Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

tarte de figos, queijo de cabra, abóbora e manjericão, sem glúten? cheguei ao paraíso!

16.08.16

Sempre fui uma fã incondicional de tartes. Adoro. Mas gosto ainda mais de figos e de queijo de cabra. Por isso, entrei praticamente em erupção, qual vulcão adormecido a despertar para a vida, quando descobri esta incrível receita do blog George Eats. Qualquer receita que junte figos e queijo de cabra é, para mim, o equivalente à descoberta do Santo Graal, por isso, não vou descansar enquanto não conseguir que o meu querido Marido Mistério vá para a cozinha preparar esta maravilha. Ele só vai precisar, para a base da tarte, de farinha de aveia, farinha de amêndoa, farinha de millet, óleo de coco sólido, 2 ovos e sal. Para o recheio, vai precisar de abóbora cortada aos cubos, figos cortados em quartos, leite, ricotta, alho esmagado, manjericão fresco, sal e pimenta, ovos e queijo de cabra. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

DSC_0950.jpg

 

 

rolinhos de pizza com pesto, presunto e queijo da ilha, um jantar que demora 5 minutos a preparar

15.08.16

Ter uma casa cheia de crianças que passaram o Verão a treinar Musical.lys como se fossem maluquinhos a matar moscas invisíveis não é fácil. O que nos salva é que, nesta modesta casa mistério, qualquer moda inteligente como esta morre no exacto momento em que se acena com comida do outro lado. E esta semana decidi fazer estes deliciosos torcidos de pizza para distrair a minha ferverosa equipa de futsal da moda do Musical.ly. Para já, o Musical.ly está a ser tratado com o desprezo que merece. E a pizza com a dignidade que lhe é devida.

A receita vem do maravilhoso blog A Zesty Bite, ao qual recorro sempre que estou à beira do desespero, e tem tanto de deliciosa quanto de fácil: são cinco minutos a preparar e 15 minutos a assar.

prosciutto-pesto-pizza-twists-2.jpg

 

 

omelete de maçã com queijo cheddar e tomilho, a receita ideal para um óptimo pequeno-almoço de fim-de-semana

15.08.16

Bom dia, hoje acordou bem disposto? 

Não percebo esta tradição portuguesa estilo Zezé Camarinha de tratar os leitores sempre no masculino. Porque é que há-de ser "bem disposto" e não "bem disposta"?! Porque é que só as revistas femininas é que se dirigem aos leitores no feminino e os jornais e revistas generalistas insistem em tratar todos no masculino?! Porque é que hão-de ser homens e não mulheres a ler este texto?! E porque é que, na dúvida, ganha sempre o masculino?!

Pois bem, meus amigos e minhas amigas, isso para mim acabou! A partir de agora, antes de começar a escrever vou sortear e dividirei irmamente textos no masculino e textos no feminino. A paridade chegou ao blog do Casal Mistério. Aqui acabou a coutada do macho ibérico. Por isso...

...Bom dia, hoje acordou bem disposta? Já tomou o pequeno-almoço? Feliz com este tempo maravilhoso em que só falta um indígena a abaná-la com uma folha de bananeira para achar que está em Bora-Bora?

Pois bem, eu tenho a solução para alegrar todos os corações. Descobri o fabuloso What Should I Eat for Breakfast Today, especializado em pequenos-almoços. E isso, para mim, é o mesmo do que ter o Manuel Luís Goucha a cozinhar-me o jantar todos os dias (bom, se calhar é capaz de ser melhor...). Hoje vou lá buscar esta divinal omelete de maçã com queijo cheddar e tomilho para o pequeno-almoço da Família Mistério. Como é que é possível nunca me ter lembrado antes de fazer uma receita tão simples e deliciosa?

Apple_omelette_1.jpg

 

cocktail de vodka, figos, limão e mel para celebrar este fim de semana que ainda não acabou!

14.08.16

Hoje estamos em clima de festa cá em casa. Sabe porquê? Porque amanhã ainda é fim-de-semana! Está calor! E é verão! Pequenos grandes detalhes que nos fazem felizes! Tão bom! Que maravilha! E quando estamos felizes, o que se faz na Mansão Mistério? Brinda-se, pois claro! E hoje decidimos brindar com B grande: Ele vai fazer este cocktail delicioso e original cujo principal ingrediente é nada mais nada menos do que a nossa fruta preferida: figos. A receita é do blog My Diary of Us e é pura e simplesmente genial, porque ainda leva um xarope de mel e alecrim.

fig+and+lemon+cocktail.jpg

 

 

shakshuka, shak o quê? uma especialidade do médio oriente ideal para um brunch de domingo

14.08.16

Infelizmente, israelitas e muçulmanos concordam em muito pouca coisa. Mas há uma unanimidade entre eles. Chama-se shakshuka é um dos pratos mais consensuais em todo o Médio Oriente. Eles costumam tomar esta maravilha ao pequeno-almoço, mas acho mais seguro provar em dia de brunch ou ao almoço. São basicamente ovos escalfados com um delicioso molho de tomate ligeiramente picante.

A receita é do fantástico blog Camille Styles e é facílima de fazer. Só precisa de azeite, alho, um pimento jalapeño sem as sementes, tomate maduro cortado em cubos, cominhos, paprika, pasta de tomate, ovos e salsa picada. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

AP_6382-copy.jpg

 

o almoço ideal para um dia na praia: salada de melancia, queijo feta e endro

13.08.16

Depois de uma noite de trabalho árduo a experimentar pratos em restaurantes novos e inúmeros cocktails em bares (vida dura esta a nossa, eu sei!), acordei com um ou dois quilos a mais e uma tonelada de remorsos. Por isso entrei em detox mood (apesar de odiar a expressão detox, porque me irrita imenso estas modas dos "sumos detox" que mais parecem umas gosmas verdes, tenho de me render às evidências). Entrei na cozinha com um mau humor desgraçado, abri o frigorífico e suspirei de alívio porque tinha os ingredientes de uma receita fácil e saudável que descobri no sugestivo site Womanitely: queijo feta, melancia e endro. 

E assim dei à luz o meu mísero mas, apesar de tudo, apetitoso e, sobretudo, saudável almoço: salada de melancia com queijo feta. Cortei a melancia e o queijo em cubinhos e decorei com endro picado. E já está. Agora vou comer rapidamente, porque (vá-se lá saber porquê) já me está a dar a fome e rezar para que fique cheia para o resto do dia. 

 

Um ótimo sábado,

Ela 

 

créditos: womanitely

 

 

os 6 melhores pequenos-almoços do mundo

13.08.16

Lamento, mas este texto não é para si. Este texto é especialmente dirigido à minha querida e distinta Mulher Mistério. Por isso, se não quiser ser um cusco incapaz de resistir à tentação de ler a correspondência alheia, faça o favor de seguir em frente e dirigir-se rapidamente para o blog do Flávio Furtado.

Já foi? Óptimo, então posso continuar.

Minha querida e estimada Mulher Mistério, agora que ninguém nos ouve, aqui vai: descobri o mais espectacular ranking que estes olhos já viram. Eu sei que tu achas que estás de dieta (pelo menos, há três anos, por muito que a dieta o desminta...), mas tens de fazer mais uma interrupção. A tua revista preferida, a Condé Nast Traveler, fez um top dos 6 melhores pequenos-almoços do mundo. Exactamente, a tua refeição preferida. Aquela altura do dia em que, por mais dietas que existam, nunca resistes a uma panquecazinha, a uns ovos mexidos com queijo derretido, a um croissantzito com doce ou a uns delicados scones quentinhos (tu insistes nos diminutivos porque achas que assim engorda menos, não é?).

Pois bem, a Condé Nast Traveler reuniu os seis melhores pequenos-almoços que os seus editores já provaram. E há de tudo: desde os ovos benedict mais leves de Londres até ao divinal pão feito ao vapor em Hong Kong. Mas o melhor é leres e veres com atenção.

 

Chiltern Firehouse, Londres, Reino Unido

Chiltern-Firehouse-London-nov-nicole-franzen.jpg

De noite, é o restaurante da moda no Reino Unido – aqui tanto podes encontrar o ex-primeiro-ministro David Cameron como a actriz Cara Delevigne. De manhã, é um recanto tranquilo, acolhedor e cheio de charme – e, nessa altura, podes encontrar os tais ovos benedict de galinhas de raça criadas ao ar livre ou aquele que é considerado um dos melhores fiambres do país, curado com ácer. Há mais, especialmente os bolos e as sobremesas, mas acho que para já isto chega para te convencer. Ah, é verdade, quase me esquecia: o chef é o Nuno Mendes que tu adoraste quando experimentaste a comida dele na Taberna do Mercado (está aqui o teu texto).

 

 

 

gelado de limão com crumble de frutos vermelhos, uma sobremesa deliciosa, saudável e sem lactose

12.08.16

Cada vez que descubro uma sobremesa com um aspeto divinal e, ainda por cima, saudável, sinto-me como o Donald Trump a olhar para o espelho a pentear o seu capachinho: cheia de mim própria, com a auto-estima ao rubro, pronta para enfrentar o mundo e até eventualmente uma cozinha. Sim, porque quando a vontade é muita até eu consigo fazer uma receita como esta, do Baked The Blog. É pura e simplesmente deliciosa.

Só preciso, para o gelado, de ovos, leite de coco, extrato de baunilha, geleia de agave, uma colher de sopa de amido de milho dissolvido em uma ou duas colheres de água, e raspas de um limão.

Para o crumble, vou precisar de frutos vermelhos bem maduros, aveia, amêndoas laminadas, farinha, óleo de coco, açúcar mascavado, sal, extrato de baunilha e raspas de meio limão.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

image.jpeg

 

qual a quantidade exacta de água que deve consumir por dia

12.08.16

A minha querida e prezada Mulher Mistério chegou cá a casa na semana passada e anunciou, no seu estilo definitivo e catastrofista:

- A partir de agora cada um dos elementos desta família tem de beber, pelo menos, 2 litros de água por dia. 

No meio desta onda de calor que já derreteu metade da minha massa corporal à noite, a Família Mistério aderiu em peso às indicações maternais e trocou os copos desta casa por verdadeiros jerricans que os acompanham para todo o lado: da praia ao cinema.

Perante o exagero, resolvi investigar o assunto. E este artigo do jornal digital Huffington Post foi a minha salvação. Por isso, aqui vai o recado: minha querida Mulher Mistério, não precisamos de beber dois litros de água por dia. E porquê? Por quatro motivos fáceis de explicar:

pexels-photo-102736.jpeg

 

já fomos à novíssima esplanada no chiado, ideal para um almoço leve de verão

11.08.16

13680791_1824430401109299_2201483273091035823_n.jp

Apesar do calor abrasador dos últimos dias, não resistimos a ir espreitar o recentíssimo Topo Chiado. E temos de assumir com toda a frontalidade: ficámos absolutamente rendidos aos magníficos 1500 metros quadrados de terraços com uma vista deslumbrante: com o castelo de São Jorge em frente, o elevador de Santa Justa à direita e a Sé e a Graça ao fundo, é, sem sombra de dúvidas, uma das melhores vistas de Lisboa.

IMG_8492 (1).jpg

 

 

o almoço mais fresco do verão: tártaro de salmão com queijo fresco e wasabi, uma receita fácil, deliciosa e muito light

11.08.16

 

Há poucas receitas mais agradáveis no Verão do que o maravilhoso tártaro de peixe: fresco, doce, ácido, salgado e picante, consegue juntar quase todos os sabores num prato leve e dietético. Uma das teorias sobre a invenção deste prato foi publicada na prestigiada revista The Atlantic em 2010. Supostamente, um dos primeiros peixes a ser servido cru nos Estados Unidos terá sido um atum, em 1984, no restaurante Chaya Brasserie, em Beverly Hills.

O Chaya tinha acabado de abrir e apresentava um menu de degustação onde o prato mais famoso era o bife tártaro. Um dia, um grupo de seis clientes pediu ao chef para substituir o bife tártaro por outra coisa que não tivesse carne. O chef era Shigefumi Tachibe, um japonês criado em França que conhecia bem o sushi então praticamente inexistente no mundo ocidental.

Tachibe entrou na cozinha a correr, sem saber bem o que preparar, e a primeira coisa que viu à frente foi uma óptima posta de atum: "Era parecida com carne e era gorda como a carne vermelha". Foi por isso que se lembrou de improvisar um bife tártaro com atum. Cortou o peixe em cubos, preparou um molho com a mesma maionese servida com o bife tártaro e provou: "Estava óptimo", relembra. O prato fez um sucesso tão grande que começou a ser pedido por vários clientes – até que foi incluído na ementa.

Cá em casa, a minha querida Mulher Mistério prefere sempre o salmão ao atum, mas não dispensa uma refeição de tártaro por semana. Ontem preparámos esta deliciosa receita improvisada que mistura o peixe (gordo e saboroso) com queijo fresco (suave e macio) e um molho de lima, soja e wasabi (salgado, frutado e picante que corta a gordura do peixe na perfeição). Vai ver como é fácil de fazer e saudável de comer.

20160809_210145.jpg

 

novidade! novidade! abre hoje o novo bairro do avillez com uma mercearia, uma taberna e um pátio (veja todas as fotos aqui)

10.08.16

Captura de ecrã 2016-08-10, às 11.48.08.png

Abre hoje à noite, quarta-feira, dia 10 de Agosto, o novo espaço de José Avillez, na Rua Nova da Trindade, em Lisboa. E tem um conceito totalmente inovador. 

 

pé no monte, o turismo rural ideal para crianças na costa alentejana

10.08.16

image.jpeg

Chegar até ao Pé no Monte pode ser uma aventura porque o GPS teima em mandar-nos para um descampado nas traseiras da propriedade, a cinco minutos de São Teotónio, perto da Zambujeira do Mar. Chegámos já de noite e só quando vislumbrei um enorme pé ao lado do portão é que suspirei de alívio. Estávamos no caminho certo.

image.jpeg

Gonçalo Marques, o dono do Pé no Monte, estava com um enorme sorriso à nossa espera e foi com um imenso orgulho de quem conseguiu concretizar o sonho de uma vida que nos fez uma visita guiada pelo hotel que construiu, há dois anos, com a mulher, Helena.

 

papas de aveia com banana e mirtilos, a minha arma secreta para fugir do pão logo de manhã

10.08.16

"Eu vou, eu vou...

Emagrecer agora eu vou..."

Assumo. Estou neste estado. Ando pela nossa Mansão Mistério a cantarolar esta música para me mentalizar. Agora estou a tentar cortar no pão (já que no álcool tornou-se uma missão impossível graças à inúmeras sangrias do meu querido Marido Mistério). Por isso, ando louca à procura de alternativas saudáveis para me animar as manhãs.

E bendito blog A Pumpkin and A Princess que me deu esta inspiração para hoje: só preciso de flocos de aveia, iogurte grego natural, leite de amêndoa, sementes de chia, mel ou xarope de agave ou ainda, se preferir, açúcar mascavado. Para o topping: rodelas de banana e mirtilos. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

image.jpeg

 

 

5 receitas frescas e rápidas para sobreviver a esta onda de calor

09.08.16

Sinto que, nas últimas 48 horas, emagreci três quilos só em água destilada deste meu invejável corpo de Adónis. Passar dias com 40º C à sombra e noites com mais de 30º C em casa não combina com o meu ADN. E, por isso, tive de encontrar uma solução para sobreviver a esta onda de calor chegada directamente do deserto do Saara.

A ajuda veio do fantástico site The Kitchn que parece ter adivinhado o sofrimento na Mansão Mistério ao preparar os jantares mais frescos para os dias mais quentes. São 25 receitas essenciais para o Verão e que pode ver aqui. Eu escolhi as minhas cinco preferidas.

 

Salada de Tomate e Grão 

300bbb7fd4285b88db9d55109cb0d6b22573cb3a.jpeg

Este vai ser o nosso jantar hoje cá em casa. Melhor do que uma salada de grão só uma salada de grão tostado – é isso que vai dar ao grão uma textura crocante quase como se fosse um crouton. Leve o grão ao lume numa frigideira com um fio de azeite. Deixe cozinhar sem mexer até ficar tostado por baixo.

Depois mexa e repita o processo até ter o grão tostado em todos os lados. Misture com um pouco de cominhos (se gostar) e deixe arrefecer enquanto prepara um molho de vinagrete. A receita original diz para juntar apenas salsa e tomate. Eu acho que vou dispensar os cominhos e colocar tomate cherry, coentros e um pouco de queijo feta. Com orégãos também não deve ficar nada mal. Veja a receita original aqui.