Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

água detox com pepino, limão e gengibre para enfrentar esta onda de calor

Adoro calor, por isso, nunca me queixo quando há assim estas súbitas subidas de temperatura, mas como diria o nosso Jorge Perestrelo: “O que é que é isto, ó meu?” Nem eu, que costumo ser um lagarto ao sol, estou a aguentar! Nossa, que violência. Já bebi dois litros de água só de manhã (ao menos isso, diz que emagrece, não é?) e preparo-me para beber mais três ao longo do dia.

Como já estou farta de beber tanta água e preciso muito de me hidratar, decidi fazer esta água detox que descobri no blog Living Fresh Daily que junta tudo o que é saudável na mesma receita: o pepino que, além de hidratar, é rico em vitaminas e antioxidantes; o gengibre que é praticamente um milagre porque faz bem a tudo e é anti-inflamatório; e o revigorante limão que é um excelente desintoxicante porque ajuda a estimular o fígado. Finalmente, a hortelã que tem um efeito calmante e acelera o metabolismo.

Cucmber-Lemon-Ginger-Water.jpg

 

 

o segundo melhor remédio contra o cansaço: gin com amoras e hortelã

Este é o grande problema de trabalhar em Julho: enquanto o resto do país está estendido numa praia do Algarve, eu estou estendido no chão do escritório. De cansaço. É muito bonito ter metade do país de férias ao mesmo tempo. O único problema é a outra metade que fica a fazer o trabalho que sobra.

Sim, estou de rastos. Acordo a meio da noite a sonhar com uma praia paradisíaca nas Maldivas. Onde a Internet não chega e onde o email não apita. Onde o telemóvel não tem rede e onde o computador não liga. Só precisava de uma semaninha assim. Sem mais nada à volta. Só mar, praia e calor.

Infelizmente, não tenho nada disso e por isso tenho de encontrar uma maneira de compensar o cansaço. Se a minha querida Mulher Mistério definiu que o melhor remédio contra o cansaço é um deliicioso gin tónico com morangos e grãos de pimenta preta, então eu acabei de eleger este fantástico cocktail do sempre útil site The Kitchn como o vencedor da medalha de prata neste campeonato anti-tardes estafantes.

Em vez de água tónica, leva ginger beer, o que o torna mais leve e original. Depois, pode adoçá-lo com um xarope de açúcar ou com mel ou geleia de agave que é o que eu vou usar. Finalmente, vai precisar de gin (a receita original é com vodka mas eu vou trocar), 3 amoras maduras, duas rodelas de pepino, 10 folhas de hortelã, sumo de limão espremido no momento e gelo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

92e8b4cfb57995d27ae946f14c42a9cc4e5ea099.jpeg

 

 

gin com meloa e pepino, a bebida mais refrescante deste verão

Hoje é um dia feliz. É sexta-feira. Para muita gente, começam as férias, para mais gente ainda começa o fim-de-semana. Assim, de repente, já temos dois motivos para celebrar. Não é que o meu querido Marido Mistério precise de um pretexto para beber um gin tónico, mas este que descobri no blog Spices in My DNA, é tentador e até eu vou ter de interromper a minha dieta durante alguns minutos para experimentar esta maravilha.

Demora 15 minutos a fazer e só precisa para o xarope de meloa, de água, açúcar e meloa cantaloupe cortada em cubos ou bolinhas. Para o cocktail propriamente dito, vai precisar do xarope de meloa, gin, água com gás, bolinhas ou cubos de meloa cantaloupe, fatias de pepino, gelo e folhas de hortelã frescas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

Cucumber-Melon-Gin-Spritzers-2.jpg

 

 

limonada batida com pepino e manjericão, a bebida mais fresca deste verão

É a bebida perfeita para o calor. A minha querida Mulher Mistério adora bebê-la quando chega a casa do trabalho, os Mini-Misteriosos levam-na sempre para a praia, eu cá bebo-a de todas as maneiras – até misturada com gin ou espumante (já estou a ver esses olhos a esbugalharem aí desse lado).

Estou a falar, evidentemente, da limonada, essa ilustre e respeitada rainha do Verão. Confesso que adoro a acidez do limão misturada com o gelo. E gosto ainda mais de fazer misturas que tornem uma simples e banal limonada num fabuloso e criativo cocktail.

transferir.png

E foi isso mesmo que fez o fantástico blog Broken Bread com esta fenomenal limonada de pepino e manjericão. A receita original é do ótimo livro de receitas Kale & Caramel e consegue juntar a frescura do pepino com o exotismo do manjericão e a simplicidade da limonada. Para adoçar, nada de açúcares, claro.

Tudo o que vai precisar é de mel ou geleia de agave, sumo de limão espremido no momento, manjericão fresco, pepino picado e água lisa e com gás. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

30753757._UY1879_SS1879_.jpg

 

 

noodles de pepino com molho de abacate e sashimi de atum, um jantar fácil com apenas 187 calorias

É um jantar do outro mundo. Delicioso, híper saudável e viciante. E não engorda nada. Juro que não! Esta receita do blog Inspiralized que tem dezenas de dicas para usar o espiralizador (aquele utensílio mágico da cozinha que transforma legumes e frutas em deliciosos noodles) é ótima para a minha dieta. Só tem 187 calorias, não é genial? Espere. As boas notícias ainda não acabaram: demora 20 minutos a fazer.

O meu querido Marido Mistério já se convenceu a fazer esta maravilha para o nosso jantar. Ele só vai precisar de lombos de atum para sashimi cortados em pequenos cubos, um abacate bem maduro descascado e cortado também em cubos, um pimento jalapeño pequeno picado (sem sementes), coentros picados, sumo de lima, sal, pimenta e pepinos descascados sem sementes. Para o molho poke, vai precisar de sementes de sésamo tostadas, óleo de sésamo, molho de soja, vinagre de arroz e cebolinho picado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

IMG_2793-copy.jpg

 

 

sangria de espumante com morangos para brindar a este fim-de-semana de verão

A Madonna voltou, o Kikas conquistou o surf internacional e a Ana Malhoa tem um novo namorado – só motivos de festa e isso é tudo o que precisamos para acabarmos este sábado de copo na mão e tchin tchin na ponta da língua. É isso mesmo: vamos brindar. E nada melhor do que uma bela e encantadora sangria para fazer brindes no Verão. 

Hoje, a happy hour cá em casa vai ser com esta fantástica sangria de espumante e morango do delicioso site The Kitchn. Tudo o que vou precisar para fazer este refresco para maiores de 18 anos é de espumante, 7Up, licor de laranja (por exemplo, Cointreau ou este Orangea), pepino laminado e morangos cortados em pedaços. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

06c1533eb2d90a16ccc59c880f2ac241258aaf30.jpeg

 

 

a melhor maneira de acabar um dia cansativo: gin tónico com pepino laminado

Há dias em que tudo o que me apetece é chegar a casa e atirar-me para cima do sofá. Doem-me as costas, tenho o pescoço com o nível de tensão das Forças Armadas portuguesas e sinto a cabeça quase a explodir. Quarta-feira costuma ser um dia estafante, que consegue juntar o cansaço de três longos dias de trabalho ao desânimo de três longuíssimos dias de espera até ao fim-de-semana. Mas hoje está a ser uma quarta-feira ainda mais estafante do que o habitual! E tudo o que quero é preparar uma bebida refrescante para saborear tranquilamente, deitado no sofá, com os pés estendidos em cima da mesa.

Felizmente tenho aqui à minha frente esta fantástica receita do site The Kitchn, que junta os ingredientes ideais para um gin tónico de Verão: além da base – gin e água tónica – tem o pepino que dá ao gin um toque refrescante perfeito para os dias de calor. Eu vou alterar ligeiramente as medidas da receita original, porque para fazer um gin tónico perfeito a taxa de alcolemia da bebida nunca deve ultrapassar os 14%. E, além disso, vou servir o meu gin num copo de balão – não só para caber mais quantidade de gin, mas também para sentir melhor os aromas.

Se quiser seguir a receita original, veja aqui as quantidades certas de cada ingrediente.

b6f418edac3f95319dfd2f6214c0a55d691aa537.jpeg

 

rolos do pepino com creme de abacate, uma entrada vegan, saudável e... chiquérrima!

Para uma pobre alma como eu, que vive em dieta, não há coisa mais frustrante do que chegar a um jantar e ter aperitivos tentadores recheados de calorias. Se eu fosse uma pessoa cheia de força de vontade, determinada a manter a boca fechada que não a abre à mínima tentação, era fácil.

Mas como não sou nada disso, fico feliz quando descubro receitas como esta, do blog Pure Ella. Este rolinhos vegan conseguem ser crocantes e macios ao mesmo tempo, são super saudáveis e ideais para pessoas que sofrem de várias alergias e intolerâncias como o meu pobre Marido Mistério.

Só preciso de um pepino grande, abacates maduros, alcaparras, flor de sal, pimenta preta moída, sumo de limão fresco, salsa picada e endro picado. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

image.jpeg

cocktail de gin, lima e pepino para celebrar a chegada do fim de semana

Confesso que o que eu mais gosto neste cocktail é a apresentação. Adorei a ideia da fatia de pepino inteira ao longo do copo. É uma ideia gira e original para servir num jantar, por exemplo. Eu não tenho nenhum jantar hoje mas tenho um ótimo pretexto para celebrar: amanhã é sábado. E depois de amanhã é domingo. Afinal tenho dois ótimos motivos para celebrar. Por isso, quando o meu querido Marido Mistério chegar a casa, vou preparar-lhe, qual esposa dedicada, este incrível cocktail. No mínimo, ganho créditos para o fim de semana inteiro!

A receita original do site Traditional Home sugere que se faça com vodka, mas Ele gosta muito mais de gin por isso vou substituir! Só preciso de concentrado de lima, sumo de pepino, água com gás, gelo, fatias de pepino e gin. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 10 cocktails, espreite aqui a receita original.

p_102057449.jpg

 

sushi light sem arroz para se preparar para o verão

O Kim Jong-un cá de casa decretou este fim-de-semana que o sushi tinha sido banido das nossas vidas. A tirania da dieta está a consolidar-se aos poucos nesta família. Acho que vou chegar ao Verão a comer plantas e a beber água – mas só destilada para engordar menos.

Eu sei, já está aí desse lado com uma lágrima no canto do olho, a chorar de pena de mim. Aceito a sua solidariedade. E agradeço. Mas, antes de começar a estudar quais as melhores plantas para fazer no churrasco, resolvi procurar sushi light, o que é o mesmo que dizer sushi sem arroz. E foi assim que encontrei esta salvadora receita do blog The Clothes Make the Girl

makiroll.jpg

 

 

3 cocktails das 50 sombras de grey para fazer no dia dos namorados (sim, há um gin tónico especial!)

Lemon-Drop-Martini-title.jpg

Depois de meses de sofrida espera, a aguardar pelo filme que vai revolucionar a vida de todos os casais por esse mundo fora, estreou. Já está. Aconteceu. Foi. As nossas vidas estão revolucionadas. Perante tamanho feito, há que comemorar. E qual a melhor maneira de comemorar a estreia de As 50 Sombras de Grey? Com um brinde feito com as bebidas que apareceram no livro As 50 Sombras de Grey. (Eventualmente também poderão aparecer no filme, mas ainda não consegui ir ver, visto que tenho 47 mil pessoas à minha frente já com um bilhete na mão...)

Felizmente, a nossa querida E. L. James tem bom gosto para bebidas. E, além de uma impressionante lista de óptimos vinhos franceses, seleccionou alguns cocktails que me fariam dar quatro voltas ao mundo à procura da minha Anastasia Steele. A começar, claro, por aquele que tem gin.

 

 

sangria de vinho verde com melão, pepino, hortelã, lima e manjericão

Quando descobri esta receita não resisti a partilhar. Primeiro, porque adoro sangria, depois porque adoro melão e uvas, e terceiro porque adorei descobrir num blog de uma americana a receita de uma sangria de vinho verde português. E gostei mais ainda da descrição que ela faz do nosso vinho verde: "sempre fui fã do italiano Prosecco (gasoso e, claro, seco), por isso fiquei fascinada quando descobri o seu parente mais suave, o vinho verde português. Se o Prosecco é como a língua italiana – impetuoso e um pouco atrevido, o vinho verde é como o português – subtil e aveludado, como um suspiro". Fiquei rendida a esta descrição, e por isso, mais rendida fiquei a esta deliciosa e surpreendente receita do blog The Bojon Gourmet.

17440446_0cWhp.jpeg