Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

hoje vamos brindar com esta divinal caiprinha de maracujá do jamie oliver

Para um jogo decisivo precisamos de uma bebida decisiva. Não pode ser simplesmente mais uma receita de sangria nem mais um gin tónico tradicional. Vamos precisar de fazer uma bebida tropical, surpreendente e da autoria de um chef internacional. É por isso mesmo que para esta tarde temos esta divinal caipirinha de maracujá, do fabuloso Jamie Oliver.

Se for como a minha querida Mulher Mistério, que não gosta de cachaça, pode sempre adaptar a receita ao mundial usando vodka e transformando-a numa mais russa caipiroska. Caso contrário, é seguir os passos em baixo e gritar: "Força, Portugal!"

Tudo o que vai precisar é de limas, cachaça (ou vodka), um maracujá bem maduro, gelo picado e açúcar mascavado. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Passion-fruit-summer-cocktail.jpg

 

 

mousse de abacate com queijo de cabra, o petisco mais fácil e light para ver o ronaldo marcar (outra vez!)

É provavelmente o aperitivo mais fácil do mundo. E o mais cremoso. E talvez o mais saudável. Tudo se resume a abacate, queijo de cabra, sumo de limão, flor de sal e pimenta preta moída no momento. Mais nada. E, depois de a minha querida Mulher Mistério se sacrificar para me encontrar um petisco maravilhoso – e ligeiramente calórico – para ver o jogo de Portugal-Marrocos, não me restava outra alternativa que não fosse fazer-lhe um petisco também maravilhoso, mas ligeiramente mais saudável para dar sorte hoje contra o Irão (se bem que sorte – e muito Ronaldo – temos tido...).

E foi assim que encontrei esta estrondosa receita do site The Kitchn. Está a ver a facilidade disto tudo? Ainda não? Então leia aqui em baixo.

5f77e4c7be80c5debe9d6a5c77fac7c1b12d5454.jpeg

 

chips estaladiços de courgette, o aperitivo saudável para ver o jogo de amanhã

Imagine umas estaladiças e viciantes batatas fritas. Agora tire-lhes as batatas e as fritas. Com o que é que fica? Com as estaladiças e viciantes. É isso que é esta receita do fabuloso blog Kitchen Treaty.

Depois de muito procurar, encontrei finalmente a melhor maneira de fazer umas batatas fritas que não são batatas nem fritas. Têm tudo o resto: o sabor salgado que nos faz beber um copo de sangria cada vez que o Ronaldo toca na bola, a textura estaladiça que provoca aquele crepitar viciante nos dentes... Mas depois não tem as calorias nem a gordura.

O segredo do Kitchen Treaty para fazer os chips de courgette estaladiços está na humidade e na grossura das rodelas. Nunca as deve cortar com mais de 0,3 centímetros de espessura. E o ideal é ficar algures entre os 0,15 e os 0,3. Para isso, tem de ter uma faca bem afiada ou um mandolim. Depois precisa das courgettes grandes, de azeite, flor de sal e pimenta preta moída no momento. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

salt-and-pepper-baked-zucchini-chips6-700x467.jpg