Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

a bebida ideal para o jantar de hoje: sangria de vinho branco com meloa e tequilla

20.05.17

A minha relação com a minha querida Mulher Mistério está quase ao nível da relação entre o Jorge Jesus e o Bruno Carvalho. Apesar de eu ter o cabelo bastante menos cor-de-laranja do que o treinador do Sporting, sou tratado tiranamente pela pequena déspota desta casa. Se eu entro na sala com um discreto pratinho de queijos para enganar a fome, sou expulso ao grito; se, por outro lado, eu não tenho uma sobremesa pronta no preciso instante em que lhe deu um súbito desejo de doces, sou achincalhado durante duas horas.

É verdade, pode ter pena de mim à vontade porque eu sofro nas mãos Dela. Hoje fui repreendido ao almoço porque ousei apresentar-me à mesa sem uma sangria.

– Não fizeste sangria?!

– Não, Excelência. Disseste que estavas de dieta!

– Com este calor, não há nada para beber?

– Há água.

[Silêncio... suspense... medo...]

– Água?! QUERES QUE EU BEBA ÁGUA?! ACHAS QUE TENHO CARA DE PEIXE?!

Honeydew-Kiwi-Sangria-2.jpg

 

omelete de 3 queijos hiper-mega-super fofinha para começar o seu fim de semana em grande

20.05.17

Sou, sempre fui e serei viciada em queijo. Adoro todos. Ainda não descobri um que não gostasse. Claro que há uns mais desenxabidos do que outros mas, regra geral, não posso ver um queijo à minha frente porque só paro de comer quando resta um prato vazio em cima da mesa… E como o meu querido Marido Mistério é igual a mim, desgraça-me todas as noites.

Passa uma alma o dia inteiro em dieta rigorosa, cheia de orgulho em si própria, resiste aos hidratos de carbono e a mil tentações até à hora do jantar enquanto vê os filhos a deliciarem-se, e depois sentamo-nos à frente da televisão para ver uma série e, invariavelmente, lá me aparece aquele senhor que faz o favor de ser meu marido com um prato de queijos numa mão e um copo de vinho na outra.

- É só para acamar - tem a lata de me dizer.

Eu faço uma tromba até ao chão, reviro os olhos e Ele insiste:

- Achas que é um copo de vinho que te vai estragar a dieta? Tens é de te controlar.

Fico doente. Será que ao fim de uma eternidade de casamento, o iluminado ainda não percebeu que eu não sou uma pessoa com autocontrolo?

Até parece que me está a testar. E o pior é que eu chumbo sempre. Ao fim de um minuto, estou a beber do copo dele e a atacar os queijos com uma sofreguidão que não há explicação.

Todo este desabafo foi para justificar porque é que hoje o meu brunch vai ser esta espetacular e super fofinha omelete recheada, não com um, nem com dois, mas com três queijos diferentes, da incrível Donna Hay. Não vou aguentar. É irresistível!

Só vou precisar de queijo mascarpone, cebolinho picado, ovos, natas, sal e pimenta preta, manteiga, queijo cheddar ralado e parmesão ralado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

puffed-cheese-omelette.jpg