Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

gaspacho dourado com tomate amarelo e pêssego, uma receita vegan e sem glúten

Qual é coisa, qual é ela que tem poucos ingredientes, demora 10 minutos a preparar e parece todo o sol de verão num copo ou numa taça? Acertou! Pois claro! É este espetacular gaspacho dourado que descobri no blog Happy Hearted Kitchen. O segredo é encontrar os tomates e os pêssegos mais maduros e sumarentos do mercado. Claro que pode usar tomates encarnados mas, além dos amarelos serem mais doces, corre o risco de o seu gaspacho ficar menos dourado. É uma entrada espetacular para servir num almoço ou num jantar de verão porque pode fazer com antecedência e mantê-la no frigorífico para apurar o sabor. Ainda por cima, é vegan e sem glúten. 

Só precisa de tomates amarelos picados, pêssegos maduros sem caroço também picados, um pimento amarelo, uma chalota pequena, dois dentes de alho, vinagre de vinho tinto, azeite extra-virgem, sal, folhas de manjericão cortadas e mais uns tomatinhos e uns pêssegos extra para decorar. Se quiser saber a quantidade certa de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

image.jpeg

 

 

4 gaspachos totalmente diferentes que o vão deixar de boca aberta (como um delicioso gaspacho de cereja)

Desde que vi a facilidade com que o cabelo de Jorge Jesus é capaz de mudar de cor que deixou de haver factos consumados para mim. As sopas são quentes? Os gaspachos são de tomate? Tudo é relativo e nada é definitivo. É por isso que hoje lanço aqui este desafio à Nação: qual é o gaspacho mais original que já viu na vida? Eu lanço os quatro primeiros a concurso. E digo já que até há um dedicado a Jorge Jesus: neste caso, à cor da camisola, não à cor do cabelo.

 

Gaspacho de Cerejas

web-cherry-gazpacho_4059.jpg

Foi no Cantinho do Avillez que a minha vida mudou e eu me tornei um perigoso obcecado por gaspacho de cerejas. Felizmente, descobri esta receita do blog Savory Simple que, além de deliciosa, demora cinco minutos a preparar. Junte num liquidificador 4 chávenas de cerejas sem caroço, sumo de 1 laranja grande, sumo de 1 limão, 2 dentes de alho esmagados (e sem a parte do meio que torna o alho indigesto), 2,5 colheres de sopa de chalotas picadas e 1 colher de chá de hortelã picada. Bata bem até ficar com um creme aveludado. Tempere com sal e pimenta a gosto e já está. A receita e a foto são do Savory Simple. Pode ver lá a receita completa.

 

 

uma receita dedicada à ida de jorge jesus para o sporting: gaspacho verde e branco

Era só mesmo isto que faltava. Depois de o herói do Benfica ter mudado para o Sporting, agora o gaspacho também virou verde e branco. Meu Deus, mas o que é isto?! Uma hecatombe cromática?! O que é que se vai seguir?! Rabanetes verdes?! Beterrabas verdes?! Jogadores de futebol expulsos com cartões verdes?! O mundo está de pantanas! E eu estou deliciado – com esta maravilhosa receita do blog A Cozy Kitchen.

GreenGazpacho_1.jpg