Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

crumble de romã e frutos vermelhos, um doce facílimo e delicioso para este natal

Confesso que quando descobri esta receita no blog How Sweet It Is achei que tinha enlouquecido. O título original usava o termo "cobbler" e eu assumo aqui, sem qualquer pudor, a minha ignorância. Não fazia a mais pequena ideia do que era um "cobbler". Claro que o senhor-com-a-mania-que-sabe-tudo que é o meu querido Marido Mistério sacou da sua bagagem intelectual/gastronómica e elucidou-me: “É uma sobremesa de origem anglo-saxónica, na qual se prepara uma massa simples que é assada com frutos suculentos”. Ainda Ele nem tinha começado a frase, já estava eu a revirar os olhos. OK. Na prática, deduzi, é uma espécie de crumble. E crumble será! E este é um cobbler/crumble (whatever!) delicioso.

Só precisa de frutos vermelhos congelados, açúcar, romãs, farinha, fermento, sal, manteiga sem sal, uma vagem de baunilha sem sementes, leitelho, extrato de baunilha, amêndoas laminadas, açúcar em pó e gelado ou chantilly para servir.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

pomegranate-cobbler-I-howsweeteats.com-7.jpg

 

 

salada de inverno: beterraba, romã e nozes pecan caramelizadas com molho balsâmico

A minha maior dificuldade quando estou de dieta é encontrar saladas que, de facto, me apeteça comer. Admito. Não sou fã de saladas. Admiro aquelas pessoas que chegam a um restaurante e, perante uma ementa farta e deliciosa, dizem:

– Vou comer uma salada.

Chego mesmo a sentir inveja. Sou incapaz. No verão, é mais fácil. Está calor, não temos tanta fome, de vez em quando até sabe bem. Mas no inverno, é quase uma tortura. Por isso, procuro desesperadamente saladas apetitosas, daquelas que nos dão fome só de olhar. É raro mas, quando encontro uma assim, pareço o elenco do Mamma Mia em palco, tal é o grau de felicidade. E foi precisamente o que me aconteceu hoje ao descobrir esta maravilhosa salada de inverno, no infalível blog Half Baked Harvest. Assim, sim, vale a pena estar de dieta!

Só preciso de beterraba (cortada em cubos), azeite, sal e pimenta, nozes pecan, xarope de ácer, pimenta caiena, um misto de várias folhas verdes, romãs e queijo gorgonzola (pode usar queijo de cabra ou feta, se preferir). Para o molho cítrico balsâmico, vou precisar de azeite, vinagre balsâmico, compota de figos, raspas e sumo de uma laranja, e sal e pimenta. Se quiser saber as doses certas destes ingredientes para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

Winter-Beet-and-Pomegranate-Salad-with-Maple-Candi

 

camembert no forno com romã e tomilho, um delicioso aperitivo já com espírito natalício

Os nossos queridos Filhos Mistério são viciados em romã. É impressionante, porque não é propriamente uma fruta fácil, mas todos, sem exceção, adoram romã. Por isso, temos sempre esta fruta cá em casa. Além disso, só tem benefícios: pouco calórica, repleta de antioxidantes, diurética, rica em potássio, digestiva, purificadora do sangue, enfim. É só vantagens, por isso, adoro que eles adorem romãs. E, claro, a nossa prole vai delirar com este fantástico e festivo aperitivo do blog the merry thought. É ideal para este mês em que os jantares de Natal se marcam a um ritmo avassalador! Além de dar um toque natalício à mesa, é maravilhoso e facílimo de fazer. Só precisa de um camembert, uma romã, tomilho fresco e umas boas tostinhas para acompanhar.

PomegranateThymeCamembert2(pp_w730_h989).jpg

 

 

sangria de inverno com pêra e romã, uma bebida diferente para acompanhar a consoada

Um de Dezembro. Estou oficialmente imbuído do espírito natalício. Para me transformar no Pai Natal só preciso de começar a falar com renas todos os dias de manhã, porque a barba branca já tenho. Estou em contagem decrescente para esse grande momento que é a consoada: a festa, a reunião da vasta e alargada Família Mistério, a disputa com o meu cunhado para ver quem tem a árvore de Natal maior, a troca de presentes e, claro está, o fundamental, o essencial, o inexcedível, o indescritível jantar de Natal.

Confesso que acordo todos os dias a meio da noite com sonhos: não sonhos-sonhos, mas sonhos-doces. É verdade. Já fiz sonhos cá em casa e cada vez que acordo a meio da noite dá-me um vontade súbita de descer até à cozinha e comer, comer, comer. Até agora tenho resistido, mas não sei quanto mais tempo vou conseguir aguentar.

valley3_11151-600x900.jpg

 

gin de romã estupidamente gelado e incrivelmente maravilhoso

Descobri este cocktail completamente por acaso e fiquei imediatamente rendida (prometo que os advérbios de modo ficam por aqui). Primeiro porque adoro romã, gin… nem se fala, e depois, porque segundo o site de Jamie Oliver, onde descobri esta receita, cada copo tem apenas 1 caloria… será possível? Espero que sim, porque, como sabem, estou de dieta, e um shot de gin a uma caloria cada, põe-me à vontade para beber vários… este cocktail é ideal para terminar em grande uma boa refeição. Precisa de copos de shot gelados, um bom gin gelado (basta coloca-los no congelador uma hora antes) e uma taça cheia de romãs.

405_1_1350403694_lrg.jpg

Ingredientes

  • Romãs
  • 1 garrafa de gin

 

Abra as romãs e retire as deliciosas sementes cor de rosa do seu interior. No final da refeição, encha os copos de shot gelados com as sementes de romã e com gin bem gelado. Não engula até ter esmagado bem as romãs na sua boca para sentir o aroma e o sabor desta fruta deliciosa. Depois de engolir, sirva outro… e outro, e vai ver que, além de um maravilhoso desbloqueador de conversas, este gin anima qualquer serão.

 

Boa farra,

Ela

 

receita e foto: jamie oliver