Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sangria de rosé dentro de uma melancia: há melhor maneira de beber um copo ao fim do dia?

Primeiro esclarecimento: os copos estão aqui só para enfeitar. Esta é uma sangria para fazer dentro de uma melancia, para servir dentro de uma melancia e para beber de dentro de uma melancia.

Segundo esclarecimento: esta é a maneira mais fácil e original de manter a sua bebida gelada durante umas horas. Além de poder tapar a melancia, ainda aproveita a frescura da fruta e a grossura da casca para manter tudo imune ao calor.

Terceiro esclarecimento: não tenho, que isto não é um interrogatório do Ministério Público.

20160818_202551 (2).jpg

Esta maravilhosa sangria surgiu quando recebemos um irrecusável desafio da Mateus Rosé: como fazer a bebida mais original e deliciosa com uma garrafa de Mateus Rosé? Depois de muito reflectir e de ainda mais conferenciar (com a honrosa participação do nosso filho mais velho, que, desde que está em idade de beber, se tornou um especialista em sangrias), a melancia foi eleita, por unanimidade, a melhor fruta para fazer sangrias. E, já agora, para as servir também. 

Se acha que pode ser difícil de fazer uma sangria dentro de uma melancia, então prepare-se porque isto vai ser mais rápido do que a sombra do Lucky Luke.

 

 

acha que um copo de vinho branco tem mais ou menos calorias do que um copo de tinto? se calhar está enganado...

cocktails-731898.jpg

Não há nada como começar a semana bem disposto, com um sorriso contagiante e uma alegria transbordante. É tudo isso que eu não estou a sentir neste momento. Especialmente depois de ter recebido da minha querida Mulher Mistério este guia para compreender quantas calorias ingiro cada vez que dou um golo num fabuloso gin tónico. Ou num copo de vinho. Ou num mojito. As contas foram feitas pelo site Daily Burn, que analisou as calorias de 29 bebidas alcooólicas diferentes.

É a maneira que Ela arranjou de me torturar durante a sua eterna dieta – como a sua nutricionista proíbe terminantemente o álcool, Ela quer impedir-me também de beber. Mas eu resistirei. Com mais 100 ou mais mil calorias por copo. Mas resistirei até ao fim.

Afinal de contas, como dizem os ingleses, é preciso beber gin responsavelmente – ou seja, sem o entornar.

 

 

o meu presente de sonho para o dia dos namorados: o novo gadget que permite servir o vinho sem abrir a garrafa

Heritage Wines_sistema Coravin_serviço.jpg

Primeiro, vamos ao que me inquieta profundamente: estamos a pouco mais de 72 horas do Dia dos Namorados e não vislumbro qualquer esboço de presente para mim no horizonte. Temo o pior.

Agora, vamos ao que me anima ligeiramente: acabou de chegar a Portugal aquela que é considerada a grande invenção do século no mundo dos vinhos. Eu sei que o século ainda é um jovem imberbe, mas esta invenção já é qualquer coisa de genial. E pode ser que, num ataque de bom senso, Ela se lembre do seu querido Marido Mistério no momento de se dirigir até à loja mais próxima.

 

 

ceia de ano novo: quais os melhores vinhos para acompanhar cada queijo

Tive dois grandes desgostos que marcaram profundamente a minha vida. O primeiro foi ver, aos 6 anos, O Campeão morrer à frente do filho. O segundo foi descobrir, aos 26, que os queijos não se comem apenas com vinho tinto. Não é fácil aguentar desilusões desta dimensão sem me tornar de um dia para o outro na versão masculina da Pomba Gira. Mas eu resisti. E é por isso que, todos os anos, dedico uma boa parte da minha passagem de ano a homenagear os queijos e os vinhos.

No entanto, para tudo sair perfeito é preciso encontrar o vinho ideal para cada queijo. E, se no Natal, encontrei um fantástico guia para combinar os vinhos com os pratos natalícios, agora descobri um magnífico dicionário para decidir que vinho deve acompanhar cada tipo de queijo. O trabalho de casa foi feito de forma irrepreensível e ultra-completa pelo site Fix.

Só tem de procurar o queijo que vai servir e ver quais as castas de vinho que mais se adequam. As castas e os queijos portugueses foram acrescentados por nós.

wine-cheese-pairings.jpg

 

 

ano novo – a alternativa mais requintada às 12 passas da meia-noite: tostinhas com brie, passas e redução de vinho branco

É o meu maior sacrifício de Ano Novo. Ter de comer 12 passas seguidas, sem mais nada, em apenas 12 segundos é quase tão penoso como ter de engolir as 23 pastilhas elásticas que Jorge Jesus ingere por cada jogo de futebol. Eu confesso que todos os anos tenho uma pequena discussão de fim de ano com a minha querida Mulher Mistério por causa da polémica das passas. Eu resisto, Ela insiste. E, como em todos os casais do século XXI, eu cedo e Ela ganha. 

Pois bem, este ano vai haver uma pequena surpresa. Para suavizar o meu sofrimento, vou disfarçar as passas no meio de uma receita maravilhosa. E enquanto Ela despejar mãos cheias de frutos para dentro da boca, eu vou deliciar-me com duas destas magníficas tostinhas com queijo brie do fantástico blog Bite Me.

Para levar a cabo esta minha rebelião festiva, só preciso de passas brancas, queijo brie, pão de baguette ou de sementes, manteiga sem sal, 1 vagem de baunilha partida ao meio na vertical, açúcar, vinho branco Chardonnay e água. Mas para ver as medidas certas, é melhor consultar a receita original aqui.

DSC_0246.jpg

 

 

qual o vinho ideal para acompanhar cada receita de natal nesta consoada

Cá em casa, o Natal tem dois momentos altamente delicados: um é o da abertura dos presentes, o outro é o da abertura das garrafas. Qual o melhor vinho para começar a refeição? O que é que deve acompanhar o bacalhau? O que beber com as sobremesas? Enfim, perguntas que nos atormentam durante dias e dias, que nos tiram o sono e que nos obrigam a provas diárias até chegar a uma conclusão que satisfaça toda a família.

Este ano, a minha tarefa ficou bastante mais facilitada depois de ter descoberto este fabuloso guia do site Wine Folly. É uma verdadeira Bíblia da gastronomia, um autêntico Corão da vitivinicultura. Tudo para percebermos que tipo de vinho é mais indicado para acompanhar cada tipo de comida. 

wine-and-food-pairing-chart.png

 

e os vencedores dos dois fantásticos cabazes de vinho do casal mistério são…

Magnum GE2012 Caixa3.jpg

…tchan, tchan, tchan, tchan…

Quem conseguiu esperar até esta hora para saber os resultados também aguenta algum suspense, ou não?

Ok, eu paro. Sempre achei irritante aquela expectativa forçada dos Óscares. Por isso, aqui vai.

O primeiro prémio do nosso fantástico sorteio de aniversário vai para a Luísa Silva, da Abóboda, nascida no dia da graça de 2 de Março de 1979. É ela que se vai deliciar com uma garrafa Pegos Claros magnum Grande Escolha 2012 (edição limitada de 400 garrafas numeradas) que não está à venda no mercado. Além disso, ainda vai receber mais três garrafas Pegos Claros Reserva 2012.

 

extra! extra! nós fazemos anos mas o presente é seu: vamos oferecer um cabaz de vinhos único no mercado

DSC05176.jpg

Não sabemos bem se já tínhamos dito, mas hoje fazemos anos. É verdade, gostamos de festa. E estamos aqui a roer-nos por dentro por não podermos juntar todos os nossos maravilhosos leitores cá em casa para uma jantarada de arromba. Mas o mistério obriga a esta vida de eremita.

Se calhar, para o ano revelamos a nossa identidade num baile de máscaras. Mas, por enquanto, temos de brindar à distância. E, para isso, só falta um óptimo copo de vinho que é aquilo que nos traz aqui hoje. 

Para comemorar estes dois anos de vida, os vinhos Pegos Claros juntaram-se ao Casal Mistério para oferecerem aos mais fantásticos leitores do mundo um fantástico cabaz de vinho. Só isso já seria uma grande notícia, mas há mais: são dois cabazes. E há ainda mais: num dos cabazes tem uma deslumbrante garrafa magnum de Pegos Claros Grande Escolha 2012. Além de ser um vinho classificado pelo site do prestigiado crítico Robert Parker com uns orgulhosos 91 pontos e de ter ganho a medalha de prata no concurso Vinalies Internationales Paris, em 2014, é oferecida numa edição limitada magnum, das quais só foram produzidas 400 garrafas que não estão à venda ao público. 

 

 

sangria de inverno com pêra e romã, uma bebida diferente para acompanhar a consoada

Um de Dezembro. Estou oficialmente imbuído do espírito natalício. Para me transformar no Pai Natal só preciso de começar a falar com renas todos os dias de manhã, porque a barba branca já tenho. Estou em contagem decrescente para esse grande momento que é a consoada: a festa, a reunião da vasta e alargada Família Mistério, a disputa com o meu cunhado para ver quem tem a árvore de Natal maior, a troca de presentes e, claro está, o fundamental, o essencial, o inexcedível, o indescritível jantar de Natal.

Confesso que acordo todos os dias a meio da noite com sonhos: não sonhos-sonhos, mas sonhos-doces. É verdade. Já fiz sonhos cá em casa e cada vez que acordo a meio da noite dá-me um vontade súbita de descer até à cozinha e comer, comer, comer. Até agora tenho resistido, mas não sei quanto mais tempo vou conseguir aguentar.

valley3_11151-600x900.jpg

 

roteiro para conhecer portugal de copo de vinho na mão

20121216174016_FPNPHQ5QH9PJ86DE380N.jpg

No meio da crise política no Parlamento, da crise desportiva no Benfica e da crise capilar de Cristina Ferreira, só nos resta uma alternativa: pegar no copo de vinho e partir. Não precisa de apanhar a primeira nave espacial para Marte, basta apanhar o primeiro barco para o Douro. Ou o primeiro comboio para o Alentejo (espere, parece que a crise acabou com quase todas as linhas férreas no Sul). Mas o meio de transporte não é o mais importante. Aqui o decisivo é escolher os melhores hotéis que produzem os melhores vinhos. E marcar umas férias para descansar e provar.

 

o melhor sítio para manter as bebidas geladas quando o seu frigorífico está cheio

Ontem foi dia de festa cá em casa. Normalmente costumamos fazer um almoço anual de fim de Verão (eu sei, foi um bocado precipitado, visto que ainda faltam quase 20 dias para o fim do Verão, mas Ela insiste que Setembro já não é mês de praia...). Todos os anos é o mesmo drama: entre amigos dos pais e dos filhos, o frigorífico fica cheio com comida, bolos, doces, etc.. E as sacrificadas são sempre as minhas queridas e estimadas garrafas de cerveja, vinho branco e rosé, que têm de ser colocadas à pressa no congelador antes de irem para a mesa. Resultado: apesar de Ela teimar que Setembro já não é Verão, as bebidas nunca ficam suficientemente geladas.

52801234dbfa3f4ef30029ca._w.540_s.fit_.jpg

Pois, este ano a minha vida mudou graças a esta genial dica do sempre útil site The Kitchn: a máquina de lavar roupa virou arca frigorífica. Na véspera, enchi o frigorífico com todas as garrafas. No sábado, retirei-as do frio logo de manhã, quando fiquei sem espaço no frigorífico, e coloquei-as dentro da máquina de lavar roupa com três poderosos sacos de gelo comprados na bomba de gasolina. Primeiro, a máquina mantém relativamente bem o frio. Segundo, deixa o gelo derretido escorrer para o cano sem me obrigar a deitar fora água ou a lavar arcas ou outros recipientes. À medida que precisar de bebidas, só tem de as ir tirando lá de dentro. No fim do dia, fecha a máquina e já está. É ou não é prático?

 

Uma boa festa para si onde quer que as bebidas estejam,

Ele

 

foto: the kitchn

novidade! novidade! a quinta do vallado abriu a incrível casa do rio em vila nova de foz coa

0003D66BDD9614.jpg

Já lhe falámos aqui na Quinta do Vallado, um Wine Hotel delicioso no Douro localizado perto da Régua. E não é que esta maravilhosa quinta cresceu? Primeiro, os proprietários quiseram alargar a área de vinhas próprias e, para isso, compraram a Quinta do Orgal, em Castelo Melhor - Vila Nova de Foz Côa. Em 2009 iniciaram a plantação de vinhas. Mas não se ficaram por aqui. E ainda bem. Porque decidiram criar uma extensão do hotel neste cenário de sonho.

 
 

qual é para si o melhor terraço de lisboa? conheça os nossos três favoritos

18568682_HnwRm.jpg

Esta semana não foi fácil. Diríamos mais: foi dura. Diríamos mais ainda: foi violenta. Foi aquilo a que se pode chamar, em linguagem publicável num blog sério e familiar, uma penosa semana de árdua labuta. Pois imagine o nosso ilustre leitor e a nossa insigne leitora que passámos quatro longos dias no terreno a preparar ao detalhe este belo post que trazemos até si. E que hercúlea tarefa foi essa? Experimentar os melhores terraços de Lisboa. E quando dizemos experimentar, dizemos sentar em confortáveis cadeiras, provar fresquíssimas ostras, bebericar magníficos cocktails, apreciar espantosas vistas. Pode parecer um agradável prazer, mas é trabalho. E como isso só nos fica bem, temos de nos queixar do trabalho.

 

 

onde é que vale a pena almoçar na feira do livro de lisboa

Captura de ecrã 2015-05-29, às 18.49.37.png

Pois é... já estou a ver, por esses olhinhos desconfiados à frente do computador, o que está a passar-se dentro dessa cabecinha de Einstein:

- Mas este engraçadinho ensandeceu?! Almoçar na Feira do Livro?! Qualquer pai de família que se preze vai à Feira do Livro comprar livros, não vai para se empanturrar de comida.

 

 

sugestão para o fim-de-semana: beber um bom vinho ao fim do dia no mercado de cascais

1959402_692654084183235_1410940700749208348_n.jpg

Mas também pode comer um óptimo marisco. Ou dividir uns fantásticos petiscos. Ou refrescar-se com umas magníficas tostadas. Ou provar uma salada caprese totalmente diferente daquilo que já comeu até hoje. O Mercado da Vila está remodelado. E vale a pena. Veja só algumas das razões para lá ir este fim-de-semana.