Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sobreiras country hotel, um refúgio de charme a apenas uma hora de lisboa a partir de €85

JM_FAT_Sobreiras_056.jpg

Quando falámos no blog da abertura do Sobreiras Country Hotel, em Grândola, fiquei a contar os dias para conseguir vir aqui passar um fim-de-semana. Só pelas fotografias, este hotel tinha tudo para me deixar rendida porque é basicamente a minha cara: a original e minimalista arquitetura, o branco dos quartos, a piscina infinita sobre a tranquila paisagem alentejana… tudo se conjugava para uns dias de sonho. E de facto, a profecia cumpriu-se. Ou quase…

 

o que é nacional é mesmo bom: espreite estas casas de sonho decoradas por uma portuguesa

11_bateau_.jpgCom este tempo maravilhoso, só penso em duas coisas: praia e férias... ou melhor ainda, em casas na praia... afinal estamos no verão: e o que apetece mesmo são alpendres, sombra, calor de dia e de noite, praia, piscina, mas tudo em bom, pois claro. Estava eu a navegar por alguns sites e blogs internacionais de decoração e design, à procura de alpendres e varandas inspiradoras, quando me deparo, em vários sites, com o extraordinário trabalho da designer de interiores portuguesa Vera Iachia. Ora espreite estas casas:

 

 

torre de palma wine hotel, um refúgio de sonho com lareira no quarto em pleno alentejo

10407420_1443016959283432_1984090098486452414_n.jp

Desde que o Torre de Palma Wine Hotel abriu no ano passado que eu estava doida para aqui passar um fim de semana. Primeiro porque adoro o Alentejo, depois porque adoro hotéis de charme! Esse dia finalmente chegou. Queríamos ter partido de manhã cedo, acabámos por sair ao meio-dia (serei a única que nunca, mas nunca, consigo sair de casa à hora marcada? Que tristeza…), por isso, almoçámos em Évora (não perca a crítica misteriosa num post perto de si) e lá seguimos viagem até Monforte. Desligámos o GPS ainda antes de chegarmos. A torre que dá o nome ao hotel, ao fundo, imponente, guiou-nos o resto do caminho.

 

terra do sempre, um hotel de charme ideal para crianças (e onde nunca se cansa de sorrir)

11078128_835491653170733_6608528805959618242_n.jpg

Não há nada mais contagiante do que um sorriso… bem, os bocejos também contagiam, é verdade. Mas esses não nos fazem sorrir também. E a felicidade que as fotografias da família de Bárbara e Pedro, os proprietários da Terra do Sempre, transmitem é contagiante. Nada como ter coragem para arriscar, mudar de vida e concretizar um sonho de infância. Dá nisto. Em sorrisos como estes. Ao fim de 20 anos de profissão, a jornalista e o arquiteto decidiram trocar a cidade pelo campo. E com eles levaram os três filhos, uma avó, a empregada Luísa e o cão Monday.

 

 

casa da calçada, o refúgio ideal para um fim-de-semana a dois

18017704_zn46J.jpg

Já partilhei aqui que o meu querido Marido Mistério está convencido de que descobri o mundo com Ele. Invariavelmente, diz frases bombásticas aos nossos filhos do género:

– Fui eu que mostrei à vossa mãe o que são lapas.

– A vossa mãe nunca tinha experimentado lingueirão antes de me conhecer.

– A mãe descobriu o gin tónico comigo.

Os miúdos reviram os olhos e eu deixo-o acreditar nisso. Fica tão feliz só de imaginar que eu não tive uma vida antes dele. E é melhor deixarmos as coisas assim. Para quê remexer no passado, não é? Mas finalmente vou ter de lhe dar razão. Foi graças a Ele que descobri a maravilhosa cidade de Amarante, situada a menos de uma hora do Porto. Confesso a minha ignorância e o meu profundo desinteresse, ao ponto de já me irritar a insistência dele para irmos lá passar o fim-de-semana. Mas quando lá cheguei arrastada, fiquei pura e simplesmente rendida. O centro histórico da cidade é lindo e o hotel onde ficámos faz parte da paisagem. Situado numa mansão do século XVI, a Casa da Calçada tem uma vista deslumbrante sobre o rio Tâmega.

 

3 sugestões para refletir em consciência durante este fim-de-semana de eleições

53839094.jpg

Nunca mais é domingo! Nunca pensei escrever esta frase, porque eu gosto mesmo é do sábado, mas sinceramente não aguento mais a campanha eleitoral (valha-nos o “Isto é tudo muito bonito mas…” com o Ricardo Araújo Pereira em grande forma). Por isso, espero ansiosamente pelo dia das eleições e que ganhe… aquele em que eu vou votar, pois claro. Mas, até lá, há que refletir no sábado: longe das notícias e dos comentários políticos. Calmamente, em paz e sossego. E o melhor mesmo é enfiar-se num hotel de charme e deitar a televisão pela janela. E é com essa missão que aqui estou eu, com três sugestões para o fim-de-semana de reflexão para, tal como eu, votar bem e em consciência – ou não. São três lugares em contacto com a Natureza onde o silêncio é rei. Comecemos pelas novidades.

 

novidade! novidade! já abriu o furnas boutique hotel termal & spa, um refúgio de sonho na ilha de são miguel, nos açores

2159092_18_z.jpg

Acabadinho de abrir, o Furnas Boutique Hotel Thermal & Spa, na ilha de São Miguel, nos Açores, é o lugar ideal para quem precisa de descansar e fugir do stress do dia-a-dia. (Eu! Eu! Eu! Eu!) Rodeado pela imbatível natureza selvagem dos Açores, este paraíso situa-se precisamente nas Furnas, onde se verifica a maior concentração de águas termais na Europa. (Era tudo o que eu precisava! Infelizmente já me sinto na Idade das Termas).

 

 

casas da lupa, um refúgio a descobrir na costa alentejana

Com o fim-de-semana da Páscoa a chegar, já começo a sonhar com um sítio para fugir durante uns dias. Ando louca de trabalho e só me apetece descansar, dormir e, claro, comer. Por isso, decidi procurar um mini paraíso com sol e praia. E foi assim que descobri este refúgio extraordinário a 13 minutos da Zambujeira do Mar.

10978640_738210696293438_1744463272920698054_n.jpg

Perto das fantásticas praias da costa alentejana, as Casas da Lupa são um achado para quem gosta de Alentejo, mar e campo. São basicamente três casas impecavelmente recuperadas com materiais naturais, rodeadas por um amplo jardim e uma deliciosa piscina, que albergam 4 Master Suites, 4 Suites Alpendres e 3 Quartos Standard.

 

 

herdade da cortesia, onde o pequeno-almoço é servido à hora que lhe apetecer

10580952_10152404745154247_4325596695864346683_o.j

Finalmente chegou o dia por que suspirávamos há meses. Uma mísera noite a sós num hotel, em pleno Alentejo, sem crianças, só para dormir, descansar e, claro, comer (só um bocadinho). Depois de distribuirmos a nossa equipa de futsal pelos avós e pelos irmãos, lá partimos rumo à Herdade da Cortesia, em Avis, um hotel que queria experimentar desde que abriu em 2009 mas que ainda não tínhamos conseguido marcar dada a logística familiar. A expectativa era, por isso, enorme. Não é difícil descobrir o portão que dá acesso à herdade mesmo junto à vila alentejana.

 

quando o luxo e a natureza se encontram na tailândia, isso é… o six senses yao noi

ocean_panorama_pool_villa7.jpg

Sou uma pessoa simples. Com gostos simples. Gosto de mar, da natureza, de andar descalça, de bungalows, do pôr-do-sol. Amor e uma cabana, no fundo. Mas… em bom, claro. Porque um bocadinho de conforto e luxo nunca fez mal a ninguém. Como já não vou para nova, a minha fase de andar de mochila às costas já passou. Por isso, meu querido Marido Mistério, prepara-te para abrir os cordões à bolsa porque já escolhi o nosso próximo destino de férias. Ok, como não é assim muito barato, vamos sem crianças. Agora, diz-me lá sinceramente, consegues dizer não a isto?

 

 

monte velho equo-resort, um sonho para quem gosta do alentejo e de cavalos

044.jpg

Há 20 anos, nasceu aqui na herdade do Monte Velho, um projeto de criação de cavalos lusitanos. São 250 hectares de um montado típico alentejano, onde não faltam sobreiros, oliveiras, uma barragem e vários e surpreendentes penedos. Os proprietários, Margarida e Diogo de Lima Mayer, ela designer de interiores, ele arquiteto, decidiram criar um boutique hotel, para todos os apaixonados por cavalos ou pelo campo, que vai reabrir já no próximo mês de março.

 

 

o refúgio para umas mini-férias: herdade do vau (para quem gosta de vinho, paz e do alentejo)

grupo_img_1380098581639_1380098592750.jpg

Tudo começou com o Riso, o que me arrancou logo um sorriso. Que nome fantástico para um vinho. Otimista, alegre, adoro. Foi em janeiro de 2008 que Miguel de Sousa Otto e a mulher, Maria Manuel, naturais do Porto, decidiram arrancar com uma exploração vínicola numa herdade junto ao rio Guadiana. E a escolha do nome do vinho que produziram foi um prenúncio do que viria por aí. “Quisemos ir mais longe do que apenas escolher uma marca, quisemos proclamar uma atitude, uma forma de estar na vida! Positiva, alegre, inconformista, de partilha e com o sentido do tempo…” explicam os proprietários no site do Atmosphere Hotels.

 

 

quinta dos bons cheiros, provavelmente o melhor pequeno-almoço que já comemos na vida

317179_443774388993039_157153705_n.jpg

"Isto não é um hotel. É a vossa casa!" Foi desta forma incrivelmente simpática que fomos recebidos pela proprietária da Quinta dos Bons Cheiros, perto da Ericeira, à chegada para as duas noites fantásticas que ali passámos. Elisabeth Árias estava à porta à nossa espera, com um sorriso e uma curiosidade natural de quem estudava quem iria receber em sua casa. Sim, Elisabeth vive aqui com a família. E a Quinta dos Bons Cheiros é um sonho antigo tornado realidade. É ela que recebe os hóspedes e é ela que cozinha para os hóspedes também.

 

 

monteverdi, o refúgio na toscânia para onde eu ia já amanhã

69556-tosc-12.jpgCom o inverno à porta, o que apetece mesmo é um refúgio no campo, com a lareira acesa e umas mantinhas cá fora enquanto se aprecia a paisagem com um copo de vinho (ou de gin, claro!) numa mão e um bom livro na outra. Podia estar a falar do Alentejo que tem sítios deliciosos (eu sei) mas, como sabem, tenho a mania das grandezas, por isso, apetecia-me mais uma coisa deste género:

10519759_793721690689821_6014229139056853213_o.jpg

10372913_745654258829898_140742585328527572_o.jpg

monteverdi-070.jpgPegar na Família Mistério e partir à descoberta da Toscânia, das suas vinhas, dos seus campos, das suas montanhas, da sua história. Em pleno Vale de Órcia, há um lugar para onde eu fugia já amanhã e ficaria durante uma semana inteira ou duas ou três: o Monteverdi Tuscany, um boutique hotel que nasceu no alto da aldeia de Castiglioncello del Trinoro, que data do século XII.

858098_717930558268935_6884934446689224593_o.jpg

10496035_793713977357259_1493347567890176323_o.jpg

hotel-monteverdi_05.jpgAlém do edifício do hotel propriamente dito, o Monteverdi tem três villas privadas, todas com uma decoração contemporânea e os luxos da vida moderna, respeitando os traços da arquitetura medieval. Toda a reconstrução das estruturas respeitou o estilo da época de origem, manteve os arcos, as escadas e as vigas originais e recorreu aos materiais locais, como a madeira, o granito e o mármore. O resultado é um equilíbrio perfeito entre o antigo e o moderno. O sítio ideal para dar algumas aulas de história ou de geografia à nossa imensa prole.

P53-Monteverdi-Traveller-21May13-Bernard-Touillon_

monteverdi-tuscany_03.jpg

hotel-monteverdi_15.jpg

A decoração de interiores, a cargo da talentosa designer Ilaria Miani, é maravilhosa. Simples, elegante, confortável e com muita pinta, transpira bom gosto. As villas, que têm entre dois e seis quartos, só podem ser alugadas à semana. Incluem uma cozinha com equipamento de última geração, onde um chef exclusivo poderá preparar deliciosos pratos típicos da Toscânia. Além disso, conte com uma adega, quartos com móveis de design e casas de banho com banheiras XL. Acho que uma villa com três quartos chega perfeitamente para nós!

hotel-monteverdi_11.jpg

1966042_811899472205376_2924338675045479428_o.jpg

hotel-monteverdi_07.jpg

O boutique hotel tem sete quartos de design. Tal como nas villas, estas acomodações refletem o equilíbrio perfeito entre o antigo e o moderno: ao mesmo tempo que os tetos mantêm as vigas de madeira originais, os interiores estão repletos de autênticas obras de arte contemporâneas. A decoração também é clean e minimalista, o gosto irrepreensível.

984035_713324228729568_7432457584671930414_n.jpg

E agora, a machadada final que será música para os ouvidos do meu querido Marido Mistério: a cozinha do Monteverdi é criativa e inspiradora, recorrendo aos ingredientes que cultivam na propriedade, como ervas aromáticas, azeitonas, tomate, queijo pecorino feito a partir do leite das ovelhas da região, ou o presunto curado dos javalis selvagens que vagueiam pelos bosques vizinhos. Tudo isto e muito mais nas mágicas mãos do antigo chef da Locanda Locatelli, Paolo Coluccio. Já para não falar das caves recheadas de vinho produzido neste delicioso vale italiano.

hotel-monteverdi-siena-italy.jpg Qual vai ser a primeira pergunta que vai sair da boca dele?

- É caro?

Claro que é caro. Já sabes que quando sonho, sonho alto. E respondo, em tom de sussurro:

- Parece que é a partir de €375 por noite – cada quarto.

Mas como diria a Teresa Guilherme, isso agora não interessa nada.

hotel-monteverdi_10.jpg

Bons sonhos,

Ela

design and wine hotel: clássico por fora, fashion por dentro

859536_406596369443307_1540819282_o.jpg

Ele tinha uma reunião no norte do país e isso, para nós, é sinónimo de escapadinha mistério. Distribuída a equipa de futsal por avôs, avós, avodrastas e avodrastos (benditas famílias modernas que oferecem mais ajudas e opções de acolhimento para a prole), rumámos a Caminha. Tinha marcado o Design and Wine Hotel, famoso por ter quartos que andam à roda. Infelizmente (ou felizmente) esses quartos não estavam disponíveis mas decidimos manter a reserva.