Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a salada de atum ideal para a praia: com iogurte grego e para fazer em menos de 5 minutos

Enquanto José Sócrates passa os seus dias a investir na sua nova carreira de Youtuber, eu canalizo as minhas energias para a salada de atum. Não há receita mais fácil e mais rápida do que esta. Além disso, é fresca e fácil de levar para todo o lado, o que a torna um almoço perfeito para a praia. E como a praia está quase a acabar, eu continuo a experimentar.

Já experimentei salada de atum com massa fria, com abacate e até com batata doce e queijo derretido, o que é simplesmente divinal. Hoje vou testar uma maravilhosa receita de sanduíche de salada de atum com iogurte grego, do fantástico site The Kitchn. O iogurte grego dá-lhe um toque cremoso e substitui na perfeição a maionese. Já as duas fatias de pão integral permitem levar esta salada para a praia sem chatices.

saladadeatum.jpg

 

7 maneiras de transformar uma tosta crocante num almoço de cinco minutos para este verão

17196d3ef124b75139b9b3aa406915bfd4648a5a.jpeg

Enquanto os portugueses estão de férias no Algarve e os turistas estrangeiros estão a pagar 120 euros por um bacalhau com natas no restaurante Made in Correeiros, eu estou aqui ao computador a trabalhar para si. Já viu como o mundo é injusto? Podia estar refastelado na areia, com uma lancheira e um garrafão de vinho tinto, mas não, estou aqui à procura de almoços fáceis, rápidos, frescos e saudáveis para as suas férias de Verão.

E hoje tenho uma selecção de tostas crocantes com os mais espectaculares toppings, feita pelo fabuloso site The Kitchn. É claro que pode sempre substituir a tosta por uma sanduíche, transformar os toppings em recheios e levar para o seu almoço de praia. Mas como a minha querida e dietética Mulher Mistério gosta tanto de pão como o Ronaldo gosta do fisco espanhol, eu vou optar por umas tostas integrais. Depois é só escolher o que quer colocar por cima. Veja em baixo as nossas 7 combinações preferidas e aqui as 10 receitas completas feitas pelo The Kitchn.

 

tostas de queijo de cabra com rabanetes, um almoço saudável e prático para levar para a praia

Chegou o dia que tanto temi. Adiei, adiei. Tentei arranjar desculpas, mas este fim-de-semana não tive hipóteses. Fui mesmo para a praia. De burka, mas fui. Ele e os miúdos estavam irredutíveis. Não consegui mesmo fugir. E agora? E agora, lá teve de ser. Mas pior do que ter de enfrentar o chamado teste da areia, foi ter de pensar no almoço que levámos para a praia. Previa-se um domingo de autêntico terror até que fui salva pelo blog Sassy Kitchen onde descobri esta apetitosa e saudável receita. 

transferir.jpeg

 

6 deliciosas receitas com iogurte grego para animar a sua semana

Se os iogurtes fossem gente, os gregos seriam certamente a elite das elites: os frequentadores de Ascot ou, melhor ainda, aquele grupo restrito que tomava gin tónico com a rainha-mãe, às 11h da manhã, no palácio de Buckingham. É, sem dúvida, o rei dos lacticínios. Além de simplesmente delicioso, é completo: é nutritivo e é cheio de proteínas e de gorduras saudáveis (existem?). Mas sejamos sinceros, é óbvio que engorda, porque infelizmente tudo o que é bom engorda.

Melhor do que comer um iogurte grego é descobrir receitas de pratos deliciosos cujo ingrediente fundamental é – adivinhem lá? – iogurte grego, pois claro. A sua textura super cremosa dá um sabor especial a pratos com queijo e pode mesmo substituir a malfadada maionese, essa sim uma bomba calórica totalmente dispensável. Aqui ficam as minhas seis receitas preferidas.

 

Sanduíche de Queijo Munster Grelhado com Maionese de Wasabi e Iogurte Grego

slide_374722_4374552_free.jpg

Porquê usar maionese quando pode usar iogurte grego. E até pode ser iogurte grego light. Nesta receita, faça uma maionese de wasabi super saudável com o iogurte grego. Depois junte abacate, queijo e espinafres baby e já está. Aprenda todos os detalhes aqui.

 

18 ideias de sanduíches deliciosas para levar para a praia

Não resisti a partilhar estas fantásticas ideias que encontrei no BuzzFeed para um lanche de praia diferente, colorido e saudável (bom, mais ou menos... umas são bem mais light do que outras, mas ao fim-de-semana tudo é permitido). Porque ninguém merece só pão e manteiga. Além de que manteiga não faz bem a nada. Por isso, toca a lanchar com energia e alegria – e com pão integral à fatia. 

 

 

 

o que é que faz quando um cozinheiro o recebe com um ar contrariado?

13692_867857769954020_1176810666266472662_n.jpg

Mal entrei no Stash, o restaurante de sanduíches do chef Pedro Lemos, no Porto, a primeira coisa que vi foram dois olhos a revirarem-se num movimento circular que podia indicar uma de duas coisas: ou um manifesto mal-estar associado a um estado de pré-desmaio, ou um manifesto mal-estar associado à nossa presença. Como em vez de desmaiar o cozinheiro suspirou, presumo que o revirar de olhos estivesse associado à nossa presença.

De facto, éramos seis bocas cheias de fome. De facto, chegámos ao Stash – The Sandwich Room para almoçar já perto das 16h. Mas, de facto, só ousámos cometer essa imprudência porque, à porta, diz que a cozinha do restaurante funciona até às 17h e pensámos que simpáticas recepções como esta só teriam lugar a partir das 16h45.

 

 

bagel com queijo de cabra, abacate, tomate seco, pinhões e mel, o almoço ideal para levar para o trabalho

Esta tem sido uma semana de enlouquecer. Estou cheia de trabalho, não tenho tempo para nada, os miúdos cheios de testes e o dia podia ter 48 horas mas infelizmente não tem. Serei a única? Hoje nem vou conseguir sair para almoçar... Mas nem tudo está perdido. O blog la raffinerie culinaire salvou-me o dia com esta fantástica receita vegetariana que não é mais do que um excelente almoço para levar para o escritório. Um bagel com alguns dos meus ingredientes preferidos: queijo de cabra, abacate, tomate seco, pinhões e mel, cebolinho e uma mistura de folhas verde. E, claro, bagels! Se quiser saber as quantidades certas para 4 bagles, espreite aqui.

bagel-chevre-miel-avocat-tomates-sechees-miel-pign

 

3 maneiras deliciosas de animar uma torrada de pão integral

Vamos lá aqui admitir uma coisa simples: o pão integral não é propriamente a coisa mais saborosa do mundo, pois não? Calculei. Antes dele, temos o pão alentejano, o pão de Mafra, a broa de milho, a broa de Avintes, o pão de leite, o brioche, o fofinho e todos os outros pães que eu devorava já aqui, neste preciso momento, sem pensar dois segundos nas consequências.

Mas o pão integral faz parte dos sacrifícios essenciais de quem aspira a ter uma barriga que se consiga sentar ao volante de um Smart. E foi por isso num estado de profunda euforia que eu encontrei esta indispensável lista do sempre útil Buzzfeed: 14 receitas de tostas e sanduíches que tornam o pão integral num sacrifício ligeiramente menos penoso. Eu escolhi as três melhores para começar a adoptar urgentemente cá em casa.

 

Torrada de Pão Integral com Ovo Escalfado

ovo-poche-torrada-integral_0.jpg

Pão, manteiga light e ovo escalfado com sumo de limão. Se preferir, substitua a manteiga light por abacate – também fica delicioso. A receita, tal como a foto, é do site M de Mulher e só tem 80 calorias. Veja o modo de preparação aqui.

 

 

 

o almoço para levar hoje para a praia: tostas com tomate e queijo provolone crocante

Quando me falam de queijo crocante ou estaladiço eu entrego imediatamente um pré-aviso de greve à dieta. E mesmo que Ela rejeite o meu pré-aviso (o que é frequente), avanço para a greve compulsiva. É isso que vou fazer hoje com esta magnífica receita do fantástico blog Smitten Kitchen. Primeiro por causa do delicioso queijo provolone estaladiço passado pela frigideira. Depois por causa desta fantástica combinação de cores de tomate que é a minha perdição.

Se for para comer em casa, pode tostar o pão; se for para levar para a praia, o melhor é deixar o pão fresco. Agora, o melhor é parar com a conversa e ir directamente para a mesa – ou, neste caso, para a praia.

tomato-and-fried-provolone-sandwich.jpg

 

 

uma receita fácil para a praia ou para o escritório: sanduíche de ricotta e morangos com mel

Cenário dantesco: o país mudou-se para a praia, o Instagram está carregado de fotografias de areais intermináveis e águas transparentes e nós estamos fechados num escritório da Avenida António Augusto de Aguiar. Com 40º C na rua e um ar condicionado que funciona ao ritmo de um tractor. Cenário paradisíaco: você é uma das pessoas nos areais intermináveis e nas águas transparentes – e eu sou mesmo o único português que esta semana terá de conviver com o tractor travestido de ar condicionado. Seja qual for o seu cenário, eu tenho a solução para si: a receita ideal para começar uma semana de árdua labuta ou de praiíce aguda. E que receita é essa? Ainda bem que pergunta: é esta estrambólica sanduíche de ricotta e morangos do fantástico site Whole Living – tão boa para levar para a sua praia de sonho ou para o seu escritório de pesadelo.

mbd106984_0411_breakfast_ricotta_hd.jpg

 

 

uma refeição light e saudável para a praia: sanduíche de salada de ovo com caril

Este ano tenho uma missão: evangelizar esta família em relação ao pão. Sim, o pão tem sal. Sim, o pão engorda. Sim, podemos comer pão. Pelo menos, algum tipo de pão. E a prova disso é esta fantástica receita do não menos fantástico site Health, a minha verdadeira bíblia alimentar durante esta evangelização.

São duas fatias de pão e apenas 410 calorias e 14 gramas de gordura. Com uma vantagem adicional: o ovo sacia. E mais uma: o caril é rico em antioxidantes. E mais outra: se tiver os ovos cozidos de véspera, isto demora só cinco minutos a fazer.

901cd6f139e134b9b61510d3eb2f6a16.jpg

 

 

vai uma mini-sanduíche de sushi para fazer esquecer a desgraça do sushi fest?

Depois da hecatombe que foi o primeiro dia do Sushi Fest, tínhamos de demonstrar publicamente a nossa solidariedade para com as vítimas do desastre. E como é que nós nos solidarizamos? Com uma receita fácil de sushi para fazer em casa. Vamos lá admitir: o mais difícil é o momento de enrolar, não é? Quando vemos os japoneses a enrolarem as algas como se estivessem a passar o rolo da massa... e quando percebemos que não somos japoneses – definitivamente. 

Pois bem, acabou o drama. Agora deixou de ser preciso enrolar o sushi graças a esta fantástica receita de mini-sanduíches de sushi do blog Not Quite Nigella.

 

Ingredientes

  • 1,5 chávenas de arroz para sushi
  • 1/4 de chávena de mirin
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de sal
  • 2 folhas de algas nori
  • 1 pepino
  • 3 colheres de sopa de maionese japonesa Kewpie
  • 100 gramas de lombo de salmão fresco cortado fininho (a receita original é com salmão fumado, mas...)
  • 1/4 de abacate grande
  • 1 colher de sopa de sementes de sésamo tostadas
  • Wasabi
  • Molho de soja
  • Gengibre em pickle

__sushi-bites-6.jpg

 

 

um restaurante perfeito para o verão: comida leve, saudável e biológica na mercearia do chiado

11151045_768029719962683_2228033186753487822_n.jpg

Preciso da sua ajuda para tentar perceber a última conversa profunda que tive com a minha querida Mulher Mistério. Foi sobre comida, claro, e ocorreu no último sábado – de 1998. Não, estou a exagerar, foi há umas semanas. A minha prezada Ela chegou a casa e, com um ar grave, anunciou:

– Descobri o restaurante ideal para ti.

– Qual?

– A Mercearia, no Chiado.

– E será que posso saber porque é que é o restaurante ideal para mim?

– Porque tem produtos como cogumelos reishi, proteína de cânhamo ou açúcar de coco...

– E porque é que isso é ideal para mim?

– Porque são alimentos que aumentam a longevidade!

– Não estou a perceber...

– Não te sentes velho?

– Não.

– Mas nós sentimos-te. Se calhar um cogumelozinho reishi ajudava...

Na verdade, acho que já não preciso da sua ajuda para perceber esta conversa – penso que é suficientemente clara. A verdade é que, qual velho precoce, lá fui a correr até à Mercearia, o fantástico restaurante de comida saudável do Chiado, em Lisboa. E não me arrependo: já me sinto 11 anos e quatro meses mais novo do que a minha querida Mulher Mistério, o que nem está muito longe da realidade.

 

 

a fabulosa cafetaria de santos, o meu novo spot preferido para almoçar em lisboa

11182205_344539439090065_6222284626895301722_n.jpg

Abriu há cerca de um mês sem falsas modéstias e tem razões para isso. Ainda bem. Gosto de projetos que arriscam, que não têm medo de se assumir e de errar. O nome já me tinha cativado e estava muito curiosa. Como tinha um almoço combinado com uma amiga não foi difícil convencê-la a experimentar a Fabulosa Cafetaria de Santos. Adoro repetir o nome, faz lembrar os cafés do início do século XX.

 

 

onde é que vale a pena almoçar na feira do livro de lisboa

Captura de ecrã 2015-05-29, às 18.49.37.png

Pois é... já estou a ver, por esses olhinhos desconfiados à frente do computador, o que está a passar-se dentro dessa cabecinha de Einstein:

- Mas este engraçadinho ensandeceu?! Almoçar na Feira do Livro?! Qualquer pai de família que se preze vai à Feira do Livro comprar livros, não vai para se empanturrar de comida.