51e--torta_di_noci_IMG_4265_food52.jpg

 

 

queijo brie no forno com nozes caramelizadas e framboesas, uma sobremesa absolutamente irresistível e original

Sobremesa? Agora assim, de repente, fiquei na dúvida. Porque não um aperitivo? Ou mesmo uma entrada? Bom, e se eu acabasse este diálogo esquizofrénico comigo mesma? Esta maravilha que descobri no blog Homemade Hooplah pode ser o que vossa excelência quiser. Até mesmo um delicioso brunch. Sim, é verdade, não se pode dizer que seja uma receita muuuito amiga da dieta, mas, bolas, é domingo, Dia do Senhor e das Facadinhas nas Dietas.

E eu vou fazer o pleno: vou fazer esta receita e depois vou rezar para não engordar.

Só preciso de nozes, açúcar, manteiga sem sal derretida, um queijo Brie, açúcar mascavado, mel, vinagre balsâmico e framboesas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Raspberry-and-Walnut-Baked-Brie-3-600x900.jpg

 

 

a entrada de sonho que vai dar a volta à sua dieta: carpaccio de courgette com crumble de queijo feta e nozes

São pratos como este que me fazem sobreviver casado até ao fim de uma dieta da minha querida Mulher Mistério. Especialmente porque esta última dieta Dela dura há precisamente dez anos, oito meses e 26 dias. Mas, cada vez que eu olho para o calendário e me pergunto o que é que leva uma mulher a deixar de estar de dieta para passar a ser de dieta, aparece sempre uma deliciosa receita light que me anima durante mais uns dias. 

2016-04-29-1461894982-7626500-zucchinicarpaccio-th

 

 

soufflé de batata doce vegan e sem glúten, um jantar fácil e saudável para este domingo

Hoje é domingo, 

Não cai um pingo, 

Nem uma folha ao chão.

O que caía bem

Era esta batata doce ao serão.

E foi neste estilo Mafalda Veiga da culinária que esbarrei com esta extraordinária receita do fantástico blog Healthier Steps. Soufflé já é um prato delicioso para um domingo à noite. Com batata doce é um prato espectacular. Se for vegan, é fenomenal. E comido a cantar é o sonho de qualquer bom domingueiro. Não dá é para cantar muito porque esta receita tem tanto de saudável como de fácil de fazer.

Tudo o que vai precisar é de batata doce, leite de coco, xarope de ácer, açúcar de coco, extracto de baunilha, gengibre ralado, sal, coentros em pó, cardamomo em pó e nozes pecan. Para o topping, junte óleo de coco, farinha de arroz, açúcar de coco e nozes pecan raladas. Leu bem, não leva ovos nem outros alimentos de origem animal. E, no entanto, vai ficar com este aspecto...

sweet-potato1673.jpg

 

 

umas tostas deliciosas para dar as boas-vindas ao fim-de-semana: abacate, pera, queijo gorgonzola e nozes

Sabem porque é que a minha dieta é e será eterna para todo o sempre? Porque eu adooooro pão. Não vivo sem pão. E não conheço ninguém, nenhuma alma, que consiga emagrecer a comer pão. Claro que existem aqueles seres enervantes que comem tudo e não engordam, mas dessa gente não reza a história.

Por isso, quando descobri no fantástico blog How Sweet Eats estas maravilhosas tostas com abacate, queijo gorgonzola e nozes, pensei: não penses, come. E Ele faz. No fundo, é uma dupla invencível: Ele cozinha, eu como.

avocado-toast-I-howsweeteats_com-4.jpg

 

crumble de batata doce com nozes pecan, lá vou eu desgraçar-me outra vez!

A minha grande dúvida é se esta maravilha é um extraordinário acompanhamento ou uma inacreditável sobremesa. O que será? Pela lista de ingredientes é mais provável que seja uma sobremesa mas os autores da receita, do blog Pinch of Yum, garantem que pode ser um excelente acompanhamento.

Por mim, é o que quiserem, e pelo sim pelo não, peço ao meu querido Marido Mistério para fazer como acompanhamento e ainda como também à sobremesa. Para isso, precisamos de batatas doces, manteiga derretida, leite, açúcar, extrato de baunilha, ovos e sal. Para o topping, precisamos também de manteiga derretida, açúcar mascavado, farinha e nozes pecan picadas. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes para 8 pessoas, no caso de fazer como acompanhamento, espreite aqui a receita original. 

sweet-potatoes-5.jpg

 

 

batata doce no forno com queijo de cabra, arando, nozes e molho balsâmico, ui... que delícia!

Esta espetacular receita do blog Ciao Florentina demora menos de meia-hora a fazer. É incrivelmente fácil e inacreditavelmente deliciosa. Ok, não é o cúmulo do light mas também não é o fim do mundo. A batata doce é muito mais saudável do que a normal, não engorda tanto e é bem mais saborosa, diga-se a verdade!

Para fazer, terá de ter em casa batatas doces, queijo de cabra, nozes ou pecans (a receita original sugere nozes cristalizadas mas eu prefiro ao natural), arandos secos, redução de balsâmico, sal, paprica doce, azeite, azeite com infusão de laranja, mel, raspas de um limão e folhas de manjericão. Se quiser saber as doses certas destes ingredientes para 4 pessoas espreite aqui a receita original.

Sweet-Potato-Rounds-Recipe-with-Goat-Cheese-Cranbe

 

 

salada de burrata, arando e dióspiro: quem disse que não há boas saladas no inverno?

Oh meu Deus! Esta salada vai desaparecer da travessa em menos de dois minutos cá em casa. Nós adoramos burrata, os miúdos são loucos por dióspiro. Por isso, esta receita do excelente blog half baked harvest vai ser sucesso garantido na Mansão Mistério. Só preciso de 15 minutos do meu precioso tempo e, claro, de nozes, sementes de abóbora, xarope de ácer, flor de sal, rúcula, dióspiros sem caroço e cortados às fatias, clementinas, arandos secos e uma deliciosa burrata fresca. Para o molho balsâmico de arando, vou precisar de sumo de romã ou de arando, vinagre balsâmico, sumo de limão, azeite, sal e pimenta. Se quiser saber as doses certas de todos os ingredientes para 6 pessoas espreite aqui a receita original.

Harvest-Cranberry-Persimmon-and-Burrata-Salad-1.jp

 

 

salada de maçã, courgette e beterraba para me despedir do verão magra e em beleza

Esta salada é tão light, tão light que só de olhar uma pessoa emagrece. Só a courgette é que é grelhada, tudo o resto é cru. Mas que tem uma grande pinta, lá isso tem. Tenho dúvidas de que se aguente em pé ao fim da primeira garfada, mas isso agora não interessa nada. A receita é do espetacular blog green kitchen stories.

8dcee0e92e9ed7a4821d01e518117497.jpg

 

salada de queijo de cabra, figos e hortelã, um delicioso almoço ainda com sabor a verão

Eu sei. Sou obcecada por figos. Não há nada a fazer. Cada vez que descubro uma receita com figos, sinto uma irresistível vontade de a fazer. Olho para uma receita, espreito uma lista de ingredientes e, quando descubro a palavra "figo", os meus olhos saem das órbitras, qual Looney Tunes. Foi exatamente isso que me aconteceu quando encontrei esta deliciosa salada num dos meus blogs preferidos: a house in the hills.

fig_goat_cheese_salad_a_house_in_the_hills-6.jpg

 

a receita ideal para fazer uma surpresa no dia da criança: pão de banana e nozes

Falta menos de uma semana para esse dia mágico em que a minha querida Mulher Mistério distribui presentes pelos nossos quatro filhos – e outro por mim. Sim, estou a falar do Dia da Criança (e ainda não consegui perceber porque é que Ela me inclui entre os presenteados...). Mas este ano tenho uma resposta à altura: enquanto Ela compra presentes, eu faço pão. E não é um pão qualquer. É um pão próprio para crianças – e para mulheres fanáticas por bananas também. E, já agora, para homens que gostem de comer.

Cá em casa somos todos bananófilos convictos, por isso vou fazer um pão de banana e nozes para o pequeno-almoço de segunda-feira. O melhor de tudo é que, além de deliciosa, esta receita da Food Network é facílima de fazer.

FO1D17_22819_s4x3.jpg.rend.snigalleryslide.jpeg

 

 

semifrio de tagliatelle, burrata, nozes e molho pesto

Há o semifrio de morango, de ananás ou de caramelo. E, a partir de hoje, passa a haver também o semifrio de burrata. Com uma diferença: não é um doce. E outra diferença: é uma pasta. E mais 500 diferenças que não vamos estar aqui agora a enumerar. Mas então por que santa alminha é que uma pasta se há-de chamar semifrio, meus senhores? Como diria o meu filho mais novo, porque é quente e também é frio, DAAAAAA!

Ultrapassado o momento infatilóide da semana, vamos ao que interessa: a burrata. E como isto já é conversa de adultos, temos um bocadinho de alta cultura (que é o mesmo que dizer um bocadinho de Wikipedia). Burrata em italiano quer dizer amanteigado. E de onde vem este nome, perguntam-me os meus amigos.

Então, estou à espera da pergunta...

Vem da forma como alguns produtores fazem este queijo: com uma carapaça exterior de mozzarella e um recheio interior de manteiga. No entanto, a maioria das burratas vendidas em Portugal são feitas com mozzarella por fora e uma mistura de mozzarella e natas por dentro.

Antes de me mandarem calar e de me banirem da Internet por me ter tornado no José Hermano Saraiva da cozinha, deixem-me só dizer-lhes uma coisa: a burrata é o melhor queijo para se comer no Verão (desde que não o deixe ao calor para se estragar): é fresco e leve. E é por isso que estamos aqui hoje com este semifrio de tagliatelle e burrata: para ficar com uma receita de massa para os dias mais quentes.

Comece por cozer o tagliatelle al dente em água e sal. Depois de pronta, passe a massa por água fria para não continuar a cozer. A seguir junte-lhe o molho pesto, o tomate cherry cortado em quatro, as nozes e a burrata e misture tudo. Coloque sal e pimenta a gosto e já está. A massa morna com a burrata e o tomate frio fazem um óptimo contraste e formam um prato perfeito para um almoço de sol.

 

Ingredientes 

- Tagliatelle

- Burrata

- Nozes

- Tomate cherry

- Molho pesto fresco Giovanni Rana (à venda no Continente)

- Sal 

- Pimenta

 

Boas e mais tardes de calor para si, onde quer que esteja,

Ele

hoje o dia começou assim (e vai acabar com uns ovos mexidos com cogumelos caseiros, alecrim frito e nozes)

É das poucas coisas boas da chuva: cogumelos pleurotus. Há dois anos que cá em casa não se compra cogumelos, produz-se. (Ena, que isto soa importante!)

No Verão, a produção é suspensa, mas entre o Outono e a Primavera os cogumelos nascem assim, em molhos gigantes como este aqui em baixo. Tudo isto graças a um enorme, pesadíssimo e ligeiramente malcheiroso fardo de palha que comprámos na loja online Cantinho das Aromáticas. A palha está envolvida num plástico com uns furos e cultivada com cogumelos. Só precisa de a deixar, em pé, ao ar livre, num local com luz natural, mas sem exposição directa ao sol. Quando começa a chover, a água entra na palha e a humidade permite aos cogumelos crescerem. O resultado são cogumelos gigantescos, muitíssimo saborosos e caseiros – sem corantes nem conservantes, tal como o Frisumo.

Estes vão ser preparados com uns ovos mexidos, alho, alecrim frito e nozes. É fácil. Primeiro lave bem os cogumelos e corte-os às tiras. Depois coloque uns três ramos de alecrim numa frigideira bem quente até tostarem. Quando as folhas estiverem duras e estaladiças, separe as folhas dos ramos – saem facilmente se estiverem bem fritas. Experimente provar o alecrim assim, fica óptimo até como aperitivo, como se fossem amendoins.

Depois, coloque as folhas de alecrim na frigideira com azeite, alho e os cogumelos. Cozinhe-os bem e, no fim, escorra o excesso de água. Coloque um bocadinho mais de azeite se precisar e junte as nozes e os ovos sem os bater. Misture tudo e sirva com os ovos mal passados para não secarem. Experimente e depois diga-me se não vale a pena tornar-se um mini-micro-nano-produtor de cogumelos.

 

Ingredientes

- Cogumelos pleurotus

- Alecrim

- Alho

- Nozes

- Ovos

 

Boas plantações para si, onde quer que esteja,

Ele

ambrósio, apetece-me algo II

Que tal umas ostras, para começar?

 

 

... e uma deliciosa tábua de queijos, para acabar?