Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

porque é que nunca, jamais, em tempo algum deve comer a parte boa de um pão com bolor

Já estou a sentir esses dentes cerrados daquela expressão típica de:

– Ups, acho que já fiz asneira! 😬

É verdade, até eu, um cuidadoso e diagnosticado hipocondríaco, não resisto a deitar fora apenas o pedaço de pão onde está o bolor e a comer, como se nada fosse, tudo o resto que esteja branquinho. E faço (ou fazia...) isso por dois motivos bem evidentes na minha cabeça:

  1. Porque deito fora a parte que tem bolor, por isso o resto do pão está óptimo.
  2. Porque o bolor nunca fez mal a ninguém: o delicioso queijo Roquefort não está carregado de bolor?!

Pois bem, meu caro Watson Mistério, lamento desiludi-lo mas ambas estas tão evidentes constatações estão profundamente erradas. E tudo porque o canal de ciência da revista Business Insider publicou, na semana passada, um vídeo onde explica detalhadamente todos os motivos científicos que levam o pão que tem uma ponta de bolor – por mais pequenina que seja – a ser um perigo real para a sua saúde (neste caso, para a sua e para a minha...).

como-evitar-el-moho-axion.jpg

 

roteiro pelo douro: onde dormir, comer e beber ao longo do rio mais bonito de portugal

Não estou a exagerar. É mesmo o rio mais bonito de Portugal. Então nesta altura das vindimas é mais deslumbrante do que nunca. E quando a SEAT nos desafiou a fazer 6 roteiros pelo país, ao volante dos carros da marca, o Douro foi uma das nossas primeiras escolhas.

Classificada pela Unesco como Património da Humanidade, a região do Alto Douro vinhateiro é linda de morrer. Vale a pena serpentear pelas curvas e contracurvas das estradas que ladeiam o rio e parar nos miradouros para apreciar o delicioso contraste do azul do rio com o verde das vinhas.

18007646_q91hV.jpeg

Desta vez, fomos ao volante do incrível SEAT Leon Cupra. Conseguimos fazer virar todas as cabeças dos condutores dos outros carros à nossa passagem. Não conseguiam evitar os olhares de inveja. O carro acelerava tão rapidamente que, pela primeira vez, consegui perceber o que a minha professora de pilates queria dizer quando me pedia para colar o umbigo à lombar. O Leon Cupra marca 300km/hora mas o meu querido Marido Mistério é demasiado cumpridor da lei para o testar até ao limite. Eu fiquei radiante com o carredor sem fios para o telemóvel, o que me dá um jeitão visto que ando sempre sem bateria.

20180414_191044 2.jpg

E onde foi a nossa primeira paragem? No hotel, pois com certeza. Há muitos e bons. Mas estes são, sem dúvida, os nossos preferidos: 

 

sumo detox de beterraba, maçã e gengibre, a bebida que cura e emagrece ao mesmo tempo

É incrível como às vezes gastamos fortunas em vitaminas e suplementos alimentares quando há ingredientes tão bons e baratos à nossa disposição em qualquer supermercado e fazem tão bem ou melhor à saúde. Este sumo que encontrei no blog Detoxdiy consegue reunir três ingredientes cujas propriedades operam verdadeiros milagres no seu organismo. Se beber um sumo destes todos os dias, vai ver que o seu corpo vai mudar e agradecer-lhe.

Comecemos pela beterraba: é desintoxicante, é rica em nutrientes, como sais minerais e vitamina B que tem um papel fundamental na regeneração das células, é antioxidante, tem propriedades anti-inflamatórias e previne o aparecimento de alguns cancros.
E a maçã? É hidratante e é rica em fibras, sobretudo, pectina que melhora a flora intestinal e ajuda a limpar o organismo. O gengibre, já se sabe, é o super ingrediente do momento: antioxidante, anti-inflamatório, anti-cancerígeno, desintoxicante e estimula o sistema imunitário.

beetjuice.jpg

 

 

boas notícias do mundo da ciência: o álcool ajuda-o a falar línguas estrangeiras

São notícias destas que precisamos a meio de uma longa, penosa, lenta, difícil, dolorosa (e outros adjectivos de que não me ocorrem agora) semana de trabalho. E não comece já a comentar:

– Lá foram estes dois maduros inventar uns cientistas para justificarem os gins que bebem todas as semanas!

Não, senhor! E não, senhora! (que eu não quero a Serena Williams a acusar-me de sexismo!) A notícia é da prestigiadíssima revista Time e cita um estudo publicado no ainda mais prestigiadíssimo Journal of Psychopharmacology. Para dar alguma elevação a este blog vulgar, vamos lá explicar o estudo. Cientistas britânicos e holandeses juntaram-se para analisar um grupo de 50 alemães que estudam na Universidade de Maastricht, na Holanda, e que sabem falar neerlandês ligeiramente melhor do que Jorge Jesus fala inglês.

Cada uma destas almas submeteu-se a uma entrevista pessoal de dois minutos em neerlandês, mas metade do grupo bebeu um copito de água antes da conversa e a outra metade bebeu uma cervejola. A quantidade de álcool variou consoante o peso de cada um, mas para uma pessoa com 70 kg foi-lhe dado pouco menos de meio litro de cerveja, o que já não é nada mau.

Os resultados foram evidentes: o grupo da "jola" falou de forma mais fluente e com melhor pronúncia do que o grupo da água. Os cientistas acreditam que isso possa estar relacionado com a desinibição provocada pelo álcool e que os resultados não seriam os mesmos se, em vez de meio litro de cerveja, as cobaias tivessem bebido meio litro de whisky. No entanto, dizem que precisam de fazer mais estudos para confirmar tudo isto.

cardamo-fig-cocktail.jpg

 

abra essa boca de espanto: o cheesecake do gordon ramsay é fácil, saudável e nem sequer leva açúcar

Só há uma coisa que me assusta mais do que um grito de "Está certo!" da Cristina Ferreira: um ataque de fúria do Gordon Ramsay. Apesar de ter um tom de voz ligeiramente mais grave do que a apresentadora, aqueles olhos esbugalhados por baixo daquele cabelo desgrenhado conseguem fazer-me saltar do sofá em menos de um segundo.

É por isso que tenho um muito apreciável respeitinho pelo chef britânico e, cada vez que encontro uma nova receita sua, corro logo para a cozinha com medo de levar dois gritos seus pelo caminho. Hoje o que me fez saltar do sofá foi este divinal, facílimo e saudável cheesecake. Além de ser perfeito para a dieta – não leva farinha nem açúcar refinados –, prepara-se dentro de um frasco, o que quer dizer que pode ser levado, debaixo do braço, para um lanche light no trabalho.

ResizedImage600333-Cheesecake-in-a-jam-jar.jpg

 

 

camarões com alho e lima para fazer em apenas 5 minutos (e com um ingrediente secreto divinal)

Vamos lá ver bem as coisas: cinco minutos é o tempo que o Jerónimo de Sousa demora a dar as boas tardes num discurso no Parlamento. É menos tempo do que o D. Duarte demora a dizer o seu nome completo. Mas consegue ser tudo aquilo que precisa para fazer este fenomenal jantar do fantástico livro de Julia Turshen, Now & Again, uma verdadeira Bíblia para cozinhar em casa com os restos que lhe sobram no frigorífico.

É incrível como é que se faz uma maravilha destas em apenas 5 simples minutos. E mais incrível ainda porque não estamos a falar de uns banais camarões al ajillo, mas antes de uma verdadeira margarita de camarão. Sim, estou a falar da própria da bebida. Aquela que leva lima e tequilla e que nos deixa alegres mesmo numa terça-feira de trabalho.

Não acredita? Então experimente lá para ver como é que este camarão fica com lima e tequilla.

a3a777c7b36bfb10e8247496df87344e423caa46.jpeg

 

gelado vegan de nozes pecan, a sobremesa light que vai derreter na sua boca e conquistar o seu coração

Eu sei. Estou pirosa.  Cafona como se diz no Brasil (adoro a palavra). Citando uma das maiores influencers da nossa praça, “hoje, deu-me para isto”, não sei porquê. Mas a verdade é que ainda não provei esta receita, mas já derreteu o meu coração. Encontrei-a no ótimo blog The Blender Girl e estou doida para experimentar. O meu querido Marido Mistério, que nunca me desilude, já comprou os ingredientes, por isso, agora é só esperar por um momento de inspiração dele. E o que é que Ele comprou? Nozes pecan, leite de coco, leite de amêndoa, tâmara picadas (sem caroço), xarope de ácer, extrato de baunilha, canela em pó, uma pitada de flor de sal e mais nozes pecan picadas ou esmagadas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Vegan_Maple_Pecan_Ice_Cream_600_800_70auto_s_c1_ce

 

 

como fazer um jantar por apenas 2 euros segundo o chef do pesadelo na cozinha

2012-Bons-figados-AM-1170x780.jpg

Segunda-feira é dia de silêncio cá em casa. Não propriamente por ser o primeiro dia de uma longa e dolorosa semana de trabalho (isso, de facto, também não ajuda), mas por ser dia de homenagear os concorrentes que na véspera foram atropelados por um camião TIR de seu nome Ljubomir Stanisic. E a melhor homenagem que podemos fazer às vítimas do Pesadelo na Cozinha, da TVI, é colocarmo-nos no lugar deles e tentar fazer em casa uma receita do chef Ljubomir – com a enorme vantagem de não o termos a gritar-nos ao ouvido enquanto tentamos cozinhar.

Hoje vou fazer para o jantar uma receita antiga do chef: um jantar low cost criado por Ljubomir para tempos de crise. Quando a TVI24 o convidou para fazer uma receita por apenas 2 euros por pessoa, o chef do 100 Maneiras inventou estes divinais fígados de aves com pêra-rocha e redução de Vinho do Porto. Além de baratos, são facílimos de fazer.

Tudo o que vou precisar é de fígados de aves, pêra-rocha, uma laranja e especiarias a gosto, como por exemplo canela, anis e zimbro.

40464273_1965616473499683_1160566430429609984_n 2.

 

 

batido de lima saudável com apenas 171 calorias para começar uma semana detox

Tudo o que precisamos a uma segunda-feira de manhã é um pequeno-almoço: ponto um, rápido, ponto dois, fácil de fazer, ponto três, saudável, ponto quatro, de preferência detox para limpar o organismo dos excessos do fim-de-semana. Encontrei este batido no blog The Seasoned Mom e vai ser o meu pequeno-almoço hoje. Sabe quantas calorias tem? Eu sei, já leu no título. São apenas 171 😉

Só precisa de 5 minutos e de proteína de baunilha em pó, leite de amêndoa, sumo e raspas de lima, uma pitada de sal, gelo e, para decorar, uma bolacha digestiva esmagada. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 1 pessoa, espreite aqui a receita original.

Key-Lime-Pie-Protein-Smoothie-6.jpg

 

 

ovos mexidos com queijos ricotta e brie, o jantar ideal para um dia como hoje

A verdade é que o domingo é, sem dúvida, pelo menos para a minha pessoa, o dia em que a preguiça se apodera em mim de uma forma que não consigo explicar. Parece aquela gosma nojenta que as crianças adoram brincar, o slime, sabe o que é? Cola-se e não sai. Enfim, domingo é dia de não fazer nada ou pelo menos, tentar fazer o mínimo possível. Por isso, vou sugerir ao meu querido Marido Mistério fazermos esta receita do blog Imagelicious para o jantar: é fácil, é rápida e é deliciosa. Assim, temos mais tempo para acabar de ver a nossa série à noite.

Ele só vai precisar de manteiga, ovos, ricotta, queijo Brie sem casca, e de endro. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para uma pessoa, espreite aqui a receita original.

img-13.jpg

 

 

as batatas fritas da dieta: fios estaladiços de batata doce e coco no forno com molho de iogurte grego

fios de batata doce.jpg

Quem é que precisa de batatas fritas em óleo quando pode ter batatas estaladiças no forno? É uma pergunta que eu faço todos os santos dias aos meus dilectos Filhos Mistério e para a qual nunca consegui obter uma resposta convincente. Para mim, há poucas coisas melhores do que batatas estaladiças no forno. Especialmente batata doce. E mais especialmente ainda se for cortada em fininhos fios quase como se estivéssemos a falar de batata palha.

Esta deliciosa receita que fizemos em vídeo consegue ser tudo isto e ainda mais. E quando digo ainda mais digo um cremoso molho de iogurte grego e pepino onde pode ir molhando os fios estaladiços de batata doce. Mas o melhor mesmo é ver o vídeo e sentar-se à mesa.

 

 

peitos de frango com molho de ervas com apenas 176 calorias

O molho tem este aspeto, mas só vai ingerir 176 calorias. Feche a boca. É mesmo verdade. É o jantar mais light, mais delicioso e mais supersónico que vai provar. Em meia hora tem esta maravilha à mesa e é de tal forma fácil que até eu vou aventurar-me na cozinha. Tragam-me o avental que a Família Mistério vai jantar hoje esta receita do blog Cafe Delites.

Só vou precisar de peitos de frango, cebola e alho em pó, salsa picada, tomilho e alecrim seco, sal e pimenta. Para o molho, vou precisar de alho picado, salsa picada, mais alecrim e tomilho seco, leite, sal e pimenta, e uma colher de chá de amido de milho misturado com uma colher de sopa de água.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

Creamy-Herb-Chicken-270.jpg

 

 

panquecas de banana vegan, sem açúcar nem glúten para começar o fim-de-semana de forma saudável

Eu sei que estou de dieta, mas posso comer uma (ou duas, vá) esta manhã. Cá em casa, foi institucionalizado há muito tempo que o sábado é o dia oficial da panqueca e eu não posso fugir às tradições. Sou uma pessoa muito convencional e disciplinada (lol), não gosto de quebrar usos e costumes, hábitos que ganharam força de lei na Mansão Mistério. Por isso, hoje, vamos provar esta receita do blog The Awesome Green: é vegan, sem glúten, nem açúcar com um delicioso sabor a banana e a amêndoas tostadas. Já está com água na boca? Também eu.

Demora menos de meia hora a fazer e vai precisar dos seguintes ingredientes: farinha de trigo sarraceno, geleia de agave, leite de amêndoa, uma banana madura esmagada, sementes de linhaça, fermento, bicarbonato de sódio, sal cor de rosa dos Himalaias, óleo de coco para fazer as panquecas, e amêndoas tostadas, rodelas de banana e mel para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

Banana-pancakes-gluten-free.jpg

 

 

será este o melhor leite para a sua saúde?

Desde que, no início deste ano, o leite de aveia chegou aos supermercados norte-americanos que se tornou uma verdadeira obsessão. E quando digo obsessão não estou a pensar na fixação de Bruno de Carvalho pelo Sporting. Não, estou a falar de comprar tudo o que tem leite de aveia, ao ponto de o fazer esgotar, não apenas em supermercados, mas também em cafés e pastelarias.

Mas, afinal, o que é que torna o leite de aveia no melhor substituto do leite de vaca?

wide-oat-milk.jpg

 

os 7 erros que não pode cometer para cozinhar um risotto perfeito (segundo um chef italiano)

Shhhh... Vamos ler este post muito baixinho porque a Família Mistério está em dieta pós-Verão e eu não quero represálias. Eu próprio estou a escrever este texto com umas luvas para que Ela – a temível Ela! – nem sequer oiça o barulho dos dedos a bater nas teclas. (E também para não deixar impressões digitais na arma do crime)

O risotto está para a minha vida assim como a Crstina Ferreira está para a vida do Manuel Luís Goucha: somos uma dupla invencível. E, por isso, eu sinto-me compelido a fazer um risotto cá em casa pelo menos uma vez por semana. O problema é que é fácil deixar o risotto empapado. Ou duro. Ou queimado. Ou sem aquela textura cremosa e verdadeiramente viciante. 

Felizmente, o site Food & Wine fez o trabalho por nós e foi falar com grandes chefs italianos para reunir os 7 erros que não pode cometer quando preparar um risotto em casa.

42260990604_b216841aa6_b.jpg