Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

shots de gin e ostra com ovas tobiko, o cocktail de sonho de qualquer pessoa

Desde que, numa inesquecível noite de Verão, tivemos a sorte de provar o magnífico dry ostrini, do Hotel do Chiado, que a minha vida mudou. Tornei-me um ser desprezível, obcecado, ganancioso e capaz de pisar quem se cruza no meu caminho. Tudo porque tenho apenas um objectivo na vida: aperfeiçoar e melhorar aquele delicioso binómio gin-ostra.

Mas agora o calvário pode ter terminado. É que descobri esta magnífica receita do blog Use Real Butter que tem algumas vantagens em relação ao tal dry ostrini: primeiro, não é tão forte – a quantidade de gin é mais civilizada; depois, tem um ingrediente delicioso – o caviar por cima dá-lhe um toque divinal.

Captura de ecrã 2015-08-16, às 19.02.58.png

 

 

dois aperitivos para começar o fim de semana em grande

Segundo vários dicionários da língua portuguesa, aperitivo é “aquilo que abre o apetite”. Nunca percebi essa necessidade. O meu apetite nunca precisa de ser aberto, antes pelo contrário, precisa desesperadamente de ser fechado, porque está sempre em alerta máximo. Mas para todo o resto da humanidade que não sofre do meu mal, aqui ficam duas ótimas ideias da incansável Martha Stewart para servir antes do jantar.

IMG_0059.JPG

Dip de Ovos, Creme Fraîche e Ovas 

  • 12 ovos bem cozidos picados
  • ½ chávena de creme fraîche
  • 3 colheres de sopa de cebolinho fresco e picado
  • ½ colher de chá de sal
  • ½ colher de chá de mostarda Dijon
  • 170 g de ovas de truta 

 

Junte todos os ingredientes, exceto as ovas, numa taça. Espalhe bem e alise o topo. Coloque no fim uma camada de ovas. Sirva logo com umas tostas ou bolachas de água e sal.

IMG_0060.JPG

Guacamole de Pistácios

  • 6 abacates maduros, descascados e sem caroço
  • 3 colheres de sopa de sumo de lima
  • 1 chávena de pistácios descascados, tostados e picados
  • Sal q.b.

 

Numa taça, esmague os abacates e o sumo de lima com a ajuda de um garfo. Junte 3 colheres de sopa de pistácios e tempere com sal. Coloque por cima os restantes pistácios e sirva com chips ou tostas.

São dois aperitivos super fáceis e deliciosos. Eu não precisava de nada disto antes do jantar, mas como infelizmente a minha força de vontade é igual à gravidade da Lua… adeus dieta, até amanhã!

 

Um ótimo fim de semana,

Ela

 

receitas e fotos: martha stewart

spaghetti de ovas (um prato para fazer em 15 minutos e só com dois tachos)

Drama! Houve uma revolta cá em casa. A menos de uma semana do início do Mundial, a equipa de futsal juntou-se numa manif pré-violenta para exigir comida. Estamos quase no Verão e os quatro agitadores querem ovas. Exactamente: não exigiram rebuçados, não exigiram gelados, exigiram ovas. E, sorte a nossa, foram ovas de pescada e não ovas de estorjão. Perante o perigo de ser deposto de cozinheiro da casa, dirigi-me vertiginosamente até à peixaria do bairro e voltei com dez magníficas e consistentes ovas. E desta vez resolvi variar: em vez de mais uma salada de ovas, decidi fazer um spaghetti de ovas: é rápido, é fácil e não suja muita loiça.

Primeiro, preparei as ovas. Cortei-lhes a pele e retirei o interior com uma colher de sopa para uma taça. Depois, cozi mal o spaghetti. Ainda um pouco duro, retirei-o da panela e passei-o durante uns minutos por água fria para tirar a goma. A seguir, cortei dez dentes de alho bem fininhos e deixei-os alourar numa verdadeira piscina de azeite dentro de um wok. Coloquei lá dentro sal, pimenta e o spaghetti. Envolvi a massa com o molho e, quando estava quente, desliguei o lume. Guardei o spaghetti na panela em que foi cozido e deitei mais um pouco de azeite para dentro do wok com uma parte do alho. Despejei as ovas para o wok e espalhei-as para fritarem. Quando estavam mal passadas, juntei o spaghetti ainda quente e uns cinco ramos de salsa picada. Misturei tudo no wok e chamei a turba por um megafone. Quinze minutos e duas panelas depois, estava feito o spaghetti de ovas. Espero que não haja mais manifestações contra o cozinheiro nas próximas semanas.

 

Ingredientes 

400 g de spaghetti

10 ovas de pescada

10 dentes de alho

5 raminhos de salsa

Azeite

Sal 

Pimenta

 

Um bom Verão para si onde quer que esteja,

Ele

salada de ovas com coentros (ou o aquecimento para os excessos da páscoa)

Hipótese 1: casa cheia, crianças aos saltos em cima de si, gritos em tom Cindy Lauper, sprints estilo Usain Bolt na sala, a casa prestes a desmoronar-se e você queria mesmo era comer alguma coisa decente e saudável.

Hipótese 2: Sexta-feira Santa, mini jejum de carne, dia sem excessos, nada de pecados, nada de luxos e nada de ataques de gula com grande cozinhados, molhos elaborados e bolos de fazer babar, e o que lhe apetecia mesmo era comer alguma coisa decente e saudável.

Hipótese 3: feriado igual a todos os outros feriados do ano, um óptimo dia para passear, ver o mar, irritar-se com o bimbonauta da frente que insiste em tirar o carro da garagem apenas duas vezes por semana e não passar dos 60 km/h, e agora, ao fim da tarde, o que apetecia mesmo era comer um petisco decente e saudável.

Estejam os meus amigos em que hipótese estiverem, nós temos três mágicas palavras para si: salada de ovas. É fácil, é barato e dá milhões – de alegrias. A única dificuldade é encontrar umas ovas de pescada frescas. Conseguido isso, consegue o céu – e sem nuvens irritantes como as que estiveram hoje. Coza as ovas em água a ferver e sal durante uns sete ou oito minutos. Vá confirmando a consistência das ovas, o ideal é que fiquem cozidas por fora e rosadas por dentro para que, ao cortá-las, elas quase se desfaçam. Se as cozer demais, elas vão ficar secas e intragáveis. Se as tirar do lume no ponto, elas vão ficar molhadas e saborosas. Com as ovas cozidas, deixe-as arrefecer ao ar e corte-as às fatias. Junte uma cebola grande e um molho de coentros picados. Tempere com azeite, vinagre balsâmico e flor de sal e sente-se à mesa com um copo de vinho branco ao lado. Agora, sim, está preparado para enfrentar os excessos de amanhã e domingo.

 

Ingredientes 

- Ovas de pescada

- 1 cebola

- Coentros

- Azeite

- Vinagre balsâmico

- Sal

 

Uma boa Páscoa para si, onde quer que esteja,

Ele