Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

os melhores restaurantes que experimentámos em 2015

18414478_ZyfQo.jpeg

Chegou o dia de todos os balanços. E cá em casa os balanços são feitos com o garfo e a faca na mão. Depois de um fim-de-semana a rever tudo o que comemos em 2015, chegou o momento de nos sentarmos à mesa. Este é o top 7 dos melhores restaurantes que experimentámos pela primeira vez este ano. São as maiores surpresas que tivemos. De fora desta selecção nacional da comida, deixámos os restaurantes consolidados, aqueles com estrelas Michelin (é difícil comparar um Belcanto com uma Cevicheria). De resto, está aqui aquilo de que mais gostámos e que queremos repetir. 

 

 

os 6 melhores bolos que provámos em 2015 (e que ainda pode encomendar para o natal)

12036831_1114291171915643_1446640571022516273_n.jp

Não sei se já se apercebeu de que nos estamos a aproximar perigosamente do Natal. E isso faz disparar todos os alarmes de emergência. No caso Dela, dispara o alarme dos presentes; no meu caso, dispara o alarme dos bolos. Eu sei, a vida é injusta, não é? Enquanto a minha Querida Mulher Mistério se passeia feliz e contente pelos shoppings cheios de gente, à procura de fantásticos presentes de Natal; eu sento-me, contrariado e combalido, à mesa para provar os melhores bolos que hei-de servir na consoada.

E foi nesse estado de profundo sacrifício que decidi seleccionar os melhores bolos que a Família Mistério devorou em 2015. São os bolos que nos fazem brotar água da boca em verdadeiras cataratas do Niagara. São os bolos que nos obrigam a acordar a meio da noite com suores frios como se estivéssemos no Polo Norte. São os bolos que nos forçam a escalar os Himalaias só para comer quatro míseras migalhas. São os bolos que se transformaram nas verdadeiras obras de arte da gastronomia portuguesa.

Estes foram os melhores bolos que nós provámos este ano.