Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a resposta de downton abbey ao water bottle-gate

Se ver o Lord Grantham e a Lady Edith com uma garrafa de água atrás foi um escândalo, ver o Carson e todo o resto do elenco de Downton Abbey com uma garrafa de plástico na mão é um apocalipse.

Durante a promoção da quinta série de Downton Abbey, a produção divulgou uma fotografia em que aparecia esquecida uma garrafa de água em cima da lareira. Problema: a série passa nos anos 20 e as garrafas de plástico só começaram a passar de mão em mão nos anos 60. 

 

 

qual é o erro desta fotografia de downton abbey?

A quinta série de Downton Abbey está a poucas semanas de se estrear no Reino Unido. E, se para nós isso é uma grande notícia, para os britânicos é um movimento nacional revolucionário. Há conferências de imprensa para anunciar o acontecimento, há debates sobre o enredo, há capas de jornais, há trailers, há notícias, há fugas de informação – e há fotografias. Como esta.


São fotografias das personagens, que são divulgadas à imprensa e aos fãs. E deveriam ser fotografias pacíficas. Mas, neste caso, há um ligeiro problema. Uma ligeiríssima falha que não tem nada a ver com os anos 20, a época em que a série se vai passar. Olhe melhor e veja lá se descobre o que é que está fora de época nesta fotografia.


Quer uma ampliação?


Ainda não descobriu?


Exactamente, uma pequena garrafa de água que alguém da equipa de produção deixou esquecida em cima da lareira. Nós preferíamos que fosse um gin tónico, mas a garrafa de água também serve. A fotografia gerou uma onda de chacota no Twitter e já foi retirada pela ITV, que produz a série. O site Buzzfeed mostrou mesmo a reacção que Mary teria a um disparate destes.


“Vocês só têm uma função, malta. UMA FUNÇÃO!”

 

Um abraço para os fãs de água engarrafada, onde quer que eles estejam,

Ele

como servir um jantar à downton abbey

Sempre que vejo o Downton Abbey, fico com uma inveja enorme daquelas personagens. Dos que vivem em cima, obviamente. Imagino a canseira que deveria ser a vida desta gente, nesta altura, no princípio do século XX. Ser acordada pela minha criada pessoal, ser vestida e penteada por ela, dez vezes ao dia: toilette para a manhã, traje para passear, roupa para montar, vestido de noite para o jantar. Adorava ter vivido nessa época nem que fosse por uma semana… ou por uma tarde, vá: vestir a pele de lady Mary Crawley!

E aqueles jantares? O meu querido Marido Mistério contorce-se no sofá da sala de tanta inveja. O sonho dele não era ser o Lord Grantham mas ter um Carson. Aquele mordomo é bom demais para ser verdade: sofre mais pelos patrões do que os próprios e consegue ser mil vezes mais snob do que os habitantes do andar de cima.

Pois bem, resolvi fazer uma surpresa ao meu querido Marido Mistério, pesquisei, pesquisei e pesquisei e encontrei um manual de instruções com tudo o que preciso para dar um jantar digno de Downton. Digam lá se não é um guia extraordinário? Desde as regras de etiqueta à disposição da própria mesa, passando pela forma como se devem dobrar os guardanapos, pela arrumação dos convidados e pela seleção dos aperitivos, vinhos e digestivos. Há ainda um guia de boas maneiras para os empregados servirem decentemente e outro para os anfitriões se comportarem corretamente.

Depois de ler isto tudo, estou pronta para receber a rainha de Inglaterra cá em casa. Só me falta o mordomo. E o criado de libré. E um pormenor ou outro. Não faz mal. Mascaro a nossa equipa de futsal et voilá: regressámos ao início do século XX. Se recusarem, é fácil: basta uma leve ameaça de apreensão de telemóvel que os ponho rapidamente em sentido, mais direitos que o próprio Carson.

Bom fim de semana,

Ela