Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

este texto é especialmente dedicado a todos os franceses: 4 fantásticas receitas com melão para digerir melhor a derrota de ontem

Ainda pensei em escrever este texto em francês para poder chegar a todo esse confiante povo que sempre acreditou que seria Campeão da Europa este ano. Eu compreendo bem o calafrio agudo que lhes deve estar agora a percorrer a espinha – ou colonne vertébrale se preferirem – nós próprios passámos por essa desagradável sensação em 2004. No entanto, aprendemos que alguma humildade, esforço e capacidade de união podiam ajudar a ganhar uma prova como o Campeonato da Europa de Futebol. 

Mas como França ainda terá de passar por essa longa fase de aprendizagem, hoje o alimento de que mais precisam é seguramente o melão. E, por isso, aqui ficam quatro fantásticas receitas com melão para ajudar todos os franceses a viverem esta longa e penosa segunda-feira de Julho. Começando, claro, por um magnífico aperitivo: um gin tónico de melão para beberem antes do jantar.

 

Gin Tónico de Melão

17157144_vBsAn.jpeg

Este divinal gin tónico verde tem um fantástico encanto: tanto dá para os franceses afogarem as mágoas a pensarem no que fizeram ao Ronaldo como serve para nós brindarmos enquanto nos lembramos do autocarro decorado com a frase Campeões da Europa que nunca chegou a sair da garagem para desfilar pelas ruas de Paris.

Tudo o que vão precisar é de um bom gin (daqueles que não dão dores de cabeça), água tónica, gelo, melão e um pouco de açúcar e água. É tão refrescante como surpreendente. E podem ver aqui a receita completa do blog A Cozy Kitchen .

 

 

festa de crostini de queijo de cabra e morangos (que se lixe a dieta, somos campeões europeus!)

Estou em êxtase. Estou afónica. Estou tão feliz. Ainda nem acredito que somos Campeões da Europa! Ganda Ronaldo que foi capitão até fora das quatro linhas, ganda Rui Patrício que defendeu todas, ganda Nani que jogou muito, ganda Éder que marcou!!!! Ganda Pepe, ganda… todos! Ganda Engenheiro que acreditou desde o primeiro minuto. Todos merecem celebrar. Todos merecemos. Por isso, vou começar a semana a desgraçar-me com esta festa de crostini que descobri no blog Foodess.

É um pequeno-almoço reforçado para celebrar a nossa vitória sobre os “Avecs”!

Só preciso de uma baguette, cortada às fatias, azeite, queijo de cabra, morangos cortados às fatias, redução de balsâmico, folhas de hortelã ou de manjericão. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 28 tostas, espreite aqui a receita original. 

MTMxNTk1MjYwNDI5MTEzODIy.jpg

 

hoje é dia de… comer francesinhas e dar cabo deles todos! (agora aprenda aqui a fazer a receita)

Já que não posso dar uns chutos na bola nem marcar um golo pelo nosso Cristiano Ronaldo, vou lutar com as armas que tenho. Vou passar o dia a comer… não, peço desculpa, vou passar o dia a devorar… francesinhas e, de preferência, com um ovo a cavalo. Nunca a expressão “Até os comemos” me fez tanto sentido!

1378716_528506127227834_968479678_n.jpg

 

 

sangria de rosé e morangos para se deliciar durante o jogo da nossa seleção

Chegou finalmente o verão e o calor, e tudo o que apetece são bebidas light, frescas e cheias de fruta. Eu tenho esta teoria de que a sangria não engorda muito porque costuma estar recheada de fruta, o alimento que os nutricionistas tanto adoram. OK, pode ter um bocadinho ou outro de álcool, ou um bocadinho ou outro de açúcar mas pode sempre substituir por adoçante ou não pôr de todo. Eu elegi esta deliciosa sangria, que descobri no blog da ótima Jennifer Meyering, para ser a bebida oficial do jogo de hoje cá em casa. Para os mais distraídos, que eventualmente estejam refundidos numa cave, hoje é dia de Portugal-Áustria.

E para fazer esta maravilha, só precisa de uma garrafa de vinho rosé, vodka com sabor a morango, Sprite, açúcar ou stevia (eu não costumo pôr açúcar e fica ótima) e morangos, cortados às fatias. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

strawberry-rose-sangria-1.jpg

 

 

 

 

 

dip de queijo de cabra e manjericão, o aperitivo ideal para acalmar os nervos durante o jogo de portugal

Verdade seja dita, este aperitivo tem muita pinta para se servir em qualquer jantar. Esta receita do blog Say Yes tem ótimo aspeto e é simplesmente deliciosa. E desde que descobri que o queijo de cabra não é dos mais calóricos, estou cada vez mais viciada nesta ex-tentação. Mas, já que estamos em pleno Euro, a viver o eterno sofrimento luso, já de calculadora em punho, esta é a receita ideal para ir petiscando enquanto vibramos com os toques do Ronaldo e os cruzamentos de trivela do Quaresma (não é espetacular a minha cultura futebolística? Eu sei! Sou o sonho de qualquer marido, mas com menos 6 kg, é certo). E o melhor de tudo? Demora 5 minutos a fazer.  Só precisa de queijo de cabra, folhas de manjericão fresco, mel, vinagre balsâmico e sementes de girassol. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

goatcheeseandbasildip1.png

 

 

a nossa seleção de restaurantes e bares para ver os jogos de portugal no euro

Confesso que prefiro ver os jogos da nossa seleção em casa, rodeada de petiscos e minis (e dos meus filhos agarrados aos telemóveis), para poder usufruir da minha liberdade de expressão em todo o seu esplendor: insultar o árbitro, dar táticas de sofá, deliciar-me com as pernas do Cristiano Ronaldo ou com o cabelo do Éder. Mas este post é uma espécie de serviço público em pleno Euro 2016. Depois de uma árdua pesquisa, aqui fica a minha seleção dos melhores sítios para ver o próximo jogo de Portugal. Não são 23 convocados, porque sempre fui muito criteriosa, mas escolhi oito restaurantes e bares em Lisboa, Cascais e no Porto. Se quiser conhecer o meu preferido de todos, veja aqui o nosso texto sobre o LovIt, em Cascais.

 

Pátio do Petisco, Cascais

pateo petisco1.jpg

Há lá melhor combinação do que petiscos e futebol? É um casamento abençoado pelos deuses. Aqui, tanto no restaurante com esplanada na Torre, como no Mercado da Vila, há, além de ecrãs gigantes com os jogos do Euro, lascas de batata, caracóis, saladas de ovas e de polvo, croquetes de alheira, ovos mexidos com farinheira e mil e um outros petiscos a acompanhar minis, imperiais e uma ótima sangria.

 

 

4 fáceis e surpreendentes receitas de pipocas para acompanhar o jogo de estreia de portugal no euro 2016

enhanced-buzz-27304-1361225396-4.jpg

É o Ronaldo a entrar em campo e a pipoca a entrar na boca. Em dia de estreia no Euro 2016, entreguei-me à cozinha para fazer os melhores e mais práticos petiscos para acompanhar o jogo da Selecção. Daquelas maravilhas que conseguimos ir comendo sem tirar os olhos da televisão e a outra mão do copo de gin, ou de cerveja, ou de sangria.

Para esta noite, vou fazer umas pipocas originais para a Família Mistério petiscar à frente da televisão. E para isso contei com esta fantástica selecção feita pelo sempre presente Buzzfeed. São quatro receitas de pipocas – das mais salgadas às mais doces, há sugestões para todos os gostos.

A base é sempre de pipocas sem tempero. Se só encontrar doces ou salgadas, escolha as mais indicadas para cada receita e corte no sal ou nos doces para compensar o tempero das pipocas.

 

rolinhos de salmão fumado com crème fraîche e caviar, a receita ideal para petiscar durante o jogo de portugal

Hoje é dia de futebol. Há televisão, há cachecol e vai ter de haver também qualquer coisa para petiscar. Qualquer coisa que se adapte bem a um jogo de futebol às oito da noite. Ou seja, que não nos extermine a fome para o jantar e, já agora, que nos faça sobreviver ao sofrimento. É preciso um petisco leve e delicioso. E, já agora, que tenha alguma coisa a ver com a Islândia. Um petisco que envolva salmão fumado. Este leva também crème fraîche e caviar. 

 

o almoço ideal para apoiar a selecção nacional no euro e comemorar o dia de portugal

Ter um início de um Europeu de futebol que coincide com um Dia de Portugal que coincide com uma vitória por 7-0 da Selecção Nacional é tão frequente como ter o cometa Halley a sobrevoar a praia da Nazaré enquanto o Garrett McNamara apanha uma onda gigante. E, perante este entusiasmo desportivo-nacionalista, a Família Mistério resolveu juntar-se em peso para apoiar a nossa selecção. Não com o cachecol felpudo do Barbas, não com a camisola de licra do Cristiano Ronaldo, mas com um hambúrguer lusitano.

É isso mesmo: um hambúrguer grelhado com queijo creme e uma salada de tomate cherry e espinafres baby. Que é o mesmo que dizer, com a Bandeira Nacional. Infelizmente, o meu talento artístico não vai tão longe – mas o do nosso Mini-Misterioso com pretensões a chef vai, especialmente se contar com a ajuda da sua querida Avó Mistério, outra verdadeira artista na cozinha.

No rescaldo da goleada da Selecção, avó e neto juntaram-se na cozinha para preparar esta absoluta maravilha. Sozinhos. Sem qualquer interferência deste vosso querido Casal Mistério. E a verdade é que o hambúrguer ficou delicioso e não foi nada difícil de fazer.

image.jpeg

 

carta a paulo bento: o que os jogadores deviam ter comido para evitar as lesões

Caro Paulo Bento,

Ómega 3 e ómega 6 não são marcas de relógio. São os nomes de dois nutrientes que tu devias idolatrar todos os dias de manhã, ao acordar. Se o tivesses feito, se calhar os jogadores de Portugal não teriam caído no relvado à mesma velocidade que os pinos caem num jogo de bowling. É simples. Basta comer muitos alimentos com ómega 3 e ómega 6 e as hipóteses de sofrer uma lesão muscular vêm por aí abaixo tal como a selecção veio na classificação do Mundial.

Preparámos uma lista para colocares na carteira com os alimentos que têm estes nutrientes com nomes tão estranhos, mas que, por isso, evitam as lesões musculares. Por favor, decora os nomes dos alimentos e, para a próxima, pede ao cozinheiro da equipa para os introduzir nas receitas maravilhosas que prepara para os nossos jogadores. É fácil: lentilhas, espinafres, alho, óleo de peixe e leite – muito leite.

 

Para dar uma ajuda extra, ainda encontrámos aqui uma receita agradável para copiares: quesadillas de frango e espinafres. Ora, pega lá na caneta e toma nota. Junta os espinafres, o frango às tiras e o queijo. Coloca-os numa tortilla aberta ao meio e leva a um grelhador. Quando o queijo estiver derretido, como numa tosta, tira e serve. Não te esqueças: acompanha com um copo de leite. Pode ser que assim os jogadores aguentem mais de 15 minutos em campo sem se agarrarem à coxa. Agora mete-te lá no avião e anda embora. Daqui a quatro anos há mais. Mas leva os espinafres.

 

Ingredientes

- Frango assado

- Espinafres baby

- Queijo da ilha

- Tortillas

 

Um abraço para ti e para o preparador físico da selecção onde quer que ele esteja,

Ele

 

créditos fotos: www.sloatgardens.com; www.realsimple.com

4 formas de fazer esquecer os 4 golos da alemanha

Perdemos. De uma forma quatro vezes pior do que tínhamos imaginado. É mau. Mas não é o fim. Há sempre uma maneira de reagir a uma derrota como esta. Ou, neste caso, quatro maneiras – que, como não podia deixar de ser, são quatro cocktails extravagantes. Veja qual o cocktail que melhor se adapta a si e prepare-se para o próximo jogo.

Margarita de meloa (não tem nada a ver com grande melão)

Muita atenção: não estamos a falar de melão para evitar as graçolas idiotas com a derrota desta noite. É meloa cantaloupe – e é uma boa forma de afogar as mágoas. Além da meloa, esta margarita leva licor de laranja, sumo de lima, sal e tequilla. Veja a receita completa aqui.

 

Margarita de mirtilo assado e manjericão (escura como o luto)

Estamos de luto depois de uma derrota como esta. E por isso queremos uma margarita escura como o nosso estado de espírito. Mirtilos, manjericão, lima, tequilla, sal e Grand Marnier. A receita completa está aqui.

 

Margarita de agave (light para desintoxicar)

Depois de uma tarde como esta, não queremos açúcar, queremos uma bebida light para limpar o corpo e a alma. Esta margarita trendy leva sal, lima, tequilla e xarope de agave. Quer os detalhes da receita? Vá aqui.

 

Margarita de chá verde (para dar novas energias)

Não desanime, homem (e mulher também)! Um jogo não é um Mundial. Recupere as forças com esta margarita de chá verde. Leva apenas tequilla, licor de chá verde, Triple Sec e sumo de lima. Para saber a receita vá aqui.

 

Agora anime-se, guarde a bandeira e espere calmamente por domingo. Vamos comer os americanos com ketchup e mostarda.

 

Uma boa reviravolta para si onde quer que esteja,

Ele

 

os melhores cartazes para o mundial

Se Paulo Portas fez um relógio com a contagem decrescente para a saída da troika do País, eu coloquei cá em casa um relógio com o countdown para o início do Mundial. Nestes dias, têm de me desculpar mas haverá mais bola do que é costume. Às vezes com um gin tónico e uns petiscos a acompanhar, outras vezes pura. Como acontece hoje.

Esta ideia maravilhosa dos designers italianos Edoardo Santamato e Benedetto Papi, que Ela descobriu através do Mashable, merece um post só para si. É a adaptação de alguns dos cartazes mais famosos da história do cinema às selecções que participam no mundial de futebol. Portugal teve direito a um magnífico trabalho por cima do poster de Pulp Fiction. Mas também há os cartazes do ET, do Rei Leão ou do 007. É ver e deliciar-se. 

Estados Unidos, ET 

 

 

Itália, 300

 

 

Brasil, Kill Bill

 

 

Japão, Godzilla

 

 

Inglaterra, 007 Skyfall

 

 

Gana, Rei Leão

 

 

Espanha, Rambo

 

 

Argentina, Laranja Mecânica

 

Um bom Mundial para si, onde quer que esteja,

Ele

 

o genial hino da selecção feito pela rádio comercial

Era tudo o que faltava para animar um país que se agarrou ao joelho mal soube que Ronaldo tinha uma tendinose rotuliana (não havia mesmo problema físico com um nome mais sinistro, pois não?). Vasco Palmeirim escreveu alguns dos melhores versos sobre a selecção desde que o Esteves cantou "Deixem-se de tretas, força nas canetas que o maior é Portugal". Ricardo Araújo Pereira cantou, Nuno Markl deslumbrou e toda a equipa da Rádio Comercial gravou a música mais genial dos últimos tempos.

Quem mais é que seria capaz de escrever um verso como este:

O país não tem receio/

tem um míster com risca ao meio./

Quem vai dar tudo por tudo/

é o médio mais barbudo./

A selecção tem o melhor ambiente/

tira selfies com o Presidente.

Ou este:

Um só objectivo/

não queremos brincadeira/

Vamos limpar tudo/

depilação à brasileira./

Estados Unidos, Gana e Alemanha/

Até os comemos com feijão e picanha.

Ou ainda este:

Não ligamos a novelas/

Não vamos em carnavais/

Não dançamos o samba/

Não queremos ver fios dentais.

 

Eu sei que não é nenhuma sugestão culinária nem o próximo destino de sonho. Mas, como falava de feijão e picanha, achei que valia a pena partilhar. Ouça, cante e embrulhe-se na bandeira: o Mundial começa já na quinta-feira.

 

 

Boa sorte ao médio mais barbudo e ao míster de risca ao meio, onde quer que eles estejam,

Ele