Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sugestões para o fim de semana de vento: onde comer nos mercados de lisboa e do porto

17745484_jZrBV.jpeg

Está vento, andam kitesurfs a voar pelas praias e árvores a passear pelas ruas. Digamos que não vai ser propriamente a altura ideal para se ir banhar nas águas salgadas do Atlântico. A não ser que queira levar o fato de mergulho. E o pára-vento. E as asas também para o caso de o pára-vento não chegar. Lamento ter de ser eu a dar-lhe esta triste notícia, mas 49 Km/h de vento na Caparica não é propriamente agradável. Este vai ser um fim-de-semana de ciclone, não um fim-de-semana de praia.

Mas pode ser também um fim-de-semana de mercado. E é por isso que estamos aqui. Para o guiar pelos recantos mais recônditos de dois mercados ideais para dias de tufão.

 

 

sexta-feira às 19h30 não perca as sugestões do casal mistério na rádio comercial!

394692_10150504514839617_2078895636_n.jpg

Não sabe onde é que há-de ir almoçar, jantar ou dormir neste fim-de-semana? Falta-lhe um conselho amigo que lhe abra as portas do paraíso gastronómico? Quer ouvir duas vozes tão sensuais como as do Bruce Willis e da Jessica Rabbit? Então temos a solução para todas as suas angústias. Sexta-feira, logo depois das 19h30, o Casal Mistério vai estar na Rádio Comercial para lhe dar as dicas e sugestões que lhe faltam para ter um fim-de-semana de sonho. É para não perder: especialmente Ele a falar com a voz da Jessica Rabbit...

A nova rubrica do Casal Mistério passa todas as sextas-feiras, às 19h30, no "Já se Faz Tarde", da Rádio Comercial, com a Joana Azevedo e o Diogo Beja.

 

Um fim-de-semana mais saboroso para si – com o Casal Mistério na Rádio Comercial,

Casal Mistério

o genial hino da selecção feito pela rádio comercial

Era tudo o que faltava para animar um país que se agarrou ao joelho mal soube que Ronaldo tinha uma tendinose rotuliana (não havia mesmo problema físico com um nome mais sinistro, pois não?). Vasco Palmeirim escreveu alguns dos melhores versos sobre a selecção desde que o Esteves cantou "Deixem-se de tretas, força nas canetas que o maior é Portugal". Ricardo Araújo Pereira cantou, Nuno Markl deslumbrou e toda a equipa da Rádio Comercial gravou a música mais genial dos últimos tempos.

Quem mais é que seria capaz de escrever um verso como este:

O país não tem receio/

tem um míster com risca ao meio./

Quem vai dar tudo por tudo/

é o médio mais barbudo./

A selecção tem o melhor ambiente/

tira selfies com o Presidente.

Ou este:

Um só objectivo/

não queremos brincadeira/

Vamos limpar tudo/

depilação à brasileira./

Estados Unidos, Gana e Alemanha/

Até os comemos com feijão e picanha.

Ou ainda este:

Não ligamos a novelas/

Não vamos em carnavais/

Não dançamos o samba/

Não queremos ver fios dentais.

 

Eu sei que não é nenhuma sugestão culinária nem o próximo destino de sonho. Mas, como falava de feijão e picanha, achei que valia a pena partilhar. Ouça, cante e embrulhe-se na bandeira: o Mundial começa já na quinta-feira.

 

 

Boa sorte ao médio mais barbudo e ao míster de risca ao meio, onde quer que eles estejam,

Ele

'bora ajudar o nuno markl a fazer um filme

Ao fim de três meses online, aconteceu-nos um fenómeno estranhíssimo. Certo dia, numa calma manhã de sol, abateu-se sobre nós uma súbita consciência social.

- Precisamos de fazer alguma coisa para melhorar o Mundo, dissemos os dois em coro como se o espírito da miúda do "Exorcista" tivesse acabado de descer sobre esta casa.

Depois de uma tarde de intensa reflexão chegámos a dois caminhos para transformar radicalmente a face do planeta. Primeira hipótese, emigrarmos para a ilha de Kaffeklubben, na Gronelândia, e fundarmos o culto do Casal Mistério, que se alimentaria apenas de gelo e sol. Segunda hipótese, apoiarmos a produção do filme "Por Ela", do Nuno Markl.

Não é que eu não ache a vida em Kaffeklubben muitíssimo divertida, mas Ela optou pelo filme. (Acha que o título pode ser dedicado a Ela, o que é que se há-de fazer...)

E foi assim que nas últimas semanas, montámos uma complexa teia financeira, com vários intermediários que só conhecem a identidade da personagem que os contactou, por onde circulou o dinheiro, até chegar a uma conta bancária de alguém que não sabe quem somos e que fez a transferência ontem. O resultado foi uma generosa doação de 0,03% do orçamento do filme, acto tão nobre que até daria direito a receber em troca uma caneca a dizer "Sou produtor do POR ELA". No entanto, como para nós seria tão complexo e arriscado remontar a teia para receber a caneca, abdicámos do presente.

Mas está feito. Para Nuno Markl conseguir produzir o filme que escreveu e que será interpretado por César Mourão, Ana Bacalhau e Tónan Quito, precisa de conseguir juntar 100 mil euros até às 19h do próximo dia 18 de Abril. Se não, o projecto vai para o lixo. Os interessados podem doar a quantia que quiserem, a partir de €1. E têm várias recompensas: a partir de €1, o seu nome aparece na lista de produtores do filme, a partir de €15 recebe um cartaz, €30 uma caneca, €40 uma T-shirt, €100 um poster autografado, €1000 pode participar na rodagem, €1500 um jantar com Nuno Markl, €2000 um Cabaz Senhor Produtor, e se doar €5000 aparecerá como produtor executivo. Mas, acima de tudo, o importante é contribuir para que se produza um filme espectacular, escrito por um dos mais geniais humoristas portugueses e que está a tentar safar-se sozinho.

Até ao momento em que estava a escrever este texto, Markl tinha conseguido angariar €11.062. Faltam €88.938. De que é que está à espera? Clique aqui e cumpra a sua missão social.

 

O teaser do filme
A participação de Ricardo Araújo Pereira
O sacrifício que Nuno Markl fez quando conseguiu chegar aos 8 mil euros

 

Por um mundo com uma cultura Markliana, onde quer que ela esteja,

Ele