Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

um restaurante perfeito para o verão: comida leve, saudável e biológica na mercearia do chiado

11151045_768029719962683_2228033186753487822_n.jpg

Preciso da sua ajuda para tentar perceber a última conversa profunda que tive com a minha querida Mulher Mistério. Foi sobre comida, claro, e ocorreu no último sábado – de 1998. Não, estou a exagerar, foi há umas semanas. A minha prezada Ela chegou a casa e, com um ar grave, anunciou:

– Descobri o restaurante ideal para ti.

– Qual?

– A Mercearia, no Chiado.

– E será que posso saber porque é que é o restaurante ideal para mim?

– Porque tem produtos como cogumelos reishi, proteína de cânhamo ou açúcar de coco...

– E porque é que isso é ideal para mim?

– Porque são alimentos que aumentam a longevidade!

– Não estou a perceber...

– Não te sentes velho?

– Não.

– Mas nós sentimos-te. Se calhar um cogumelozinho reishi ajudava...

Na verdade, acho que já não preciso da sua ajuda para perceber esta conversa – penso que é suficientemente clara. A verdade é que, qual velho precoce, lá fui a correr até à Mercearia, o fantástico restaurante de comida saudável do Chiado, em Lisboa. E não me arrependo: já me sinto 11 anos e quatro meses mais novo do que a minha querida Mulher Mistério, o que nem está muito longe da realidade.

 

10014678_734039996694989_802926807975016110_n.jpg

O ambiente
A Mercearia é uma mistura de mercearia com restaurante. Pode lá passar, entre as 8h da manhã e as 20h, para comprar frutas e legumes biológicos ou para almoçar ou lanchar. A maioria dos alimentos são de produção orgânica, mas há uma vantagem em relação aos espaços mais fundamentalistas: se os donos não encontrarem alimentos biológicos, procuram alternativas saudáveis. Por isso, não se pode dizer que seja um restaurante biológico, é um espaço de comida saudável.
Localizado num antigo edifício do Chiado, tem uma decoração rústica e agradável. A cozinha está completamente aberta para a sala e é equipada com alguns artigos que podiam estar perfeitamente em casa da minha tetravó.

Uma das paredes está forrada com jornais dos anos 80 (isto já é um pouco posterior à época da minha tetravó), outra tem balanças antigas de pesos, rádios velhos, ou pratos arcaicos. As prateleiras são velhas tábuas de madeira e as cadeiras já não vão para novas. Tudo aqui é rústico e tem bom gosto.

11091357_758017864297202_6848926461939936051_n.jpg

A ementa

Não espere couvert nem grandes coisas no menu. Este é um restaurante de almoços saudáveis: saladas, sanduíches, tostas, quiches, salgados, sumos e uns bolos. Para mim, que, segundo a minha sempre amável Mulher Mistério, já preciso de alimentos para a longevidade, uma saladinha num dia de calor cai sempre bem. Mas o couvert faz falta. Por isso, comecei por pedir uma empada de vegetais só para abrir o apetite. O empregado trouxe-me uma óptima empada – mas de galinha. Como não sou vegetariano, não é grave, mas noutras situações pode ser delicado. O que interessa é que trazia uma massa leve e não muito grossa e um recheio com a galinha desfiada e nada seca.

10348524_749173091848346_7929420742306774099_n.jpg

A seguir, experimentei a deliciosa salada de atum marinado. Quando, ainda com a ementa na mão, perguntei ao empregado se o atum era fresco ou de lata, o senhor ia tendo uma apoplexia perante o meu desplante (quase tão notória como a que teve quando lhe perguntei se tinha Coca-cola...). De facto, o peixe é fresquíssimo: tem uma cor fantástica e um sabor maravilhoso. Cortado em fatias com meio dedo de espessura, é marinado em molho teryiaki durante dois minutos antes de servir. Depois, acompanha com umas sementes de sésamo e é colocado em cima de um óptimo fusilli integral (bem cozido) e uma mistura de alfaces biológicas. Leva ainda um fantástico pepino marinado em azeite e vinagre, tomate, rebentos e molho vinagrete não muito forte.

Para completar o meu almoço da longevidade, pedi um sumo Orange Mood que é uma aprazível combinação de laranja, cenoura, maçã e gengibre – tudo biológico, claro, e longevo.

A refeição teria sido perfeita se eu não tivesse decidido arriscar numa sobremesa. Infelizmente, as farófias estavam secas e cozidas demais e vinham com um creme pouco doce e meio sem graça.

11167785_767667559998899_6564719564052993929_n.jpg

O serviço

É simpático, mas não se desfaz em simpatias. Estão ali para atender com rapidez e eficácia. Quando lhe disse que a minha cadeira estava partida, o senhor respondeu-me: "Então, troque, não tem problema", enquanto continuava com pressa a caminho de outra mesa.

No final, perguntaram se estava tudo bem, mas não perderam muito tempo com conversas.

10338294_602016346564022_4142393371157554417_n.jpg

As crianças

Sanduíches, tostas, saladas, muffins – chega? Não tem menu infantil, mas com uma ementa destas quem é que precisa?

 

O bom

A decoração do espaço

O mau

As farófias

O óptimo

A salada de atum marinado

 

Uma refeição saudável para si onde quer que a longevidade esteja,

Ele

 

fotos: a mercearia