Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

um brunch no tease: o caminho para a perdição passa pela praça das flores

Imagine que entra numa pequena pastelaria de bairro com um ar cosy e muito vintage e depara-se com isto:

10835425_847929845245792_2193030151923644477_o.jpg

 

E isto:

10391028_865108636861246_3951263045402652012_n.jpg

E mais isto:

11102680_874413265930783_1756144656305787239_n.jpg

Uma pessoa perde o controlo ou não? Eu perdi. Entrei numa espiral de loucura que saí daqui a rebolar.

O nome desta perdição já deixava adivinhar algum tipo de provocação… mas este balcão mesmo à entrada do Tease é pura e simplesmente irresistível. Filas intermináveis de bolos, cupcakes, scones, muffins que conseguem ser mais tentadores do que o George Clooney e o Brad Pitt juntos de óculos escuros a olhar para nós (peço desculpa pela comparação, meu querido Marido Mistério, mas quem diz a verdade não merece castigo).

11695804_927932120578897_8406368980822023370_n.jpg

O ambiente 

Chegámos por volta das dez e meia e as mesas estavam praticamente todas cheias de turistas e habitués do bairro, mas não vislumbrámos ninguém para nos receber. Como fomos só os dois, decidimos encaixar-nos numa mesa pequena com duas cadeiras encostadas num dos nichos à janela, ao lado de um aparelho de ar condicionado portátil. O espaço não é propriamente grande mas está bem aproveitado. Ao fim de cinco minutos de espera, apercebemo-nos de que era melhor ir buscar a ementa ao balcão porque a empregada estava na cozinha. Entretanto uma mesa de quatro esvaziou e ocupámo-la sem dó nem piedade porque, quando começámos a ler a lista, percebemos logo que os nossos pedidos não iriam caber na mesa redonda com menos de 1 metro de diâmetro.

10805661_809693749069402_4335932489925017495_n.jpg

Enquanto esperávamos pela empregada, observei deliciada o espaço. Pequeno mas cosy, recheado de antiguidades mas muito cuidado, com deliciosos pormenores como os quadros com mensagens, os gigantes sapatos de salto alto encarnados nas prateleiras, a balança antiga, um dos sofás em forma de boca e os cinco candeeiros de cristal comprados nos antiquários da rua de São Bento alinhados por cima do balcão. Os pormenores da decoração vintage combinam na perfeição com a parede forrada a azulejos por trás do balcão e com as cores vivas dos cupcakes em exposição.

12004832_959581427413966_6298457646393051994_n.jpg

O serviço

E eis que surge a simpática e atarefadíssima empregada que estava nitidamente sozinha no momento em que chegámos para recolher o nosso pedido. Nunca na minha (ainda curtíssima) vida fui atendida por uma empregada tão doce e zen como a do Tease. Respondia de forma tão simpática e cândida que nos colocou imediatamente um sorriso na cara de ambos. 

10987728_848866801818763_9135335234724674451_n.jpg

Fizemos o nosso pedido e ela respondeu a todas as dúvidas sem hesitar (uma tarefa nem sempre fácil quando Ele inicia o seu habitual e frenético interrogatório sobre ingredientes). Enquanto esperávamos, Ele decidiu poupar a simpática funcionária e foi servir-se das duas garrafas com água da torneira que estão expostas à disposição de todos: uma com água normal e outra com água e folhas de hortelã (demasiado enjoativa e forte para o meu gosto, mas também não sou propriamente fã de hortelã). Quanto ao tempo de espera, Ele na sua esquizofrenia habitual cronometrou:

Sentámo-nos às 10h39 e o pequeno-almoço chegou às 11h05. Não foi dramático tendo em conta que quiserem trazer tudo ao mesmo tempo e que pedimos um crepe. Durante este período, chegou uma outra empregada que ficou ao balcão e tornou o serviço muito mais rápido.

11986981_956707511034691_4956771318688381240_n.jpg

O brunch

Confesso que ao pequeno-almoço não gosto de inventar. Preciso de café com leite e adoro sumo de laranja natural de manhã. Por isso, pedi um delicioso e muitíssimo bem preparado cappuccino, com direito a chocolate em pó e tudo (€2) e um sumo de laranja natural (€2) muito doce e saboroso. Ele arriscou e não se arrependeu. Estava completamente rendido a um smoothie de banana e coco (feito com iogurte) que levava gelo picado (€3). Adorou. E eu, claro, experimentei e confirmei. É mesmo bom. Gelado e doce ao mesmo tempo, é de facto divinal.

11201944_917606798278096_3823813455838747133_n.jpg

Decidimos partilhar os ”sólidos”. Primeiro deliciámo-nos com um croissant misto quente e estaladiço (€2,30) e depois, não resistimos ao crepe Special Breakfast (€4,50) com iogurte grego, granola e fruta (banana, maçã, morangos e framboesas). O Special Breakfast vem normalmente com um waffle mas como já não havia, foi substituído por um crepe. Eu aplaudi a troca, Ele nem tanto. O crepe era ótimo mas talvez tivesse preferido com iogurte natural em vez do iogurte grego, porque este era açucarado e ligeiramente doce demais para o meu gosto. E neste momento, já estão a pensar:

- Já chega, não? Já paravam!

Não, claro. Porque os bolos e os cupcakes daquele balcão estavam a olhar para mim desde o exato momento em que cruzámos aquela porta.

IMG_1736.JPG

Por isso, Ele, totalmente enlouquecido, devorou um cupcake com Nutella (€2,20) por dentro, queijo creme doce por cima, um pouco de bolacha de chocolate e smarties. Era doce demais para mim, mas Ele adorou a massa, disse que era leve (Leve?! Como?!).

IMG_1744-1.JPG

Eu terminei de uma forma muito mais comedida com um ótimo scone com manteiga e doce (€1,80). No fim, Ele ainda hesitou entre um café expresso (€0,70) e um café com chocolate e Nutella e foi aí que eu achei que provavelmente o deveria internar de vez. Perante o meu olhar incrédulo, pediu dois expressos (provavelmente o pior da refeição porque estavam ligeiramente queimados) e dois cupcakes de Nutella para os miúdos partilharem (não é inacreditável? Ele come um sozinho, as crianças partilham. “Ah e tal, faz-lhes mal!”).

1506470_834344053271038_2710443950097730894_n.jpg

Quando fomos ao balcão pagar, tínhamos à nossa espera uma caixa branca de pastelaria com um carimbo de um beijo de bâton em cima. Lá dentro metade de um cupcake para cada filho. Antes de partirmos, os meus olhos fixaram-se num jarro, em cima do balcão, cheio de marshmallows para oferecer. A simpática empregada disse logo:

- Pode servir-se à vontade!

- Não, obrigada. Estou de dieta.

10155928_842205195818257_3614626299920986966_n.jpg

O bom

O balcão vintage

O ótimo 

O Special Breakfast e o smoothie de banana e coco

O mau

Os quilos a mais com que se saí daqui

 

Se gosta de brunches, leia ainda:

 

Um ótimo fim-de-semana,

Ela

 

fotos: tease e casal mistério

 

Nota: Todas as despesas das visitas efetuadas pelo Casal Mistério a restaurantes, bares e hotéis são 100% suportadas pelo próprio Casal Mistério. Só assim é possível fazer uma crítica absolutamente isenta e imparcial.

 

4 comentários

Comentar post