Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

iogurte gelado com banana e manteiga de amendoim: o lanche que vai acabar com as queixas dos nossos mini-misteriosos

Férias grandes é sinónimo de casa cheia de miúdos e de frigorífico vazio. Vai uma mãe de família ao supermercado numa manhã, praticamente todos os dias da semana, para no dia seguinte se deparar com prateleiras vazias. É de enlouquecer. Estas crianças não comem, aspiram. E ainda têm a lata de dizer:

- Nunca há nada nesta casa. Passamos fome.

Ai é? Passam fome? Em casa dos amigos é que é bom? Então preparem-se que vão engolir tudo o que disseram. Amanhã, o lanche vai impressionar até um chef Michelin e garantidamente fome não vão passar. Quem resiste a um iogurte gelado com banana e manteiga de amendoim? Esta receita genial é do maravilhoso blog Hungry Couple (têm tanto a ver connosco!) e infelizmente não vou poder comer… só provar. Um bocadinho. Pouquinho. Um colher, vá.

aIMG_0022f Vertical 690.jpg

 

 

4 dicas novas para conseguir tirar suavemente uma bola de gelado em casa

trac_header4.jpg

Há coisa pior do que chegar a casa, depois de um dia de trabalho com 40º C à sombra, correr desesperadamente para o congelador, abrir a porta, sentir aquele bafo refrescante de ar frio na cara, tirar uma deliciosa embalagem de gelado lá de dentro, pegar numa colher e, finalmente... finalmente passar os 15 minutos seguintes a tentar tirar uma raquítica bola para uma taça porque o gelado está duro como a cabeça do Tino de Rans?

Se pensarmos bem, há coisas bastante piores. Mas não interessam para aqui agora. O que interessa é que esse ciclópico problema da humanidade tem uma solução. E ela está aqui bem perto. Tudo o que precisa, para acabar com esse sofrimento, é seguir uma destas 4 dicas essenciais para servir o gelado com a suavidade de um Brise Contínuo.

 

#1 Guarde a embalagem dentro de um saco bem fechado sem ar lá dentro

Se o gelado não entrar em contacto com o ar, não vai enrijecer. Por isso, guarde-o dentro de um saco para congelar, retire todo o ar lá de dentro e feche bem. De preferência, use daqueles sacos com fecho.

 

 

um restaurante perfeito para o verão: comida leve, saudável e biológica na mercearia do chiado

11151045_768029719962683_2228033186753487822_n.jpg

Preciso da sua ajuda para tentar perceber a última conversa profunda que tive com a minha querida Mulher Mistério. Foi sobre comida, claro, e ocorreu no último sábado – de 1998. Não, estou a exagerar, foi há umas semanas. A minha prezada Ela chegou a casa e, com um ar grave, anunciou:

– Descobri o restaurante ideal para ti.

– Qual?

– A Mercearia, no Chiado.

– E será que posso saber porque é que é o restaurante ideal para mim?

– Porque tem produtos como cogumelos reishi, proteína de cânhamo ou açúcar de coco...

– E porque é que isso é ideal para mim?

– Porque são alimentos que aumentam a longevidade!

– Não estou a perceber...

– Não te sentes velho?

– Não.

– Mas nós sentimos-te. Se calhar um cogumelozinho reishi ajudava...

Na verdade, acho que já não preciso da sua ajuda para perceber esta conversa – penso que é suficientemente clara. A verdade é que, qual velho precoce, lá fui a correr até à Mercearia, o fantástico restaurante de comida saudável do Chiado, em Lisboa. E não me arrependo: já me sinto 11 anos e quatro meses mais novo do que a minha querida Mulher Mistério, o que nem está muito longe da realidade.

 

 

salada de abacate com tomate baby: olá dieta, i' am back!

Depois de um fim de semana intenso, a comer e a beber (esta nossa vida dupla anda a dar cabo de mim), lá terei de fechar a boca durante a semana. E hoje vou levar para o trabalho um almoço super light e hiper saudável. Esta receita, do blog stevie annnance, é facílima de se fazer, rápida, barata, deliciosa e tem um aspeto maravilhoso.  

dd2de50d-127f-4e96-8ab9-d40971f38211-75443-686x1024.png

 

 

novidade! novidade! acabou de abrir um hotel espetacular nos açores!

Adoro dar boas notícias. E esta não é boa, é ótima! Soubemos, graças à nossa querida leitora Sara Pinheiro, que acabou de abrir na ilha de São Miguel um eco beach resort que promete. Situado entre a serra e o mar, o Santa Bárbara é ideal para férias em família. Até famílias numerosas como a nossa. Com uma localização única, de frente para o mar com uma praia com mais de um quilómetro de areia e ao mesmo tempo com vista para a montanha da Lagoa do Fogo.

11063674_922986977724841_7668117710389305796_n.jpg

 

o snack ideal para levar para a praia: melancia fresca mergulhada numa margarita (não há calor que resista!)

Não há nada melhor do que comer uma fruta fresca na praia. Bom, pensando bem… se calhar há: por exemplo, beber uma margarita na praia. Agora imagine a sensação de absorção que será comer uma fruta fresca mergulhada numa margarita. Tudo isto na praia. A ideia genial não foi da Clearasil, a maior especialista mundial em sensações de absorção. Foi do fantástico blog da não menos fantástica Martha Stewart.

LD104202-melon-card1_horiz.jpg

 

 

grei, um restaurante que fechou antes de acabarmos de jantar

Há algum tempo que tinha curiosidade de conhecer o Grei. Quando eu era criança, chamava-se Chester, depois foi um restaurante argentino, agora é o Grei. Atenção: Grei com i, não tem qualquer relação com o senhor das sombras. Infelizmente.

10295461_1473747262860267_2270337239357700212_o.jp

 

 

as melhores combinações de gin e petiscos para comemorar hoje o dia nacional do gin tónico

Hendricks-scales-with-Teatime-Martini-Glasses.jpg

Chegámos ao tão esperado Dia Nacional do Gin Tónico. E Dia Nacional do Gin Tónico é dia de gin com uns aperitivos ao lado para picar. E é nesta sequência de ideias brilhantes que nos deparamos com a dúvida que tanto nos atormenta: quais são os aperitivos ideais para acompanhar cada gin?

Vossa excelência pergunta e nós respondemos. Veja em baixo três ideias irresistíveis.

 

salada de couve com cerejas, amêndoas, ricota e vinagrete de cereja: tão bom estar de dieta!

Não há coisa que me faça mais feliz do que um prato light, saudável e que me apeteça comer. Eu sei que é preconceito mas, infelizmente, associo comida saudável a pratos sem graça. E tenho vindo a descobrir com suprema felicidade o quanto estou errada. E esta receita é um bom exemplo. Eu sempre defendi aqui que os olhos também comem e quando encontro uma receita linda e compatível com a minha dieta, deito os foguetes e faço a festa. Esta salada ma-ra-vi-lho-sa, do blog heather christo, demora apenas 15 minutos a fazer e não engorda.

18691654189_fe45424636_c.jpg

 

 

qual é para si o melhor terraço de lisboa? conheça os nossos três favoritos

18568682_HnwRm.jpg

Esta semana não foi fácil. Diríamos mais: foi dura. Diríamos mais ainda: foi violenta. Foi aquilo a que se pode chamar, em linguagem publicável num blog sério e familiar, uma penosa semana de árdua labuta. Pois imagine o nosso ilustre leitor e a nossa insigne leitora que passámos quatro longos dias no terreno a preparar ao detalhe este belo post que trazemos até si. E que hercúlea tarefa foi essa? Experimentar os melhores terraços de Lisboa. E quando dizemos experimentar, dizemos sentar em confortáveis cadeiras, provar fresquíssimas ostras, bebericar magníficos cocktails, apreciar espantosas vistas. Pode parecer um agradável prazer, mas é trabalho. E como isso só nos fica bem, temos de nos queixar do trabalho.

 

 

e agora uma receita fácil e deliciosa: como fazer queijo creme em casa

Hoje acordei cedo de manhã decidido a eliminar as comidas embaladas da minha vida. Depois tomei o pequeno-almoço e olhei para o leite embalado, o chá embalado, o café embalado, a manteiga embalada, o fiambre embalado, o queijo embalado e desisti da ideia. 

E é isso. Queria só partilhar isto convosco.

Adeus e até amanhã.

Não, estou a brincar. Não me vou nada embora. Jamais os deixaria assim, de repente, sem mais nada para dizer. Na verdade, ao ver a mesa de produtos embalados, lembrei-me de uma receita espectacular que é também uma dica fabulosa que tinha visto no óptimo blog A Cozy Kitchen: como fazer queijo creme em casa. Pode parecer difícil, mas é fácil e livra-nos de toneladas de corantes e conservantes. Ora, veja lá...

HomemadeCreamCheese_4.jpg

 

 

smoothie de cerejas para começar o dia cheia de energia

Estamos em plena época das cerejas. São tão boas e viciantes! E porque não, para variar, usá-las para fazer um smoothie delicioso? Se não tiver cerejas em casa pode sempre substituí-las por morangos ou framboesas ou uma mistura de frutos vermelhos. Mas como Ele adora cerejas e é um exagerado compulsivo, comprou quilos e quilos deste fruto delicioso na feira. Temos tantas ou tão poucas que hoje o meu pequeno-almoço vai ser este fantástico smoothie que aprendi a fazer com o blog 101 cook books.

cherry-smoothie-6.jpg

 

 

salada de couve-flor grelhada com kumquats (com quê? leia até ao fim…)

Quando vi pela primeira vez (com estes olhos de quem nasceu na década de 70) esta receita, no fabuloso blog a house in the hills, pensei: “que pena, tem pipocas, não posso comer…” mas depois olhei melhor e a minha alma ficou parva quando percebi que não eram pipocas mas pasme-se: couve-flor. Depois surgiu a segunda surpresa: uma receita com kumquats? O que raio são kumquats? Por momentos pensei que seriam os “kunamis fresquinhos” dos Gato Fedorento. Mas pesquisei, investiguei a fundo e voltei a pesquisar até que descobri que se trata de um fruto cítrico asiático que mais parecem mini laranjinhas. Só que, ao contrário da maioria dos citrinos, a casca é doce e o interior é ácido, o que me entusiasmou desde o primeiro minuto. Além do contraste de sabores, tem um tamanho e uma cor apetitosas... e come-se a casca.

browned_cauliflower_kumquats_A_House_in_the_hills-

 

 

os sete erros que não pode mesmo cometer a preparar um gin tónico

Captura de ecrã 2015-06-23, às 20.58.10.png

Confesse lá: já estava a estranhar, não estava? Três longos dias de Verão e ainda não tínhamos escrito uma única e raquítica linha sobre gin tónico... Andamos a brincar com coisas sérias, não andamos? Foi o que eu pensei. E por isso decidi escrever o texto que aqui faltava sobre a arte de "ginar". "Ginar"? Ginar: sem aspas nem nada. Por muito que possa parecer, ginar não é uma palavra imbecil acabada de inventar num momento de fraqueza à frente do computador. É um verbo que já há muito tempo deveria ter sido reconhecido pelos mais respeitáveis dicionários da lusofonia. Falta um movimento nacional a favor da introdução da palavra ginar no léxico lusitano. Mas antes de marchar por essas alamedas fora a favor desta revolução verbal, veja aqui quais são os sete pecados mortais que não pode cometer quando estiver a preparar um gin tónico.

 

 

pizzas de cogumelos portobello, uma receita original para comer sem remorsos nem culpas

Tenho um problema com pizzas.

- Olá a todos, o meu nome é Ela e eu sou viciada em pizzas.

Pronto. Assumi. Desabafei. Confessei. Não sou aquela pessoa que possa dizer: vou ali comer só uma fatia de pizza e já venho. Porque não consigo. Dou a primeira dentada na fatia e só paro quando a pizza chega ao fim. É uma tragédia. Por isso, quando estou de dieta (ou seja, quase sempre) não me aproximo sequer de um forno de pizza para não cair em tentação. E quando descobri esta receita, do blog life as a strawberry, fiquei em delírio. Os cogumelos Portobello são um ótimo substituto da base da pizza. Além de demoraram 30 minutos a fazer, posso comer sem remorsos nem culpa.

IMG_30811-650x975.jpg

 

 

Pág. 1/4