Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

mini queques de banana, manteiga de amendoim e batata doce sem glúten com apenas 4 ingredientes

Está tudo estragado! Esta receita do blog The Lean Green Bean até que é saudável, o problema é que dos 4 ingredientes principais, 3 são também as minhas principais perdições: banana, manteiga de amendoim e batata doce.

Só um génio da culinária para juntar estas três maravilhas numa única receita que ainda, por cima, é muito fácil de fazer! Demora 5 minutos a preparar e 20 minutos no forno. Sem glúten nem açúcar, estes mini queques são ideais para o pequeno-almoço, para o lanche ou para um snack a qualquer hora do dia.

Só precisa de batata doce cozinhada e esmagada, uma banana também esmagada, manteiga de amendoim ou de amêndoa (se preferir), ovos e canela. Se quiser, pode acrescentar pepitas de chocolate preto, sementes de chia ou até fruta, se gostar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 14 mini queques, espreite aqui a receita original.

sweet-potato-bites-6.jpg

 

 

o lanche irresistível para levar para a praia: as maravilhosas mini-madalenas de amêndoa e pistácio da eric kayser

1167607_707359695945145_361230108_o.jpg

Estou perdido. Irremediavelmente perdido. Desde que descobri as mini-madalenas da Eric Kayser, a minha vida mudou – e a minha barriga também. Acabaram-se os palitos de cenoura e os wraps saudáveis na praia. Agora, não consigo sair de casa sem um saquinho de papel com uma dúzia de bolos que vou devorando enquanto penso que, se calhar, devia ir andar um bocadinho a pé.

As mini-madalenas (ou financiers, no original) têm o tamanho ideal para não nos fazer sentir culpados. E são absolutamente viciantes. Feitos com uma mistura de farinha e amêndoa moída, têm um sabor delicioso e delicado. A textura é suave e macia. Mas o melhor é o interior dos bolos: cada vez que trinca (neste caso, em duas trincadelas vai tudo), encontra uma massa húmida e nada enjoativa, com um delicadíssimo travo a manteiga – não sei que manteiga é que é usada, mas adoraria descobrir.