Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

novidade! novidade! gins premium a €7,50? ah pois é, está a chegar o festival do gin ao mercado de campo de ourique

Captura de ecrã 2016-02-15, às 17.35.40.png

Há grandes notícias para o futuro do país que não nos podem deixar indiferentes. E esta semana temos várias. A Comissão Europeia aprovou o novo Orçamento de Estado, os juros da dívida pública estão a baixar e vamos ter três dias com os melhores gins premium a €7,50.

Como é que é?!

Os juros da dívida pública estão a baixar?!

 

 

bulldog e o tribunal constitucional

A bebida ideal para ouvir juízes

 

 

 

 

Era aquele senhor com voz de elefante e pronúncia de Mota Amaral a entrar pela televisão e eu a sair pela cozinha. Hoje em dia, política sem álcool é como muamba sem gindungo - ou, como diria o Jorge Perestrelo, é como futebol sem golos. Ouvir o Tribunal Constitucional obriga-me a preparar um gin; ouvir o Passos Coelho, dois; o Paulo Portas, três; e quando chega o Seguro, o melhor é beber logo pela garrafa. Mas aquele juiz com uma capacidade de dicção ímpar, uma voz envolvente e uma queixada de fazer inveja ao Mutley fez-me lembrar algo um pouco mais sofisticado - este é um momento para um Bulldog.

- Peguei numa laranja, num limão e numa toranja que tinha acabado de receber no meu cabaz de legumes e frutas da horta e cortei uma fatia comprida da casca de cada um.

- Juntei-os num copo de gin cheio de gelo e misturei um pouco com uma colher torcida.

- Depois deitei um cálice de gin Bulldog e continuei a misturar.

- A seguir deitei uma água tónica Schweppes Premium Pimenta Rosa cuidadosamente através da colher e voltei a mexer.

Depois de tudo isto, bebi. E bebi. E bebi. No fim, parecia que Portugal é que tinha acabado de emprestar 73 mil milhões de euros à Alemanha para esta sair da crise.

 

 

Um abraço para si, onde quer que esteja,

Ele

gin magellan

 

Merry Gin Christmas 

 

Quem nunca montou uma árvore de Natal com um copo na mão que atire a primeira pedra... de gelo. Silêncio?... É isso que estou a ouvir da vossa parte, não é? Imaginei. A montagem da árvore de Natal é um momento de família e de convívio. Logo, é um momento de copo na mão. Este ano, o copo tem de ser evidentemente de balão, com um pé alto e a boca larga. Exacto, não é um copo de vinho tinto reserva - é um copo de gin. E como o próximo ano vai ser mais um de aventura, escolhi o gin Magellan - que é a maneira mais competente de um americano pronunciar Magalhães. Fernão de Magalhães ou, como seria de esperar, Ferdinand Magellan.

Azul, forte e agradável, o gin Magellan não pode ser preparado de qualquer maneira. Por isso, aqui vai:

1) Coloque três pedras grandes de gelo num copo de gin (não comece já a protestar com a troika, o Passos Coelho e a mania das despesas desta malta dos blogues: no Conforama, cada copo de gin premium custa menos de um euro).

2) Rode o copo com o gelo lá dentro para arrefecer todo o vidro.

3) Coloque mais umas pedras grandes de gelo até encher o copo.

4) Junte uma tira de casca de laranja com cerca de um palmo, três bagas de cardamomo ligeiramente apertadas entre os dedos e um pau de canela.

5) Deite um cálice de gin Magellan e misture um pouco com uma colher torcida para absorver o aroma dos acompanhamentos.

6) Finalmente, vá fazendo descer a água tónica (neste caso uma Fever Tree Mediterranean) calmamente através da colher torcida para não perder o gás, mexa mais duas ou três vezes e já está.

Uma coisa é garantida: ao fim do terceiro gole, já está a dizer "ho, ho, ho, I gotta go". E a partir daí é ouvir músicas de Natal até à exaustão.

 

Um abraço para si onde quer que esteja,

Ele