Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sangria de vinho verde para fazer em 15 minutos

Depois do tufão que ontem passou por Lisboa, acordei hoje com uma certeza na cabeça: preciso urgentemente de aproveitar os últimos dias de sol, antes que comece a chuva e o cheirinho a castanhas (esta parte gosto). E, por isso, decidi fazer hoje uma maravilhosa e facílima sangria de Vinho Verde que encontrei no fantástico blog Minimalist Baker.

Na verdade, encontrei esta preciosidade totalmente por acaso. Estava eu à procura de sangrias quando choquei de frente com uma fotografia de uma garrafa onde dizia Aliança – Wines of Portugal. Como qualquer ferveroso patriota, fui logo ler para perceber como é que um blog americano do Oregon tinha descoberto um vinho tão português. E foi então que percebi que infelizmente não descobriu: apesar de estar a usar o portuguesíssimo Vinho Verde Aliança, a blogger elogiava o "irresistível vinho branco de Espanha" da marca Aliança. Espanha?! Vinho Verde?! Aliança?! Como é que é possível?! Daqui a nada, temos Vinho do Porto de Badajoz.

Ultrapassada a minha mini-indignação, ao melhor estilo Padeira de Aljubarrota, não me resta outra alternativa senão fazer esta sangria com VINHO VERDE PORTUGUÊS! Tudo o que vou precisar é de uma garrafa de Vinho Verde, açúcar de cana, conhaque de maçã (como Calvados), maçã, lima, limão, pêssego e morangos – tudo cortado às fatias. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

sangriavinho.jpg

 

 

um cocktail que junta gin, mel, framboesas e vinho verde? agora é que lhe vai dar uma coisinha má

Ambrósio, apetece-me algo... Ambrósio! Ambrósio???? Ambrósiiiiiiiiiiiioo?

Bolas, lembrei-me que não tenho nenhum Ambrósio. A bem da verdade, tenho Ele, mas também não posso abusar muito porque senão ainda acontece uma revolta na Mansão Mistério, e nós não queremos isso. Precisamos de nos alimentar condignamente e se Ele decide fazer greve na cozinha, está o caldo entornado. Como hoje me apetece algo especial, vou dar-lhe graxa. E o que é que o faz feliz? Uma receita de gin. Mas esta bebida é muito mais do que gin, porque tem framboesas, limão, limas, hortelã, mel e – agora é que Ele vai entrar em delírio – vinho verde. Sim, Ele também adora vinho verde.  

raspberry%20sparkler%20four%20cups.jpg

 

 

sangria de vinho verde com melão, pepino, hortelã, lima e manjericão

Quando descobri esta receita não resisti a partilhar. Primeiro, porque adoro sangria, depois porque adoro melão e uvas, e terceiro porque adorei descobrir num blog de uma americana a receita de uma sangria de vinho verde português. E gostei mais ainda da descrição que ela faz do nosso vinho verde: "sempre fui fã do italiano Prosecco (gasoso e, claro, seco), por isso fiquei fascinada quando descobri o seu parente mais suave, o vinho verde português. Se o Prosecco é como a língua italiana – impetuoso e um pouco atrevido, o vinho verde é como o português – subtil e aveludado, como um suspiro". Fiquei rendida a esta descrição, e por isso, mais rendida fiquei a esta deliciosa e surpreendente receita do blog The Bojon Gourmet.

17440446_0cWhp.jpeg